Covid-19: São quase 74 milhões de pessoas recuperas no mundo, 2.829.516 de mortos

Um site que divulga as mortes por Covid-19 registra que são quase 74 milhões de pessoas que já foram curados, ou recuperados da doença causada pelo coronavírus em topdo o mundo. São 73.451.628 pessoas até a data de hoje (02).

Os contaminados foram registrados 129.711.628 pessoas, isso sem contar os que tiveram algum contato com o vírus e não tiveram nenhum sintoma, uma vez que, apenas são registrados pessoas que sentem alguma reação da doença.

No caso, como são cerca de 80% das pessoas no mundo que nada sentem com o contato com o vírus, esse número de contato com o vírus pode chegar a ser apenas dos 20% que sentiram algum sintoma. Isso é o que diz os doutores no mundo todo. Isto é, pode haver mais de 2 bilhões de pessoas que já tiveram contato com o vírus e não adoeceram.

O Dr. Antoni Wong, em memória, dizia que os jovens saudáveis deveria ser expostos contra o vírus para cuasar a imunidade rebanho. Se tivéssemos feito isso desde o início poderia ser que o mundo já tivesse vencido esse vírus. Acreditei no Dr. Antoni!

Ele afimava que o Lockdown retarda a contaminação do vírus, mas não é remédio, não cura, pois o vírus está a sua espera em qualquer lugar, já está em todo mundo. Dizia que os governos estão usando isso de forma BURRA, pois é, essa era as suas palavras, por isso iriam causar muitas misérias no mundo, e matar mais gente.

Mais de um ano que o vírus chegou na Itália, após sair da China comunista, o vírus continua governando as nações. Uma vergonha mundial para os que estudaram a medicina.

Infelizmente essas atitudes de Lockdown podem ter aumentado as mortes em todo o mundo, hoje (02) o número de mortes no mundo é de 2.829.516. Cerca de 2% dos contaminados. Todavia, está dentro da margem antes prognosticada pelos doutores de verdade, isso contando-se apenas os que tiveram sontomas.

As restrições de pesssoas saudáveis são medidas imbecis que apenas faz com que o aumento de contaminação aumente entre pessoas da mesma família.

Infographics