Será que essa prática política vai se pertpetuar?

Antigamente analfabetos se dizia de pessoas que não sabiam as letras do alfabeto, como o “A” e o “B”; depois se dizia analfabetos dos que não conseguiam “Ler”; mais adiante as pessoas que sabiam ler liam mas não gostavam; hoje se diz analfabetos as pessoas que não querem compreender o muito que elas leem; também aos que se deixam ser levados pela influência das grandes mídias, por programas que influenciam seus cérebros com ideias e conceitos intoxicados de uma falsa liberdade; dos que não se valorizam, não se respeitam, e por isso continuam votando em quem lhes proporcionam um momento de ilusão. E por isso atrasam o país por mais quatro anos, e mais quatro, e mais…

Acho que o mundo girou e a multidão não mudou. Não aprendeu a ler!

Laurivan de Sousa

escrito