Paranaense de 117 anos pode bater recorde e ser o homem mais velho do mundo.

  Iniciativa de papiloscopistas da Polícia Civil do Paraná pode fazer com que o paranaense Sebastião Batista dos Santos seja oficialmente reconhecido como o homem mais velho do mundo. Aos 117 anos, o idoso de Coronel Vivida, no Sudoeste do estado, que até seis meses atrás fazia horta na casa dos vizinhos, conseguiu obter certidão de nascimento “retroativa” a 1902, fazer uma nova identidade e ser submetido ao título no livro de recordes Guinness.
Se o registro for acatado, o Instituto de Identificação do Paraná (IIPR) também pode entrar para o tradicional ranking por ter em seu banco de dados as impressões digitais da pessoa mais antiga do mundo. É o que esperam os policiais da pasta engajados na campanha e que, interessados pela história do idoso, cumpriram as burocracias necessárias para o processo: a primeira delas, resgatar a certidão de nascimento de Sebastião, nascido em 15 de março de 1902.
“A família não tinha mais certidão de nascimento original. O RG ele já tinha no Paraná, mas era muito antigo, de 1990, então fui pesquisar para ver como poderíamos fazer. Acabei me voluntariando para trabalhar nisso porque a história é muito incrível”, conta Elisa Manoeli, 38 anos, papiloscopista e assessora de comunicação que assumiu a força-tarefa junto com o setor de identificação de Coronel Vivida e a seção regional de identificação de Pato Branco.

Fonte: https://www.blogdojoaomarcolino.com

Leave a Comment