China autoriza importação de melão brasileiro após visita ao RN, diz Ministério da Agricultura

Melão produzido no RN é produto potiguar líder de exportação (Foto de Arquivo) — Foto: Anderson Barbosa/G1

A Administração Geral de Aduana da China (GACC) – órgão responsável pela sanidade vegetal e animal -publicou comunicado nesta quinta-feira (22) que autoriza a importação de melão do Brasil, segundo informou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Em novembro, o Brasil fechou acordo com a China para viabilizar a exportação de melão. O acordo é simbólico por se tratar do primeiro entendimento sobre frutas com o país asiático. Na ocasião, a Associação Brasileiras de Frutas (Abrafrutas) afirmou que o Rio Grande do Norte seria o estado mais beneficiado pela medida e estimou que o novo mercado possibilitaria a criação de 10 mil empregos localmente.

Segundo o Mapa, a China ainda irá publicar a lista de fazendas e estruturas de embalo para exportação certificadas para a venda ao mercado do país. Técnicos chineses inspecionaram fazendas produtoras de melão no Rio Grande do Norte e no Ceará, entre os dias 12 e 17 deste mês. O estado potiguar já é o maior exportador do país.

O objetivo da visita foi verificar as plantações nas áreas livres da mosca-da-fruta nos estados. Os técnicos foram acompanhados de representantes do Mapa e do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (Idiarn).

A China é o maior mercado consumidor de melões no mundo – consome cerca de metade da produção mundial, o equivalente a 17 milhões de toneladas em 2017. A expectativa é de que, se o Brasil conquistar 1% do mercado chinês, o atual volume de exportações da fruta vai dobrar.

Em 2018, o Brasil exportou cerca de 200 mil toneladas de melão para diversos países, como Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai, Rússia e União Europeia. A safra brasileira coincide com a entressafra na China.

RN é maior exportador de melões do país

Em 2019, o Rio Grande do Norte registrou aumento de 41% nas exportações, puxado principalmente pelo melão, que representa cerca de 30% de toda a exportação do estado. Somente no ano passado, a venda potiguar da fruta fresca para países do exterior cresceu 65% e chegou a US$ 116,95 milhões. Segundo maior exportador do país, o Ceará exportou US$ 41,47 milhões.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Leave a Comment