Falta de estrutura de trabalho demonstra descaso do governo do Estado com os policiais militares

ACS-PMRN na cidade Natal

A Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN – ACS-PM/RN, recebe quase que diariamente reclamações e relatos da falta de estrutura de trabalho que os policiais militares de nosso Estado tem que vivenciar no exercício das suas atividades de proporcionar segurança pública e proteção a sociedade potiguar.

Se já não bastasse a dificuldade que enfrenta com a questão da alimentação relatada em matéria anterior, os policiais militares sofrem também com a falta de estrutura logística disponibilizada pela Corporação, o que traz mais um ingrediente para a difícil tarefa de combate a criminalidade.

Segundo informações obtidas, a Polícia Militar não dispõe de verba de custeio que pudesse ser aplicada na melhoria e conservação dos prédios onde funcionam as unidades policiais militares, nem tão pouco, na manutenção de viaturas policiais, o que torna evidente um flagrante problema da Corporação que se retrata em prédios e instalações insalubres, bem como, em viaturas por vezes sucateadas, para uso dos policiais militares no serviços diário.

Outro problema recorrente é a falta de Equipamentos de Proteção Individual – EPIs e armamentos insuficientes para a cautela permanente dos policiais militares, fazendo com que alguns policiais militares que não dispõem de armamento próprio, voltem para suas casas desarmados depois de um dia de trabalho, o que potencializa os riscos da profissão.

Diante disso, é comum ouvirmos relatos de unidades policiais militares que são reformadas e viaturas consertadas com “vaquinhas” feitas por comerciantes e populares, os quais assumem uma responsabilidade que é do governo do Estado, ou ainda, os próprios policiais militares tiram dinheiro do próprio bolso para realizarem esses serviços.

Nesse sentido, A Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN – ACS-PM/RN destaca que uma Polícia Militar com a estrutura de trabalho e valorização adequada prestará sempre um serviço de melhor qualidade, de modo que, cobramos das autoridades competentes a devida valorização dessa tão importante categoria de servidores.

Com Assessoria de Comunicação ACS-PM/RN /BG