Category: Notícias

Casal morto em acidente na BR-101 era de Uberlândia e passava férias em Natal; filhos de 8 e 2 anos sobreviveram

Casal morto em acidente na BR-101 era de Uberlândia e passava férias em Natal; filhos de 8 e 2 anos sobreviveram — Foto: Reprodução
Casal morto em acidente na BR-101 era de Uberlândia e passava férias em Natal; filhos de 8 e 2 anos sobreviveram — Foto: Reprodução

O casal que morreu em um acidente entre um carro e um ônibus de turismo na BR-101 nesta quarta-feira (12) era de Uberlândia e estava de férias em Natal. As informações foram confirmadas nesta quinta (13) após a chegada de familiares deles na capital potiguar. Os filhos do casal, de 2 e 8 anos, sobreviveram.

As vítimas foram identificadas como Ketlyn Mara Gomes de Meira Santos, de 29 anos, e André Santos dos Reis, de 32.

O acidente aconteceu na altura da entrada da praia de Punaú, em Rio do Fogo, no Litoral Norte potiguar, por volta das 9h. De acordo com a Polícia Civil, o carro e o ônibus de turismo seguiam no sentido de Natal para o Litoral Norte, quando o carro de passeio entrou em uma alça para fazer o retorno no sentido a Natal e foi atingido pelo ônibus na lateral.

Casal morreu após batida de carro e ônibus de passeio no Litoral Norte potiguar — Foto: Redes sociais

Casal morreu após batida de carro e ônibus de passeio no Litoral Norte potiguar — Foto: Redes sociais

As marcas de frenagem do ônibus na pista têm cerca de 50 metros, segundo a polícia. Ninguém que estava no ônibus se feriu.

As duas crianças também estavam no carro. O menor usava cadeirinha de segurança e o maior estava em um assento de elevação. Ambos tiveram ferimentos leves e foram levados para o hospital. Eles passaram a noite no Hospital Walfredo Gurgel e na manhã desta quinta se encontraram com os familiares que vieram de Uberlândia.

Acidente envolvendo ônibus de turismo e carro de passeio deixa duas pessoas mortas e duas crianças feridas no Litoral Norte potigur — Foto: Redes sociais

G1RN

Globo é processada após fraude envolvendo Luciano Huck no “Lata Velha”

Foto da Internet

O carioca João Marcelo Viera (50) enfrenta há 16 anos uma árdua batalha judicial contra a TV Globo. O ambientalista participou do quadro ‘Lata Velha’, do Caldeirão do Huck , e acusa a emissora de ter devolvido um outro carro montado sobre outro chassi. O caso na época foi parar na polícia e está agora em fase recursal no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Em contato com este colunista, João Marcelo relatou que tinha o sonho de ver seu antigo carro reformado pelo programa. Após enviar uma carta para a produção, diz que chegou a viver parte do sonho quando teve seu automóvel selecionado para ser uma das atrações do programa da TV Globo. “Senti uma realização enorme na época quando me deram essa esperança, de ver meu Opala reformado”, conta.

Ainda segundo Marcelo, após entregar seu Opala verde, ano 79, para a produção do programa, sofreu um duro golpe que tenta se recuperar até hoje por meio da Justiça: “cometeram uma fraude”, acusa o ambientalista. Segundo narra o processo, o Opala simplesmente teria desaparecido. O novo carro entregue ao participante teria sido reconstruído a partir do chassi de uma Caravan, do ano de 79.

Marcelo denunciou o ‘Lata Velha’ às autoridades e lembra que na época sofreu forte abalo emocional ao escutar de algumas pessoas que ele queria se promover com o caso. Entretanto, como consta no processo, um laudo da perícia que foi solicitada pelo delegado Ronaldo Oliveira – que estava no comando titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) – identificou a fraude. Após a conclusão de quatro peritos o delegado explicou que não havia nada de original no carro: “O carro é todo adulterado. Não há nada ali que seja original do carro dele, nem o chassi”, disse. Outra perícia solicitada a pedido da Corregedoria do Detran e realizada pelo Instituto Carlos Éboli também indicou a fraude, e mais ainda, que assinaturas de João Marcelo teriam sido falsificadas.

Assinaturas de Marcelo teriam sido falsificadas

O carro que teria servido de modelo para a suposta transformação do veículo de João Marcelo foi apontado pelo laudo como uma Caravan marrom. O automóvel, pelos registros do Detran, estava na posse de um rapaz chamado Rubem de Souza. A transação que efetivou a compra do veículo teria sido feita em Ribeirão das Neves, por meio de um Feirão de automóveis. O valor pago pela Caravan foi de R$ 4.200.

João Marcelo conta que nesse momento tomou um outro susto: a pessoa que comprou o veículo no feirão teria utilizado uma assinatura sua falsificada. Foram mais de oito assinaturas adulteradas em nome do ambientalista, que hoje vive em Cabo Frio, localizado na Região dos Lagos.

Após toda documentação juntada para o processo, Marcelo diz não ter dúvidas: “mediante os laudos realizados no carro e as minhas assinaturas falsificadas, é inegável: meu carro verdadeiro sumiu. Ninguém sabe onde está”, diz com tristeza ao lembrar que seu antigo Opala verde era um bem de família, e que ele havia prometido nunca vender para seus familiares. Até hoje Marcelo sente-se impotente por não saber quem falsificou suas assinaturas, que foram feitas em cima de uma colagem.

João Marcelo não acredita que vai conseguir ter o seu carro de volta. Mas ele afirma que deixaria o processo de lado se o antigo carro fosse devolvido mediante também uma retratação do programa e dos responsáveis contando a verdade sobre o que teriam feito, segundo ele, enganando todo o Brasil com a atração.

“Quando me chamaram na Globo para conversar, deixei bem claro que se me entregassem de volta o carro, com tudo certinho, o assunto estava resolvido, uma vez que se tratava de estelionato e apropriação indébita. Entretanto, quando entrei na sala, um dos diretores bateu com as mãos na mesa e me perguntou: ´o que você quer rapaz?´. Eu respondi que só queria o que era meu de volta e disse que o que estava acontecendo poderia acabar com a imagem da emissora. Foi quando ele respondeu que isso não acabaria com o quadro, mas sim com a imagem do Luciano Huck.”

João Marcelo ainda conta que nessa reunião foi falado sobre possivel participação em Big Brother Brasil, ou oportunidades de mostrar seu trabalho em programas como o da Ana Maria Braga, o que teria sido recusado por ele no mesmo tom de deboche que o diálogo era traçado. “A reunião terminou com eles dizendo que iriam dar um jeito de me entregar meu antigo Opala reformado, e também desfazendo todo esses problemas em torno da Caravan, que estava em meu nome a partir da utilização de uma assinatura falsa”, detalha. Entretanto, o ambientalista conta que o carro devolvido foi a mesmo Caravan. O ambientalista também lembra do que teria sido uma tentativa da emissora para fazê-lo assinar um documento se eximindo de reclamar judicialmente qualquer problema futuro.

“Eles me entregaram este documento e disseram que eu poderia ficar com um Pálio enquanto eles resolviam tudo, para que realmente eu não ficasse sem nada até tudo estar concluído, uma vez que demorei seis meses pra receber o carro errado novamente. Mas eu percebi que no final do documento que eu teria que assinar concordando em ficar com o Pálio até ter tudo esclarecido, eu estaria também assinando uma cláusula me comprometendo a não reclamar mais nada. Apenas risquei o papel na frente deles”, lembra.

Marcelo sofreu recentemente uma terceira surpresa na Justiça. O tribunal acabou acatando argumentos da emissora de que Marcelo não teria ficado no prejuízo, uma vez que teria recebido um carro melhor do que aquele que entregou. Entretanto, o ambientalista está recorrendo agora da sentença. “Não importa se o carro estava funcionando melhor ou se valia mais, o que importa é que o meu carro tinha um valor sentimental para toda nossa família. Vou lutar por Justiça até o fim”, diz.

Marcelo se negou a ficar com um Pálio provisoriamente porque deveria assinar este documento se comprometendo a não processar o programa.

Foto: Reprodução

IG (Lo-Bianco)

Chuva forte invade casas, abre cratera e causa alagamentos em vários pontos de Natal

Moradores enfrentam alagamentos em Natal, após fortes chuvas — Foto: Lucas Cortez/Inter TV Cabugi
Moradores enfrentam alagamentos em Natal, após fortes chuvas — Foto: Lucas Cortez/Inter TV Cabugi

As fortes chuvas que caíram desde a noite de quarta-feira (12) até a manhã desta quinta-feira (13) causaram alagamentos em vários pontos de Natal, de acordo com informações da Secretaria de Mobilidade Urbana. A água também invadiu casas em alguns bairros da capital. Em Neópolis, um carro caiu em um buraco que se abriu na rua Sebastião Barreto.

Em 12 horas, o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) registrou 79.9 milímetros de chuvas somente em um dos pontos de monitoramento da cidade, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte. No mesmo período, foram 51 mm em Ponta Negra, na Zona Sul.

G1RN

Criança de 8 anos cai do terceiro andar de prédio na Grande Natal

Menino foi levado para o Clóvis Sarinho — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi
Menino foi levado para o Clóvis Sarinho — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Uma criança de 8 anos de idade caiu do terceiro andar de um prédio no município de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal, no início da noite desta terça-feira (11). O menino foi socorrido e encaminhado para o pronto-socorro Clóvis Sarinho, na capital potiguar. Ele estava acordado.

De acordo com a família, a criança se debruçou em um parapeito numa área de ventilação do prédio, não conseguiu se segurar e caiu em cima do bicicletário, no térreo. Eles informaram que tudo aconteceu de maneira muito rápida.

Os pais imediatamente acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o atendimento e a PM.

A família informou ainda que a criança ficou acordada e conversou durante todo o trajeto na ambulância e na chegada ao hospital. O menino foi conduzido para realizar exames de tomografia, mas, externamente, não aparenta ter sofrido nenhuma fratura, segundo os médicos.

Apenas após esse exame, a equipe médica do hospital vai poder detalhar a situação clínica da criança.

G1RN

Natal começa a vacinar idosos e professores contra gripe; confira locais

Natal começa a vacinar idosos e professores contra gripe; confira locais — Foto: Leonardo Sousa / PMF
Natal começa a vacinar idosos e professores contra gripe; confira locais — Foto: Leonardo Sousa / PMF

A campanha de vacinação contra a Influenza entra em uma nova etapa nesta terça-feira (11). A Prefeitura do Natal começa a vacinar idosos a partir de 60 anos e professores do ensino básico e superior de escolas públicas e privadas.

Os pontos definidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) para receber o imunizante na capital são 20 unidades básicas de saúde e dois drives-thrus: Palácio dos Esportes e Ginásio Nélio Dias (portão 03).

Em 2021 a campanha acontece simultaneamente à vacinação contra a Covid-19, e deve haver intervalo de 14 dias entre as aplicações, quando coincidir o público-alvo das etapas, priorizando o esquema vacinal das doses de Coronavac, Pfizer ou Oxford. É necessário levar no ato da vacinação a caderneta vacinal, documento com foto, comprovante de residência de Natal e contracheque ou declaração da instituição de ensino.

O público de crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde da fase 1 também podem receber o imunizante durante a fase 2 da campanha.

O Ministério da Saúde preconiza que a campanha de Influenza acontece de 12 de abril à 9 de julho em três fases:

  • Fase 1 (12/04 à 10/05) – Crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde;
  • Fase 2 (11/05 à 8/06) – idosos com 60 anos e mais, professores do ensino básico e superior de escolas públicas e privadas;
  • Fase 3 (09/06 à 09/07) – doentes crônicos e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Confira a lista dos locais de vacinação:

  • Drive Nélio Dias – Av. Guararapes, s/n. Lagoa Azul (Portão 03).
  • Drive Palácio dos Esportes – Rua Trairi, 516. Petrópolis (EXCLUSIVO PARA INFLUENZA).
  • Distrito Sanitário Norte I
  • USF Vista Verde – Rua Linda Batista, 18 – Pajuçara
  • USF África – Av. Dr João Medeiros Filho, 02 – Redinha
  • USF Cidade Praia – Rua São Caetano, 520 -Lagoa Azul
  • USF José Sarney – Rua dos Lírios, 231 – Lagoa Azul
  • Distrito Sanitário Norte II
  • USF Potengi – Av. Itapetinga, 02. Conjunto Santarém
  • USF Igapó – Rua São Tiago, 01. Igapó
  • USF Parque dos Coqueiros – Rua das Pedrinhas, s/n. Parque dos Coqueiros
  • USF Pedra do Sino – Rua Pedra do Sino, s/n. Conjunto Soledade I
  • Distrito Sanitário Leste
  • USF Aparecida – Rua Guanabara, 1050 -Mãe Luiza
  • Distrito Sanitário Oeste
  • USF Guarapes – Rua Lagoa Seca, 74.
  • USF Bom Pastor – Rua Augusto Calheiros, 01
  • UM Felipe Camarão – Rua da Tamarineira, 25
  • UBS Quintas – Rua dos Paiatis, 1854
  • UBS Esperança – Av. Pernambuco, 214
  • USF Novo Horizonte – Rua dos Paiatis, 128
  • USF Felipe Camarão III – Rua Itamar Maciel, 360
  • Distrito Sanitário Sul
  • UBS Ponta Negra – Rua José Medeiros, 01
  • UBS Pirangi – Av. São Miguel dos Caribes, 650
  • USF Planalto – Rua Comunidade Shalom, 15
  • UBS Jiqui – Rua União dos Palmares, 11

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Relatório detalha fichas criminais de mortos no Jacarezinho: tráfico, posse e uso de drogas, furto, roubo, porte ilegal de armas, ameaça e lesão corporal

Foto: reprodução/TV Globo

Um relatório da Subsecretaria de Inteligência (SSinte) da Polícia Civil do Rio de Janeiro detalha as fichas criminais de 25 dos 27 suspeitos mortos no Jacarezinho, favela na Zona Norte do Rio. Os outros dois que não tinham anotações de crimes tinham envolvimento com o tráfico confirmado em depoimento por parentes. Um deles era menor de idade.

Na semana passada, ao divulgar informações sobre a operação, a polícia havia dito que todos os mortos na operação mais letal da história do estado tinham antecedentes criminais e que entraram em confronto com os agentes.

Detalhamento dos crimes

O documento aponta que 12 deles tinham envolvimento com o tráfico de drogas no Jacarezinho.

Outros 12 tinham registros por outros crimes, como posse e uso de drogas, furto, roubo, porte ilegal de armas, ameaça e lesão corporal. Um foi fichado por desacato.

Dos 12 mortos sem denúncia de envolvimento com o tráfico, a polícia afirma que, em três casos, parentes confirmaram em depoimento a ligação deles com facções criminosas.

No caso dos outros nove, a polícia justificou o envolvimento deles com o tráfico a partir de fotos e mensagens publicadas em redes sociais.

O relatório traz, ainda, fotos dos mortos retiradas de redes sociais. Em muitas, eles aparecem portando armas.

G1

Detran leiloa veículos apreendidos em ações de fiscalização e abre visitação pública a lotes no RN

Detran leiloa veículos apreendidos em ações de fiscalização e abre visitação pública a lotes no RN — Foto: Detran/Divulgação
Detran leiloa veículos apreendidos em ações de fiscalização e abre visitação pública a lotes no RN — Foto: Detran/Divulgação

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) leiloa na próxima quinta-feira (13), 206 lotes de veículos que foram apreendidos nas ações de fiscalização do órgão. Os lotes estão retidos nos pátios do Detran, situados em Natal, Mossoró, Assú e Pau do Ferros e possuem veículos que vão continuar em circulação e outros destinados exclusivamente à sucata.

Os interessados podem visitar os lotes nesta terça-feira (11) e quarta-feira (12), das 8h às 12h, nos seguintes endereços:

  • Pátios do 10º BPM, na Rua João Celso Filho, em Assú/RN;
  • 2º DPRE, na RN 117 (Caminho de Dix Sept Rosado) ou na Av. Lauro Monte, Abolição, ambos em Mossoró/RN;
  • 4º DPRE, na Rua da Independência (BR 405), em Pau dos Ferros/RN;
  • Pátio do Detran (antigo Guanabara), na Rua Bom Pastor, 1222, Quintas, em Natal.

O leilão acontece exclusivamente online na quinta-feira (13), a partir das 10h. Os interessados em participar do leilão devem se cadastrar na plataforma online.

Os editais e todas as informações do leilão, inclusive a relação completa dos carros e motocicletas com imagens e as especificações de marca, placa, ano de fabricação e valor inicial do bem podem ser conferidas clicando no link: AQUI e AQUI.

G1RN

Autor de ataque em creche em SC passou por duas cirurgias, deve ter alta da UTI nos próximos dias e polícia prepara interrogatório

Arma que foi apreendida e irá passar por perícia no IGP — Foto: Jornal e TV A Sua Voz, reprodução

A Polícia Civil ouviu mais de 10 testemunhas na investigação sobre o ataque a creche em Saudades, no Oeste catarinense, até quinta-feira (6). O delegado Jerônimo Marçal Ferreira afirmou autor do crime, um jovem de 18 anos, será ouvido assim que o estado de saúde ele permitir.

O autor está internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, cidade a cerca de 60 quilômetros de Saudades. Segundo o boletim médico da noite de quinta, ele passou por duas cirurgias e está se recuperando.

Ele deve ter alta da UTI nos próximos dias. A Polícia Civil quer descobrir a motivação por trás do ataque.

Na manhã de terça (4), o jovem foi à escola infantil Aquarela e, armado com um facão, matou três crianças de um ano, uma professora de 30 e uma agente educativa de 20. Depois, golpeou o próprio corpo. Um bebê foi socorrido e se recupera no hospital. Ele passou por procedimentos cirúrgicos no pescoço, tórax, abdômen e pernas, conforme o hospital.

Blog do BG

Município de Saudades vive luto coletivo após ataque a creche que deixou 5 mortos

Coroas de flores em cemitério municipal de Saudades — Foto: Sirli Freitas/Divulgação
Coroas de flores em cemitério municipal de Saudades — Foto: Sirli Freitas/Divulgação

O município de Saudades, no Oeste catarinense, vive um luto coletivo após o ataque em uma creche que resultou na morte de três crianças e duas funcionárias. As aulas foram suspensas até a próxima segunda (9) e houve também empresários que pausaram as atividades e dispensaram os funcionários diante do choque e da tristeza que atingiu os moradores.

Na terça (4), um jovem de 18 anos entrou armado com um facão na escola Pró-Infância Aquarela, uma das três creches da cidade, que atende crianças de 6 meses a 2 anos. Ele matou três alunos de 1 ano, uma professora de 30 e uma agente educacional de 20. Depois, golpeou o próprio corpo. O autor está internado no hospital de Chapecó, assim como uma criança de 1 ano e 8 meses que sobreviveu, passou por cirurgia e está na UTI.

Saudades tem 9.810 habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geográfia e Estatística (IBGE). Dessa forma, todos os moradores conhecem alguém da família das vítimas, ou do autor, que também é da cidade.

Desde terça, as pessoas deixam flores e cartazes em frente à creche onde houve o crime, em homenagem às vítimas. Moradores de Saudades e cidades vizinhas participaram do velório, no Parque de Exposições Theobaldo Hermes, que começou após as 23h de terça e seguiu até a manhã desta quarta.

G1SC

Entidades do RN comemoram lei federal que prevê ajuda a setores de eventos e turismo e cobram mais medidas de incentivos

Via Costeira concentra boa parte dos leitos de hotéis em Natal — Foto: Divulgação/ABIH
Via Costeira concentra boa parte dos leitos de hotéis em Natal — Foto: Divulgação/ABIH

Entidades do turismo, eventos e hotelaria comemoraram a aprovação da lei que prevê ajuda para as empresas dos setores, que são considerados entre os mais afetados economicamente pela pandemia. A lei foi sancionada nesta terça-feira (4) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro com vetos – entre eles o trecho que zerava por 60 meses alíquotas de diversos tributos para o setor.

A lei foi aprovada pelo Congresso Nacional no mês passado. O texto enviado para sanção estabelece ações emergenciais para o setor de eventos a fim de reduzir as perdas causadas pela pandemia por meio da criação do Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse). Entre os benefícios estão:

  • possibilidade de renegociação de dívidas, tributárias ou não;
  • descontos de até 70%;
  • prazo de até 145 meses para quitação.

“Avaliamos positivamente a sanção do presidente Jair Bolsonaro ao primeiro pacote de medidas econômicas setoriais, não transversais, aos setores mais impactados pelas restrições impostas pelos governos no combate à pandemia, o de eventos e o turismo”, disse George Gosson presidente executivo do Natal Convention Bureau, entidade que congrega empresas do setor de eventos.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN (ABIH-RN), Abdon Gosson, também achou importante a medida, mas considerou que ela demorou demais a ser lançada.

“O plano chegou tarde, atrasado, mas chegou. Esses setores foram os mais fortemente atingidos no mundo com a pandemia. Desde o começo da pandemia foi fortemente atingido e até hoje ainda continua sendo”.

“O setor de eventos, especificamente, continua hoje praticamente 98%, 99% parado. A hotelaria teve uma queda de 90%, recuperou, voltou a cair de novo, e hoje está em torno de 60%. E nada melhor do que uma notícia dessa que é uma ajuda a retomada do setor de de hotelaria”.

Abdon cita a importância dessa lei para renegociação das dívidas fiscais e não fiscais, incluídas as do FGTS. “Sem uma ajuda dessa, com certeza, nenhuma empresa conseguiria na retomada conseguiria sobreviver, porque os custos dos encargos tributários são muito altos no Brasil e para uma empresa começando do zero, com custos altíssimos, seria totalmente inviável hoje no Brasil para qualquer empresário”.

Segundo a Fecomércio, o turismo do estado teve um prejuízo de R$ 1,5 bilhão em um ano de pandemia. “O faturamento chegou a zero de todos os hotéis”, diz Abdon. “O turista quando vem para cá, ele aluga, reserva o hotel, gasta no bar, no restaurante, no passeio de barco, na lojinha de artesanato. Isso é uma perda para uma economia frágil como a nossa”.

Segundo o presidente da ABIH-RN, os hotéis chegaram a demitir, num primeiro momento de pandemia, entre 50% e 70% dos funcionários – cerca de 5 mil trabalhadores.

De acordo com o Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurante e Similares do RN, o turismo, incluindo o segmento do turismo de eventos, empregam cerca de 120 mil pessoas no estado, explicou o presidente da Natal Convention Bureau. “As reduções estimadas nos negócios durante a pandemia são de quase 100% do setor de eventos e entre 65% e 70% do turismo”, disse George Gosson.

“Diante da gravidade da situação, aguardamos também pacotes de medidas econômicas de mesma natureza dos governos estadual e municipais. Elas são fundamentais para a sobrevivência das empresas e para a manutenção dos empregos”, afirmou George.

A cobrança por mais medidas também é reforçada pelo presidente da ABIH. “Nós temos uma solicitação forte ao município: o IPTU de 2021. Os hotéis estavam fechados. E o IPTU de um empreendimento é muito alto. Uma redução no ISS, uma renegociação. Tem hotéis aí que pagam R$ 25 mil de taxa de lixo por mês. E passaram vários meses fechados. A gente precisa ter uma condição melhor por parte dos nossos governantes, pra fazer com que essa indústria do turismo continue viva”.

A cobrança por mais medidas também é reforçada pelo presidente da ABIH. “Nós temos uma solicitação forte ao município: o IPTU de 2021. Os hotéis estavam fechados. E o IPTU de um empreendimento é muito alto. Uma redução no ISS, uma renegociação. Tem hotéis aí que pagam R$ 25 mil de taxa de lixo por mês. E passaram vários meses fechados. A gente precisa ter uma condição melhor por parte dos nossos governantes, pra fazer com que essa indústria do turismo continue viva”.

Filiado à Associação Brasileira dos Produtores de Eventos (Abrape), o empresário André Dantas disse que essa decisão do Governo Federal é muito importante para um setor que tem sofrido com fechamentos, demissões e cancelamento de eventos. “É algo que o nosso setor aguardava há um tempo. Agora é ver como, na prática, vamos desenvolver os benefícios do programa”, comentou.

Para André Dantas, a sanção do Perse é uma vitória. Contudo, ele também alertou que “o setor de eventos precisa de mais atenção do poder público como um todo”.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Morre aos 42 anos o ator Paulo Gustavo

Paulo Gustavo morre aos 42 por complicações da covid-19 | Exame
Foto da Internet

O G1 informou a mais os menos uma hora, que o Ator Paulo Gustavo morreu em consequência das complicações causadas pela Covid-19.

Criador de Dona Hermínia e de outros personagens inesquecíveis, ele estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio.

O ator deixa seu companhiro com dois filhos pequeno, irmã, o pai e a mãe, Déa Lúcia Amaral, que inspirou a criação de Dona Hermínia.

Nunes Marques intima Bolsonaro e Lira em MS sobre apreciação de impeachment

Jair Bolsonaro e Arthur Lira foram intimados a responder sobre impeachment / Foto da Internet

O presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), foram intimados a apresentar manifestação referente a pedido de análise de impeachment do chefe do Executivo por crime de responsabilidade.

Bolsonaro e Lira são as partes agravadas em um recurso interposto no Supremo Tribunal Federal pelos advogados Thiago Santos Aguiar de Pádua e José Rossini Campos do Couto Correa. Segundo eles, Bolsonaro se omitiu no combate à Covid-19 e incentivou comportamento contrário às medidas de prevenção ao contágio da doença — o que fundamentou pedido de impeachment apresentado na Câmara. Como a peça não foi apreciada pela presidência da Casa, recorreram ao Supremo, via mandado de segurança.

Mas, na última sexta-feira (30/4), o ministro Nunes Marques negou liminar para apreciação imediata da Câmara sobre o tema. Segundo o magistrado, não haveria previsão legal de prazo ou critério jurídico para intervenção do Judiciário na morosidade do Legislativo.

Em agravo regimental protocolado nesta segunda-feira (3/5), os autores contestaram a decisão do ministro, argumentando que a demora da Câmara deveria ser reconhecida como abuso de poder por omissão.

MS 37.083

Conjur

Ambulância que transportava paciente de 87 anos capota e três pessoas ficam gravemente feridas na BR-101

Ambulância capota na BR-101 com paciente de 87 anos e deixa três pessoas gravemente feridas — Foto: Redes Sociais
Ambulância capota na BR-101 com paciente de 87 anos e deixa três pessoas gravemente feridas — Foto: Redes Sociais

Uma ambulância capotou na BR-101, em Extremoz, na manhã desta segunda (3) e deixou três pessoas gravemente feridas.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a ambulância vinha de Macau com destino ao Hospital Onofre Lopes com 5 ocupantes: o condutor, uma médica, um enfermeiro, uma paciente de 87 anos que ia fazer um cateterismo e a filha da idosa.

O enfermeiro, a paciente idosa e a filha dela ficaram feridos em estado grave e foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com o relato do condutor, a ambulância foi fechada por um carro e acabou saindo da pista. Por causa de uma cratera na marginal, a ambulância capotou.

O acidente aconteceu por volta das 8h20 no KM 75.

G1RN

Ministérios Públicos e Defensoria acionam União, RN e Natal para garantir segunda dose de Coronavac

Covid-19: MPF cobra transparência no uso de recursos federais no RN | Rio  Grande do Norte | G1
Foto da Internet

O Ministério Público Federal (MPF/RN), o Ministério Público do Trabalho no RN (MPT-RN), o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Defensoria Pública estadual (DPE/RN) ajuizaram ação civil pública com pedido de liminar para assegurar a aplicação da segunda dose (D2) de Coronavac nos cidadãos potiguares. Com a escassez da vacina e orientação do Ministério da Saúde para aplicação de novas remessas como D1, mais de 56 mil pessoas estão com a imunização em atraso, superando o intervalo indicado de quatro semanas entre as doses.

A ação pede à Justiça Federal a adoção de medidas urgentes pela União, Governo do RN e Prefeitura do Natal para evitar que a ausência da D2 provoque atraso ainda maior na quebra do esquema vacinal e perda da eficácia da imunização em pessoas dos grupos prioritários. Os procuradores, promotores e defensora enfatizam que a situação tem gerado “um ambiente de insegurança e até de desespero na população que ainda não completou o seu calendário vacinal” e apontam “a possibilidade do surgimento de mutações virais com cepas mais resistentes do novo coronavírus quando não se perfectibiliza o ciclo vacinal”.

Com a aplicação da D2 já interrompida por três vezes em Natal, a ação pede que o município seja obrigado a aplicar exclusivamente a segunda dose até que, no mínimo, 85% das pessoas que receberam a D1 de Coronavac tenham o ciclo completado. Já o Governo do RN deverá monitorar a oferta de vacinas e assessorar os municípios. Quando necessário, a reserva técnica estadual deve ser disponibilizada para evitar novos atrasos.

A ação pede, ainda, que a União adote o incremento ou exclusividade de doses de Coronovac para o RN nas próximas remessas, ou por antecipação, para atendimento à demanda de D2. A União também deve adotar a obrigatoriedade de reserva de segunda dose para todos os já contemplados com a primeira ou, alternativamente, criar um fundo de vacinas para casos como o do RN.

Os Ministérios Públicos e a DPE/RN requerem a aplicação de multa em caráter inibitório para prevenir a reiteração das condutas que levaram à falta de doses. A ação tramita na 4ª Vara da Justiça Federal sob o número 0802923-72.2021.4.05.8400. Acesse aqui a íntegra da inicial.

Pandemia continua – Os órgãos enfatizam que a pandemia do novo coronavírus segue em ritmo preocupante no estado, inclusive devido à identificação de novas cepas mais contagiosas do vírus circulando no país. Nesta quinta-feira (29), segundo a plataforma Regula/RN, a taxa de ocupação dos leitos críticos de covid-19 estava em 88,9% (sendo 86,7% na região metropolitana; 100% na região oeste e 85% na região do Seridó). Além disso, havia 33 pacientes na fila de espera por leitos críticos, 15 pacientes aguardando leitos clínicos e 725 cancelamentos de pedidos de leitos por óbito.

Médico é denunciado por homicídio culposo da influencer pernambucana Liliane Amorim após cirurgia

Foto/Reprodução

A influencer Lilianae Amorim morreu em 24 de janeiro, aos 26 anos, por complicações causadas por uma cirurgia de lipoaspiração feita pelo médico em um hospital privado de Juazeiro do Norte, no Ceará.

Conforme o MPCE, Benjamim Alencar agiu de forma imprudente e negligente. O órgão acrescenta que o médico violou as regras técnicas da profissão e o dever jurídico de cuidado e proteção à integridade física, à saúde e à vida da paciente.

Na denúncia, a 2ª Promotoria de Justiça de Crato faz um resumo dos fatos ocorridos entre o dia da lipoaspiração e a data da morte de Liliane.

Segundo o Ministério Público, Benjamim agiu de forma imprudente ao conceder alta médica à vítima apenas 13 horas após o término do procedimento cirúrgico.

O médico, acrescenta o MPCE, foi também imprudente ao autorizar a saída da paciente do hospital mesmo diante de reiteradas queixas de fortes dores, sonolência e dificuldade até mesmo para se comunicar verbalmente. 

Para o órgão, o médico ainda agiu com negligência durante o pós-operatório, visto que “não realizou um atendimento presencial sequer desde a precipitada alta médica, vindo a encontrar a paciente apenas no dia 17 de janeiro de 2021, na UTI onde Liliane estava internada, quando tinha por lei obrigação de cuidado com a vítima”.

A negligência de Benjamim ao não atentar e desconsiderar as reiteradas queixas de dor, sonolência e cansaço por parte da vítima, chegando a insinuar que isso era “manha” da paciente também fazem parte da ação do MPCE. 

A 2ª Promotoria de Justiça de Crato ressalta, ainda, a omissão negligente do profissional com a paciente, visto que Benjamim Alencar, mesmo diante de reiteradas queixas da vítima, orientou que não levassem Liliane para uma emergência, tendo voltado atrás, depois de certa resistência, e indicado que a digital influencer fosse levada para um hospital público.  

“Portanto, o denunciado, mediante uma série alternada de ações e omissões […] provocou o previsível resultado morte da vítima Liliane dos Santos Amorim, o qual se concretizou em decorrência exclusiva das condutas que adotou e deixou de adotar, cada uma a seu tempo, cuja tipicidade encontra eco na legislação penal brasileira”, reitera o MPCE na denúncia. 

Diário Vip