Márcia Maia alerta para índice de desemprego e crescimento da informalidade

Crédito das Fotos: Eduardo Maia

Em seu pronunciamento durante a sessão plenária desta quinta-feira (3), a deputada Márcia Maia (PSDB) chamou a atenção para os índices de desemprego e informalidade no Estado. A parlamentar citou estatísticas apontando o crescimento do número de desempregados.

“No Rio Grande do Norte mais de 600 mil trabalhadores estão em condições precárias, sem vínculo empregatício, segundo os dados do IBGE. Milhares estão na informalidade, que está crescendo. Metade dos trabalhadores não tem garantias trabalhistas mínimas, então pergunto como ficará o futuro dessas pessoas?”, questionou a deputada.

Márcia Maia afirmou que da massa trabalhadora total, apenas 54% recolhe a previdência. “Sem essa contribuição, essas pessoas estão ameaçadas de não se aposentar. Poderão adoecer, sofrer acidente e não ter qualquer assistência previdenciária”, alertou.

A parlamentar também destacou o alto número de desempregados. De acordo com os dados, em março deste ano, mais de 11.600 trabalhadores foram demitidos. Sobre o assunto, Márcia Maia afirmou que é fundamental que governos e prefeituras se sensibilizem para que essa parcela da população encontre um meio de se formalizar e garantir o seu futuro, seja por meio da qualificação ou acesso ao microcrédito.

Márcia Maia reforçou a necessidade de qualificação profissional e de campanhas para contribuição previdenciária.

“É preciso que haja essa preocupação com a geração de emprego e renda, de apoio ao empreendedorismo, pois é justamente nessa fase que ele precisa ser uma alternativa no cenário de crise”, frisou Márcia Maia.

Leave a Comment