Em BH, senador Cristovam Buarque é chamado de ‘golpista’ e ‘traidor da educação’

Resultado de imagem para cristovam buarque
Foto: EDILSON RODRIGUES AG. SENADO

O senador Cristovam Buarque (PPS) foi hostilizado em duas ocasiões nesta terça-feira durante sua passagem por Belo Horizonte. O primeiro protesto aconteceu quando o senador participava de uma palestra na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O parlamentar foi chamado de “golpista” e “cínico”por ter votado a favor do impeachment de Dilma Rousseff. Os manifestantes ainda o acusaram de estar contra as universidades e o classificaram como “traidor da educação”. Já à noite, novamente hostilizado, o político mandou beijos para os manifestantes.

Buarque esteve em Belo Horizonte para lançar o livro Mediterrâneos invisíveis e antes da agenda participou de outro evento na universidade, que recebe programação da 69ª reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

O senador, no entanto, negou que seja contrário às universidades. Segundo ele, no encontro que teve hoje com a presidente da SBPC, Helena Nader, apresentou proposta para “salvar a ciência brasileira” e garantir mais recursos.

À noite, o senador voltou a ser hostilizado e, desta vez, precisou de escolta de policiais militares para chegar ao Teatro da Cidade, no Centro de BH, onde participou de um evento. Insultado outra vez, Cristovam Buarque mandou beijinhos para ironizar manifestantes. Em sua página no Facebook, o senador comentou os episódios.

 

Fonte:http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2017/07/18/interna_politica,884888/em-bh-senador-cristovam-buarque-e-chamado-de-golpista-e-traidor-da.shtml