Category: Política

Cristiane Dantas pede segurança nas vias de acesso ao aeroporto de São Gonçalo

Com o objetivo de coibir ações criminosas nos trechos que levam ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, a deputada estadual Cristiane Dantas (SDD) apresentou requerimento na Assembleia Legislativa pedindo ao Governo do Estado que intensifique as medidas de segurança nas referidas vias.

“A violência nas estradas que dão acesso ao Aeroporto Aluísio Alves está cada vez mais latente. Ações criminosas ocorrem ali quase que diariamente, e isso causa impactos diretos em todos que precisam chegar ou sair do local, levando insegurança e medo para a população, além de gerar enormes impactos econômicos para quem trabalha nesses trechos”, justificou Cristiane.

Finalizando, a parlamentar enfatizou que o pleito se faz extremamente necessário e uma das medidas seria, por exemplo, aumentar o efetivo policial nas proximidades.

O documento será encaminhado ao Governo do Estado através da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESED).

Assessoria

Rosalba autoriza reabertura de 10 UTIs no Hospital São Luiz

Prefeita Rosalba Ciarlini reforça a importância do isolamento social e fala  sobre novo decreto - Prefeitura Municipal de Mossoró
Foto da Internet

A prefeita Rosalba Ciarlini autorizou a reabertura via secretaria de Saúde de mais 10 leitos de UTI no Hospital São Luiz para tratamento da Covid-19. 

De acordo com a prefeita, a pandemia dá sinais de alerta e é preciso ter uma estrutura de saúde compatível com a realidade. A contratação é imediata, a partir do convênio firmado com aquela unidade hospitalar. 

“Orientamos a população que não deixe de usar máscaras e adotar as medidas preventivas. A pandemia não acabou. Precisamos continuar com os cuidados necessários”, informa. 

Com o aumento, o hospital vai passar a 40 leitos de UTI e 20 clínicos, sendo 60 no total. 

Rede News360

Número de pessoas que moram nas ruas de Natal cresce 650% durante a pandemia, diz prefeitura

Moradores de rua em Natal, RN — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi
Moradores de rua em Natal, RN — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

G1RN – “É uma situação muito complicada. É claro que se eu pudesse eu não moraria aqui”. A frase é de um homem, que preferiu não se identificar, que vive em situação de rua e mora embaixo do Viaduto do Baldo, na Zona Leste de Natal, com outras famílias.

Ele é uma das cerca de 3 mil pessoas que tem a rua como moradia atualmente na capital potiguar. Esse número era de 400 no início da pandemia, segundo a Secretaria Municipal de Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe). O crescimento de pessoas nessa situação neste período foi de 650%.

As pessoas em situação de rua se somam a outras famílias que também sofrem com a falta de moradia digna na capital potiguar. Segundo o Governo do RN, a última estimativa do IBGE aponta o déficit habitacional é de cerca de 40 mil moradias em Natal e na Grande Natal.

De acordo com a Seharpe, atualmente 93 mil pessoas estão inscritas em programas habitacionais esperando imóveis na cidade.

Segundo o secretário Tomaz Neto, o maior desafio para resolver o déficit habitacional é falta de local pra construir essas moradias na capital potiguar.

“Os albergues não comportam todo esse povo. Precisa oferecer um programa habitacional para devolver a estas famílias que anteriormente à pandemia tinham moradia e hoje não estão tendo condições de pagar um aluguel, uma moradia”, falou.

Outro problema é que, segundo o secretário, as pessoas em situação de rua não têm prioridade em programas de habitação, como são os casos de quem está em ocupação ou área de risco.

Recentemente, 51 famílias desabrigadas de Natal ocuparam o prédio da antiga Faculdade de Direito da UFRN. Atualmente a situação vive um imbróglio judicial e a questão segue em debate entre o poder público, as famílias e a UFRN.

Déficit habitacional de 137 mil casas no RN

A falta de moradia digna é um problema que também atinge o Rio Grande do Norte como um todo. Segundo o Governo do RN, com base em dados do IBGE, o déficit habitacional no estado é de 137 mil moradias.

Em nota à Inter TV Cabugi, o Estado disse há déficit habitacional em todas as regiões do RN e que acredita que “a pandemia deve aumentar o índice em virtude da crise econômica”.

O déficit habitacional não inclui apenas quem não possui nenhum tipo de moradia. O cálculo pesa também a quantidade de pessoas sem moradia adequada, que não tem casa própria e moram de aluguel, que ocupam cômodos em casas de parente, moram em áreas de risco e invasões.

Famílias vivem realidade

Célio Lima é um dos que sentem na pele o problema da falta de moradia digna no estado. Coordenador do Movimento de Luta por Moradia Popular (MLMP), ele atualmente vive na Ocupação Olga Benário, no bairro Planalto, Zona Oeste de Natal.

Célio Lima é coordenador do Movimento de Luta por Moradia Popular em Natal — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Célio Lima é coordenador do Movimento de Luta por Moradia Popular em Natal — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

O espaço da atual moradia era destinado à construção de um cemitério e teve a obra paralisada. Atualmente, cerca de 150 famílias vivem na ocupação.

Célio conta que o problema neste ano foi agravado pela pandemia de coronavírus.

“São quase 150 famílias em situação de vulnerabilidade social, em um ano muito difícil, com a Covid-19. Não tem como fazer isolamento social em um barraco como esse, com espaço de 5m x 5m, e muitas das vezes a gente não tem condições de aguentar o calor”, disse.

Ocupação Olga Benário, em Natal — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Ocupação Olga Benário, em Natal — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Para o coordenador do MLMP, a ocupação serve como uma maneira de pressionar as autoridades para que haja um avanço nos programa habitacionais.

“É uma forma de pressionar o poder público. As famílias se organizaram em um espaço público que estava abandonado, que seria um cemitério. É a única forma que a gente encontra enquanto movimento de reunir as famílias e ensinar o caminho para a gente poder lutar pela nossa moradia”, disse.

“São pessoas que se veem à margem da sociedade por uma falta de oportunidade”.

Programas habitacionais

O principal programa habitacional para essas famílias que não possuem é o “Minha casa, minha vida”, que negocia imóveis em construção por prestações abaixo de R$ 100.

“O acesso deve ser feito via secretarias de assistência social ou habitação de cada município que promovem um cadastro dos possíveis beneficiários”, explicou o diretor-presidente da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Cehab).

“Esse cadastro deve ser enviado à Cehab para uma análise mais aprofundado é só após esse trabalho o beneficiário se torna apto a participar de algum programa habitacional”.

Segundo o Governo do RN, o ProMoradia foi reativado como Promoradia Viver Melhor após 12 anos. O Pelo programa, segundo o Executivo, serão construídas 756 casas em 46 municípios do estado.

“A primeira fase já está em andamento (fase de licitação) para iniciar no próximo ano a construção nos primeiros 18 municípios. Só aí são mais de 3.700 pessoas atendidas”, disse em nota.

De acordo com o Governo, o Promoradia tem projetos para profissionais da área de segurança pública, servidores públicos e também para população em vulnerabilidade social.

O governo também disse que tem atuado na regularização fundiária no estado e que em 52 municípios os processos foram finalizados e aguardam a emissão cartorial, sendo que em oito deles vão receber os títulos em dezembro,

“Isso contribui absurdamente para diminuição do déficit. Até 2022, o governo, via Cehab, deve entregar 25 mil títulos de regularização”, explicou o Governo do RN.

Kleber Rodrigues afirma que gestão da Sesap/RN precisa ter mais atenção ao SAMU

Citando o caso de um paciente vítima da COVID-19 que não conseguiu ser transportado pelo SAMU Estadual, o deputado estadual, Kleber Rodrigues (PL), fez um apelo à gestão da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap-RN) para que tenham mais atenção com o serviço e a população da RN. Seu pronunciamento foi durante a sessão plenária desta quinta-feira (3) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.
 
“Esse paciente conseguiu ser regulado para uma UTI em virtude da COVID-19 e apresentava saturação de mais de 70%, mas após a regulação, ele ficou esperando até às 18h de ontem para ser realocado para uma UTI e não conseguiu. Fiz diversos contatos, mas infelizmente não tive a sorte dos que conseguem ser atendidos pelo secretário. Ao final do dia a família teve que fazer uma cota para contratar de forma particular uma unidade de terapia intensiva a fim de levar esse paciente para o hospital em Parnamirim”, criticou o deputado.
 
Kleber Rodrigues fez questão de deixar clara a sua admiração pelos servidores do SAMU: “Eles fazem um belíssimo trabalho, mas os seus gestores precisam ter atenção. Quantos pacientes devem ter necessitado desse serviço e tiveram esse mesmo atendimento que foi dispensado agora?”, questionou o parlamentar.
 
Ele ainda agradeceu ao secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro, pela atenção dispensada, ainda que o problema não pertencesse à sua pasta. “Mineiro tentou ajudar e se a família não tivesse feito a cota, possivelmente hoje ele não teria nem vida. Quero deixar como mensagem para o secretário a fim de questionar se ele teria essa mesma atenção caso o paciente fosse da família dele. Que fique esse exemplo para que as pessoas passem a ter mais responsabilidade e que os órgãos de saúde tenham mais atenção, mais zelo e mais cuidado”, lamentou.

Ezequiel e Rogério Marinho aderem a luta pelo Complexo Industrial do Seridó

Em Acari (RN), o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) e o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, receberam das mãos do prefeito eleito de Caicó, Dr. Tadeu, nesta quinta-feira (3), o pleito para a implantação do Complexo Industrial, de Serviços e Comércio de Caicó (CICOM). De pronto o deputado Ezequiel, ao lado dos deputados estaduais Tomba Farias e Gustavo Carvalho (PSDB), encampou a proposta incorporando os prefeitos do Seridó para subscreverem a ação junto ao ministro do Desenvolvimento Regional que determinou o encaminhamento o pleito para estudo técnico como uma proposta para a região Seridó.
 
Para viabilizar o CISCOM é necessário o apoio financeiro da ordem de R$ 25 milhões a serem aplicados em obras de infraestrutura do referido complexo – como cercamento, portaria, pavimentação, drenagem, água, esgoto, instalações elétricas e de lógica e para a construção de galpões para oficinas de costura, bonelarias, produtos alimentícios e outras atividades melhor detalhadas no plano de trabalho a ser formalizado nesse ministério através da plataforma ‘Mais Brasil’.
 
Ezequiel Ferreira ao lado do prefeito eleito de Caicó, Dr. Tadeu, disse ser sabedor da especial atenção que o ministro Rogério Marinho tem dedicado à criação de alternativas econômicas sustentáveis para o semiárido e Caicó é um importante polo regional do Rio Grande do Norte e do sertão nordestino, tendo natural vocação para as atividades que serão instaladas no CICOM. “Por isto a iniciativa tem tudo para ser uma ‘alavanca’ para o desenvolvimento sustentável não só da cidade de Caicó, como de toda a região”, disse o deputado que estava em Acari acompanhando a comitiva ministerial para o lançamento da pedra fundamental e assinatura do processo que resultará na construção do Centro de Produção e Eventos “Acari – Cidade da Moda”, que gerará aproximadamente 400 empregos diretos.
 


O pleito do prefeito eleito Dr. Judas Tadeu de Caicó foi subscrito pelo prefeito eleito Dr. Tiago Almeida de Parelhas, prefeito reeleito Odon Júnior de Currais Novos, prefeito eleito Iogo Queiroz de Jucurutu, prefeito reeleito Luciano Santos de Lagoa Nova, prefeito Marcelo Porto de Bodó, prefeito reeleito Gilson Dantas de Carnaúba dos Dantas, prefeito eleito Raimundo Marcelino – Novinho de Cerro Corá, prefeito José Sally de Currais Novos e Prefeito eleito Joaquim Medeiros de Currais Novos, prefeito eleito Professor Cletson de Equador, prefeito eleito Saint-Clair – Galo de Florânia, prefeito reeleito Galego Paiva de Ipueira, prefeito Elídio Queiroz de Jardim de Piranhas, prefeito reeleito Amazan Silva de Jardim do Seridó, prefeito reeleito Hudson Pereira de Brito de Santana do Seridó, prefeito eleito Genilson Maia de São Fernando, prefeito eleito Aníbal Pereira de São João do Sabugi, vice-prefeito eleito Ricardo Medeiros de São José do Seridó, prefeita eleita Jane Lins de São Vicente, prefeita reeleito Serginho Fernandes de Serra Negra do Norte, prefeito eleito Ivanildinho Albuquerque de Timbaúba dos Batistas, prefeito eleito Inácio Macedo de Tenente Laurentino, prefeito Isaías Cabral, e o prefeito eleito de Acari, Fernandinho Bezerra.

LBV leva Natal antecipado para idosos de Natal

 Legião da Boa Vontade – LBV, promove, em seu Centro Comunitário de Assistência Social, o atendimento e acompanhamento aos idosos, integrantes no Serviço de Convivência e Fortalecimento de vínculos, Vida Plena. Neste momento de pandemia, as atividades presenciais estão suspensas, mais o amparo aos integrantes no serviço não parou.

Pensado nisso, na qual os idosos pertencem ao grupo de risco, a Instituição realiza na manhã desta segunda-feira, 7, às 9h, a entrega de 22 cestas de alimentos arrecadadas por meio da campanha Natal Permanente da LBV – Jesus, o Pão Nosso de cada dia!, aos idosos que integram o Vida Plena, da Instituição, que não contam com familiares que resolvam seus assuntos externos.A ação, sairá da Unidade da LBV no Bairro de Dix-Sept Rosado, abordo do caminhão Alex Reboque que participa da atividade como voluntário, levando as cestas de alimentos e kits de limpeza, além do musical especial ao som de saxofone com artistas da terra, que proporcionará um Natal antecipado cheio de amor, carinho, dignidade e muito feliz aos idosos. 

Neste momento, sua Boa Vontade é o caminho para que mais pessoas se previnam desse vírus e tenham condições de o enfrentarem com força e saúde. Por isso, a Solidariedade não pode parar, a LBV solicita a todos que continuem ajudando, para que mais famílias sejam amparadas com a sua generosidade, e possam enfrentar esse momento desafiador.Faça a sua doação, acessando o site www.lbv.org, ou pelo telefone: (84) 3613.1655. 

Vivaldo Costa celebra investimentos federais em recursos hídricos no Seridó

O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) celebrou os anúncios de investimentos federais para garantir segurança hídrica aos municípios do Seridó potiguar. Em pronunciamento no horário dos líderes na sessão desta quinta-feira (03) da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o parlamentar destacou a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, na região seridoense, acompanhado do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB). 

“O ministro está no Seridó atendendo a pedidos de lideranças do Estado com o objetivo de fortalecer a estrutura hídrica da região, vai dar segurança hídrica aos potiguares”, disse Vivaldo, que relembrou em seguida os vários apelos que fez como parlamentar para que Ezequiel Ferreira obtivesse junto ao Ministério os recursos para as obras. “Um pedido especial que nosso presidente levou até o ministro para que fosse priorizada a adutora de Passagem das Traíras, uma obra paralisada há muitos anos e que tem causado prejuízo imenso”, completou.

Vivaldo acrescentou ainda que a comitiva composta por Rogério e Ezequiel conta ainda com integrantes da bancada federal potiguar, prefeitos eleitos ou reeleitos no último pleito, vereadores e lideranças locais. A obra em Passagem das Traíras começa na segunda-feira (07) e será feita inicialmente a restauração da parede que possui atualmente uma fenda, para já garantir o acúmulo de água em 2021. 

Depois, continuou Vivaldo, o ministro estará em Acari para lançar a pedra fundamental de um projeto que tem como objetivo fortalecer o Pró-Sertão e transformar o município na “Cidade da Moda”. O local servirá como ferramenta para a comercialização de produtos produzidos pelas oficinas de costura integrantes do projeto. Por fim, Vivaldo também destacou o anúncio de R$ 40 milhões para as obras da barragem de Oiticica, com a previsão de inauguração para o próximo ano. 

Em seguida a deputada estadual Isolda Dantas (PT) registrou em plenário o Dia Internacional de Luta contra os Agrotóxicos, que ocorre nesta quinta-feira (03). A parlamentar disse que o uso desse material tem “trazido dano a saúde das pessoas e ao meio ambiente. No Brasil somos campeões de agrotóxicos e, em novembro, o governo Bolsonaro liberou ainda mais”.

A deputada acrescentou ainda que o uso destes materiais tem relação com casos de câncer na população e também a distúrbios hormonais graves. “Em outros países, como na Europa, são completamente proibidos”, completou. 

Isolda ainda criticou a proposta em debate de desoneração fiscal dos agrotóxicos. “Há movimento nesse sentido quando deveria ser o contrário, para proibir disseminação dessa substância. Precisamos produzir, mas com qualidade, sem veneno”, finalizou.

Coronel Azevedo elogia atuações do Governo Federal em benefício do RN

Crédito da Foto: Frankie Marcone

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (3), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o deputado Coronel Azevedo (PSC) enalteceu os investimentos realizados pelo Governo Federal em prol do Estado. O parlamentar também fez um apelo à Caern para que parcele os débitos das contas de água dos potiguares mais humildes, acumuladas em virtude da pandemia.

“Eu venho aqui pedir ao Governo do Estado e à Caern que analisem uma maneira de parcelar o débito nas contas de água das pessoas humildes que deixaram de pagar por causa da pandemia. O ideal seria dividir o débito em 60 meses, por exemplo, além de permitir a retomada do fornecimento de água para esses cidadãos do nosso Estado”, requereu Azevedo.

O deputado explicou que “nós passamos por um ano difícil de pandemia, em que muitas pessoas não estão trabalhando, tiveram sua renda reduzida ou estão sobrevivendo apenas com o auxílio emergencial. E isso está levando os mais humildes a não pagarem suas contas de água. Existem as leis que foram criadas para protegê-las por certo período em relação aos cortes, mas chegará o momento em que elas terão que pagar essas contas, e muitas não terão a mínima condição”, justificou.

Em seguida, o parlamentar registrou sua satisfação com o trabalho do presidente Jair Bolsonaro. “Fico muito feliz em ver o governo Bolsonaro cada dia mais realizando obras e serviços para o nosso Nordeste. Ele não para, mesmo diante da pandemia. Obras que se arrastavam por anos e anos, ele está retomando. Duplicação da Reta Tabajara, Transposição do Rio São Francisco, Recuperação da Barragem de Passagem das Traíras, dentre outras”, citou.

Ele falou ainda sobre os números da Economia do país no terceiro trimestre de 2020. “Os números da Economia foram muito promissores. Tivemos um grande avanço nesse terceiro trimestre, principalmente pelas ações do governo Bolsonaro. Então eu quero parabenizar a equipe do governo federal por tudo que vem fazendo em prol do desenvolvimento do nosso Brasil”, destacou.

Por fim, Coronel Azevedo ressaltou a inclusão do Turismo como novo tema das Comissões Permanentes da Assembleia Legislativa.  “Por último quero divulgar que nós incluímos hoje o tema Turismo dentro das Comissões Temáticas desta Casa, que foi objeto de audiência pública este ano, realizada pelo nosso mandato. Parabéns a todos que fazem o Turismo do Rio Grande do Norte e que, logo mais, estarão dentro das nossas comissões”, concluiu.

Em Oiticica, Rogério Marinho e Ezequiel anunciam mais R$ 40 milhões para obra

O Ministério do Desenvolvimento Regional anunciou a liberação de mais R$ 40 milhões para as obras da barragem de Oiticica. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (03) durante visita do ministro Rogério Marinho ao município de Jucurutu, região Seridó do Estado, acompanhado do deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e dos deputados estaduais Tomba Farias (PSDB) e Nelter Queiroz (MDB), além do prefeito eleito Iogo Queiroz de Jucurutu, a prefeita eleita de Triunfo Potiguar Darkinha e o atual prefeito reeleito de São Rafael, Reno Marinho. Os deputados federais Benes Leocádio (Republicanos) e Beto Rosado (PP), também estiveram presentes.
Os recursos garantem a continuidade desta que é considerada uma das mais importantes obras na área de recursos hídricos do Estado até hoje. O projeto está orçado em R$ 547,9 milhões, sendo R$ 530,9 milhões em recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional. A obra está com 86% de execução física e atenderá 250 mil habitantes nas regiões do Seridó, do Vale do Açu e da Região Central do Rio Grande do Norte.


Antes de Oiticica, a comitiva esteve em Jardim do Seridó – onde foi assinada a ordem de serviço para recuperação da Barragem Passagem das Traíras por R$ 11,1 milhões -, e em Acari, quando foi lançada a pedra fundamental do Centro de Produção e Eventos – Cidade da Moda. O empreendimento vai receber aportes federais de R$ 19,7 milhões, dos quais R$ 957 mil já foram repassados para a elaboração do projeto técnico. A previsão é que o empreendimento beneficie 3 mil pessoas diretamente.
Ainda nesta quinta-feira eles estarão em Mossoró para participar do Fórum de Desenvolvimento do Semiárido 2020. Toda a agenda do ministro Rogério Marinho está sendo acompanhada pelo deputado Ezequiel Ferreira, representando o Poder Legislativo potiguar.

Ezequiel e Tomba acompanham anúncio do início da obra da Barragem das Traíras

A esperada obra de recuperação da Barragem Passagem das Traíras, no Seridó potiguar, será iniciada. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (03) pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e pelo presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), em solenidade realizada no município de Jardim do Seridó. Na oportunidade, o ministro assinou ordem de serviço para que o projeto tenha início, o que representa a segunda etapa da recuperação. O deputado estadual Tomba Farias (PSDB) e os deputados federais Benes Leocádio (Republicanos) e Beto Rosado (PP) também participaram da solenidade.

“Essa é uma iniciativa fundamental para garantir recursos hídricos a milhares de potiguares, seridoenses que dependem da Barragem Passagem das Traíras. Esta era uma antiga reivindicação da população e que agora começa a sair do papel em um momento importante, antes da chegada do próximo período chuvoso. Importante agradecermos a sensibilidade do ministro Rogério Marinho e ao governo federal pelo empenho a favor do projeto”, disse Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia Legislativa.  

Os prefeitos reeleitos Amazan (Jardim do Seridó) e Serginho Fernandes (Serra Negra do Norte), além dos prefeitos eleitos Dr. Tadeu (Caicó), Ivanildinho Albuquerque (Timbaúba dos Batistas), Genilson Maia (São Fernando), Galego Paiva (Ipueira), Rogério Couro Fino (Jardim de Piranhas) e Aníbal Pereira (São João do Sabugi).

A recuperação da Barragem Passagem das Traíras será executada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e receberá investimento federal de R$ 11,1 milhões. A previsão é que 750 mil pessoas sejam beneficiadas. O projeto foi alvo de seguidas reuniões entre Ezequiel e Rogério Marinho.

O ministro segue com agenda nesta quinta-feira no Rio Grande do Norte. Após Jardim do Seridó, tem compromisso a partir das 11 horas no município de Acari, onde lançará a pedra fundamental e autorizará o início da tramitação do processo que resultará na construção do centro de produção e eventos “Acari, Cidade da Moda”. 

Depois, por volta das 14h, visitará a barragem de Oiticica, quando anunciará a liberação de recursos para o avanço da obra, que já está 86% concluída. No fim da tarde, às 17 horas, o ministro estará em Mossoró para participar do Fórum de Desenvolvimento do Semiárido 2020. Durante toda a agenda, Rogério Marinho estará acompanhado do deputado Ezequiel Ferreira.

Terça-feira (8) tem a escolha do Parlamentar do Ano na Assembleia Legislativa

A eleição do Parlamentar do Ano pelos profissionais da imprensa do RN vai acontecer na próxima terça-feira (8). Estão aptos a votar os jornalistas credenciados pelo Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e que fazem cobertura regularmente as atividades da Casa Legislativa. A premiação ocorre desde 1982 e elege o parlamentar com atuação destacada ao longo do ano. O primeiro deputado eleito foi Roberto Furtado que era do PMDB.
 
Este ano, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, ao invés da sede do Comitê, a eleição ocorrerá no 2º andar do Legislativo Potiguar, no espaço aonde funcionou o restaurante. A área é ampla e ventilada pois estará com as janelas abertas. A entrada dos eleitores credenciados será pelo acesso lateral, em frene a Prefeitura Municipal de Natal (rua Ulisses Caldas), com todas as medidas de biossegurança adotadas pelo Legislativo Potiguar, quanto retomou as atividades de modo híbrido. Há medição de temperatura, entrevista com profissionais de saúde e aplicação de álcool em gel nas mãos.
 
No ano passado, os jornalistas que acompanham as atividades parlamentares elegeram como Parlamentar do Ano o deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB). Ele obteve 21 dos 36 votos dos jornalistas credenciados. Na ocasião, Gustavo Carvalho disse que gostaria de dividir a indicação com todos os deputados, todas as diretorias, os servidores, porque foi um ano diferente. “A Assembleia Legislativa teve muitas vitórias em 2019, recebendo o Prêmio Nacional de Gestão, conferido pela Unale. Este prêmio mudou nosso cenário. Isto foi percebido nos corredores da nossa Casa, com os nossos servidores demonstrando uma autoestima diferente quanto ao Poder Legislativo. Nós recebemos, em 2019, nove novos colegas deputados estaduais. Eu sei que a maioria deles já tinha a experiência política, mas eu me impressionei como chegaram com sangue novo, com energia nova e dando ao Poder Legislativo essa capacidade de se reoxigenar”, discursou o deputado, ao ser agraciado.

Prefeito Gilson é recebido no Sebrae e busca fortalecer setor empreendedor de Carnaúba dos Dantas

Foto cedida

O prefeito de Carnaúba dos Dantas, Gilson Dantas (MDB), cumpriu agenda administrativa em Natal, na última terça-feira (1º). Um dos encontros foi na sede do Sebrae/RN com o diretor presidente Zeca Melo, diretor de operações Marcelo Toscano, além da Gerente da Unidade de Soluções, Tathiana Udre. Na pauta da conversa ações para fortalecer o setor empreendedor da cidade e fomentar parcerias onde as micro e pequenas empresas tenham um ambiente mais propício na geração de emprego e renda.

Reeleito, Gilson Dantas, estabeleceu como meta em seu Plano de Governo o fortalecimento do empreendedorismo em Carnaúba dos Dantas. De acordo com o gestor a audiência com o Sebrae foi para acelerar o processo.

“Ao longo destes quatro anos sempre me preocupei com a geração de emprego e renda. E quero já a partir do primeiro semestre do novo mandato, que o povo reconheceu e renovou, colocar em prática as demandas do desenvolvimento econômico. Já começamos a agir para que isso seja iniciado de imediato em 2021 a minha ida ao Sebrae faz parte de uma série de encontros que teremos com os mais diferentes parceiros”, contou.

ALRN discute limitação de impactos das eólicas em comunidades do RN

A situação das comunidades que estão em locais onde foram ou serão instalados parques eólicos foi discutida durante audiência pública promovida pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, na tarde desta quarta-feira (2). No debate, proposto pelo deputado Sandro Pimentel (PSOL), os participantes expuseram os transtornos e impactos causados pela instalação e funcionamentos dos parques e soluções para os supostos problemas relatados pela comunidade.

A audiência pública teve foco no debate sobre os impactos dos parques eólicos nas vidas das pessoas que residem ou residiram nas comunidades litorâneas onde foram instalados os aerogeradores. Além dessas áreas, principalmente no litoral norte potiguar, também foram relatados problemas na região da Serra de Santana.

A pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte Moema Hofstaeter participou de grupo que elaborou um documento relatando detalhes sobre os problemas trazidos pelos parques à população e também ao meio ambiente. A forma como as negociações para uso da área ocorrem, os conflitos de interesses econômicos entre os próprios populares, denúncias sobre inviabilização de áreas para plantações, barulho, mudança nas paisagens e até relacionamentos amorosos esporádicos (com filhos indesejados ou transmissão de doenças) foram alguns dos pontos relatados pela pesquisadora. Para ela, apesar da lucratividade que a atividade tem, a riqueza, segundo ela, não estaria chegando à população.

“Ao contrário do que se fala, as eólicas não aparecem como atores na redução da pobreza, pois salários baixos para os profissionais locais contratados e esses empregos são sazonais, com algumas exceções”, pontuou, relatando ainda sugestões do documento para que os gestores públicos amenizem os problemas relatados pela população. “Propomos definir um planejamento de planejamento espacial, discutir os papéis de cada um dos entes, buscar formas de garantir a segurança legal da posse da terra pela comunidade para evitar o esvaziamento do campo, além de intermediar os processos entre empresas e comunidades, normatizar a implementação da energia e realizar estudos de ordem para planejamento ambiental”.

Participante da discussão, Joílson Costa, que atua em grupo defensor de viabilização de fontes energéticas limpas e com menos impacto sócio-ambiental, ele defende que uma alternativa para reduzir a importâncias das eólicas seria o incentido à geração distribuída, com placas solares nas próprias residências da população. Por outro lado, Adílson Jácome sugeriu que é necessário se ampliar a discussão sobre a tributação, mais diálogo com as pessoas afetadas e criar um fundo, sustentado pelos empresários do setor, para viabilizar projetos sociais e ambientais. “É urgente que essas empresas contribuam para as compensações”, disse Adílson.

Afirmando que seu mandato está à disposição para contribuir com o tema, Sandro Pimentel disse que se surpreendeu com os relatos de todos os participantes da audiência, que teve mais de duas horas de duração. O parlamentar explicou que vai designar assessores e está aberto ao diálogo para a elaboração de um projeto de lei que trate sobre regras para o funcionamento do setor no Rio Grande do Norte, garantindo a sustentabilidade do setor, mas também a garantia dos direitos das comunidades e respeitando as normas ambientais.

“Não quero ser pai da criança. Quanto mais pessoas quiserem contribuir com um projeto nesse sentido, estou aberto. Se o Governo quiser encaminhar a matéria, se todos os deputados quiserem subscrever, eu estarei totalmente aberto. Não interessa o pai ou a mãe da criança. Importa é que a criança nasça com saúde e forte”, disse o deputado, afirmando ainda que vai buscar reunir órgãos do Governo do Estado para tratar do tema junto aos interessados na questão.

Francisco do PT faz saudação ao primeiro diretor da Felcs, em Currais Novos

O deputado Francisco do PT destacou em seu pronunciamento, na sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, desta quarta-feira (02), a posse do professor Alexandro Teixeira Gomes na Direção da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (Felcs), criada recentemente pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), na cidade de Currais Novos, na região Seridó.

“Importante citar que a comunidade acadêmica está em festa em razão dessa luta que vem sendo empreendida há muito tempo, por essa independência orçamentária e administrativa do Campus, consolidando Currais Novos como uma cidade de vocação forte na área educacional”, destacou.

Francisco fez referência a um requerimento apresentado na Casa Legislativa, solicitando a implantação do curso de engenharia de produção no Campus de Currais Novos, em função da importância da cidade para a região. “Considerando a importância das atividades econômicas que ali são desenvolvidas, propusemos a criação desse curso e hoje celebramos esse feito tão importante para o povo do Seridó”, celebrou.

A cerimônia de posse, que aconteceu de forma virtual, teve a presença do reitor José Daniel Diniz Melo, também empossou o professor Alexandro Teixeira Gomes na Direção da Unidade Acadêmica Especializada até 2023. Ele será o primeiro no cargo. “A criação da Felcs é extremamente simbólica e marca uma nova história da interiorização da UFRN”, disse Alexandro.

Felcs
Criada pelo Conselho Universitário (Consuni) no dia 27 de novembro de 2020, a Felcs foi desmembrada do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), com o objetivo de fortalecer o campus de Currais Novos em suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. “Hoje é um dia marcante para a história da nossa universidade. Aqui estamos em uma solenidade de importância singular”, disse o reitor Daniel Diniz.

Com 38 professores efetivos, 20 técnicos e cerca de 600 alunos, a Faculdade começa as atividades com quatro cursos de graduação. Os cursos são Letras Português – Inglês, Letras Espanhol, Administração e Turismo, além de um curso de mestrado profissional em Letras e outros do tipo latu sensu.

Há a previsão de iniciar ainda em 2021, o curso de Engenharia de Produção. Ainda segundo a direção da unidade, o intuito é ofertar outros cursos na área das engenharias que serão planejados em diálogo com a sociedade para entender as necessidades locais.

Eudiane Macedo solicita perfuração de poços em comunidades rurais do Estado

A preocupação com a irregularidade no abastecimento d’água em comunidades rurais de vários municípios do Estado foi o tema do pronunciamento da deputada estadual Eudiane Macedo (Republicanos) durante sessão ordinária desta quarta-feira (02), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. “A nossa cobrança seguirá até que as milhares de famílias sejam atendidas com a melhoria na oferta de água”, destacou a deputada.
 
A parlamentar destacou que o seu mandato solicitou junto à Secretaria Estadual de Recursos Hídricos que seja feita a perfuração de poços artesianos nas comunidades de: Bairro Conjuntos, em Pendências; Comunidade Fazenda Vaca Morta, em Lajes; Assentamento Olinda II, em Caiçara do Norte; Sítio Jacaré em Vera Cruz; comunidades de Lagoa da Cruz e Lagoa do Lima, em Nova Cruz, Barrinha em Mossoró; Distrito Riacho do Bom Pasto, em Boa Saúde, Comunidade do Maxixe em Macau e Assentamento Pirangi em Galinhos.
 
Outro assunto abordado pela parlamentar foi o Dia Mundial de Luta contra a Aids. Eudiane Macedo explicou que a data tem dois propósitos. “Primeiro, o de alertar para importância da prevenção. E o meio mais eficaz cientificamente comprovado é o uso da camisinha. O segundo propósito é destacar que devemos acolher as pessoas com HIV sem preconceitos”, frisou.
 
A deputada destacou a importância da informação e a necessidade de discutir as formas de prevenção da Aids e de outras doenças sexualmente transmissíveis. “É preciso que os parlamentos falem sobre a importância do sexo seguro. Por mais que o tratamento tenha evoluído ao ponto de os pacientes conseguirem levar uma vida normal sendo soropositivo, o ideal é que os números caiam cada vez mais. Autocuidado não é somente cuidar da beleza, da aparência, é também usar camisinha e exigir isso do parceiro e da parceira”, alertou.
 
Atualmente cerca de 920 mil pessoas vivem com HIV no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde. As pessoas na faixa etária de 25 a 39 anos, de ambos os sexos, com 492,8 mil registros, concentraram o maior número de casos. “A proteção é a melhor medida de prevenção”, finalizou.