Ezequiel requer programas habitacionais para municípios do Agreste e Potengi

A casa é, reconhecidamente, o local de realização da família. Ela está intimamente relacionada à ideologia de família nuclear, funcionando como um complemento ao espaço público, representando a plena realização familiar. A moradia não é apenas um espaço físico, mas um espaço que diz respeito à vida dos seus moradores.
É com base nesses conceitos de estudiosos sobre a relação entre casa e família, que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) tem solicitado a implantação de programas habitacionais para municípios de várias regiões do Estado. Recentemente requereu os benefícios do Moradia Cidadã e Cartão Reforma para municípios das regiões Agreste e Potengi.
“Esses programas, o Moradia Cidadã, em suas duas vertentes, Servidor e Municípios e o Cartão Reforma executados pelo governo do Estado têm por objetivo o combate ao déficit habitacional que é grande no Rio Grande do Norte. Nas nossas viagens ao interior recebemos solicitações da população, notadamente das famílias mais carentes, para que os programas sejam implantados” justifica Ezequiel Ferreira.
Desta vez, o presidente do Legislativo estadual requereu os benefícios para Barcelona e Bom Jesus, na região Potengi e para Brejinho e Lagoa D’Anta no Agreste.
O Moradia Cidadã contempla, inicialmente, a possibilidade de financiamento residencial aos servidores do Estado que podem assumir uma parcela de financiamento mensal de baixo custo. Contempla também as famílias de baixa renda que não possuem casa própria e não tem condições de pagar por um imóvel.
O Cartão Reforma, em parceria com o Ministério das Cidades, disponibiliza para as famílias, que recebem até dois salários-mínimos, crédito para reforma, ampliação ou conclusão de obras.

 

Assessoria