Deputado Albert Dickson destaca pesquisa de Oxford sobre uso da Ivermectina contra Covid. “São mais de 60 pesquisas analisadas comprovando a eficácia.” Diz o parlamentar

Universidade de Oxford testa ivermectina como possível tratamento para  Covid-19
Caixas de ivermectina
Foto: Divulgação/Prefeitura de Itajaí

O deputado estadual Albert Dickson (Pros) destacou na sessão plenária desta quarta-feira (23) a pesquisa realizada pela Universidade de Oxford sobre o uso da Ivermectina no tratamento de pessoas com Covid-19. O parlamentar celebrou os primeiros resultados, que foram favoráveis ao medicamento, e disse que o trabalho científico se une a outros já existentes que confirmam a eficácia do remédio contra o coronavírus.

“Há mais de 1 ano e meio começamos a defender a ivermectina como tratamento precoce. São mais de 60 pesquisas analisadas comprovando a eficácia, nenhuma desaprova o medicamento. E hoje o sistema de comunicação Reuters e a revista Exame publicaram reportagem com relação à pesquisa científica que desaprovou a azitromicina e comprovou a eficácia da ivermectina, feita em Oxford”, disse Albert.

O parlamentar voltou a lamentar o debate político que tem dominado o uso do medicamento no Brasil e enfatizou que sua posição é baseada na “ciência e na prática clínica”, ressaltando que possui “milhares de pacientes atendidos com sucesso por meio do tratamento precoce”. Albert disse ainda que Oxford tem um alto gabarito no mundo científico, sendo inclusive a instituição parceira da farmacêutica Astrazeneca na produção de uma das vacinas utilizadas no Brasil contra a doença.

Leave a Comment