Último dia para regularizar título de eleitor provoca longas filas no TRE

noticia_140630

O prazo final para emissão e transferência de títulos eleitorais acaba nesta quarta-feira (4). O último dia de atendimento tem provocado filas longas na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), localizada na avenida Rui Barbosa, no Tirol. Segundo o chefe da 4ª Zona Eleitoral, Eraldo Morais de Macedo, mais de 5 mil atendimentos já foram realizados nos últimos dias.

“Do dia 25 pra cá nós já realizamos mais de 5 mil atendimento. Desde segunda a demanda aumentou e por causa disso estamos atendendo cerca de 1800 pessoas por dia. Nossa estrutura está montada e esses processos estão sendo feitos desde novembro, mas infelizmente as pessoas procuram regularizar a situação apenas nos últimos dias”, lamentou.

Por volta das 10h de hoje uma enorme fila já era vista no entorno do prédio, que se estendia do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) até a sede da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat).

Ainda de acordo com Eraldo Morais, os atendimentos devem continuar até o meio dia ou ao término dos 1800 atendimentos, que é a capacidade máxima prevista para esta zona. “Dentro da nossa expectativa e do que estamos acompanhando nesses últimos dias, acredito que quem chegar aqui até às 12h será atendido”, ressalta.

A multa para quem não regularizar a situação eleitoral será cobrada em caso de ausência de votação e falta de justificativa. “Será cobrada uma multa no valor de R$ 3,00 para cada turno de votação”, explica.

Para emitir o primeiro título ou realizar a transferência, o eleitor precisa ir a zona eleitoral com um documento de identificação oficial com foto e um comprovante de residência.

AliciaRafaelOs estudantes Antônio Carlos, de 18 anos e Alicia Rafaela, de 17, compareceram na manhã de hoje ao TRE para emissão obrigatória dos títulos. “Cheguei cedo aqui, mas sinceramente não vale a pena esperar tanto para votar, é só perca de tempo. Eu só vim até aqui por obrigação, mas da próxima vez com certeza virei mais cedo, aprendi a lição”, disse o rapaz.

Assim como ele, a amiga Alicia Rafaela tem a obrigatoriedade de votar, isso porque ela irá atingir a maioridade ainda neste ano. “O brasileiro tem o costume de deixar tudo para última hora e comigo não foi diferente. Infelizmente tive vários imprevistos e acabei deixando para vir só hoje, no último dia, mas da próxima vez irei vir com mais antecedência”, comentou a estudante.

Hoje também é o prazo final para que o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida peça sua transferência para uma seção eleitoral especial.  Para retirar a segunda via do título de eleitor, o prazo será até o dia 22 de setembro.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou o cadastramento e as alterações no dia 1° de novembro e registrou até hoje mais de 6 milhões de pedidos de emissão de títulos novos e cerca de 4,2 milhões de solicitações de transferência de domicílio eleitoral em todo país.

Do Nominuto.com