Defesa assina diretriz e militares estão liberados para atuar no RN

Do Blog: Quando o as forças armadas militar entra em uma ação que deveria ser apenas do Estado, é sinal de que quem vai debelar a bandidagem é o governo federal, já que o governo do Estado perdeu o controle da situação.

O senhor governador poderia não ter começado essa tragédia. Não que esteja errado a colocação de bloqueadores de celulares nos presídios, mas que fosse feito de todos os presídios, simultaneamente e de forma secreta.

Antes deveria ter feito uma varredura nos presídios e removido todos os celulares. Aí sim, o preso ficaria sem fazer seu comando de dentro da cadeia.

Raul Jungmann virá a Natal para explicar atuação dos militares (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)
Raul Jungmann virá a Natal para explicar atuação dos militares (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

G1 – Ainda assim, haveria protesto, mas com certeza seria de menor proporção e talvez não necessitasse das forças armadas do Brasil aqui, como estamos vendo que estão chegando.

Os 1.200 militares autorizados pela Presidência da República para auxiliar as forças de segurança pública do Rio Grande do Norte no combate à onda de ataques criminosos que o Estado vem sofrendo estão liberados para começar a atuar nas ruas. Isso porque no final da tarde desta terça-feira (4) o ministro da Defesa, Raul Jungmann, assinou a diretriz que detalha como será a atuação dos mil homens do Exército Brasileiro e dos outros 200 da Marinha do Brasil que irão atuar em Natal. Na próxima na quinta (4), o ministro virá a Natal para detalhar como será a atuação dos militares.

Segundo a assessoria de comunicação social do Exército no RN, a maior parte dos militares que irão às ruas já está no Estado. “São militares que servem aqui em nossos batalhões e pelotões. Haverá reforço de outros militares vindos da Paraíba e de Pernambuco. Mas ainda vamos receber essa diretriz e, diante do que diz esse documento, traçar como será a atuação dos nossos homens”, explicou.

O Rio Grande do Norte vem sofrendo uma onda de ataques criminosos desde a sexta-feira (29). No domingo (31), o governador Robinson Faria comunicou que solicitou auxílio de tropas federais. Na noite do mesmo dia, o presidente em exercício Michel Temer, anunciou que liberou o envio do reforço militar.

Ataques
Por quatro noite seguidas, o Rio Grande do Norte é alvo de ataques criminosos. Entre a noite de segunda (1º) e a manhã desta terça (2), novos atentados aconteceram em Natal e região metropolitana, além de cidades do interior. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim é apontada pelo governo como motivo dos ataques. Desde sexta (29), já foram registrados 74 atentados no estado.

Ônibus
Os ônibus urbanos de Natal começaram a sair das garagens às 5h30 desta terça (2). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte(Sintro/RN), 70% da frota está nas ruas. Os ônibus serão recolhidos as 21h30. Segundo o Seturn, nesta quarta (3) toda a frota deverá ir às ruas normalmente.

Segundo o Seturn, nove ônibus já foram atacados somente em Natal. Os prejuízos já passam dos R$ 2 milhões. A frota de ônibus na capital potiguar é composta por 712 veículos, que são utilizados diariamente por mais de 700 mil pessoas.

Prisões e transferências
Com a prisão dos dois homens na base da PM do Planalto, chega a 67 o número de presos suspeitos de envolvimento com os ataques que vêm acontecendo no estado. Nesta segunda,cinco detentos apontados pelo Governo do Rio Grande do Norte como chefes da facção criminosa que reivindica os ataques foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró.

De acordo com o governador Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia potiguar após terem celulares monitorados. Ainda de acordo com o governador, outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em breve.

Na manhã desta terça, a polícia potiguar anunciou a prisão de Daniel Silva de Carvalho, apontado como sendo o “número 2” da facção que reivindica os ataques criminosos que vêm sendo registrados. Além dele, foi presa Islania de Abreu Lima, que também seria uma das chefes da quadrilha. Os dois foram presos em cumprimento a mandados de prisão.

Assembleia vai homenagear 20 anos da Sociedade dos Cegos

unnamed (7)

Os 20 anos de fundação da Sociedade dos Cegos do Rio Grande do Norte (SOCERN) serão celebrados nesta quarta-feira (3), às 9h, em sessão solene no plenário da Assembleia Legislativa, proposta pelo deputado Gustavo Fernandes (PMDB).

“A SOCERN merece nosso reconhecimento. São duas décadas de serviços prestados às pessoas que não conseguem enxergar, mas que, por meio da associação, conseguem fazer a compensação de vida através de outras iniciativas, muitas delas conduzidas pela SOCERN, que tem minha homenagem”, destacou Gustavo Fernandes.

A Sociedade é uma entidade filantrópica sem fins lucrativos, que tem como objetivo principal a promoção social e a defesa dos direitos e interesses das pessoas cegas e de baixa visão no Rio Grande do Norte, reconhecida como de utilidade pública Municipal e Estadual e inscrita no Conselho Nacional de Assistência Social.

Fundada no dia 1º de agosto de 1996 pelo radialista Ronaldo Tavares, a entidade surgiu por causa da necessidade clara de garantir a igualdade de oportunidades aos deficientes visuais como forma de inclusão social, visando à redução das desigualdades e o resgate da imagem desse segmento na sociedade.

A sede da entidade conta com uma ampla biblioteca com aproximadamente 600 títulos em braile e áudio, além de oferecer atendimento médico-odontológico por meio de parceria com o Centro Clínico da Polícia Militar.

Presidente da Assembleia requer reforma da Central do Cidadão em Nova Cruz

unnamed (6)

Com o objetivo de melhorar o atendimento à população do Agreste, o presidente da Assembleia Legislativa do RN, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), apresentou requerimento solicitando a reforma da Central do Cidadão de Nova Cruz, na região Agreste do estado.

“Na Central do Cidadão de Nova Cruz, falta estrutura para poder atender ao público, como tintas para impressoras, internet, materiais em geral e pessoas capacitadas e treinadas para exercer as funções que exercem”, afirmou Ezequiel.

O equipamento público é de suma importância para o município de Nova Cruz, que possui uma população de 37.395 (IBGE/2015), tendo em vista que oferece diversos serviços a população, como: Sistema Nacional de Emprego (Sine), Procon/RN, serviços de fotografia e xerox, Pag Fácil, Delegacia Regional do Trabalho (DRT/RN) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). O órgão, inclusive, requer mais espaço, já que vai disponibilizar todos os serviços como vistoria, teste para tirar habilitação, entre outros.

A solicitação foi encaminhada ao Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça e Cidadania (SEJUC). “Solicitamos que a Central do Cidadão de Nova Cruz seja recuperada para um melhor atendimento ao povo do Agreste”, disse.

RN registra quarta noite seguida de ataques criminosos

Em Pendências, ônibus foi totalmente destruído pelas chamas (Foto: Francisco Coelho/Focoelho.com)
Em Pendências, ônibus foi totalmente destruído pelas chamas (Foto: Francisco Coelho/Focoelho.com)

G1 – O Rio Grande do Norte já passa pela quarta noite seguida de ataques criminosos. Entre a noite de segunda (1º) e a manhã desta terça (2), novos atentados aconteceram em Natal e região metropolitana, além de cidades do interior. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim é apontada pelo governo como motivo dos ataques. Desde sexta (29), já foram registrados 74 atentados no estado.

Em Macaíba, na Grande Natal, um carro foi incendiado em uma estrada carroçável. A polícia ainda não sabe se o caso tem ligação com os recentes atentados. Na capital potiguar, criminosos pularam o muro de um depósito da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), localizado na Av. Capitão Mor Gouveia, no Bom Pastor, e incendiaram quatro carros que iriam para leilão. Os bombeiros conseguiram apagar o fogo. Na fuga, os bandidos trocaram tiros com os vigilantes do depósito. Já no bairro do Planalto, dois homens foram presos com um coquetel molotov. Segundo a polícia,a dupla iria atacar a base da PM do bairro. Com isso, chega a 67 o número de presos suspeitos de envolvimento com os ataques que vêm acontecendo no estado.

Em Lagoa Nova, no Seridó potiguar, o alvo foi a garagem da prefeitura. O fogo atingiu uma retroescavadeira e outro veículo. EmPendências, um ônibus escolar estacionado no pátio da Secretaria de Educação foi incendiado.

A delegacia da cidade de Jardim do Seridótambém foi alvo dos ataques. Os criminosos incendiaram veículos estacionados no pátio, mas o fogo também atingiu o prédio. EmTenente Laurentino Cruz, bandidos tentaram incendiar a prefeitura.

Ônibus
Os ônibus urbanos de Natal começaram a sair das garagens às 5h30 desta terça (2). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte(Sintro/RN), 70% da frota está nas ruas. Nilson Queiroga, consultor técnico do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município (Seturn), informou que toda a frota deve estar nas ruas até às 10h e que a situação deve ser normalizada, caso não haja novos ataques criminosos.

Segundo o Seturn, nove ônibus já foram atacados somente em Natal. Os prejuízos já passam dos R$ 2 milhões. A frota de ônibus na capital potiguar é composta por 712 veículos, que são utilizados diariamente por mais de 700 mil pessoas.

Prisões e transferências
Com a prisão dos dois homens na base da PM do Planalto, chega a 67 o número de presos suspeitos de envolvimento com os ataques que vêm acontecendo no estado. Nesta segunda,cinco detentos apontados pelo Governo do Rio Grande do Norte como chefes da facção criminosa que reivindica os ataques foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró.

De acordo com o governador Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia potiguar após terem celulares monitorados. Ainda de acordo com o governador, outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em breve.

Deputados garantem apoio a ações contra criminalidade no Rio Grande do Norte

unnamed (5)

Os deputados estaduais, durante sessão extraordinária desta segunda-feira (1º), se pronunciaram sobre o atual momento da segurança pública no Rio Grande do Norte e os recentes ataques de badidos no estado. Os parlamentares garantiram apoio às ações de combate e cobraram trabalho direcionado à solução definitiva do problema.

O presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), leu nota oficial da Assembleia Legislativa, que garante o apoio dos parlamentares no combate à crise. Para o deputado, é preciso a união entre os Poderes para que se possa chegar a uma solução efetiva.

“É preciso unir forças de todos os poderes – Legislativo, Executivo, Judiciário, bem como o Ministério Público, e demais instituições – para colaborar e apresentar ações de combate à violência. Nos colocamos à disposição do Governo e da sociedade para encontrar soluções. Estamos solidários às ações de Segurança e os 24 deputados irão apoiar todos os projetos de combate ao crime, ao mesmo tempo em que torcemos para que a proteção às pessoas seja imediatamente retomada em todo o Rio Grande do Norte”, disse Ezequiel Ferreira.

Em pronunciamento, o deputado Kelps Lima (SDD) preferiu não apontar culpados para a crise no sistema prisional e na segurança pública, mas disse que é preciso uma rediscussão sobre o modelo de gestão pública no Rio Grande do Norte e em todo o país. O parlamentar comparou a crise na área de combate à criminalidade com os problemas enfrentados em outras áreas, como Saúde, Educação e de infraestrutura. Para ele, todas as áreas passam por sérias dificuldades devido ao modelo de gestão implantado em todo o país.

“Há uma falência da máquina pública. A diferença (entre as áreas) é que atinge públicos diferentes. O que conclamo é que nós precisamos rediscutir a máquina pública potiguar. Temos que limitar, sim, os gastos, gastar melhor, e saber que o Poder Público tem que servir a todos os potiguares”, disse Kelps, que também elogiou as atitudes tomadas para o combate à crise.

O entendimento de Kelps Lima foi semelhante ao do deputado José Dias (PSDB), que também enalteceu a nota apresentada pelo deputado Ezequiel Ferreira em nome dos demais parlamentares. Na opinião do tucano, a divisão entre os recursos públicos no país e a própria Constituição não contribuem para que os serviços à população e o combate à criminalidade pelos estados sejam eficazes.

“Minha esperança não morreu, mas temos uma grande missão pela frente e dependemos de um esforço coletivo”, opinou José Dias.

Também comentando a situação da crise de segurança, o deputado Hermano Morais (PMDB) disse que é preciso seguir com o enfrentamento e não se pode recuar. Enaltecendo o trabalho dos policiais e demais profissionais da segurança, Hermano disse que as posições políticas não podem ser empecilhos no momento de combate à criminalidade.

“Sou deputado de oposição, mas quero manifestar meu apoio ao Governo para tomar as medidas corretas, mas que continuem sendo medidas de enfrentamento. Não podemos baixar a cabeça. Que possa ser devolvida a tranquilidade aos cidadãos potiguares”, declarou o deputado.

Os deputados George Soares (PR) e Fernando Mineiro (PT), por outro lado, defenderam a necessidade de investimentos em políticas públicas para evitar o crescimento da criminalidade. O parlamentar do PR cobrou ações de enfrentamento também em Assu e afirmou que é preciso buscar trabalhos para ressocialização e combate às drogas para redução de índices de violência.

“O Governo precisa dar um norte à segurança pública, sem acusar governos passados. Faço o apelo a essa Casa para que discuta e cobre do Governo investimento no combate às drogas, que é onde está a manutenção dessa criminalidade. Porém, na atual situação, é preciso o combate imediato e peço que também mandem tropas para o interior do estado, em especial para Assu, que foi alvo de ataques e é uma cidade-polo da região”, disse George Fernandes.

Já Fernando Mineiro usou a palavra para elogiar o trabalho da polícia, mas criticando a falta de estrutura, condições de trabalho, de investimento em inteligência, em preparo e capacitação permanente dos policiais. Garantindo que apoia todas as ações tomadas para debelar esses ataques, o deputado pede a implementação de políticas públicas conjuntas para diminuir a onda de violência e que sejam destinados recursos para as melhorias da área de segurança.

“É necessário pensar a questão da segurança à luz de outras políticas públicas, que é o que temos falando constantemente, junto à população. É preciso que essa Casa, ao debater o orçamento de 2017, dê uma atenção mais profunda à questão da segurança”, disse Mineiro, sugerindo ainda que o Governo convoque os prefeitos das cidades onde estão ocorrendo ações para discutir e participar do combate à criminalidade.

Governador diz que as polícias estão satisfeitas com ele, e estão unidas para combater a criminalidade

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706O governador  chegou a dizer ao Arcebispo de Natal que não precisa de mais coragem do que a que tem quando decidiu enfrentar os bandidos. Que as polícias estão unidas e nas ruas.

Particularmente: este blogueiro arrodeou pela Zona Leste, indo pela ponte Newton Navarro, e voltando à Zona pela ponte de Igapó, e não viu nem um policial e nem um carro da polícia.

 

Bases de polícia sofrem novos ataques no Rio Grande do Norte

Em Currais Novos, no Seridó potiguar, quatro carros da Secretaria de Saúde foram incendiados (Foto: PM/Divulgação)
Em Currais Novos, no Seridó potiguar, quatro carros da Secretaria de Saúde foram incendiados (Foto: PM/Divulgação)

G1 – A base da Polícia Militar do bairro Bom Pastor, na Zona Oeste de Natal, foi alvo de tiros na tarde desta segunda-feira (1º). Três homens armados passaram em um Gol prata e dispararam por volta das 16h. Dois policiais estavam no local no momento do atentado, mas ninguém ficou ferido. Bandidos também tentaram incendiar uma base da PM desativada na cidade de Macau na tarde desta segunda. Desde a tarde da última sexta-feira (29) várias cidades do Rio Grande do Norte têm sofrido ataques.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Em Macau, segundo a PM, dois homens tentaram incendiar uma base de polícia que estava desativada. O fogo atingiu um carro que estava no local. Dois homens foram detidos para averiguação.

Em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (1º), o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte (Sesed), general Ronaldo Lundgren classificou os recentes ataques criminosos que o estado vem sofrendo como “atos de terrorismo”. “Na minha concepção, o que estamos vivendo são atos de terrorismo sim. Esses atos visam amedontrar toda a população e acuar as autoridades. Essas pessoas não querem obter lucro econômico, mas sim amedontrar. Não é um grupo terrorista, mas são pessoas que estão fazendo atos de terror. Essa é minha visão, mas depende da interpretação da autoridade policial”, afirmou. “O ciclo vicioso vai ser quebrado no momento em que o Estado dificultar a comunicação entre presos e homens soltos”, disse Lundgren.

De acordo com a Sesed, desde sexta (29), já foram registrados 65 ataques ou atentados no estado. Além dos ataques, nesta segunda, houve fuga de 17 presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira, na Zona Leste da capital. Apenas um foi recapturado.

Também na Ribeira, criminosos incendiaram três motos e dois carros no anexo da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Bandidos tentaram colocar fogo no Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo dos Bombeiros, localizado no bairro de Lagoa Seca. Os bombeiros perceberam a ação e impediram o atentado. Os homens fugiram e deixaram um galão de gasolina para trás.

Uma agência do Banco do Brasil, na Av. Presidente Bandeira, foi atacada. Criminosos atiraram contra o estabelecimento. Cartão-postal da cidade, a vegetação do Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, também foi incendiada. Contudo, a polícia ainda não confirma a relação dos dois casos com os recentes ataques criminosos.

Governador pede pra cidadão comum não ter medo

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706O governador do Estado do Rio Grande do Norte Robinson Faria deu entrevista a rede de televisão TV Ponta Negar à jornalista Margot.

Na entrevista, o governador pediu que o cidadão comum não tenha medo dos bandido e que confie no governador.

A nosso ver, essa segurança era pra ontem, e as topas das forças armadas estão ainda em deslocamento em direção ao RN.

Veja partes da fala do governador

Governador diz que nem um governo fez obras que como essa, de coibir o uso dos celulares dentro das cadeias.

Ricardo Motta requer melhorias nas estradas do RN

unnamed (4)

Devido à precariedade em algumas estradas no Estado, o deputado Ricardo Motta (PSB) está solicitando ao Governo do RN, através do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) a recuperação da RN 120, no trecho entre as cidades de Santo Antônio a Nova Cruz. O parlamentar também está reivindicando a construção de uma estrada, com cerca de 30 km, ligando a RN 233 até a cidade de Felipe Guerra.

“Essa estrada está bastante danificada e é muito utilizada pelos produtores da região. Sua recuperação vai contribuir para a mobilidade e evitar acidentes automobilísticos, além de encurtar distâncias entre outras cidades do Agreste”, justificou o parlamentar sobre a RN 120.

A construção da estrada até o município de Felipe Guerra é um antigo pleito dos moradores. O  trecho ainda é carroçável e irá beneficiar os distritos de Mariana, Santana, Pacó e Língua de Vaca, promovendo mais celeridade para a comercialização aos produtores da região.

Assessoria

Reforma da Previdência vai afetar mais quem tem até 50 anos

BBv684V.img

As mudanças mais drásticas na Previdência valerão para quem tiver até 50 anos, tanto na iniciativa privada como no setor público. Acima desta faixa etária haverá um “pedágio” para quem quiser se aposentar, a chamada regra de transição, prevendo um período adicional de trabalho de 40% a 50% do tempo que falta para que se tenha direito ao benefício.

As propostas foram apresentadas ao presidente em exercício Michel Temer e ainda serão debatidas com dirigentes sindicais e empresários. A ideia é que a idade mínima para que o trabalhador requeira a aposentadoria seja de 65 anos, no caso de homens, e de 62 para mulheres.

Tudo está sendo planejado para que as mudanças atinjam funcionários de empresas privadas e também servidores públicos. “Talvez não unifiquemos o sistema, mas vamos unificar as regras”, disse ao Estado o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. “O problema é que o buraco é muito grande. Agora, é fazer ou fazer.” Cálculos do governo indicam que o rombo na Previdência, já neste ano, será de R$ 146 bilhões e poderá chegar a R$ 180 bilhões em 2017.

A primeira versão de um estudo sobre a reforma da Previdência consta de uma cartilha intitulada “Mudar para Preservar”. As mudanças põem por terra a fórmula 85/95, uma alternativa ao fator previdenciário. O projeto, aprovado no ano passado pelo Congresso e sancionado pela presidente Dilma Rousseff, hoje afastada, estabelece que, quando a soma da idade e do tempo de contribuição para o INSS atingir 85 pontos (mulheres) e 95 (homens), a aposentadoria é integral. A fórmula foi considerada um avanço porque o fator previdenciário pode diminuir o valor do benefício.

Temer pretende enviar a proposta de reforma da Previdência ao Congresso somente após as eleições municipais de outubro. Até lá também já haverá um desfecho sobre o processo de impeachment de Dilma. O julgamento final, no plenário do Senado, começará no próximo dia 29 e deve durar uma semana.

O governo interino também avalia a possibilidade de mulheres e professores terem regra de transição especial para aposentadoria. “É importante abrirmos um grande debate nacional com a sociedade porque o modelo atual não deu certo. Não podemos restringir a discussão a governo, associações de trabalhadores e confederações empresariais”, argumentou Padilha.

Nelter solicita adutora para Porto do Mangue

unnamed (3)

Preocupado com os problemas no abastecimento d´água no RN, especificamente em algumas localidades onde a situação é mais crítica, o deputado Nelter Queiroz (PMDB) está solicitando ao Governo do RN, através da Caern, a construção de uma adutora para Porto do Mangue, na microrregião do Vale do Açu.

“A situação em Porto do Mangue e nas localidades próximas está muito crítica e a construção de uma adutora iria minimizar os problemas”, afirmou o parlamentar.

De acordo com o pleito encaminhado à Caern, a adutora com 29 km de extensão funcionaria com a retirada de água no Poço do Ban. O parlamentar encaminhou cópias do seu requerimento para a bancada federal do RN.

Asssessoria

RN registra terceira noite seguida de ataques criminosos; presos fogem

Criminosos incendiaram três motos e dois carros no anexo da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) (Foto: PM/Divulgação)
Criminosos incendiaram três motos e dois carros no anexo da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) (Foto: PM/Divulgação)

G1 – A polícia do Rio Grande do Norte registrou a terceira noite seguida de ataques criminosos. Entre a noite de domingo (31) e a madrugada desta segunda (1º), novos atentados aconteceram em Natal e em cidades do interior. Além dos ataques, houve fuga de 14 presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira, na Zona Leste da capital. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

De acordo com a Polícia Militar, os detentos do CDP da Ribeira escaparam por um buraco dentro do banheiro da cela 1. Até o momento, apenas um dos fugitivos foi recapturado. Com mais esta fuga, chega a 288 o número de presos que já escaparam do sistema penitenciário potiguar somente em 2016.

Em Currais Novos, no Seridó potiguar, quatro carros da Secretaria de Saúde foram incendiados (Foto: PM/Divulgação)
Em Currais Novos, quatro carros da Secretaria de Saúde foram incendiados (Foto: PM/Divulgação)
Também na Ribeira, criminosos incendiaram três motos e dois carros no anexo da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Bandidos tentaram colocar fogo no Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo dos Bombeiros, localizado no bairro de Lagoa Seca. Os bombeiros perceberam a ação e impediram o atentado. Os homens fugiram e deixaram um galão de gasolina para trás.

Uma agência do Banco do Brasil, na Av. Presidente Bandeira, foi atacada. Criminosos atiraram contra o estabelecimento. Cartão-postal da cidade, a vegetação do Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, também foi incendiada. Contudo, a polícia ainda não confirma a relação dos dois casos com os recentes ataques criminosos.

O posto policial de Jardim Petrópolis, em São Gonçalo do Amarante, foi alvo dos bandidos. Eles tentaram incendiar o prédio, mas o fogo foi controlado. Em Currais Novos, no Seridó potiguar, quatro carros apreendidos em operações foram incendiados. EmCanguaretama, no litoral Sul, três sucatas foram incendiadas, além de dois carros em operação. A Prefeitura de Florânia foi invadida por criminosos e uma porta foi queimada. Um trator da Prefeitura de São Vicente também foi incendiado.

Em Canguaretama, cinco carros foram incendiados no pátio da prefeitura  (Foto: Prefeitura de Canguaretama/Divulgação)
Em Canguaretama, cinco carros foram incendiados no pátio da prefeitura (Foto: Prefeitura de Canguaretama/Divulgação)

Criminosos também tentaram colocar fogo em ônibus escolares dentro do pátio da Prefeitura deJoão Câmara, no Agreste potiguar, mas o fogo foi controlado. Mesmo assim, as aulas foram canceladas na cidade.

Em Mossoró, um ônibus escolar foi parcialmente queimado (Foto: Alcivan Vilar/Fim da Linha )
Em Mossoró, um ônibus escolar foi parcialmente queimado (Foto: Alcivan Vilar/Fim da Linha)

Já na manhã desta segunda, um ônibus escolar foi parcialmente queimado emMossoró, no Oeste potiguar. De acordo com a polícia, o motorista havia acabado de deixar os alunos em uma escola. Ele estacionou o veículo próximo a uma padaria e, em seguida, os criminosos tentaram incendiar o ônibus.

Escolas
Devido aos recentes ataques, algumas escolas públicas e particulares do estado suspenderam as aulas nesta segunda-feira (1º).

Ônibus
Os ônibus urbanos de Natal voltaram a circular na manhã desta segunda-feira (1º) com reforço policial. O Sindicato das Empresas de Ônibus (Seturn) informa que, às 7h30, 70% da frota estava nas ruas. O sindicato dos trabalhadores fala em 30%.

Robinson Faria, governador do estado, anunciou que haveria reforço policial para os veículos. Devido à onda de ataques que atinge o Estado há três dias, os rodoviários recolheram os ônibus e não trabalharam por mais de 24 horas.

Detidos estão sendo apresentados à Polícia Civil (Foto: PM/Divulgação) (Foto: PM/Divulgação)
Detidos foram apresentados à Polícia Civil (Foto: PM/Divulgação) Prisões

Desde a tarde da sexta (29), quando o primeiro ataque foi registrado, 60 pessoas foram detidas suspeitas de envolvimento nos atentados.

João Maria dos Santos de Oliveira, o 'João Mago' (Foto: Governo do RN/Divulgação )
João Maria dos Santos de Oliveira, o ‘João Mago’, é apontado como líder dos ataques (Foto: Governo do RN/Divulgação)

Chefe
Entre os presos está João Maria dos Santos de Oliveira, de 32 anos, apontado pelas forças de segurança como um dos chefes de uma facção criminosa que vem agindo no estado. “João Mago” era considerado foragido desde dezembro do ano passado, quando saiu da Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, com o auxílio de um alvará de soltura falso.

Reforço federal
O governo do Rio Grande do Norte confirmou o apoio de mil homens do Exército e 200 fuzileiros navais no reforço às forças policiais. A informação foi dada pelo ministro da Defesa Raul Jungmann às 22h deste domingo (31). As tropas federais devem chegar ao estado ainda nesta semana.

Cadê o prefeito da capital Carlos Eduardo?

carlos_eduardo_comendo-1

Como que a situação das ondas de ataques de criminosos, primeiro aos ônibus, em seguida a supermercados e outros bens públicos, o prefeito de Natal não mostrou nem uma reação em defesa da população de nossa capital.

Carlos que deseja ser candidato ao governo em 2018 contra Robinson pode está naquela, “de quanto pior melhor”.

Sumiu o prefeito da cidade em meia a tanta confusão.  Não aparece nem pra fazer sugestão ao governo, nem solicitar segurança junta a população.

Mais não se preocupem, pois logo, logo ele vai aparecer na sua telinha pedindo pra que nós o reeleja à prefeito para ele ter mais forças para conquistar o governo do Estado do RN em 2018.

Com frota reduzida e escolta policial, ônibus voltam a circular em Natal

onib11

Os ônibus urbanos de Natal voltaram a circular na manhã desta segunda-feira (1º). Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Júnior Rodoviário, apenas 30% da frota saiu às ruas. O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, anunciou neste domingo (31) que haveria escolta para os ônibus.

O G1 acompanhou a saída do primeiro ônibus da garagem da empresa Santa Maria, no bairro de Cidade Satélite, na Zona Sul. Um ônibus da linha 37 (Cidade Satélite-Ribeira) deixou a empresa às 5h40. Não havia nenhum carro da polícia por perto.

“Ficou acertado que iremos rodar com frota reduzida, como se fosse um dia de sábado. Ou seja, 30% dos ônibus vão circular. Mas só vamos continuar se houver segurança. Queremos que pelo menos haja policiais nos terminais e também nos principais corredores de passagem. Caso não tenha isso, iremos recolher os veículos”, disse Júnior Rodoviário.

Até a noite deste domingo, pelo menos 54 ataques criminosos foram registrados em 20 cidades do Rio Grande do Norte desde a tarde de sexta. Até as 20h deste domingo (31), 52 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques. A instalação debloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Em entrevista coletiva na noite deste domingo, Robinson disse que os ataques foram ordenados de dentro de unidades prisionais. “Não somos ingênuos. Todos sabemos que as ordens de assaltos a residências e a bancos partes de dentro dos presídios. Mas hoje tivemos uma grande vitória, que foi a prisão de um dos chefes de uma facção que atua dentro de presídios. O estado é mais forte que o crime. Quem quiser, que venha enfrentar o nosso estado. Nós não vamos recuar”, frisou o governador.

O secretário de Segurança Pública, general Ronaldo Lundgren, resaltou que a população deve manter a rotina normalmente. “Não há motivo para pânico”, afirmou.

Na tarde deste domingo foi preso João Maria dos Santos de Oliveira, de 32 anos, apontado pelas forças de segurança do Rio Grande do Norte como um dos chefes de uma facção criminosa que vem agindo no estado. Segundo o governador Robinson Faria, que anunciou a prisão em uma rede social ‘João Mago’ faz parte do comando dos ataques criminosos que vêm acontecendo no estado desde a tarde da sexta-feira (29). “Outros líderes serão presos nos próximos dias”, afirmou o delegado Clayton Pinho.