Como os 57 deputados investigados na Lava Jato pretendem votar sobre julgamento de Temer

Câmara dos Deputados está apreciando denúncia contra o presidente por corrupção passiva
Foto: Reuters

Pouco mais de um ano depois, a Lava Jato parece ter perdido peso no cálculo dos deputados sobre o possível afastamento de outro presidente da República.

Entre os 165 deputados que disseram ao jornal que votarão pela aceitação da denúncia contra Temer, 16 são alvos de inquéritos na operação.

O número supera o total de deputados investigados que anunciaram voto contrário à denúncia: 11. Ao todo, 67 deputados disseram ao Globo que votarão contra a denúncia.

A maioria dos 57 deputados investigados (53%) não respondeu como pretende votar – entre eles, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que assumiria em caso de afastamento de Temer.

Para que a denúncia contra o presidente prossiga, são necessários os votos de 342 deputados (dois terços do total). Temer barra a iniciativa se a soma de abstenções e votos a seu favor alcançar 172.

Se a Câmara votar pela aceitação da denúncia e o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir julgar Temer, ele será afastado por até seis meses, prazo para a conclusão do julgamento.

Maia assumiria nesse período e teria de convocar eleições indiretas caso o STF condene o presidente.

 

Fonte:http://www.paraiba.com.br/2017/07/12/26891-como-os-57-deputados-investigados-na-lava-jato-pretendem-votar-sobre-julgamento-de-temer