Márcia Maia repudia crimes de feminicídio e cobra punição a autores

Crédito da Foto: João Gilberto
Crédito da Foto: João Gilberto

Os casos de feminicídio no Rio Grande do Norte, ocorridos nos últimos dias, foram tema de pronunciamento da deputada Márcia Maia (PSDB) durante sessão plenária desta quarta-feira (17), na Assembleia Legislativa. A parlamentar repudiou os crimes e cobrou rigor na punição aos assassinos.

“Mais um feminicídio foi cometido ontem. Desta vez contra a jovem Naiara Régia, de apenas 18 anos, simplesmente pelo fato de ser mulher. Foi assassinada de forma cruel e selvagem pelo seu ex-companheiro. Já são cinco mulheres mortas desde o último final de semana até agora”, falou Márcia.

A deputada, que integra o Comitê Estadual do Enfrentamento à Violência Doméstica Contra a Mulher, defendeu a ampliação do número de delegacias de defesa da mulher e uma maior integração entre o Estado, municípios, conselhos e sociedade civil organizada. Márcia reforçou ainda a necessidade de funcionamento de delegacias aos finais de semana.

“Apelo ao Governo do Estado pela abertura das delegacias nos finais de semana, quando se registra a maior parte dos atos de violência no âmbito domiciliar. É uma das medidas que devem ser tomadas para que não cheguemos a essa situação extrema”.

Na oportunidade, Márcia Maia enalteceu a instalação de um novo juizado especial de violência contra a mulher em Natal. “Uma luta nossa e de todo o movimento que atua em defesa da mulher. Esse novo juizado vai desafogar a única unidade que tínhamos em Natal”, observa.

Ao final do pronunciamento, a deputada voltou a cobrar que os autores dos crimes ocorridos nos últimos dias sejam devidamente penalizados. “Esperamos justiça e punição para que outros não tenham essa mesma atitude criminosa e covarde. Infelizmente vivemos nesta cultura machista. É importante que tenhamos celeridade na apuração desses assassinatos ocorridos no RN”, concluiu Márcia externando voto de solidariedade os familiares das vítimas.