Category: Notícias

Roubo de 45 galinhas motiva morte de garoto de 12 anos no RN, diz PM

João Victor da Silva Enedino tinha 12 anos (Foto: PM/Divulgação)
João Victor da Silva Enedino tinha 12 anos (Foto: PM/Divulgação)

G1 – Um garoto de 12 anos foi morto a pedradas na noite da sexta-feira (14) na cidade de São José do Campestre, distante 100 quilômetros de Natal. Os suspeitos do assassinato também são adolescentes. Ambos têm 17 anos e foram apreendidos no final da tarde deste sábado (15), logo após o corpo de João Victor da Silva Enedino ter sido encontrado em meio a um matagal. Mas, por que apedrejaram o menino até a morte?

Em depoimento, PM relata a motivação para a morte do garoto João Victor (Foto: Reprodução/G1)
Em depoimento, PM relata a motivação para a morte do garoto João Victor (Foto: Reprodução/G1)

O G1 teve acesso ao depoimento de um dos policiais militares que fez a apreensão dos menores. Segundo relatou o soldado Renê Ramon Barbosa Nunes, um dos suspeitos contou que “o ato infracional se deu devido a vítima ter roubado 45 galinhas de um dos autores do homicídio”. O delegado Marcelo Marcos Alves de Lima, que é da cidade de Canguaretama e foi quem atendeu a ocorrência, confirma a motivação. “As investigações ainda vão comprovar o que os adolescentes afirmam. Pode até ser que haja outra causa, mas, até o momento, é o que consta no papel”, ressaltou.

O matagal onde o corpo de João Victor foi encontrado fica em uma comunidade afastada da área urbana da cidade, chamada de Rua da Paraíba. “Ele foi morto na noite da sexta, mas o corpo só foi encontrado na tarde do sábado. Quando chegamos lá, já havia uma aglomeração de curiosos. Ao lado do corpo do menino, muitas pedras que foram usadas para matá-lo. Realmente um crime brutal e que chocou todo mundo”, disse o soldado Renê.

Ainda de acordo com o delegado, os dois suspeitos apreendidos devem ser apresentados ainda neste domingo (16) em um centro de triagem para adolescentes infratores, em Natal, de onde devem seguir para internação. Eles foram autuados por ato infracional análogo ao crime de homicídio. Caso a participação deles seja comprovada, devem permanecer internados em um centro de educação pelo período máximo de 3 anos.

Temer diz que redução no preço da gasolina não elevará imposto

Temer dá entrevista para jornalistas brasileiros em hotel de Goa, na Índia (Foto: Beto Barata/PR)
Temer dá entrevista para jornalistas brasileiros em hotel de Goa, na Índia (Foto: Beto Barata/PR)

G1 – O presidente Michel Temer disse neste sábado (15), em entrevista à imprensa brasileira na Índia, que a redução do preço da gasolina e do óleo diesel anunciada pela Petrobras não vai resultar em aumento da Cide, contribuição que incide sobre combustíveis. Segundo ele, o governo quer evitar alta não só na Cide, como em qualquer tipo de tributo.

Ele deu a declaração ao ser questionado se haveria, com a queda no preço dos combustíveis, espaço para uma elevação da Cide. Temer negou essa possibilidade e disse que a PEC do teto de gastos públicos, aprovada em 1º turno na Câmara esta semana, tem como um dos objetivos evitar aumento na carga tributária.

“A Cide não, não há nenhuma previsão neste momento para esta espécie. Aliás, quando nós pensamos no teto dos gastos públicos, nós pensamos exatamente na possibilidade de evitar qualquer tributação […] E nós tentamos evitar, estamos tentando evitar o quanto possível qualquer espécie de nova tributação. Especialmente a CPMF, e confesso que a Cide é a primeira vez que eu ouço”, afirmou o presidente.

O anúncio do corte dos preços pela Petrobras levou a especulações em torno da Cide, especialmente para compensar o setor sucroalcooleiro, cujo etanol perde competitividade com a gasolina mais barata.

Especialistas apontam que o governo poderia aproveitar uma redução dos preços na refinaria para retomar a cobrança da Cide. O tributo foi zerado em 2012 justamente para atenuar o impacto do aumento do preço da gasolina.

O preço da gasolina comum para os consumidores é formado pela seguinte proporção: 31% são os custos de operação da empresa para produzir o combustível, 10% são impostos da União (Cide, PIS/Cofins), 28% são impostos estaduais (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS), 15% é o custo do etanol adicionado à gasolina e 16% se refere à distribuição e revenda.

Temer falou com jornalistas após um almoço oferecido pela Federação das Indústrias do Estado Rio de Janeiro (Firjan) na cidade indiana de Goa, onde ocorrerá encontro de cúpula dos países que formam os Brics (Brasil, Índia, China, Rússia e África do Sul).

Na noite deste sábado, na Índia, Temer participou de um jantar informal com os líderes dos Brics, o presidente Xi Jingping (China), o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, o presidente russo, Vladimir Putin e com o presidente da África do Sul, Jacob Zuma. (Veja a foto mais abaixo nessa reportagem).

Ainda enquanto comentava sobre a redução no preço dos combustíveis, Temer disse que foi informado pelo presidente da Petrobras, Pedro Parente, que a empresa vai se basear nos preços internacionais para definir o valor do combustível nas refinarias do país.

“O presidente Pedro Parente me ligou anteontem, haveria uma reunião da diretoria logo em seguida, no final da tarde, e ele me antecipou que muito possivelmente haveria uma redução do valor do óleo diesel e da gasolina. Mas, evidentemente, que isto estava vinculado, dizia ele, ao mercado internacional. Portanto, haverá uma avaliação a cada mês ou a cada dois meses, tendo em vista o mercado internacional”, disse Temer.

Inflação
O mercado aposta que a decisão da Petrobras deve levar o Comite de Política Monetária (Copom) do Banco Central a reduzir a taxa básica de juros na próxima reunião, marcada para a semana que vem. Isso porque, com a redução dos preços, o impacto sobre a inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), será menor.

A taxa básica de juros, a Selic, é uma das principais ferramentas do Banco Central para controlar a inflação. O objetivo do BC é que a inflação fique dentro da meta, de 4,5% ao ano, com possibilidade de variar dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Quando o juro sobe, o dinheiro fica mais caro e o consumo tende a cair, o que derruba os preços da economia como um todo. Quando a inflação está sob controle, há, portanto, espaço para reduzir o juro.

Agenda
No domingo, o presidente dedicará a agenda aos encontros da cúpula, que terá como objetivos neste ano “institucionalização do bloco”; “implementação de decisões de encontros anteriores”; “integração entre mecanismos existentes”; “inovação de acordos”; e “continuidade de atos”.

Após participar da cúpula, Temer terá a chamada reunião bilateral com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi. Há uma previsão de que os dois almocem juntos e assinem atos de cooperação entre o Brasil e a Índia nas áreas agrícola e ambiental.

Na última terça (11), o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, afirmou que a visita de Temer a Narendra Modi tem como objetivo “reforçar a presença brasileira na Ásia”.

Parola disse ainda que a reunião do Brics é uma oportunidade de o presidente Temer mostrar “o novo Brasil” que, segundo ele, o governo está construindo, com “maior credibilidade e responsabilidade fiscal”.

Temer e Marcela são recepcionados, na base aérea de Goa, pelo general Vilay Kumar Singh, ministro indiano para Assuntos Externos (Foto: Beto Barata/PR)
Temer e Marcela são recepcionados, na base aérea de Goa, pelo general Vilay Kumar Singh, ministro indiano para Assuntos Externos (Foto: Beto Barata/PR)

Japão
Encerrada a agenda na Índia, Temer seguirá, na noite do dia 17, para Tóquio, capital do Japão, onde deverá desembarcar na terça (18), e terá, ao longo do dia, reuniões na embaixada brasileira na cidade.

Esta será a primeira visita de um chefe de Estado brasileiro ao país asiático em 11 anos. Em novembro de 2015, a então presidente Dilma Rousseff chegou a marcar uma viagem ao país, mas a cancelou, o que gerou um mal-estar diplomático.

Para o dia 19, estão previstos na agenda do presidente uma reunião com o imperador Akihito, no Palácio Imperial, e um almoço com empresários brasileiros e japoneses (no qual Temer buscará atrair investimentos estrangeiros).

Já no dia 20, último dia da viagem internacional, Temer deverá se reunir com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, para, em seguida, embarcar de volta ao Brasil. A previsão é que o presidente chegue a Brasília na sexta (21).

Michel Temer antes de jantar na Índia com líderes dos Brics, Xi Jingping (China), Vladimir Putin (Rússia),  Narendra Modi (Índia) e Jacob Zuma (África do Sul).  (Foto: Foto: PRAKASH SINGH / AFP))
Michel Temer antes de jantar na Índia com líderes dos Brics, Xi Jingping (China), Vladimir Putin (Rússia), Narendra Modi (Índia) e Jacob Zuma (África do Sul). (Foto: Foto: PRAKASH SINGH / AFP))

Michel Temer na Índia (Foto: PRAKASH SINGH / AFP)
Michel Temer antes de jantar na Índia com líderes dos Brics, Xi Jingping (China), Vladimir Putin (Rússia), Narendra Modi (Índia) e Jacob Zuma (África do Sul). (Foto: PRAKASH SINGH / AFP)

Arena das Dunas recebe evento de cultura pop neste fim de semana

Arena das Dunas, em Natal, recebe o SAGA 2.0 neste final de semana (Foto: Ney Douglas)
Arena das Dunas, em Natal, recebe o SAGA 2.0 neste final de semana (Foto: Ney Douglas)

Natal recebe neste final de semana um evento totalmente voltado para os fãs da cultura pop e geek. O Saga 2.0 acontece sábado (15) e domingo (16), das 10h às 20h, na Arena das Dunas. Durante o evento, os visitantes poderão participar de concursos de games, dança e visitar estandes. Segundo a organização, o evento passou por reformulações e promete reinventar-se com novas formas de interação com o público, atividades e convidados.

Autor de vários temas de animes, entre eles os populares Dragon Ball Kai e Digimon Tamers, o cantor japonês Takayoshi Tanimoto é a grande atração deste ano. Ele ainda será o responsável pelo show de encerramento do evento. Outros 15 convidados nacionais, incluindo youtubers e outras personalidades do mundo geek participam da edição.

Dentre os concursos mais disputados estão os de cosplay (no qual os concorrentes se fantasiam de personagens do universo geek), K-pop (concurso de dança ao som de música pop coreana, onde se avaliam as coreografias e os figurinos), animakê (karaokê com músicas de ‘animês’, como são conhecidos os desenhos japoneses) e  de games, com jogos populares como ‘Street Fighter’ e ‘Just Dance’. Além dos concursos e atividades, os visitantes também podem adquirir produtos com temas do universo geek nos estandes montados para o evento.

A grande novidade para esse evento será o novo espaço nomeado ‘Espaço Futuro’. No miniauditório, que tem capacidade para 300 pessoas, serão realizadas palestras, debates e mesas redondas com profissionais que atuam no mercado regional nas áreas de tecnologia e audiovisual. O Instituto Metrópole Digital (IMD) irá trazer apresentações relacionadas a área de desenvolvimento de jogos. O Senac trará profissionais ligados à área do audiovisual e oferecerá certificado para aqueles que participarem de suas atividades.

Serviço
SAGA 2.0
Dias 15 e 16 de outubro, das 10h às 20h
Local: Arena das Dunas/Natal-RN
Valores (antecipados): Ingressos individuais a R$ 27,50; combo para os dois dias: R$ 50.
Compra online: www.sagaentretenimento.com.br/ingressos

No RN, MP firma termo de conduta para regulamentar etapa de vaquejada

vaquejada

G1 – O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) firmou nesta quinta-feira (13) um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para regulamentar uma etapa do circuito amador de vaquejada do Rio Grande do Norte. O termo define que a Associação de Vaqueiros Amadores do RN (Assovarn) e os responsáveis diretos pela organização da sétima etapa do circuito terão que garantir contrapartidas, como o atendimento veterinário e o plantio de mudas de árvores nativas. O evento deve acontecer entre os dias 14 e 16 de outubro na cidade de Santo Antônio, no Agreste potiguar. O termo terá validade até a publicação oficial da decisão final da ADI 4983 do STF.

Dentre os termos estabelecidos no ajustamento, a organização do evento terá que garantir que todos os animais participantes no evento – bovinos e equinos – passem por uma inspeção veterinária prévia. Durante o evento também será obrigatória a presença de um médico veterinário, a fim de atender qualquer emergência envolvendo os animais.

Outra garantia estabelecida pela regulamentação é que os bovinos que participem do evento só podem ser usados em dias intercalados, não podendo ser utilizados em dias subsequentes. Após as corridas, os animais também deverão passar por uma inspeção posterior, na qual um laudo veterinário será enviado ao Ministério Público. Em caso de lesão dos animais, os promotores do evento terão por obrigação tratar dos cuidados veterinários necessários.

O acordo também proíbe o uso de luvas de prego, parafusos e qualquer outro material que possa danificar a cauda do boi. O vaqueiro também fica proibido de bater no boi de forma que possa causar ferimentos ao animal. Também estão proibidos os usos de espora, chicote e objetos cortantes no boi e no cavalo.

Por fim, o TAC estabelece como contrapartida que, como forma de promover o Meio Ambiente, os organizadores doem 200 mudas de árvores nativas para fins de reflorestamento da Mata do Pilão, devastada por um incêndio nesta semana.

Em caso de lesão de algum bovino, os organizadores terão, como penalidade, que reflorestar uma área de 0,5 hectare de mata nativa. Em caso de morte de algum animal – hipótese ‘remota’, segundo o documento – a área reflorestada deve ser de 2 hectare.

Proibição
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na quinta-feira (6) derrubar uma lei do Ceará que regulamentava a vaquejada, tradição cultural nordestina na qual um boi é solto em uma pista e dois vaqueiros montados a cavalo tentam derrubá-lo pela cauda. Por 6 votos a 5, os ministros consideraram que a atividade impõe sofrimento aos animais e, portanto, fere princípios constitucionais de preservação do meio ambiente.

Apesar de se referir ao Ceará, a decisão servirá de referência para todo o país, sujeitando os organizadores a punição por crime ambiental de maus tratos a animais. Caso algum outro estado tenha legalizado a prática, outras ações poderão ser apresentadas ao STF para derrubar a regulamentação.

No RN, van invade faixa contrária em batida que matou casal

Segundo a PRF, motocicleta invadiu a faixa contrária e bateu de frente com a van, que seguia com turistas para Galinhos (Foto: PRF/Divulgação)
Segundo a PRF, motocicleta invadiu a faixa contrária e bateu de frente com a van, que seguia com turistas para Galinhos (Foto: PRF/Divulgação)

G1 – Um vídeo gravado a partir de um aparelho celular mostra o momento exato da batida frontal envolvendo uma motocicleta e uma van de turismo, acidente ocorrido na manhã desta quarta-feira (12) na BR-406, no município de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. Um casal, que estava na moto, morreu na hora. Pelas imagens, é possível ver que o motorista da van faz uma ultrapassagem irregular, em local sinalizado por faixa contínua (veja abaixo).

Em contato com o G1, o inspetor Roberto Cabral, do núcleo de comunicação da PRF, disse que o vídeo será considerado pela equipe que atendeu a ocorrência. “A princípio enxergamos que houve imprudência do motorista da van em fazer uma manobra irregular. Este tipo de ultrapassagem é uma das principais causas de acidentes fatais nas rodovias do país. No entanto, a investigação é que vai determinar o culpado pela colisão”, ressaltou.

O acidente
A batida entre a motocicleta e a van aconteceu por volta das 8h45 no Km 165 da rodovia, perto da entrada para o Aeroporto Internacional Aluízio Alves. “Recebemos a informação que a moto, na qual estavam o homem e a mulher, invadiu a faixa contrária e colidiu de frente com a van, que seguia com turistas para Galinhos. Infelizmente o casal não resistiu. Já na van, ninguém se feriu”, relatou o inspetor Tibério Freitas.

Assembleia recebe imagem de Nossa Senhora da Apresentação

unnamed-24

A Assembleia Legislativa recebeu nesta quinta-feira (13) a imagem da padroeira de Natal, Nossa Senhora da Apresentação, que faz parte da programação da festa da padroeira de da capital. A santa foi conduzida até a Capela do Legislativo, onde permanece até amanhã, oportunidade em que será celebrada uma missa, às 10h, pelo arcebispo metropolitano Dom Jaime Vieira Rocha

“É com imensa alegria que a Casa do Povo se integra a este momento santo da comunidade católica. Recebemos a imagem peregrina de Nossa Senhora da Apresentação com amor e devoção dentro da programação da Arquidiocese de Natal e convidamos a todos para que participem das celebrações que tem como temática a mensagem da misericórdia”, exaltou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB).

A passagem da imagem de Nossa Senhora da Apresentação pela sede do Legislativo faz parte da tradicional peregrinação que antecede os festejos em torno da padroeira, oportunidade em que a imagem da santa percorre lares e instituições governamentais e não governamentais na capital potiguar. Após sair da Assembleia, a imagem será conduzida para a paróquia Santa Terezinha.

O coordenador de peregrinação da Arquidiocese, Shirleno Sharlisson, explica que a visita da imagem é um momento preparatório para a festa da Padroeira. “A passagem da santa por esses locais tem a intenção de fazer o convite para a festa e transmitir a mensagem tema do evento, que esse ano é a misericórdia”, afirma.

Os festejos para a festa de Nossa Senhora da Apresentação são realizados de 11 a 21 de novembro, com vasta programação religiosa e social na cidade. A festa da padroeira é promovida pela Arquidiocese de Natal e este ano tem como tema ‘Senhora da Apresentação, Mãe da Misericórdia’.

Dois bancos são alvos de criminosos durante a madrugada no RN

Em Governador Dix-Sept Rosado, além da explosão em um dos terminais, os criminosos também atiraram nas vidraças da agência (Foto: PM/Divulgação)
Em Governador Dix-Sept Rosado, além da explosão em um dos terminais, os criminosos também atiraram nas vidraças da agência (Foto: PM/Divulgação)

G1 – Duas agências do Banco do Brasil foram alvos de criminosos na madrugada desta quarta-feira (12) na região Oeste do Rio Grande do Norte. O primeiro crime aconteceu por volta das 2h40, em Ipanguaçu. O segundo, às 3h, foi em Governador Dix-Sept Rosado. Segundo a Polícia Civil, nos dois casos os assaltantes não conseguiram levar o dinheiro dos terminais.

Em Ipanguaçu, ainda de acordo com a polícia, os assaltantes arrombaram a agência, mas não conseguiram saquear o caixa. Os homens fugiram logo em seguida.

Já em Governador Dix-Sept Rosado, os criminosos chegaram armados à agência, explodiram um caixa e atiraram nas vidraças. Um vigilante, ao observar a ação, acionou a polícia e o bando também fugiu sem levar nada. Eles escaparam em dois carros.

Assembleia Cidadã é referência para alunos de pós-graduação do IFRN

unnamed-22

Alunos do curso de especialização “Gestão de Programas e Projetos de Esporte e Lazer na Escola”, oferecido pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) conheceram as ações do projeto Assembleia Cidadã, que leva cidadania, esporte e lazer para alunos da rede pública de ensino do Estado. A ideia é que estudantes da especialização conheçam na prática exemplos exitosos na área de estudo.

A professora Josely Gomes, que compõe o corpo docente do IFRN, explica que o curso de “Gestão de Programas e Projetos de Esporte e Lazer na Escola” é hoje um dos mais procurados na instituição e vem sendo muito bem avaliado. Segundo ela, a parceria com o projeto Assembleia Cidadã agrega valor qualitativo à especialização e contribui para a compreensão e aprendizado dos alunos.

“É muito importante nesses cursos não apenas a formação cognitiva, ou seja teórica, para fortalecer a capacidade dos estudantes em criar programas e projetos nessa esfera, como também mostrarmos projetos que já estão bem encaminhados, em pleno funcionamento, como é o caso das ações nas escolas beneficiadas pela Assembleia Cidadã”, avalia Josely.

De acordo com a professora, o projeto mantido pelo Parlamento potiguar é hoje um dos únicos que estão efetivamente em desenvolvimento no Estado. Para ela, os programas governamentais com esse propósito, como o 2° Tempo e o Mais Cultura, Mais Educação, estão praticamente em extinção.

“Temos poucos projetos hoje nesse sentido e daí a importância dos alunos conhecerem, através de uma equipe multidisciplinar, as possibilidades de implementar esses programas. As escolas do RN, de forma geral, são carentes em atividades desse estilo, que são de suma importância para a formação humana desses alunos”, explica a professora.

Na última sexta-feira (7), aconteceu o primeiro encontro entre profissionais do projeto Assembleia Cidadã e os alunos de curso de especialização. Na oportunidade, os estudantes foram apresentados às ações desenvolvidas pelo projeto de cidadania, esporte e lazer do Legislativo.

Assembleia Cidadã

O projeto Assembleia Cidadã é uma iniciativa da Assembleia Legislativa e atua com a promoção da cidadania entre os norte-riograndenses. A ação contempla atendimentos diversos para a população escolar potiguar, voltadas para a saúde, educação, desporto, lazer e ação social.

“É gratificante para a Assembleia Cidadã passar a metodologia de atuação e sua experiência para os alunos da especialização do IFRN. Através do projeto piloto socioeducativo, com profissionais específicos nas áreas aplicadas, iniciou-se a parceria com o objetivo de contribuir para o ambiente escolar, assim como, responsabilidade social e educacional e temas multidisciplinares para os alunos”, observa a coordenadora da Assembleia Cidadã, Magaly Cristina.

George Soares pede união política em favor da vaquejada

unnamed-21

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta terça-feira (11) na Assembleia Legislativa, o deputado George Soares (PR) lamentou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que considera ilegal a prática de vaquejadas e fez um apelo pela união da classe política em favor de uma alternativa para reverter a decisão do STF.

“Trata-se de uma atividade econômica que fomenta todo a região Nordeste e muitos outros estados por todo o país. A decisão do STF criminaliza uma prática não apenas econômica, mas também cultural. Precisamos unir forças pela aprovação de uma PEC (Projeto de Emenda Constitucional) pela legalização e regulamentação da atividade”, disse George.

De acordo com dados apresentados pelo parlamentar, a vaquejada gera mais de 20 mil empregos diretos e indiretos no Estado e injeta cerca de R$ 30 milhões na economia do Rio Grande do Norte. “São mais de 600 mil empregos em todo o país que ficam penalizados com a decisão”, afirmou George ressaltando ainda a evolução da atividade nos últimos anos.

O deputado também chamou atenção para a importância cultural da vaquejada. “Existe uma relação histórica entre o homem do campo e o cavalo. A vaquejada é uma prática tradicional que não tem como retroagir”.

Ao final do pronunciamento, George reforçou a necessidade de união da classe política e declarou apoio irrestrito à causa. “Temos que encontrar alternativas para dar uma condição jurídica legal de fazermos com que essa Casa possa contribuir com todos os demais estados nordestinos e, juntos, fazermos com que essa atividade não pare”, concluiu o parlamentar, parabenizando ainda a articulação das entidades representativas que se fizeram presentes na Assembleia Legislativa.

Em aparte, o deputado Vivaldo Costa (PROS) se solidarizou com o pronunciamento de George Soares. “Tem toda a razão quando diz que a defesa da causa não é de apenas um deputado, mas de toda a classe política”, declarou. O deputado Getúlio Rêgo (DEM) também declarou apoio à causa. “Manifesto a minha solidariedade a essa tentativa de buscar caminhos para a reversão da decisão do Supremo Tribunal Federal”, falou o parlamentar.

Para Gustavo Carvalho, a vaquejada representa o Nordeste

unnamed-20

Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu pela proibição da vaquejada no estado do Ceará por considerar que a atividade impõe sofrimento aos animais. O assunto repercutiu nos Estados do Nordeste e o deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) se pronunciou sobre a decisão, durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (11). O parlamentar defende que o esporte representa o Nordeste e ainda gera emprego e renda.

“A notícia de proibição da vaquejada abalou o Nordeste. O esporte representa o espírito do Nordestino e além da cultura, a vaquejada tem uma cadeia produtiva que gera emprego e renda. A vaquejada faz parte do fortalecimento da economia. São mais de 700 mil empregos fomentados, além do trabalho informal”, destacou Gustavo Carvalho.

Os deputados receberam hoje os segmentos representativos da vaquejada e o deputado Gustavo Carvalho disse que não se surpreendeu com o apoio da Assembleia Legislativa à continuidade da prática do esporte. “A Assembleia Legislativa já demonstrou, em um primeiro momento, o apoio total e incondicional à vaquejada”. Gustavo Carvalho lembrou ainda que as associações têm se preocupado com os bons tratos aos animais.

Em aparte, o deputado Dison Lisboa (PSD) reforçou a questão dos cuidados com os animais. Para ele, existe uma evolução em relação ao assunto. “Nas últimas seis vaquejadas que aconteceram em Alagoas, não houve queda de animais. Antigamente isso era mais comum, mas hoje existem até rabo artificial, ou seja, não há contato direto com o animal. Cada dia mais tem se buscado a regulamentação da prática do esporte, com redução da clandestinidade”, falou Dison.

Presidente da Assembleia anuncia apoio da Casa às vaquejadas

unnamed-18

O presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), anunciou o apoio da Casa Legislativa ao movimento em prol da vaquejada, considerada inconstitucional após recente decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que derrubou uma lei estadual que regulamenta a prática no Ceará. Para oficializar o apoio, uma moção assinada pelos deputados será encaminha ao STF. O anúncio foi feito durante reunião realizada na manhã desta terça-feira (11) com a presença de um grande número de deputados, criadores, representantes de associações relacionadas às vaquejadas e prefeitos.

“O preconceito não pode existir com o nordeste brasileiro e suas características culturais. Quero destacar a solidariedade desta Casa Legislativa com a causa. A vaquejada é raiz da nossa história além de um grande gerador de emprego e renda para a nossa região”, destacou Ezequiel Ferreira de Souza

A Associação dos Vaqueiros Amadores do Rio Grande do Norte (Assovarn) estima que, havendo o fim das vaquejadas, mais de 20 mil pessoas fiquem desempregadas, representando uma redução de algo em torno de R$ 30 milhões injetados mensalmente na economia local só de salários.

Ocorrendo o fechamento dos postos de empregos, serão atingidos médicos veterinários, domadores, vaqueiros, caseiros, tratadores, motoristas, cozinheiros, tratoristas, donos de bares, casas de show e artistas, mas que os prejuízos serão ainda maiores, porque a vaquejada movimenta toda uma cadeia econômica.

Durante a reunião os deputados decidiram pela elaboração de um projeto de lei, a ser votado em caráter de urgência, para garantir a realização do calendário de eventos. O objetivo é dar segurança aos eventos já planejados. Outros encaminhamentos feitos na manhã desta terça-feira são a formação de uma comissão para visitar o Tribunal de Justiça do RN e Ministério Público a fim de garantir apoio, e outra comissão para participar de mobilização no dia 25 de outubro, em Brasília, quando vaqueiros de todo o Brasil pretendem ocupar a capital federal para protestar contra a decisão que proíbe as vaquejadas. “É preciso uma mobilização regional para conseguirmos repercussão nacional”, enfatizou Ezequiel Ferreira.

Pelos cálculos da Associação dos Vaqueiros Amadores do Rio Grande do Norte, ainda em fase de levantamento, já é possível estimar que a cadeia econômica da vaquejada gere mais de 60 mil empregos indiretos somente no Rio Grande do Norte. No Nordeste, os empregos gerados de forma direta passam de 200 mil e os de forma indireta 600 mil indiretos. “Essa decisão é contra a economia e a cultura nordestina. Se atividade for proibida será um caos, por isso viemos até aqui sensibilizar os políticos em prol das pessoas que sobrevivem da vaquejada”, afirma Paulo Saldanha, presidente da Associação dos Vaqueiros Amadores.

Os responsáveis pelas vaquejadas no Rio Grande do Norte querem desmistificar a acusação de maus tratos, já que atualmente todos os animais são acompanhados por médicos veterinários e todos os eventos possuem um regulamento voltado para o bem estar do animal, que impede qualquer tipo de violência.

Participaram da reunião os deputados Dison Lisboa (PSD), Gustavo Fernandes (PMDB), Kelps Lima (SDD), Ricardo Motta (PROS), Carlos Augusto Maia (PSD),Tomba Farias (PSB), Márcia Maia (PSB), George Soares (PR), Cristiane Dantas (PCdoB), Gustavo Carvalho (PSDB), José Adécio (DEM) e Albert Dickson (PROS).

‘Quero permanecer viva’, diz mulher que busca diagnóstico há 10 anos

alex_1
Alexsandra Martins busca um diagnóstico que lhe proporcione um tratamento adequado (Foto: Karla Larissa/G1)

Faz 10 anos que Alexsandra Martins, que hoje mora em Natal, tenta descobrir quais as causas de uma série de problemas de saúde que a tem deixado debilitada. Ao longo deste tempo, ela passou por médicos de diversas especialidades, em vários estados, e já recebeu muitos diagnósticos. Nenhum deles, no entanto, confirmado por exames. Em abril, aos 41 anos, Alexsandra chegou a pesar 38 quilos. Para ela, a angústia de não saber qual a doença é ainda pior do que estar doente, pois sem isso não é possível receber um tratamento adequado. “Quero permanecer viva”, diz ela.

“O pior não é ficar doente, mas ficar sem um possível tratamento, uma possível cura, ficar sem o tal diagnóstico escrito num papel”, afirma Alexsandra.

Natural de Manaus, Alexsandra foi diagnosticada pela primeira vez com hérnia de disco. “Os primeiros sintomas começaram quando eu morava em Belém, no Pará. Eu era uma pessoa saudável e tinha uma vida normal. Um dia, acordei sentindo fortes dores na lombar. Como não passou, recorri até a emergência. Na época, me deram apenas um analgésico e fui pra casa. Passados alguns dias, fui internada com suspeita de hérnia de disco e ali fiquei por 17 dias. Sem melhoras, me deram alta. Passei dois meses em casa, de cama, tomando várias medicações. Depois destes dois meses, se iniciou outra dor, mas essa já era no braço, ao lado esquerdo”, conta.

Há 10 anos, em Belém, Alexsandra era uma pessoa saudável e tinha uma vida normal (Foto: Karla Larissa/G1)
Há 10 anos, em Belém, Alexsandra era uma pessoa saudável e tinha uma vida normal (Foto: Karla Larissa/G1)

Depois disso, Alexsandra não recuperou mais a saúde. Foi atendida por médicos neurologista, gastroenterologista, hematologista, alergista, dermatologista, proctologista, oftalmologista, reumatologista, pneumologista, além de psicólogos e nutricionistas. Além da hérnia de disco, ela já recebeu diagnósticos de fibromialgia, depressão, síndrome do piriforme, episclerite (devido a uma hemorragia no olho), adenomiose (que necessitou de uma cirurgia de histerectomia), retocolite, síndrome do pânico e porfiria. “Este ano fui parar em um hospital do Rio de Janeiro para realizar um exame de alto custo que não tem aqui em Natal. E, lá, descartaram o diagnóstico de retocolite e doença de Crohn. Também o diagnóstico de porfiria, que tem os sintomas bastante similares aos que eu sinto, mas infelizmente ou felizmente, o exame que ele pediu deu normal”, relata Alexsandra.

Alexsandra explica que seus sintomas atuais são dor na barriga, distensão abdominal, febre contínua, sangue nas fezes, fadiga, anemia, dor na perna e emagrecimento. “Não consigo voltar ao meu corpo, embora agora eu me encontre com 41 quilos, segundo a minha nutricionista, ainda preciso recuperar meu peso, que era 55 quilos. Também não durmo bem desde 29 de dezembro de 2006, quando os sintomas começaram”.

Casada com um militar da reserva, Alexsandra tem recebido assistência médica de hospitais militares, mas também do SUS e médicos particulares. “Já gastamos muito com exames e medicações”, lembra.

Alexsandra já fez exames com vários especialistas, mas nenhum conseguiu descobrir o que ela tem (Foto: Karla Larissa/G1)
Alexsandra já fez exames com vários especialistas, mas nenhum conseguiu descobrir o que ela tem (Foto: Karla Larissa/G1)

Em razão da doença, ainda sem nome, Alexsandra teve que abrir mão de muita coisa nestes 10 anos que se passaram. “Deixei de trabalhar, estudar e tive que abrir mão de sonhos e lazer. Tem dias que não dá para fazer nada. Tenho dois filhos, uma menina de 22 anos e um menino de 20, e mesmo doente não posso parar. Cuido deles e faço o que posso. Também foi frustrante ver meu marido deixar de trabalhar para cuidar de mim”, lamenta.

Alexsandra diz que gostaria que algum médico se interessasse em estudar o seu caso. “Ainda não sei ao certo se existe apenas um diagnóstico para tantos sintomas, mas sei de uma coisa, é impossível não desencadear outras doenças com tantos sintomas, principalmente ansiedade e depressão, pois quem vive numa luta diária buscando respostas para sanar a dor, morre um pouquinho todos os dias. Cada segundo é crucial para que a vida seja salva. Luto diariamente para permanecer viva, pois a minha doença depende de um tal diagnóstico, mas a minha vida depende de Deus”, desabafa.

Veja como funcionará comércio em Natal no feriado de 12 de outubro

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal) divulgou nota na manhã desta segunda-feira (12) com os horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais da capital potiguar no feriado desta quarta (12), quando se comemora Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Comércio de Rua
Alecrim: Fechado
Centro da Cidade: Fechado
Zona Norte: Fechado

Shoppings

Midway Mall:
Praça de alimentação e Lazer: 11hs às 22hs
Lojas de Departamento: de 13hs às 21hs
Demais lojas: de 15hs às 21hs

Natal Shopping:
Praça de Alimentação e Lazer: 11h às 22h
Lojas âncoras : 12 às 21h
Mega Lojas: 13h às 21h
Demais Lojas/ Quiosques: 14 às 21h
Cinema conforme a programação

Praia Shopping:
Praça de Alimentação e Lazer: A partir das 11h
Lojas e Quiosques: 15 às 21h
Cinema conforme a programação

Shopping Cidade Jardim:
Praça de Alimentação: A partir das  11h
Lojas e Quiosques: 15 às 21hs

Shopping Via Direta:
Praça de Alimentação e Lazer: 12h às 22h.
Lojas e Quiosques:  15 às 21h.

Partage Norte Shopping Natal
Lojas e quiosques: 15h às 21h
Praça de Alimentação/Lazer: 11h às 22h
Cinema conforme programação

Supermercados
Funcionamento  das 07 às 22hs

Eleitor que não justificou ausência tem até dezembro para regularizar situação

fe5b4038a67c1ab41d513108ba83fe68
http://cidadeverde.com/noticias

Os eleitores que não votaram no primeiro turno das eleições e também não justificaram a ausência no prório domingo (2), podem justificar o voto até o dia 1º de dezembro em um formulário de justificativa pós-eleição. O primeiro turno das eleições municipais aconteceu no último dia 2 de setembro e o segundo será realizado no dia 30 deste mês em 55 cidades.

O formulário está na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e depois de preenchido deve ser entregue em um cartório da zona eleitoral onde o eleitor está inscrito. Para saber onde encontrar um cartório basta acessar a página do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado ou clicar aqui. Para quem mora no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Ceará, Rondônia e Rio Grande do Norte é possível acessar a página do TRE e usar o Sistema Justifica seguindo as orientações do site.

Outro ponto que o eleitor deve estar atento é a documentação que precisa ser entregue para comprovar que estava impossibilitado de votar no dia do primeiro turno. Também precisam justificar o voto os brasileiros que estavam fora do país durante o primeiro turno das eleições.

O eleitor que não fizer a justificativa não poderá obter alguns documentos como passaporte e carteira de identidade, por exemplo. A pessoa não poderá também se inscrever em concurso público entre outras penalidades.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/

Incêndio que já dura 4 dias atinge vegetação de Mata Atlântica no RN

inc21
Incêndio atinge área de proteção ambiental no RN desde a sexta (7) (Foto: Rose Dantas/G1)

Um incêndio iniciado na sexta-feira (7) atinge a Mata do Pilão, inserida na reserva ambiental da Área de Proteção Ambiental Piquiri-Una, na região Leste do Rio Grande do Norte. A reserva tem áreas de Mata Atlântica e inclui mais de 40 mil hectares em cinco municípios potiguares: Goianinha, Canguaretama, Espírito Santo, Pedro Velho e Várzea. O Governo do Estado já adotou medidas para tentar conter as chamas.

Até o momento, segundo nota emitidfa pelo Governo do Estado, o incêndio já provocou “degradação ambiental, atingindo a fauna local e podendo chegar uma área total danificada de mais de 40 hectares”. A nopta diz ainda que “o Governo está mobilizado para evitar que as chamas atinjam nascentes de rios da região”.

O Corpo de Bombeiros trabalha desde sexta no controle das chamas. No sábado (8), segundo a nota do Governo, o fogo chegou a ser controlado, mas, em função da área estar extremamente seca, retornou no domingo (9). A região tem quatro nascentes de água que abastecem rios e a população da de cidades vizinhas.

Incêndio atinge área de proteção ambiental no RN desde a sexta (7) (Foto: Rose Dantas/G1)
Incêndio atinge área de proteção ambiental no RN desde a sexta (7) (Foto: Rose Dantas/G1)

Os bombeiros não descartam causas naturais por causa das altas temperaturas nos últimos meses do ano, mas há possibilidade de um incêndio causado pelo homem. Por causa disso, formalizada queixa-crime à Polícia Civil para que apure a origem do incêndio e, em caso de confirmação de crime, se proceda com a punição dos culpados.

Além disso, foram contatadas todas as Prefeituras da região atingida, para colaborar com esforços na contenção das chamas. Atualmente, há voluntários na região, além de equipes das prefeituras de Espírito Santo e Goianinha.

A Secretaria de Segurança Pública deslocou o helicóptero Potiguar I para o local, para ser utilizado em áreas de acesso mais difícil, e a Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam), da Polícia Militar, está no local atuando no resgate de animais feridos.

A Defesa Civil se deslocou para Espírito Santo, onde se reuniu com as defesas civis municipais das cidades envolvidas. O Governo do Estado contactou a Marinha Brasileira, o Ibama, o projeto SOS Mata Atlântica e o ICMBio – órgão de conservação da biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, para requisitar ajuda no controle do fogo e na medição dos danos ambientais causados pelo incêndio.

Por determinação do governador Robinson Faria, foi instaurado um comitê de crise que está monitorando e conduzindo as ações para o controle do incêndio e as medidas relacionadas ao problema, em caráter permanente, até o total controle da situação.

Do G1RN