Sem necessidade de exame psiquiátrico, Suzane Richthofen poderá ser solta ainda nesses dias

Suzane foi condenada em 2006 de assassinar seus próprios pais. Foto: Reprodução (Foto: Reprodução)
Suzane foi condenada em 2006 de assassinar seus próprios pais. Foto: Reprodução
Sem necessidade de exame psiquiátrico, Suzane Richthofen poderá ser solta ainda neste mês de fevereiro. A contestação do exame foi descartado pela juíza Wania Regina da Cunha, da Vara de Execucões Criminais (VEC) de Taubaté (SP), autorizando concessão do regime aberto à detenta.
Para a decisão do regime completamente aberto, o Ministério Público considerou necessário submeter a detenta a exames psiquiátricos, conhecido como o teste de Rorschach. Caso a magistrada decida favorável o pedido de defesa de Suzane, ela poderá deixar imediatamente a prisão, ainda neste mês de fevereiro ou início de março. A Defensoria, responsável pela defesa de Suzane, não comentou o assunto. O Tribunal de Justiça também não se manifestou sobre a decisão.
Suzane foi condenada em 2006 de assassinar seus próprios pais. O crime teve auxilio dos irmãos Cravinhos, um deles seu então namorado na época. Desde 2015, ela já atua em regime semiaberto, obtendo o direito de sair temporariamente cinco vezes ao ano.
Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/brasil/2018/02/15/interna_brasil,741767/sem-necessidade-de-exame-psiquiatrico-suzane-richthofen-podera-ser-so.shtml