Paciente com sintomas vindo de qualquer continente será considerado suspeito, diz ministro da Saúde

Resultado de imagem para ministro da saúde
Ministro da Saúde diz que nada muda no Brasil com a declaração de pandemia do coronavírus / Foto da Internet

O Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse, no começo da tarde desta quarta-feira (11), que nada muda no Brasil com a declaração de pandemia do coronavírus. Ele afirmou ainda que pacientes com sintomas, que chegarem de outros continentes, serão considerados “casos suspeitos”.

“Para nós […] qualquer pessoa que chegue no Brasil ainda neste momento, com febre, tosse, gripe, já tem nexo para você poder falar: ‘oh, é um caso suspeito’. Por que? Porque veio de fora de locais que têm transmissão sustentada. Mas nós já estávamos trabalhando assim, né? Nós já estávamos com América, Europa, Ásia, Oceania. Só não estávamos ainda considerando os da América do Sul e África, agora são todos”, afirmou.

No final da manhã, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou pandemia de Covid-19. O ministro criticou o que chamou de “demora da OMS” para fazer a declaração.

G1