George Soares representa Assembleia Legislativa em solenidade pelos 125 anos do TJRN

O deputado George Soares (PR) representou a Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (3), durante sessão em comemoração aos 125 anos do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN). Na oportunidade, o parlamentar recebeu o selo comemorativo feito pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios) em alusão à data.

“Como representante do Legislativo Estadual, temos a satisfação de parabenizar o Tribunal de Justiça do nosso Estado pelos relevantes serviços prestados nesses 125 anos de história e lutas do judiciário potiguar. A justiça é a maior defensora da verdade e tem relevante papel dentro da nossa sociedade”, disse George.

Em 125 anos de história, a Justiça Estadual teve 63 presidentes e mais de uma centena de desembargadores. O primeiro dirigente da Corte Estadual de Justiça foi Jerônimo Américo. O desembargador mais novo foi Miguel Seabra Fagundes, que chegou ao Pleno com 25 anos de idade, em 1935.

Além do selo, os Correios também lançaram um carimbo comemorativo que será utilizado para carimbar a correspondência oficial do Tribunal de Justiça pelos próximos 60 dias. Ao final deste prazo, o artefato será enviado ao Museu dos Correios, em Brasília, onde ficará exposto permanentemente junto ao acervo.

Além do deputado George Soares, representando a Assembleia Legislativa, foram homenageados com o recebimento do selo, desembargadores integrantes do Pleno do Tribunal de Justiça e aposentados; juízes; o procurador geral de Justiça Eudo Leite; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Gilberto Jales; o presidente da OAB-RN, advogado Paulo Coutinho; o secretário estadual da Administração, Cristiano Feitosa, representando o Governo do Estado; o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves; o presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Ranieri Barbosa; o presidente da Amarn, juiz Cleófas Coelho; o secretário geral do TJRN, Luiz Mariz.

A cerimônia em comemoração aos 125 anos aconteceu no auditório da Corte Estadual de Justiça, no 3º andar do prédio sede, na Cidade Alta, e contou com a presença de autoridades dos Poderes Judiciário, Legislativo e Executivo, além de servidores do TJRN.

 

Assessoria