Category: Turismo

Balneário Camboriú figura entre os destinos preferidos dos brasileiros

Balneário Camboriú figura entre os destinos preferidos dos brasileiros
Foto: Rodrigo Cury

Uma pesquisa produzida pela Booking.com, uma das maiores empresas de viagens do mundo, aponta Balneário Camboriú como um dos destinos preferidos dos turistas brasileiros. Os dados foram divulgados na última quinta-feira (09) e afirmam que 7 em cada 10 brasileiros já têm planos de viagens futuras. Balneário Camboriú está entre as cinco cidades mais planejadas, junto de Gramado (RS), Fortaleza (CE), Florianópolis (SC) e Arraial do Cabo (RJ).

Balneário Camboriú figura entre os destinos preferidos dos brasileiros
Balneário Camboriú figura entre os destinos preferidos dos brasileiros – Foto: Rodrigo Cury

Com quase 90% da população adulta vacinada com a primeira dose ou dose única, Balneário Camboriú se prepara para uma aceleração do desenvolvimento econômico e turístico no município. Por meio do plano BC 4 Estações, desenvolvido pela Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico, a Prefeitura prevê uma supertemporada com seis meses de duração, de setembro de 2021 a março de 2022, com objetivo de recuperar os impactos sofridos pela pandemia.

Turismo Online

Obras da Fortaleza dos Reis Magos atingem 84% de conclusão em Natal

Fortaleza dos Reis Magos passa por ampla reforma — Foto: Elisa Elsie
Fortaleza dos Reis Magos passa por ampla reforma — Foto: Elisa Elsie

As obras de restauração da Fortaleza dos Reis Magos atingiram 84% de conclusão. A previsão é que a reforma do equipamento histórico seja entregue no fim de agosto. Segundo o governo do Rio Grande do Norte, atualmente, falta apenas a instalação de dois cabos de energia que farão a ligação da rede elétrica da edificação.

A obra recebeu o investimento de R$ 4,7 milhões por meio do Governo Cidadão, Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e Fundação José Augusto (FJA), via recursos do empréstimo junto ao Banco Mundial.

O governo restaurou estruturas essenciais – piso, teto e acessibilidade, com a colocação de corrimãos nas escadarias e readequação das salas de exposição e lojas de souvenires -, além da readequação da passarela de acesso.

De acordo com o governo, a construtora responsável pela obra solicitou aditivo de prazo devido à dificuldade – desencadeada pela pandemia – de encontrar no mercado o tipo de cabo específico para a finalização da rede elétrica. O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), que acompanha a obra, concedeu mais três meses para a sua conclusão.

As obras de restauração da Fortaleza dos Reis Magos atingiram 84% de conclusão. A previsão é que a reforma do equipamento histórico seja entregue no fim de agosto. Segundo o governo do Rio Grande do Norte, atualmente, falta apenas a instalação de dois cabos de energia que farão a ligação da rede elétrica da edificação.

A obra recebeu o investimento de R$ 4,7 milhões por meio do Governo Cidadão, Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e Fundação José Augusto (FJA), via recursos do empréstimo junto ao Banco Mundial.

O governo restaurou estruturas essenciais – piso, teto e acessibilidade, com a colocação de corrimãos nas escadarias e readequação das salas de exposição e lojas de souvenires -, além da readequação da passarela de acesso.

De acordo com o governo, a construtora responsável pela obra solicitou aditivo de prazo devido à dificuldade – desencadeada pela pandemia – de encontrar no mercado o tipo de cabo específico para a finalização da rede elétrica. O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), que acompanha a obra, concedeu mais três meses para a sua conclusão.

Fortaleza dos Reis Magos vai poder voltar a receber visitantes — Foto: Elisa Elsie
Fortaleza dos Reis Magos vai poder voltar a receber visitantes — Foto: Elisa Elsie

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

G20 traça cenários para retomada do setor de turismo de forma segura

G20 traçam cenários para retomada do setor de turismo de forma segura
G20 traçam cenários para retomada do setor de turismo de forma segura – Gilson Machado Neto – Ministro do Turismo – Foto Divulgação Mtur

G20 traça cenários para retomada do setor de turismo de forma segura.  Os Ministros do Turismo do G20 debateram nessa semana, por videoconferência, a retomada do setor de forma segura e traçaram cenários para a pós-pandemia. Representantes de várias regiões do mundo destacaram a necessidade de se pensar em políticas de mobilidade segura e turismo sustentável. O ministro Gilson Machado Neto reforçou a necessidade de se criar um protocolo único de saúde em todo o mundo.

Sem duvidas o turismo é responsável por cerca de um em cada dez empregos em todo o mundo e ajudou a criar um em cada quatro empregos entre 2014 e 2019, segundo dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo, citados pela atual presidência do G20, que atualmente é assumida pela Itália. Em 2020, o turismo era um dos setores mais afetados pela pandemia e ainda não se recuperou, pois muitos países ainda mantêm suas fronteiras fechadas para evitar a propagação do novo coronavírus.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destacou, durante sua participação no evento, que vivemos o momento de estabelecer parâmetros para reativar o turismo e unificar protocolos de saúde entre os países. “Vejo no desenvolvimento de um protocolo único, simples e objetivo entre todos os países, uma ótima maneira de recuperar e retomar o turismo em nossos países de forma segura e eficiente para todos”, afirmou. Por fim, o ministro brasileiro destacou a importância da sustentabilidade no turismo e as tendências para o período pós-pandêmico. “Nesse momento em que todo mundo aqui fala em sustentabilidade, quero dizer que somos o país mais preservado do mundo: 66% do nosso território e 87% da Amazônia é o mesmo de quando Jesus Cristo veio à terra. Apenas 3% da emissão de poluentes ocorre aqui ”, concluiu Machado Neto.

Um dos destinos de ciclo turismo mais fantásticos de Santa catarina, o Vale Europeu, faz parte do polo multicultural em Santa Catarina. O Estado conta com uma região singular conhecida como Vale Europeu, o que se deve à marcante característica dos colonizadores do local, entre eles alemães, italianos, austríacos, poloneses e portugueses. No total, 19 cidades fazem parte do Vale Europeu.

Um ponto em comum entre todas elas são as fortes características da cultura européia na arquitetura, na gastronomia, na música, nas festas típicas e na excelência em produtos, desde marcas de moda e confecção, até alimentos e bebidas especiais desde cervejarias, destilados e vinícolas. A região também possui infraestrutura turística para a prática de esportes de aventura, como rafting, rapel, cicloturismo e caminhadas. A entidade representativa do trade turístico, o Blumenau e Vale Europeu Convention Bureau, apoia, capta eventos, além de desenvolver ações fomentando o turismo da região.

O maior festival de turismo do norte/nordeste do Brasil, o Brazil Travel market, confirmou que a Masterop Operadora terá uma caravana de cerca de 250 agentes de viagens no evento deste ano, que acontece nos dias 22 e 23 de outubro, em Fortaleza (CE). A empresa recebeu o troféu de caravana mais antiga, pois participa do evento desde a primeira edição. Além da caravana, a Masterop estará presente no BTM 2021 com um estande de 100 m², participando das capacitações realizadas por 14 fornecedores. Para os deslocamentos já foram reservados 187 bilhetes aéreos e ônibus.  “É um evento que só vem crescendo, a Masterop está presente desde 2010, e o crescimento ano após ano é nítido, o que influencia a ser hoje um dos maiores eventos do país. A Masterop vem buscando nas edições anteriores agregar uma programação em paralelo ao evento, como capacitações, rodadas de negócios e confraternizações”, disse a empresa.

TurismoOnline

Números de turistas estrangeiros no Brasil vem caindo desde 2019

Números de turistas estrangeiros no Brasil vem caindo desde 2019
Foto cedida

Os números de turistas estrangeiros no Brasil vem caindo desde 2019. Sem duvidas, é ínfimo, é nada, principalmente em relação, por exemplo, a Ilha da Capri (Itália), destino badalado de veraneio na Europa, na disputada Costa Amalfitana, que é um pouco maior que a metade de Fernando de Noronha: são apenas 6 km de extensão e 2 km de largura e com apenas 12 mil habitantes, recebeu 2 milhões de turistas somente em 2020. Sem dúvidas isso se chama infraestrutura turística. Já o Brasil recebeu a a visita de apenas 6,3 milhões de turistas internacionais em 2019.

A saber, mais da metade desses visitantes (3,6 milhões) veio dos países vizinhos. Naturalmente, os argentinos seguem liderando a lista dos principais emissores (1,9 milhão), seguido dos Estados Unidos (590 mil) e Paraguai (406 mil). Atualmente, os dados são da 2ª edição do Anuário Estatístico de Turismo 2020, desenvolvido pela Coordenação-Geral de Dados e Informações do Ministério do Turismo. Além disso, o número é menor ainda que em 2018, com uma redução de 4%. Ainda, segundo o documento produzido pelo Ministério do Turismo, os meses mais procurados pelos turistas internacionais foram janeiro e fevereiro, meses de alta temporada.

De acordo com Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, “A queda nos números pode ser explicada pela redução dos visitantes do nosso principal emissor, a Argentina, que viveu um ano de muitas mudanças políticas em razão da eleição presidencial. De fato, acredito que temos trabalho em todas as frentes para desenvolver todo o potencial turístico do nosso país no período pós-pandemia. Sem dúvidas o Brasil reúne todas as condições para atender o novo perfil de viajante: foco na biossegurança e destinos de natureza”, comentou.  Certamente temos todas as potencialidades. Só nos falta infraestrutura, conectividade, segurança e explorarmos o turismo de fato e não o turista. Assim, ir de um destino a outro no Brasil demanda pagar muito caro, encarar conexões absurdas e demoradas. Temos belezas naturais? Naturalmente que sim! Chegar lá é que é o grande problema.

Turismo online

Federação de Hospedagem apresenta ações para impulsionar o turismo

Federação de Hospedagem apresenta ações para impulsionar o turismo
Federação de Hospedagem apresenta ações para impulsionar o turismo – Alexandre Sampaio – Divulgação

A Federação de Hospedagem apresenta ações para impulsionar o turismo. Na última terça-feira (16), Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), esteve presente na videoconferência realizada com o novo presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, João Carlos Bacelar. Na ocasião, os representantes do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), também marcaram presença.

A propósito, o encontro teve o intuito de apresentar ações para impulsionar o turismo nos estados, tomadas a partir de uma avaliação junto com empresas e instituições do setor, na construção de uma agenda única nacional. Além disso, a reunião buscou apresentar outras estratégias para mitigar os impactos advindos da crise provocada pela Covid-19.

“Afinal, queremos construir, de modo participativo com os stakeholders, 27 documentos de orientação ao poder executivo local, sobre as prioridades para o desenvolvimento do turismo sustentável e ações de curto prazo para fazer frente aos desafios, considerando um norteamento estratégico para médio e longo prazos. Certamente, nada mais consonante do que apresentar à Casa de Leis, em especial a comissão que legisla em favor do turismo brasileiro”, conta Alexandre Sampaio, presidente da FBHA, diretor da CNC e responsável pelo Cetur. Além disso, Sampaio defende que é necessário trabalhar pelo Marco Regulatório dos Jogos (PL nº 442/91) como uma saída para fomentar o turismo, uma vez que o setor hoteleiro pode integrar os cassinos sem seus resorts.

A saber, a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) é uma entidade sindical patronal constituída com a finalidade de coordenação, defesa administrativa, judicial e ordenamento dos interesses e direitos dos empresários da categoria e atividades congregadas. Assim sendo, integra a chamada pirâmide sindical, constituída pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), pela própria FBHA, pelos Sindicatos e pelas empresas do setor.

Como resultado, é uma das maiores entidades sindicais do país e tem representação nos principais órgãos, entidades e conselhos do setor empresarial e turístico do Brasil, tais como o Conselho Nacional de Turismo (CNT), do Ministério do Turismo, ou o Conselho Empresarial do Turismo (Cetur) da CNC. Assim sendo, Está presente em todas as regiões, através de 67 sindicatos filiados. Representa em âmbito estadual e municipal cerca de 940 mil empresas, entre hotéis, pousadas, restaurantes, bares e similares.

A propósito, o presidente Jair Bolsonaro editou medida provisória que prorroga os prazos relacionados a adiamento e cancelamento de serviços, de reservas e de eventos dos setores de Turismo e de cultura em razão do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da pandemia da Covid-19. Com isso, os efeitos das medidas estabelecidas na lei alterada (nº 14.046, de 24 de agosto de 2020) – atualmente aplicáveis a eventos adiados ou cancelados até dezembro de 2020 – aplicam-se a adiamentos ou cancelamentos de serviços, de reservas e de eventos realizados até dezembro de 2021.

Além disso, também estão sendo prorrogados até 31 de dezembro de 2022 os prazos para o consumidor utilizar seus créditos na compra de produto ou serviço da respectiva empresa, para remarcação de eventos e reservas e para que o prestador de serviço restitua os valores pagos pelo consumidor, caso não consiga remarcar o evento ou disponibilizar os créditos ao comprador. Da mesma forma, os créditos já adquiridos pelo consumidor antes da edição da medida provisória também poderão ser utilizados até o dia 31 de dezembro de 2022.  Concomitantemente, em relação a artistas, palestrantes e outros profissionais contratados até 31 de dezembro de 2021 que forem impactados por adiamentos ou por cancelamentos de eventos em decorrência da pandemia da covid-19, estão dispensados de reembolsar imediatamente os valores ao consumidor, desde que o evento seja remarcado para até 31 de dezembro de 2022.

Sem dúvidas, a MP concretiza, diante do grave cenário enfrentado pelos setores de turismo e cultura, modificações convenientes e oportunas na Lei nº 14.046, de 2020, prezando pela saúde das empresas dos setores em questão e mantendo os mecanismos de defesa do consumidor constantes da lei alterada, tendo em vista que as prorrogações pretendidas continuam a beneficiar o consumidor.

A princípio, à SANTUR, Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina, divulgou as principais ações desenvolvidas neste primeiro ano de gestão sob a coordenação do presidente Leandro “Mané” Ferrari, que assumiu o cargo em março de 2020. Atualmente,, destaque para investimentos em infraestrutura turística em várias regiões do estado, avanços em pesquisa e inovação no turismo e medidas de apoio ao setor para o enfrentamento dos impactos da Covid-19. A saber, nesses últimos 12 meses, o valor investido está próximo de R$ 67 milhões, além das ações executadas pela equipe da Agência e que não envolveram repasse de recursos.

Governo federal desenvolve Destinos Turístico Inteligentes com divulgação em parceria com a Argentina

DESTINOS INTELIGENTES.jpg

Sem dúvidas o ano de 2021 começou com novidades para o turismo brasileiro. Sendo assim, o Ministério do Turismo firmou parceria com o instituto argentino ICF (Ciudades Del Futuro) e com a SEGITTUR (Sociedade Mercantil Estatal para Gestão da Inovação de Tecnologias Turísticas) para estimular o desenvolvimento de Destinos Turísticos Inteligentes. Logo, a proposta é transformar cidades em locais que proporcionem experiências inovadoras aos visitantes.

Além disso, objetiva a construção de um modelo metodológico que permita o desenvolvimento de Destinos Turísticos Inteligentes no Brasil com vistas à melhoria da gestão e dos níveis de competitividade turística dos destinos.

Hoteleiros de Santa Catarina respiram aliviados com 100% de ocupação

Renar - A beleza da superação - Divulgação.jpg
foto cedida

Hoteleiros de Santa Catarina respiram aliviados com 100% de ocupação. Muito mais do que finalmente, Santa Catarina permite 100% de ocupação em hotéis e pousadas gerando alívio na rede hoteleira. De fato essa era uma das principais reivindicações do setor do turismo no Estado. Dessa forma, está permitida a lotação de hotéis e pousadas em sua capacidade integral a partir do dia 21 de dezembro. Confira essa e outras informações clicando aqui 

Turismo no RN: Gretchen posa de biquíni em praia no Rio Grande do Norte

Na tarde desta quarta-feira (22), a cantora Gretchen botou o corpo pra jogo. A rainha do rebolado e da internet publicou fotos de biquíni e canga na praia de Pipa, no Rio Grande do Norte.

Na publicação, Gretchen está num restaurante na beira da praia e aponta para uma placa com os dizeres: “Diva não envelhece, fica vintage“. “Só isso que eu tenho para dizer“, escreveu ela na legenda da foto.

Vários fãs e amigos de Gretchen encheram os comentários da publicação de elogios. “Maravilhosa“, escreveu a colega de profissão Simony. “A juventude está na alma“, comentou uma fã. “Pleníssima“, disse outro.

Gretchen posa de biquíni e tanga na praia (reprodução/Instagram)

SBT

Trade de turismo avalia positivamente o retorno das suas atividades

Santur - Turismo em SC.png

Definitivamente, como uma das atividades econômicas mais importantes do Estado de Santa Catarina, a retomada do turismo é esperada, por parte do empresariado catarinense, para o segundo semestre deste ano. Desde já, é o que aponta a pesquisa da Agência de Desenvolvimento do Turismo (Santur), realizada com mais de 800 empresas e entidades de classe. De acordo com os dados levantados, 24% dos entrevistados acreditam quanto a uma retomada mais intensa das atividades do Turismo ainda em 2020, embora na opinião da maioria (52%) a recuperação dos negócios deve ocorrer com mais força só no próximo ano.  

Indústria turística em busca alternativas diante pandemia Covid 19

Segundo Alexandre Sampaio, Presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação: “A chegada do novo coronavírus (Covid-19) em território brasileiro, há pouco mais de um mês, foi responsável por mudar, negativamente, a vida dos cidadãos brasileiros. Em suma, no Turismo, então, o quadro é desesperador. Todavia, para evitar um colapso econômico por conta da pandemia, entidades representativas do setor se encontraram inúmeras vezes, ao longo das últimas semanas, para buscar alternativas capazes de evitar uma quebradeira em massa de nossas empresas. Ainda assim, a primeira quinzena do mês de março, registramos  um prejuízo que ultrapassa a casa dos R$ 2,2 bilhões.

Alta tecnologia está chegando cada vez mais forte aos aeroportos

Foto: cedida

Reconhecimento facial através das câmeras não são mais novidades. Os aeroportos estão entre os ambientes mais movimentados do mundo, e a tendência é que isso cresça cada vez mais. De acordo com a International Airport Service Association, a previsão é que, em 2036, o número de passageiros aéreos seja de 7.8 bilhões.

Para atender a um número tão alto, os aeroportos modernizar é preciso, já que, com o aumento do fluxo, cresce também a preocupação com segurança e bem-estar dos viajantes. Alguns gestores de aviação já identificaram ferramentas poderosas para monitorar e controlar esses ambientes, utilizando imagens coletadas de câmeras espalhadas pelos terminais.

 

turismoonline.net.br

Destinos potiguares serão divulgados na Argentina

argentina

A Argentina se tornou um dos principais mercados turísticos para o Rio Grande do Norte nos últimos dois anos graças ao trabalho de promoção e divulgação desenvolvido pela Secretaria de Estado do Turismo e Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur).

Não só para manter o voo conquistado de Buenos Aires a Natal, mas também para viabilizar uma nova rota, a Setur RN desembarca hoje na capital argentinapara promover os destinos potiguares para 120 agentes de viagem e profissionais de imprensa.

“Daremos continuidade ao trabalho que temos feito no mercado sulamericano, sobretudo na Argentina. Nossa intenção e conquistar um segundo voo, já que o primeiro tem respondido à demanda”, comentou o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.

O evento anual “O Dia do Brasil” é promovido pela empresa de viagens All Seasons. A subsecretária de Turismo, Solange Portela, representará o Estado potiguar e distribuirá 120 kits com material gráfico em espanhol e também exibirá filme promocional do RN para todos os presentes ao Hotel Delta Eco Spa, onde será realizado o evento.

“Estaremos em contato direto com agentes de viagem, responsáveis diretamente pela venda dos nossos destinos. Será um encontro em que poderemos mostrar nossas potencialidades e estabelecer vínculos para aumentar esse intercâmbio”, reforçou Solange Portela.

 

Robson Pires

Mídia e mercado reconhecem trabalho de ministro do Turismo

Mercado reconhece importância de Henrique Eduardo Alves para reduzir Imposto de Renda

Após aprovação da Comissão Mista da Medida Provisória 713/16, que reduz de 25% para 6% a alíquota que incide sobre pagamentos ao exterior de agências e operadoras de viagem, líderes do turismo agradeceram publicamente o trabalho do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. O texto segue agora para a aprovação da Câmara e do Sendo.

“Houve um empenho muito grande do ministro do Turismo, Henrique Alves, que conversou com o senador relator da MP e com outros parlamentares para garantirmos essa boa notícia”, disse um dos principais articuladores para a aprovação da MP Marco Ferraz, presidente da Clia Abremar, entidade que congrega as empresas que operam cruzeiros marítimos no Brasil.

Matéria jornalística de um dos principais veículos especializados em turismo do país também destacou a atuação do ministro do Turismo. “Rápida, a votação não teve pareceres contrários, mas exigiu muita articulação política, uma vez que três das emendas apresentadas ao texto foram excluídas do relatório, ainda na manhã de hoje”, afirmou a versão on-line do Panrotas.

De acordo com estudo realizado pelas entidades representativas das empresas do setor, caso a alíquota seja mantida em 25% como no início deste ano, o Brasil poderá perder 185 mil postos de trabalho com o fechamento ou encolhimento de agências e operadoras de viagem.

07.06.2016 Panrotas redução IR

 

Isenção de vistos proposta por Henrique Alves entra em vigor nesta semana

e3980d18-3cf4-42e3-94e0-1e14f3b070c6

Realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos atrairá visitantes de todas as partes do mundo.

A partir da próxima quarta-feira, 1º de junho, começa a vigorar a isenção de vistos para quatro nacionalidades. A medida unilateral adotada pelo Brasil é válida para turistas australianos, canadenses, americanos e japoneses. A definição desses países levou em conta o elevado fluxo emissivo ao Brasil, os gastos desses visitantes no país, forte tradição olímpica, baixo risco migratório e de segurança dos países escolhidos. A dispensa, articulada pelo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, com os ministérios da Justiça e das Relações Exteriores, valerá de 1º de junho a 18 de setembro deste ano.

“Esses turistas irão movimentar a economia do país, com gastos em hotéis, restaurantes, aluguel de veículos, agências de viagens e tantos outros setores entre os mais de 50 impactados pelo turismo”, diz o ministro Henrique Eduardo Alves. “Neste período, nossos atrativos estarão em uma vitrine mundial e se fizermos a nossa parte muitos desses turistas voltarão após a Olimpíada trazendo amigos e parentes”, acrescenta.

Segundo a Organização Mundial do Turismo, a facilitação de viagens pode gerar um aumento de até 20% no fluxo entre os destinos. Isto representa um acréscimo aproximado de 75 mil turistas internacionais e uma injeção de US$ 80 milhões na economia brasileira.

Exemplo internacional

A decisão do governo brasileiro de isentar os vistos foi elogiada, em janeiro, pela World Travel & Tourism Concil (WTTC) – uma das mais respeitadas instituições do setor no mundo. Na avaliação de David Scowsill, presidente da WTTC, a dispensa da exigência de vistos durante a Olimpíada foi um grande passo. “Nós incentivamos que o governo amplie essa política após o fim dos Jogos Olímpicos”, disse.

De acordo com a WTTC, processos como acordos de isenção de vistos e programas de viajantes são essenciais para garantir a passagem segura e suave do visitante internacional.

Sonora: Ouça áudio, em anexo, em que o ministro Henrique Eduardo Alves defende a importância da medida para a atração de turistas ao país.

Foto:Aeroporto/Divulgação/ Ministério do turismo

Assessoria de Imprensa