Vereadores aprovam lei que permite inclusão de Natal em consórcio para compra de vacinas contra Covid-19

Câmara Municipal de Natal aprovou lei que permite inclusão de Natal em consórcio para compra de vacinas — Foto: Elpídio Júnior
Câmara Municipal de Natal aprovou lei que permite inclusão de Natal em consórcio para compra de vacinas — Foto: Elpídio Júnior

A Câmara Municipal de Natal (CMN) aprovou nesta quarta-feira (17) em regime de urgência um projeto de lei que permite a inclusão de Natal no consórcio firmado entre os municípios para compra de vacinas contra Covid-19. O projeto havia sido encaminhado pelo Poder Executivo.

A lei Nº 77/2021 foi aprovada durante sessão virtual. Durante a discussão da matéria, foram apresentadas emendas e duas foram aprovadas. Algumas das emendas foram retiradas e uma, que tratava da proibição de medicamentos ou vacinas sem comprovação científica, foi rejeitada.

“Nós estamos autorizando agora que o município possa adquirir também essas vacinas, para que mais pessoas da nossa cidade possam ser imunizadas deste vírus. No atual momento, esse é um dos projetos mais importantes aprovados por esta Casa”, disse o presidente da CMN, vereador Paulinho Freire (PDT).

“Ratificamos a presença de Natal dentro desse consórcio entre municípios, que vai fortalecer o SUS e dessa forma criar mais laços para adquirir as vacinas. Isso é importante, porque dará celeridade”, explicou a líder do Executivo, vereadora Nina Souza (PDT).

Natal iniciou a vacinação nesta semana da primeira dose em idosos acima de 76 anos de idade, mas parou a aplicação por falta de imunizantes. Seguem sendo vacinados os idosos que precisam receber a segunda dose do imunizante.

Nesta quarta-feira (17), o Rio Grande do Norte recebeu mais 74,6 mil doses de CoronaVac, que serão distribuídos nesta quinta-feira (18) para os municípios.

G1RN