Ceará contabiliza mais dez mortes por chikungunya em uma semana

Mosquito é transmissor da Zica, Dengue e Chikungunya (Foto: Divulgação/ Uenf)

O número de mortes por chikungunya no Ceará neste ano chega a 43, conforme boletim divulgado nesta sexta-feira (30) pela Secretaria da Saúde. São 10 vítimas a mais que o contabilizado no boletim lançado no último dia 23. Desse total, 24 pessoas eram do sexo masculino, enquanto outras 19 eram do sexo feminino, com idades entre 10 dias e 94 anos.

Em Fortaleza foram 33 mortes, enquanto Caucaia teve três óbitos, Beberibe dois, e Acopiara, Maranguape, Morada Nova, Pacajus e Senador Pompeu contabilizaram um óbito cada.

Até esta sexta, foram notificados 88.149 casos suspeitos, dos quais 44.644 já foram confirmados. A chikungunya no Ceará tem uma taxa de incidência de 983,4 casos por cada 100 mil habitantes, o que a caracteriza como uma epidemia, já que os parâmetros da Organização Mundial de Saúde classificam dessa forma uma infecção que atinja a partir de 300 casos a cada 100 mil habitantes.

Um total de 177 municípios cearenses já apresentam casos suspeitos, enquanto 136 cidades já têm casos confirmados de chikungunya.

Dengue

A dengue também permanece com níveis epidêmicos no Ceará. A taxa de incidência da infecção está em 649,3 casos para cada 100 mil habitantes, distribuídos em 182 dos 184 municípios cearenses. No total, o Sistema de Informações de Agravos de Notificação contabiliza 58.203 casos suspeitos, dos quais 13.671 foram confirmados.

O número de mortes confirmadas permanece em 8, assim como os casos de dengue grave também não sofreram alteração, continuando em 15 pacientes. Em 2017 foram confirmados 72 casos de dengue com sinais de alarme, ocorridos nos municípios de Abaiara, Alto Santo, Aracati, Brejo Santo, Caucaia, Chorozinho, Crato, Fortaleza, Guaiúba, Paracuru, Piquet Carneiro, Russas e Tabuleiro do Norte.

Além da dengue e da chikungunya, o vírus da zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, também tem causado infecções no Ceará. Em 2017 foram notificados 2.523 casos. Destes, 402 foram confirmados, enquanto 1.009 foram descartados. Do total, 891 casos suspeitos aconteceram em gestantes, dos quais 38 tiveram confirmação para esse grupo de risco. Os municípios do Estado que confirmaram casos em gestantes foram: Brejo Santo, Caucaia, Icó, Independência, Fortaleza, Maracanaú, Horizonte, Crateús, Uruoca e Juazeiro do Norte.

Fonte:http://g1.globo.com/ceara/noticia/ceara-contabiliza-mais-dez-mortes-por-chikungunya-em-uma-semana.ghtml