Partidos aliados intensificam trocas de deputados em busca de apoio a Temer em comissão

Resultado de imagem para A base aliada de temer na ccj

A base aliada do governo Michel Temer está fazendo substituições de integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para garantir que o relatório favorável ao prosseguimento da denúncia por corrupção passiva contra o presidente não seja aprovado.

Foram realizados vários remanejamentos no colegiado desde 26 de junho, quando o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou acusação formal por corrupção contra o presidente no Supremo Tribunal Federal (STF).

Nos últimos 15 dias, nove titulares foram trocados: quatro do PR, um do Solidariedade, um do PMDB, um do PSD, um do PTB e um do PRB. Também houve troca de suplentes. Nesta terça, há ainda mais uma substituição prevista: o deputado Beto Mansur (PRB-SP), vice-líder do governo, disse que vai entrar no lugar de Lincoln Portela (PRB-MG).

Deputados de partidos da base que foram retirados da CCJ afirmam que houve compra de votos. “Soube através da imprensa que fui tirado. Me venderam. Fui vendido. Nojento isso. É barganha, é barganha. Sabe o que é barganha para se manter no governo?”, afirmou o deputado Delegado Waldir (PR-GO).

O deputado Major Olímpio (SD-SP) questionou a validade das mudanças e foi vaiado por integrantes da base aliada. “Quem está vaiando está recebendo carguinho para vaiar”, bradou.

Fonte:http://g1.globo.com/politica/noticia/partidos-aliados-intensificam-trocas-de-deputados-em-busca-de-apoio-a-temer-em-comissao.ghtml