Já são 101 mortos nas ruas do Espírito Santo

Em seis dias de protestos que impedem o policiamento no Espírito Santo, o Sindicato de Policiais Civis registrou 101 mortes violentas. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) ainda não divulgou os números oficiais e disse que não é o momento de fazer balanço (veja nomes e histórias dos mortos na crise de segurança no ES).

Desde sábado (4), famílias de PMs bloqueiam a saída dos batalhões em todo o estado. Os manifestantes pedem reajuste salarial para a categoria, que é proibida de fazer greve. O governo diz não ser possível atender o pedido e acusa algumas lideranças movimento de fazer chantagem.

Uma reunião na quarta-feira (8) entre os manifestantes e o governo do estado terminou sem acordo. Um novo encontro está marcado para as 14h, com a contraproposta do governo.

Reforço
O governo federal anunciou nesta quarta o envio de mais 550 homens das Forças Armadas e 110 da Força Nacional, composta de militares de outros estados.

Eles vão se juntar aos mil militares do Exército e 200 policiais da Força Nacional que atuam no Espírito Santo desde o início desta semana.

Duzentos homens da Aeronáutica que fazem parte do reforço chegaram na noite de quarta a Vitória.

Violência
Três policiais militares foram baleados na tarde desta quarta, em Cariacica. Os disparos, no entanto, foram feitos em momentos diferentes. Segundo a Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiros Militar, os PMs estavam chegando à 3ª Companhia do 7° Batalhão quando foram alvos de disparos dos criminosos.

Homens das Forças Armadas chegao ao Espírito Santo, na noite desta quarta-feira (8) (Foto: Fred Loureiro/Secom-ES)
Homens das Forças Armadas chegao ao Espírito Santo, na noite desta quarta-feira (8) (Foto: Fred Loureiro/Secom-ES)
Mulheres seguram cartazes com reivindicações da categoria e recados ao Governo (Foto: Naiara Arpini/ G1)
Mulheres seguram cartazes com reivindicações da categoria e recados ao Governo (Foto: Naiara Arpini/ G1)

Transporte público
Os ônibus da Grande Vitória foram recolhidos para as garagens na manhã desta quinta. Alguns coletivos chegaram a sair para as ruas no início da manhã, mas voltaram e foram guardados. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES).

Logo no início da manhã, os ônibus do Sistema Transcol, na Grande Vitória, começaram a operar de forma gradativa.

No Terminal de Itaparica, em Vila Velha, os coletivos estavam saindo aos poucos durante a manhã. O local estava com pouca movimentação de pessoas.

Já em Cariacica, a situação era diferente. No Terminal de Jardim América, os coletivos não saíram do local. No Terminal de Campo Grande, os ônibus também não saíram, porque motoristas alegaram falta de segurança para sair.

Veja o funcionamento das cidades nesta quinta-feira:

Bancos
Banestes – funcionamento normal

Banco do Brasil – de um total de 243 terminais de autoatendimento instalados na Grande Vitória, 133 estão em funcionamento. Além disso, os clientes têm à disposição os terminais do Banco 24h, que operam normalmente. No interior do estado, os terminais de autoatendimento têm funcionamento normal.

Itaú – as agências do estado estão funcionando com redução de numerário, com casos pontuais de fechamento.

Santander – para manter a segurança dos clientes e dos funcionários, as agências não serão abertas.

Bradesco – deverá manter suas agências fechadas, a exemplo de outros estabelecimentos comerciais.

Caixa Econômica – agências estarão fechadas aguardando as condições de segurança pública para a retomada dos seus serviços.

Sicoob – Os pontos de atendimento deverão permanecer sem funcionar, a não ser que haja mudanças no quadro. Os serviços via internet e celular estão disponíveis.

Shoppings

Shopping Vitória – o funcionamento será facultativo, com abertura das lojas, estandes e praça de alimentação no período das 10h às 16h

Grupo Sá Cavalcante – Os shoppings Praia da Costa, Moxuara, Montserrat e Mestre Álvaro abrirão de forma facultativa, das 10h às 16h.

Shopping Jardins – as lojas abrirão das 10h às 18h. Às 16h será realizada roda de samba e chorinho. O objetivo, de acordo com a administração, é espantar o clima de medo e insegurança.

Boulevard Shopping Vila Velha – funcionará em horário facultativo. Lojas, quiosques e áreas de alimentação abrem das 10h às 16h, e o hipermercado abre das 10h às 20h. O cinema não funciona.

Shopping Norte Sul – abertura das lojas e praça de alimentação das 11h às 17h.

Lojas de rua
Lojas de centros comerciais como Laranjeiras, Campo Grande e Centro de Vitória permanecem fechadas até que a segurança seja restabelecida. O Polo Moda Glória, em Vila Velha, estará aberto das 9h às 15h.

Supermercados
Cada supermercado definirá pela abertura ou não.

Rodosol
Fechou as cabines de cobrança dos pedágios da Terceira Ponte e Guarapari na quarta às 18h e reabriu nesta quinta às 6h.

Prefeituras
Vitória – expediente em todas as repartições municipais continua suspenso. Com isso, não funcionarão escolas municipais, unidades de saúde e parques. Apenas as atividades da Guarda Municipal e essenciais de limpeza continuam mantidas.

Vila Velha – escolas e unidades de saúde não funcionarão. Apenas o Pronto Atendimento do bairro Glória irá funcionar, garantido pela atuação da Guarda Municipal. A Secretaria de Assistência Social de Vila Velha manterá um plantão especial para atender quem necessite do auxílio-funeral. O atendimento passa, por ora, a ser realizado por meio de plantão telefônico no número (27) 9 9717-0869.

Serra – apenas os pronto atendimentos e a maternidade de Carapina estarão funcionando para urgências e emergências. O expediente administrativo e as aulas estão suspensos, assim como demais serviços.

Sobre a vacinação da febre amarela, a equipe da Saúde vai se reunir para definir a lista de postos que vão oferecer a vacina, assim que voltar às atividades.

Cariacica – todas as atividades estão suspensas e só serão retomadas assim que as condições de mobilidade e de segurança da população e dos usuários dos serviços estiverem garantidas.

Escolas privadas
Não funcionarão UVV, Emescam, Unesc, Leonardo da Vinci, Darwin, Sesi, Senai, UP Centro Educacional.

Escolas públicas
Rede estadual – as aulas nas escolas estaduais da Região Metropolitana e de Cachoeiro de Itapemirim estão suspensas. Nos demais municípios do interior, as atividades letivas estão mantidas, com exceção de algumas unidades que apresentaram dificuldades.

Ifes
As aulas estão suspensas nos campi: Barra de São Francisco (não haverá aulas, somente atividades administrativas); Cachoeiro de Itapemirim; Cariacica, Centro de Referência em Formação e em Educação a Distância (Cefor); Linhares; Piúma; São Mateus; Serra; Viana; Vila Velha; Vitória e Reitoria. Nos campi de Guarapari, Itapina e Aracruz não haverá aula nem quinta, nem sexta.

Aulas mantidas em: Alegre; Centro-Serrano; Colatina (as atividades serão encerradas às 16h); Ibatiba; Montanha; Nova Venécia (as atividades serão encerradas às 17h50); Santa Teresa e Venda Nova do Imigrante.

Ufes
Alegre volta às aulas. A suspensão é válida para os campi de Goiabeiras, Maruípe e São Mateus, além dos 27 polos de apoio presencial de educação a distância.

Hospitais
Rede estadual – a Secretaria de Saúde informou que os atendimentos ocorrerão normalmente.

Unimed
Está trabalhando com horário diferenciado em suas unidades.
Hospital Unimed, Hospital-Dia e Maternidade Unimed e pronto-socorros: somente urgência e emergência.
Unidade Ambulatorial Hospital Unimed: fechada. Procurar Hospital Unimed
Unidade Ambulatorial de Aracruz: 9h às 17h.
Unimed Diagnóstico: 9h às 13h. Urgência procurar o Hospital Unimed
Unimed Oncologia: 9h às 17h.
Viver Bem: 9h às 14h.
Unimed Personal: 9h às 13h somente na unidade de Vitória. Nos demais municípios as unidades estão fechadas.
Centro de Especialidades, Espaço do Cliente e Lojas de Atendimento: fechados.

Metropolitano
O atendimento aos pacientes do Pronto-Socorro será mantido em condições normais, assim como a assistência às pessoas internadas e às cirurgias de urgência. Atividades eletivas, como cirurgias programadas, consultas, exames agendados e as funções administrativas serão restabelecidos depois que as condições de segurança voltarem ao normal.

Hucam
Também permanecem em atividade os serviços de urgência e emergência do Hospital Universitário, em Maruípe; os demais setores do hospital continuam funcionando em regime especial.

Santa Rita de Cássia
O quadro de empregados do Hospital Santa Rita de Cássia está reduzido, mas todas as áreas assistenciais/emergenciais e de apoio funcionam. Exames eletivos, consultas no ambulatório e cirurgias eletivas estão sendo reagendados. Os setores de Radioterapia e Quimioterapia estão funcionando.

 

Fonte:http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2017/02/sem-pm-nas-ruas-numero-de-mortos-no-es-chega-101-diz-sindicato.html