Médicos servidores do RN encerram paralisação de greve, mas continuam sem ter como trabalhar

Volta aos trabalhos foi decidida em assembleia realizada na noite desta terça-feira (27) no Sinmed  (Foto: Sinmed-RN/Divulgação)
Volta aos trabalhos foi decidida em assembleia realizada na noite desta terça-feira (27) no Sinmed (Foto: Sinmed-RN/Divulgação)

Os médicos servidores públicos do Rio Grande do Norte decidiram em assembleia realizada na noite dessa terça-feira (27) encerrar a paralisação que foi iniciada em novembro de 2017. Assim, a categoria deve voltar ao atendimento pleno já a partir desta quarta (28).

Porém, segundo o Sindicato dos Médicos (Sinmed-RN), a categoria permanece em estado de greve – o que permite voltar a realizar paralisações quando necessário – até que sejam regularizados os pagamentos dos servidores ativos e inativos.

“A manutenção do estado de greve se deve também porque não podemos esquecer que existe um problema e temos que atuar sobre ele que é o caos na saúde do Rio Grande do Norte”, afirma Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed.

Os hospitais do Estado do Rio Grande do Norte continuam com falta de muitas coisas que é essenciais ao atendimento da saúde dos pacientes; como esparadrapos e remédios importantíssimos para que tenham um melhor atendimento.