Conselho de Enfermagem apura 14 denúncias de fraude de vacinação no estado de SP

Vacinação contra a Covid-19 no Brasil: veja perguntas e respostas | Vacina  | G1
A enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, recebe uma dose da vacina CoronaVac contra a Covid-19 no Hospital das Clínicas, em São Paulo / Foto simbólica – de Amanda Perobelli/Reuters

O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) está apurando 14 denúncias de fraude da vacinação no estado. Destas, seis são na capital paulista. Alguns casos são as chamadas “vacinas de vento”, quando a seringa está vazia na hora da aplicação.

Tatiane Vidal, filha do aposentado Márcio Vidal, de 70 anos, levou o pai na UBS Vila das Mercês, no Sacomã, na Zona Sul de São Paulo, e filmou a aplicação da vacina contra a Covid. Ao mostrar o vídeo para a família, eles perceberam que a agulha foi introduzida, mas a profissional de saúde não pressionou o êmbolo, parte da seringa que “empurra” o líquido.

Com isso, a família voltou à UBS. A supervisora da unidade de saúde permitiu que outra dose fosse aplicada. Renata Vidal, outra filha de Márcio, contou que monitorou cada passo da aplicação.

“Foi bem traumático para nós, principalmente para o meu pai”, disse a filha.

A família registrou um Boletim de Ocorrência por “infração de medida sanitária preventiva”.

A Secretaria Municipal de Saúde disse que o conteúdo do vídeo “vai ser avaliado com critério e rigor pelo técnico de imunização da Prefeitura”.

G1SP