Cidade da Grande Natal libera realização de festas com ‘distanciamento na pista de dança’

Casas de eventos e recepções podem reabrir, mas precisam seguir série de regras — Foto: Espaço Oz/Divulgação
Casas de eventos e recepções podem reabrir, mas precisam seguir série de regras — Foto: Espaço Oz/Divulgação

A prefeitura de Macaíba, na região metropolitana de Natal, autorizou a retomada das atividades em casas de eventos, recepções e salões de festa.O decreto municipal entrou em vigor na quarta-feira (5) e determinou a liberação dos estabelecimentos em três etapas.

A fase 1, que vai até o dia 19 de agosto, permite até 40% da capacidade física do estabelecimento; na fase 2, que vai de 20 de agosto a 3 de setembro, podem funcionar com até 70% da capacidade física dos espaços; na última fase, a partir de 4 de setembro, a capacidade será liberada por completo.

O texto orienta que os convidados mantenham distanciamento na pista de dança; obriga os organizadores a fazerem aferição de temperatura de clientes e fornecedores; e proíbe ainda o contato físico, como abraços e aperto de mão, dos profissionais com clientes.

A entrada de pessoas dos grupos de risco só será permitida mediante apresentação de autorização por escrito por parte do contratante do evento. O ato ainda destaca a proibição da presença de pessoas que estejam infectadas pelo novo coronavírus nos estabelecimentos. A prefeitura de Macaíba informou que os proprietários são responsáveis pelo cumprimento das regras determinadas pelo decreto.

Os protocolos listados no decreto foram elaborados junto com os proprietários das casas de eventos. A publicação especifica ainda medidas de controle como distanciamento de 2 metros entre as mesas, uso de máscara para convidados e colaboradores, além da disponibilização do álcool em gel no ambiente. A vigilância sanitária realizará fiscalizações nos espaços.

A medida da prefeitura levou em consideração indicadores como o número de leitos clínicos na faixa de 50% de ocupação, além da taxa de transmissibilidade que está abaixo de 1. “O Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus no município entendeu que a abertura dessas casas não afeta a situação atual, entretanto, caso haja necessidade de revogar a abertura das casas de eventos, o próprio decreto já prevê”, explicou a prefeitura em nota.

G1RN

Leave a Comment