Category: Notícias

Covid-19: Após assombrar ao povo do RN secretário da Sesap diz que milhares de mortes não aconteceram porque o povo seguiu o isolamento

A Comissão de Enfrentamento ao Coronavírus da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte voltou a se reunir nesta segunda-feira (11), em mais um encontro por webconferência com o secretário estadual de Saúde Pública (Sesap), Cipriano Maia. O auxiliar da governadora Fátima Bezerra (PT) apresentou um levantamento das ações realizadas até agora pelo Executivo, disse que o hospital de campanha ainda pode ser necessário e defendeu a credibilidade das projeções apresentadas alertando para a possibilidade de mortes causadas pela Covid-19 neste mês no RN. 

“Está sendo feito um uso distorcido de uma projeção. Assim como tem previsão do tempo, que nem sempre se confirma. Foram projetados números em cenários diferentes, dependendo do comportamento da população para mostrar possíveis surtos a sociedade. Era uma projeção. Felizmente boa parte da população aderiu ao nosso pleito pelo isolamento. Estamos tendo relativo sucesso, deveríamos comemorar e não condenar quem tem agido com responsabilidade. A gente deveria era pensar que bom que alertamos e contribuímos para evitar mortes. Não usando o debate para fazer política partidária, isso não contribui com o enfrentamento a pandemia”, disse Cipriano Maia.

29 bairros de Natal e os significados reais de seus nomes – Curiozzzo
Para as compras do dia das Mães o Alecrim estava lotado / foto ilustrativa/ Canindé Soares

A projeção questionada e defendida por Cipriano foi divulgada pela Sesap no início de abril. No estudo, a previsão era de se chegar ao dia 15 de maio com mais de 11 mil mortes no RN, com uma estimativa de isolamento social de aproximadamente 42% da população. Nesta segunda-feira (11), o RN passou a somar 90 óbitos pelo coronavírus. O secretário revelou que estudos semelhantes são feitos em diversas cidades do planeta. “O que apresentamos aqui foi aplicado no mundo todo. Não houve irresponsabilidade, nem erro. Foram cenários que felizmente não se realizaram. Mostramos que dependia de nós, por isso Governo tomou iniciativa para adotar medidas de proteção. Felizmente, tivemos sucesso”, completou. 

Ambulância do SAMU capota mata paciente e um enfermeiro e deixa médico e motorista feridos, na PB

Na madrugada desta terça-feira (12), uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) capotou na BR-230, sentido João Pessoa-Campina Grande. O veículo era uma ambulância especializada em atendimento para pacientes com suspeita de Covid-19.


No momento do acidente chovia no local e a principal suspeita é de que o motorista tenta perdido o controle do veículo, acabou capotando e caiu na ribanceira. Equipes do Corpo de Bombeiros e do próprio Samu foram acionados para socorrer as vítimas.


O paciente que seria levado para o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires morreu no local. A outra vítima trata-se do enfermeiro Patrick, que faleceu neste dia 12, comemorado o Dia Internacional do Enfermeiro.
Um médico e condutor foram socorridos para o Hospital de Trauma Humberto Lucena. O médico recebeu atendimento e já recebeu alta, enquanto o condutor permanece internado em observação.

Polêmica da PB

Ex-chefe da PF chega para prestar depoimento em inquérito sobre acusações de Moro a Bolsonaro

Mauricio Leite Valeixo será ouvido pelos investigadores que atuam no inquérito que apura interferência política do presidente Jair Bolsonaro na PF. — Foto: DENIS FERREIRA NETTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Mauricio Leite Valeixo será ouvido pelos investigadores que atuam no inquérito que apura interferência política do presidente Jair Bolsonaro na PF. — Foto: DENIS FERREIRA NETTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O ex-diretor-geral da Polícia Federal (PF) Maurício Valeixo chegou à superintendência, em Curitiba, para prestar depoimento por volta das 9h50 desta segunda-feira (11).

Ele será ouvido pelos investigadores que atuam no inquérito que apura interferência política do presidente Jair Bolsonaro na PF.

O inquérito foi aberto pela Procuradoria-Geral da República (PGR), com autorização do Supremo Tribunal Federal (STF), depois que o ex-ministro da Justiça Sergio Moro pediu demissão do cargo, no fim de abril – o caso está sob relatoria do ministro Celso de Mello.

Valeixo será ouvido por ter sido citado por Moro em depoimento, também à PF, no dia 2 de maio. No dia 24 de abril, após Bolsonaro exonerar Valeixo, Moro deixou o cargo alegando que não via motivo razoável para a troca.

Vamos ver o que o delegado irá dizer.

G1

Europa teme invasão de vespas gigantes e assassinas vindas da Ásia

Foto da Internet

A Europa, especialmente o Reino Unido, está se preparando para uma invasão de vespas gigantes asiáticas, também conhecidas como vespas mandarinas. Em alguns países, ele é considerado o inseto mais mortífero existente, causando dezenas de mortes humanas

NotíciaR7

Covid-19: Médico de Cuiabá diz que gasto do dinheiro público com hospitais de campanha é desnecessário, pois os números de mortes são falsos em todo o Brasil

Um médico que não identificou o seu nome diz que só agora que o Hospital Federal de Mato Grosso conseguiu diagnosticar uma única morte por Covid-19. Ele diz que a maioria dos números em todo o Brasil são falsos. Que não era preciso esses hospitais de campanha, que os colegas são obrigados a atestar que as causas mortes é do Covid.

O Brasil precisa ficar alerta com o Covidão

Vespas gigantes atacam e mata mais de 40 pessoas na China

vespa mandarina é uma vespa gigante nativa da Ásia oriental e geralmente encontrada em ambiente tropical, sendo mais comum no Japão. Ela também é chamada de “vespa assassina“, já que é uma predadora feroz e destrói suas vítimas sem dó – geralmente abelhas e outros insetos grandes, como o louva-deus. Também há registros dessa vespa asiática atacando ratos e, embora não seja comum, ela pode picar humanos caso se sinta atacada.

A reportagem que está circulando nas redes sociais diz dá a entender que esses casos são de agora, mas pode ser de notícias antigas.

Clik no link e veja o vídeo

Motoristas de ônibus voltam a paralisar atividades e cobram reunião com prefeito de Natal

Paralisação dos ônibus na Ribeira — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi
Paralisação dos ônibus na Ribeira — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Os motoristas de duas empresas de ônibus urbanos que circulam em Natal voltaram a paralisar os serviços, na manhã desta segunda-feira (11). A mobilização ocorre em três pontos da cidade: na Avenida Bernardo Vieira e nos bairros Ribeira e Alecrim. Trabalhadores esperam reunião com prefeito de Natal e empresários do setor de transporte.

A categoria reivindica a manutenção do plano de saúde e do pagamento do vale-alimentação, além de uma correção salarial com o cumprimento de uma data-base, segundo o Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do RN (Sintro). Os trabalhadores que estão a frente da manifestação prestam serviço nas empresas Reunidas e Santa Maria.

“Assim como as manifestações que aconteceram ao longo da semana passada, nós cobramos o cumprimento da data-base e a garantia do vale-alimentação e do plano de saúde. A Santa Maria e a Reunidas estão descontando o plano de saúde direto na folha e não estão repassando para as operadoras. Os motoristas e dependentes estão sendo barrados nos hospitais”, explicou o diretor do Sintro Robério Pinto.

Na Ribeira, os ônibus foram estacionados a partir das 6h. Os veículos das duas empresas que passam pela região são parados e os motoristas orientados sobre o protesto. Na semana passada, na segunda (4) e na sexta-feira (8), a categoria já havia se reunido em três pontos da capital para reivindicar as mesmas pautas.

De acordo com os representantes do Sintro, a paralisação não tem hora para acabar. A ideia é pressionar o Executivo local e os empresários do setor. “Na semana passada, o prefeito prometeu nos receber e nada. Se ele não nos receber amanhã, pretendemos fazer uma paralisação total na quarta com os ônibus de todas as empresas”, completa Robério Pinto, diretor do Sintro.

G1RN

Aplicativo da Caixa Federal erra e deixa muita gente “em análise” sem receber seu benefício

Faz um mês que muita gente carente se escreveu e não recebeu ainda o auxílio emergencial/ Foto da internet

Desde o mês passado quando foi emitido o aplicativo da Caixa Federal para pagar o auxílio emergencial ao povo carente e desempregado por causa do Covid, que tem muitos necessitados não estão recebendo os 600 reais porque o aplicativo está falhando. Fica apenas com a mensagem: “Em analise”. Isso precisa de uma resposta mais precisa da Caixa Econômica Federal.

Na última quinta-feira o presidente Bolsonaro sendo informado do assunto, qualificou como a minoria as pessoas que estão nessa analise. Sabemos que é a minoria, mas não cabe ao presidente não considerar que essa minoria está passando fome tanto quanto a maioria que já recebeu o benefício estava.

Bolsonaro erra muto por analisar as questões de um Brasil imenso como nosso, por não ver que o pouco que é atingido sofre as consequência de uma falta dos gestores que auxilia ao governo.

CNJ suspende prazos em processos não eletrônico até o dia 31 de maio

CNJ: Prazos processuais ficam suspensos nos Estados em lockdown ...
Foto da Internet

Diante da mudança do cenário da pandemia no país, com o endurecimento de medidas de rigoroso afastamento social já decretadas em alguns estados na federação (e a possibilidade de que isso ocorra em outros), o CNJ editou, nesta quinta (7/5), a Resolução 318, mantendo o curso dos prazos que já vinham correndo desde o último dia 4, mas contemplando a nova realidade de lockdown que vem sendo observada em alguns locais do pais.

Em síntese, a mais nova resolução determina: (i) a prorrogação da vigência das Resoluções 313 e 314 até o dia 31 de maio, com a fluência dos prazos nos processos eletrônicos desde 04.5.20; (ii)  nova suspensão dos prazos nos processos eletrônicos caso autoridade estadual determine medidas restritivas à circulação de pessoas (o assim chamado “lockdown”), suspensão essa válida para os órgãos jurisdicionais abrangidos por aquela ela unidade da federação); (iii) mesmo ausente a decretação formal de lockdown por parte de autoridade estatal (como as municipais, por exemplo), poderá o Tribunal requerer ao CNJ a suspensão dos prazos em âmbito estadual ou local, demonstrando que, ainda assim, há situação que impeça o “livre exercício de atividades forenses regulares”.

Por outro lado, a resolução nada mudou quanto à determinação de que as audiências e sessões de julgamento sigam sendo realizadas por meio de videoconferência.

O Arcabouço das 3 normas
Repare-se que as três resoluções seguem vigentes, formando um único conjunto normativo com vigência até o dia 31 de maio. Da interpretação sistemática desse conjunto normativo se extraem, fundamentalmente, as seguintes regras, vigentes na data em que escrito este artigo:

(a) Os prazos nos processos físicos seguem suspensos, desde o dia 19 de março até o dia 31 de maio; (b) Como regra, os prazos nos processos eletrônicos (mais de 80% dos processos no país) seguem fluindo desde o dia 04 de maio, não sendo suspensos ou interrompidos por força da Resolução 318/2020; segue vigente, igualmente, a possibilidade de peticionar informando ao Juízo a impossibilidade de prática do ato, pela necessidade de coleta prévia de meios de prova; (c) Enquanto exceção, não fluirão os prazos nos processos eletrônicos que tramitem em órgão jurisdicional de um estado da Federação que tenha decretado medidas restritivas à circulação de pessoas (“lockdown”), durante todo o período de vigência de tal determinação; mesmo ausente a decretação formal de lockdown por parte de autoridade estatal (como as municipais, por exemplo), poderá o Tribunal requerer ao CNJ a suspensão dos prazos. (d) As audiências e sessões de julgamento devem continuar sendo realizadas por meio de videoconferência, sempre que possível.

Conjur

Professora da UERN se recupera do coronavírus após 23 dias internada: ‘Sensação de alívio’

Foto da Internet

A professora da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) Lúcia Helena Medeiros, de 50 anos, conseguiu se recuperar do novo coronavírus após ficar 23 dias internada – 10 deles na UTI – em um hospital particular na cidade de Mossoró, região Oeste potiguar. Liberada no dia 11 de abril da unidade de saúde, há quase um mês, ela ainda tem efeitos da doença, apesar de não ter mais o risco de transmitir para outras pessoas. 
“Eu ainda não estou livre (dos sintomas). Eu estou com dificuldades na respiração, canso um pouco. É uma coisa que ainda está em processo. Sabemos que a doença atinge cada um de uma forma”, contou.  
Os primeiros sintomas da professora do Departamento de Letras e Artes da UERN apareceram cinco dias antes dela ser internada – ela teve primeiro uma irritação na garganta, depois a tosse e aí surgiu a febre. “Nesse tempo todo minha pressão estava muito alta”, relatou ela, que é hipertensa, um dos grupos de risco do coronavírus. 

Celso de Mello autoriza carreata de protesto contra o STF em Brasília

Não cabe ao Supremo Tribunal Federal se manifestar sobre passeata convocada por militante bolsonarista para protestar contra os membros da Corte, por absoluta falta de competência. Com esse argumento, o ministro Celso de Mello não conheceu de pedido do deputado federal Enio José Verri (PT-PR) em notícia-crime enviada ao tribunal nesta quinta-feira (7/5).

Segundo o deputado federal, o ato tem como objetivo a supressão de garantias fundamentais e constitucionais. Para o ministro Celso de Mello, no entanto, a inadequação da petição é completa, inicialmente porque não há indivíduos envolvidos cuja posição atraia competência do Supremo Tribunal Federal.

Além disso, não compete ao STF avaliar se existem elementos suficientes para justificar e autorizar oferecimento de denúncia. O Ministério Público é o detentor do monopólio constitucional do poder de acusar e o titular da ação penal.

“Desse modo, caberá ao interessado, querendo, dirigir-se à Polícia Judiciária ou, então, ao Ministério Público, que deve ser, enquanto ‘dominus litis’, o destinatário natural de comunicações que veiculem ‘notitia criminis’”, explicou o ministro Celso de Mello.

Por fim, ainda que o pedido fosse cabível, o pedido de proibição de carreata fere a liberdade de reunião, uma prerrogativa fundamental do cidadão, segundo o ministro. Ressaltou, no entanto, que abusos e excessos no exercício da liberdade de expressão são passíveis de punição penal “porque não amparados pela proteção constitucional assegurada à livre manifestação do pensamento”.

Conjur

Mais um PM é morto em Natal

Foto da Internet

O sargento da Polícia Militar Oséas Alves de Souza Júnior, de 50 anos, foi conduzido por carro de cor branca, tipo Fiat Mobi, para ser deixado na calçada da Samu, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, possivelmente com o objetivo de que ele fosse socorrido.

A equipe de atendimento de urgência chegou logo em seguida e começou a fazer o atendimento de socorro. Os procedimentos eram de reanimação, pois o PM estava desacordado por causa de um ferimento de um provável tiro no rosto. Ele havia sofrido para cardíaca. Infelizmente veio a óbito no local.

O caso aconteceu no final da manhã dessa quinta-feira (7) no bairro Dix-Sept Rosado, na Zona Oeste da capital potiguar.

G1RN

Secretário de saúde dá entrevista com interprete de línguas de sinais sem máscara

Além de está a uma distância a menos de um metro da jovem intérprete, o secretário da saúde do RN, Cipriano Maia, deu entrevista hoje, 07, em um dos jornais de TV sem que a moça usasse a máscara.

Nada contra pessoas que convivem não usarem a máscara. Não somos nós que fazemos as exigências. Mas no caso do secretário que prognostica o pior de morte para o Estado, estaria certo nessa atitude?

Covid-19: o mundo pode já ter mais de 1,3 bi de pessoas que tiveram a contaminação, mas estão bem

PF não tem inquérito para apurar mortes pela covid-19
Foto da Internet

Segundo o Dr. Anthony Wong, doutor em infectologia, professor da USP, ele afirma que para cada uma pessoa que se apresenta infectada no sistema de saúde ou é detectado por testes, 350 já tiveram contatos com o vírus e não sentiram absolutamente nada. Ele declara que viu essa pesquisa que foi feita na faculdade de Harvard, que é coisa antiga, umas das maiores faculdades do mundo.

Pelos números apresentados pela OMS que é de 3.795.881 pessoas infectadas até a data de hoje, 07, podemos estar com mais de 1,3 bilhões de pessoas que já foram contaminadas, e que já não oferecem riscos. Pelo contrário, essas pessoas irão fazer parte da cura, pois o efeito rebanho se dá quando cerca de 60% da população de uma comunidade tenha já adquirido anticorpos. E só há duas formas de obter anticorpos: pela vacina ou pela exposição dos que não sofrem maiores riscos.

Caixa Federal amplia abertura de agências para este sábado, dia 09

Confira o novo calendário do auxílio emergencial de R$ 600 reais ...
Foto da Internet

No próximo sábado, 09 de maio, serão abertas 1.400 agências para saque do auxílio emergencial, o que corresponde a um acréscimo de 498 novas agências funcionando, se comparado ao último sábado, 02 de maio, quando 902 atenderam a população.

Segundo informações da Dataprev, órgão público que tem a responsabilidade de analisar os cadastros do auxílio emergencial de R$600, dos 96,9 milhões de CPFs enviados à Caixa Econômica Federal para recebimento do benefício, 50,52 milhões atenderam aos critérios da lei e foram liberados para receber o benefício, o que equivale a cerca de 52,1% do total.