Category: Esporte

Governo do RN libera torcedores apenas com 1 dose da vacina contra a Covid em estádios

Arena das Dunas recebe América-RN e Moto Club no domingo — Foto: Alexandre Lago
Arena das Dunas recebe América-RN e Moto Club no domingo — Foto: Alexandre Lago

O Governo do Rio Grande do Norte mudou a orientação sobre a liberação de torcedores em estádios. Nesta quarta (22) o estado informou que será permitida a presença de torcedores que tomaram apenas uma dose da vacina contra a Covid e que não estejam com a segunda dose em atraso.

Na semana passada o governo anunciou que só seria permitida a presença de torcedores completamente imunizados com a Covid, ou seja, com as duas doses da vacina.

Em entrevista ao Bom Dia RN, o secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, explicou que a mudança na exigência da vacinação completa se deu para incentivar a vacinação entre os jovens. “O público de futebol é um público mais jovem, então nós entendemos que seria interessante abrir para quem já está com a D1 e não está com a D2 atrasada. O futebol é um esporte de massa, então é uma forma de estimular a vacinação, principalmente entre os jovens”, disse.

O primeiro jogo que terá torcida no RN será América-RN e Moto Club, neste domingo (26), às 16h. O público está limitado a 30% da capacidade da Arena das Dunas.

De acordo com o governo, o jogo será um evento teste em relação aos protocolos sanitários e se for percebido algum descumprimento das normas, a autorização poderá ser suspensa para outros eventos. “É fundamental que o torcedor tenha consciência de que nós ainda estamos vivendo uma pandemia. Se a gente tiver uma reversão do quadro atual da pandemia todas essas autorizações serão revistas”.

Comprovação da vacina

A comprovação da vacinação será feita após a compra. O secretário explicou que a compra do ingresso deve ser feita pela internet, limitada a 1 por CPF. Os bilhetes serão nominais e intransferíveis. “Esse ingresso deverá ser trocado por um voucher no local indicado pelo clube. Nessa troca do voucher a pessoa terá que apresentar o certificado vacinal ou a carteira de vacinação”, disse.

G1RN

Michael Jordan já faturou R$ 37 milhões com chegada de Messi ao PSG

Fotos: Divulgação/NBA e Divulgação/PSG

A chegada de Lionel Messi ao Paris Saint-German já rendeu 6 milhões de euros (o equivalente a R$ 37 milhões na atual cotação) a… Michael Jordan! Os repasses vêm acontecendo pois o craque da NBA possui uma parceria que envolve diretamente parte dos lucros do clube francês.

Segundo o jornal português “A Bola”, a marca de calçados do astro, a Air Jordan, tem um acordo com a fornecedora de material esportivo do PSG, a Nike. O contrato prevê pagamento de 5% do valor de cada camisa oficial vendida pela equipe francesa.

Na última semana, o PSG arrecadou 120 milhões de euros (R$ 742,5 milhões) em vendas de camisas com o nome de Messi. O valor pode aumentar ainda mais já que o argentino ainda não estreou pelo novo clube.

Apesar do lucro recente, Jordan vem tendo perda de patrimônio nos últimos anos. De acordo com a Forbes, o patrimônio do astro caiu de 2,1 bilhões de euros para 1,6 (de R$ 12,9 bilhões para R$ 9,9 bilhões) em 2020.

BG

Esporte Campeão olímpico Ítalo Ferreira vai receber título de Cidadão Natalense

O surfista Ítalo Ferreira, campeão olímpico de surfe, vai receber o título de Cidadão Natalense. A homenagem foi proposta pela vereadora Camila Araújo (PSD) e aprovada na Comissão de Justiça e Cidadania da Câmara Municipal de Natal em reunião realizada nesta segunda-feira (9).

Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Ítalo Ferreira é natural de Baía Formosa, litoral Sul potiguar, cidade onde começou a surfar usando tampas das caixas de isopor que seu pai usava para vender peixes.

“Ítalo levou o Rio Grande do Norte e o Brasil para o lugar mais alto do pódio olímpico e possui uma história de luta, determinação e superação. Com certeza, é merecedor da homenagem do Legislativo natalense”, defende Camila Araújo.

O projeto de decreto legislativo para concessão do título para Ítalo Ferreira foi protocolado pela vereadora em abril, três meses antes do potiguar se tornar o primeiro campeão olímpico da história do surfe.

Antes do ouro em Tóquio, Ítalo havia sido campeão mundial de surfe, em 2019, vencendo o torneio de Pipeline, no Havaí, ao derrotar o bicampeão Gabriel Medina.

BG

Brasil passa fácil pela Coreia e vai à final do vôlei feminino contra EUA

Foto da Internet

Do lado de fora, tudo parecia confuso. A notícia do doping de Tandara explodiu como uma bomba antes da semifinal contra a Coreia do Sul. Dentro de quadra, porém, a seleção pareceu esquecer qualquer problema. Sem tomar conhecimento das rivais, venceu por 3 sets a 0, parciais 25/16, 25/16 e 25/16, e garantiu o lugar na final do vôlei feminino nas Olimpíadas de Tóquio. Na briga pelo ouro, mais uma vez, vai encarar os Estados Unidos, que bateram a Sérvia na outra semifinal.

Brasil e Estados Unidos voltam a se encontrar em uma final olímpica. Nos dois títulos brasileiros nos Jogos, as decisões foram contra as americanas. Em Pequim 2008 e Londres 2012, a seleção brasileira levou a melhor e levou o ouro.

O Brasil entrou em quadra com Macris e Rosamaria. Sem Tandara, Natália assumiu o papel da oposta nas inversões durante o jogo. A seleção, porém, pouco sofreu. Mesmo contra a ponteira Kim Yeon-Koung, uma das maiores pontuadoras dos Jogos, o Brasil dominou a partida do início ao fim para garantir seu lugar na decisão.

G1/Ponto de Vista

Medalhista olímpico de ouro, Ítalo Ferreira já foi ator da Disney; confira história

Campeão mundial, campeão olímpico e ator da Disney. Você sabe de quem estamos falando? Se pensou no surfista potiguar Ítalo Ferreira, acertou.

Antes de se tornar o fenômeno que é hoje após o ouro olímpico histórico conquistado no Japão, o atleta de Baía Formosa tem um momento no mínimo curioso em sua carreira. Em 2019, ele fez uma ponta na série brasileira da Disney, Juacas. Ítalo apareceu no primeiro episódio da segunda temporada e na época já era tratado como um ídolo da modalidade.

A matéria completa com vídeo está disponível no Potiguar On-line: https://www.potiguaraonline.com.br/destaques/italo-ferreira-ator-da-disney-vem-entender-essa-historia/

Fonte: https://www.blogdobg.com.br/

Brasileiro classificado para final do 400m com barreiras em Tóquio corre por promessa inusitada: “Tomar uma tubaína, melhor refrigerante do mundo”

Foto: Wagner Carmo/CBAT

Alison dos Santos, o Piu, disputa no dia 3 de agosto a final dos 400 metros com barreiras das Olimpíadas de Tóquio com um objetivo: cumprir a promessa que fez em parceria com o seu melhor amigo, o também barreirista Wesley Victor, conhecido como Biscoito. Desde o início de 2020, ambos estabeleceram que deixariam de tomar refrigerantes até que os objetivos combinados fossem cumpridos. Além de correr atrás de pagar sua promessa, Alison também corre para poder tomar tubaína, sua bebida favorita.

“Em 18 de fevereiro de 2020, falando do que estávamos esperando de resultados, eu e o Biscoito fechamos uma promessa: vamos ficar sem beber refrigerante até nossos feitos acontecerem. Cada um tem a sua parte: ele já cumpriu a parte dele, agora falta eu cumprir a minha. Estava só esperando os Jogos Olímpicos chegarem, porque estou com muita vontade de tomar uma tubaína. É o melhor refrigerante do mundo!”

A tubaína é um refrigerante típico do interior de São Paulo, onde foi criado. É feito a partir do fruto do guaraná, com extrato de tutti-fruti, embora haja outras variações de sabor — invencionices que o barrerista rejeita, optando por tomar sempre o original.

“Na minha cidade, tem uma tubaína que o sabor maçã é sucesso. Aí como vende muito, inventaram outros sabores: laranja, uva, e cola. Essa de cola… Que negócio ruim! Era até mais barata, de tão ruim que era. Se alguém na cidade marcar uma resenha e alguém levar essa de cola, nem entra!”.

Dez dias depois de estabelecida a promessa, Alison viajou para um camping de treinamento nos Estados Unidos. Estava em Chula Vista, na Califórnia, quando foi decretada a pandemia da covid-19. Só voltou para o Brasil no fim de março, e seguiu direto para a casa da família, em São Joaquim da Barra, no interior paulista – as pistas de atletismo estavam todas fechadas, e o barreirista ficou dois meses na cidade natal.

“Olha, se eu não tivesse contado da promessa para os moleques que moram comigo…”, disse Alison, referindo-se aos colegas do seu clube, o Pinheiros, com quem divide moradia na capital paulista. “Quando eu voltei, eles me disseram que iam comprar um fardo de tubaína e deixar na minha cama de presente. Para você ver o tanto que eu gosto disso, e o quanto eu estou sofrendo”, conta, rindo, para lembrar que até agora, só ingere “água ou suco”.

Como promessa é promessa, Piu não revelou o objetivo que pretende alcançar por meio da privação do refrigerante. Certo é que a sonhada tubaína não vai ser sorvida tão cedo. Após as Olimpíadas, o brasileiro deve continuar fora do Brasil para continuar competindo no circuito mundial do atletismo. O gostinho doce de guaraná com tutti-fruti só deve ser apreciado em meados de setembro.

UOL /BG

Seleção feminina perde para Canadá nos pênaltis e dá adeus a Tóquio

Foto: Reuters/Amr Abdallah Dalsh/direitos reservados

A seleção brasileira de futebol feminino deu adeus à Olimpíada de Tóquio (Japão) na manhã desta sexta-feira (30). As brasileiras foram eliminadas pelo Canadá por 4 a 3 nas cobranças de pênaltis, após o tempo regulamentar terminar empatado de 0 a 0. A partida válida pelas quartas de final foi disputada no estádio de Miyagi, na cidade de Rifu.

Marcaram para o Brasil, Marta, Debinha e Érika. Já pelo Canadá, Fleming, Lawrence, Leon e Gilles converteram. A dupla Andressa Alves e Rafaelle desperdiçou suas cobranças, assim como a canadense Sinclair não conseguiu balançar a rede.

No primeiro foram poucas oportunidades de gol. O Brasil chegou ao ataque com perigo pela primeira vez aos 14 minutos em chute da lateral-esquerda Tamiris por cima da baliza adversária. Aos 24, foi a vez do Canadá arriscar em chute rasteiro da meio-campista Fleming à esquerda da goleira Bárbara. A primeira etapa prosseguiu com muita luta das duas equipes, mas pouca criatividade.

Na etapa final, brasileiras e canadenses continuaram com atuações equilibradas. Aos 13, a equipe comandada por Pia Sundhage sofreu susto em cabeçada de Bruna Benites no travessão. Aos 25, a brasileira Debinha respondeu em chute cruzado da entrada da grande área, provocando a defesa da goleira Labbé. No finalzinho, o Canadá ensaiou uma pressão, entretanto não transformou domínio em chance de gol.

Prorrogação

Após os 90 minutos, a prorrogação começou com os dois times cansados e precavidos, já que um gol nesta altura do confronto poderia ser decisivo. Levando em consideração esta situação, o primeiro tempo foi de muita luta, mas com pouca exposição de ambas as equipes.

Na segunda etapa, as canadenses assustaram com o chute cruzado de Leon com menos de um minuto. A bola saiu à direita da baliza de Bárbara. O Brasil respondeu com perigo aos 7 em um chute da atacante Debinha, da entrada da grande área, que passou próximo à trave direita de Labbé. Na sequência, a seleção verde-amarela pressionou e aos 12 quase inaugurou o marcador em cabeçada da zagueira Érika, obrigando intervenção de Labbé.

Fonte: https://www.blogdobg.com.br/

Italo Ferreira chega a Baía Formosa e entra no mar para surfar com amigos: ‘Fora de pressão’

Campeão olímpico, Italo Ferreira reencontra o mar de Baía Formosa, após chegar em casa na madrugada desta sexta-feira (30) — Foto: Reprodução/TV Globo
Campeão olímpico, Italo Ferreira reencontra o mar de Baía Formosa, após chegar em casa na madrugada desta sexta-feira (30) — Foto: Reprodução/TV Globo

Antes das 6h desta sexta-feira (30), Italo Ferreira reencontrou o mar de Baía Formosa, no Litoral Sul do Rio Grande do Norte.

O primeiro medalhista de ouro da história do surfe masculino nas Olimpíadas chegou ainda de madrugada ao Rio Grande do Norte, para evitar aglomerações e dirigiu sozinho de Natal até Baía Formosa, distante cerca de 95 km, após uma maratona de voos entre Japão e Brasil, além de compromissos profissionais.

Em casa, o primeiro compromisso também foi com o mar. O campeão olímpico chegou à cidade natal na madrugada e poucas horas depois já estava na água surfando com outros sete amigos.

“É um momento para mim também, poder ficar ali com os moleques surfando, pegando onda o dia inteiro, se divertindo. Porque ai é fora de campeonato, fora de pressão, não tem aquela competitividade”, disse Italo.

O potiguar aproveitará os próximos dias em Baía Formosa para ficar com a família, mas também para treinar. Sem muito tempo para descansar após a vitória em Tóquio, Italo vai seguir para o México nos próximos dias.

Entre 10 e 19 de agosto, o potiguar vai a Barra de La Cruz para disputar a sétima etapa do campeonato mundial. O surfista ocupa a segunda colocação no ranking, atrás de Gabriel Medina.

Chegada

O campeão desembarcou em Natal pouco antes das 2h. De lá, ele mesmo pegou um carro e saiu dirigindo rumo a Baía Formosa.

“Eu só quero ir para casa, estou bem cansado”, disse Italo no aeroporto.

Ítalo Ferreira comemora após ganhar medalha de ouro no surfe nesta terça (27) nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: Lisi Niesner/Reuters
Ítalo Ferreira comemora após ganhar medalha de ouro no surfe nesta terça (27) nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: Lisi Niesner/Reuters

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Brasil atropela o Japão, mas perde Macris lesionada no vôlei feminino

Carol Gattaz comemora ponto do Brasil contra o Japão — Foto:  Toru Hanai/Getty Images
Carol Gattaz comemora ponto do Brasil contra o Japão — Foto: Toru Hanai/Getty Images

O vôlei feminino do Brasil não teve dificuldades para bater o Japão por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 25/18 e 26/24, e conquistar a terceira vitória nas Olimpíadas de Tóquio. Mas a boa notícia termina aí. A levantadora Macris torceu o tornozelo direito na aterrissagem depois de um bloqueio, no terceiro set, e saiu de quadra chorando copiosamente. Veja o vídeo abaixo.

Roberta substituiu a titular e liderou a virada depois do 13 a 11 para as japonesas. Foi o set mais difícil para as brasileiras, que passaram com tranquilidade pelos dois primeiros. Fê Garay e Ana Carolina foram as maiores pontuadoras do jogo, com 13.

Como fica

O Brasil continua em segundo lugar no grupo, atrás da Sérvia. As europeias venceram as três primeiras partidas por 3 sets a 0, contra República Dominicana, Japão e Quênia. O Brasil tem três vitórias, mas dois sets perdidos, contra as dominicanas.

Próximo jogo

No sábado, às 4h25 da manhã, a adversária é a Sérvia, líder do grupo A. As sérvias venceram as três primeiras partidas por 3 sets a 0, contra República Dominicana, Japão e Quênia. O duelo terá transmissão da TV Globo e Sportv, e acompanhamento em tempo real do ge.globo.

1º set – Brasil passeia do início ao fim

As brasileiras abriram no placar desde as primeiras jogadas e não olharam mais para trás. Fê Garay e Gabi foram as maiores pontuadoras do Brasil, com 5 cada. Foram 15 pontos de ataques, 6 de bloqueios e 4 de erros das japonesas. Placar de 25 a 16em 25 minutos.

2º set – Início equilibrado, mas deu Brasil

O set começou equilibrado e o empate permaneceu até o 9 a 9. Mas, com Gabi no saque, o Brasil abriu vantagem. Virou 13 a 9, abriu 17 a 10 e manteve o ritmo até o fim. Foram 16 pontos de ataques, 5 de bloqueios, 1 de saque e 3 de erros das adversárias. Placar de 25 a 18 em 26 minutos.

3º set – Macris se machuca, mas o Brasil vence.

Macris, vôlei, Brasil, Olimpíadas de Tóquio 2020 — Foto: REUTERS/Valentyn Ogirenko
Macris, vôlei, Brasil, Olimpíadas de Tóquio 2020 — Foto: REUTERS/Valentyn Ogirenko

O Japão liderava por 13 a 11 quando Macris aterrissou de mau jeito depois de um bloqueio e torceu o tornozelo direito. A levantadora deixou a quadra chorando e foi substituída por Roberta. O Brasil virou o jogo e teve a chance de vencer com 24 a 22, mas só fechou no 26 a 24em 36 minutos. Foram 15 pontos de ataques brasileiros, 5 de bloqueios e 5 de erros das oponentes.

Fonte:https://ge.globo.com/olimpiadas/noticia

Crianças de Baía Formosa lotam aulas de surfe por causa da vitória de Ítalo Ferreira

Foto do BG

Em Baía Formosa, cidade de 9.300 habitantes no litoral sul do Rio Grande do Norte, os gêmeos Gabriel e Nathan, 11, encaram o mar todos os dias com um objetivo: tornarem-se campeões de surfe como o conterrâneo e agora medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio, Italo Ferreira.

“Quem acompanhou a trajetória do Italo desde que ele era criança sabe do esforço e do foco dele. Qual surfista não se inspira num atleta assim?”, afirma a dona de casa Vanizia Souza, 37, mãe dos meninos e de outros três, todos envolvidos com o surfe. “Italo”, diz ela, “virou espelho de dedicação”, e não só a eles.

Há um “efeito Italo” na cidade, segundo a pedagoga e empreendedora social Barbara Arenhaldt, que em 2017 fundou com o marido, César, o Projeto Swell. A iniciativa oferece aulas gratuitas de surfe três vezes por semana para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. “Todos querem ser iguais a ele”, diz ela.

As informações são da agência de notícias Folhapress.

BG

Do começo na tampa de isopor ao ouro olímpico: conheça a trajetória do surfista potiguar Italo Ferreira

Ítalo Ferreira comemora após ganhar medalha de ouro no surfe nesta terça (27) nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: Lisi Niesner/Reuters
Ítalo Ferreira comemora após ganhar medalha de ouro no surfe nesta terça (27) nas Olimpíadas de Tóquio — Foto: Lisi Niesner/Reuters

primeira medalha de ouro do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio é do surfe e veio com o potiguar Italo Ferreira, de 27 anos. Confiante desde a primeira bateria, ele não escondia de ninguém seu objetivo e reafirmava em várias entrevista: “Eu vim pra vencer”. E venceu.

Italo Ferreira teve uma participação impecável nas Olimpíadas de Tóquio e venceu todas a baterias que disputou. A final contra o japonês Kanoa Igarashi nesta terça-feira (27) foi um verdadeiro show de surfe.

VÍDEO: Veja manobra do surfista Italo Ferreira na prova que rendeu o primeiro ouro ao Brasil nas Olimpíadas

Veja manobra do surfista Italo Ferreira na prova que rendeu o primeiro ouro ao Brasil nas Olimpíadas

Quem é Italo Ferreira

Italo Ferreira — Foto: REUTERS/Lisi Niesner

Italo Ferreira — Foto: REUTERS/Lisi Niesner

Natural de Baía Formosa, litoral sul do Rio Grande do Norte, Italo Ferreira se encantou pelo surfe aos 8 anos de idade, mas só ganhou a primeira prancha aos 10. Antes disso, surfava com pranchas emprestadas dos primos ou usava as tampas das caixas de isopor do pai, que vendia peixe na cidade, como prancha.

Os treinos no quintal de casa lhe renderam a primeira vitória aos 10 anos de idade em um campeonato local e, de lá para cá, foram muitos títulos nacionais e internacionais.

Foi bicampeão mundial Pro Júnior, campeão brasileiro em 2014 e, no mesmo ano, classificou-se para integrar a Liga Mundial de Surfe (WSL), a elite do surfe mundial. Já na primeira temporada, em 2015, Italo terminou como sétimo melhor do mundo e venceu o ‘Rookie Of The Year’ (o novato do ano).

Em 2019 Italo Ferreira foi campeão mundial da World Surf League (WSL), após uma vitória em Pipeline, no Havaí, sobre o bicampeão Gabriel Medina. Ítalo se tornou o terceiro brasileiro a conquistar o título mundial.

O circuito mundial foi suspenso em 2020 por causa da pandemia do coronavírus e por isso Italo Ferreira é o atual campeão mundial de surfe.

Em 2021, ele é o segundo colocado no ranking, atrás apenas de Gabriel Medina.

Veja como são criadas as pranchas de Italo no VÍDEO abaixo:

Veja como são criadas as pranchas do surfista Ítalo Ferreira, promessa de medalha nas Olimpíadas

Veja como são criadas as pranchas do surfista Ítalo Ferreira, promessa de medalha nas Olimpíadas

Paraíso potiguar

Os títulos, prêmios e o reconhecimento profissional não fizeram Italo Ferreira sair de Baía Formosa. É na pequena cidade com pouco mais de 9 mil habitantes que ele vive até hoje.

Após as temporadas de competições é pra lá que ele sempre volta. “Aqui é um lugar especial, é onde tudo começou. Surfar aqui no Pontal é sempre espetacular. O mar é muito bom e as ondas são sensacionais”, disse o surfista em 2015.

Italo Ferreira leva a primeira medalha de ouro para o Brasil

Italo Ferreira leva a primeira medalha de ouro para o Brasil

Instituto Italo Ferreira

Artista potiguar ilustra muro em homenagem a Italo Ferreira em Macaíba — Foto: Cedida

Artista potiguar ilustra muro em homenagem a Italo Ferreira em Macaíba — Foto: Cedida

No início de 2021 Italo anuncia a criação de um instituto para atender crianças de Baía Formosa. O objetivo da entidade será dar oportunidade para as crianças do município que veem no surfe, inspiradas no ídolo, a possibilidade de ter uma vida melhor através do esporte.

“Com essa oportunidade, vou poder contribuir um pouco mais na evolução dessa nova geração. Poder ter esses garotos dentro do instituto, poder ensinar e mostrar a eles que é possível, que eles podem alcançar o objetivo também”, disse Ferreira.

G1RN

O Repórter Fotográfico Walmir de Queiroz foi a Parelhas cobir o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country

Segundo Walmir de Queiros, Repórter Fotográfico, aos 67 anos, foi emocinante poder capturar as melhores imagens do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

Essas fotos foram do dia 02, ontem. São fotos de tirar o fôlego.

Vejam e compartilhe!

Quando a curva na velocidade levanta a poeira eperfeiçoando a imagém. Walmir de Queiroz

Globo FC segura empate com o ABC e conquista o Campeonato Potiguar pela primeira vez

Globo FC é campeão potiguar pela primeira vez
Globo FC é campeão potiguar pela primeira vez (Foto: Alexandre Lago)

O Globo FC é campeão potiguar pela primeira vez. Após vencer o jogo de ida por 2 a 1, no Barretão, a Águia de Ceará-Mirim segurou o empate com o ABC por 1 a 1 no Frasqueirão na noite desta quarta-feira e assegurou o título inédito. Negueba abriu o placar para o Tricolor, e Helitão, de cabeça, empatou para o Alvinegro.

O Globo foi fundado em 2012 e disputou a primeira divisão do Campeonato Potiguar pela primeira vez em 2014, ano em que foi vice-campeão. Repetiu o feito em 2017. Em 2021, venceu o primeiro turno em final contra o América-RN e, na decisão do estadual contra o ABC, fez por merecer o primeiro título.

G1

Esporte VÍDEO: Fãs de Neymar furam bloqueio de seguranças e “atropelam” jogador em hotel da Seleção

Acostumado com as entradas duras dos zagueiros adversários, o atacante Neymar levou mais um carrinho nesta quinta-feira, mas desta vez fora de campo.

Três jovens fãs do jogador furaram o bloqueio dos segurança e acabaram “atropelando-o” na chegada ao hotel em que a seleção brasileira está hospedada em Porto Alegre.

Outros adolescentes tentaram se aproximar do craque, mas foram contidos.

Após o incidente, Neymar entrou mancando para a concentração da Seleção.

O adolescente que acabou dando o carrinho no atacante foi Lucas Nogueira, de 15 anos.

– Eu passei no meio das grades. Mais cedo eu falei: “sou magro e dá para passar”. Quando eu vi que era o Neymar, corri e brequei na frente dele. Aí escorreguei, ficou parecendo que foi um carrinho – relatou, aos prantos.

– Sou muito fã do Neymar. Eu vivo em Sergipe, mas minhã irmã está morando em Porto Alegre e vim para cá para tentar ver o Neymar – comentou o garoto, que disse ter ouvido o atacante pedindo calma a ele.

Com Neymar como titular, o Brasil enfrenta o Equador nesta sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar.

GLOBO ESPORTE

Fonte: https://www.blogdobg.com.br/

Copa América no Brasil ainda não está confirmada, afirma ministro Eduardo Ramos: “Estamos verificando detalhes e amanhã teremos posição final”

Foto: reprodução/CNN Brasil

O ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, disse no final da tarde desta segunda-feira (31) que o governo federal ainda não deu o aval para a realização da Copa América 2021 no Brasil. Após reunião no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro, ministros e representante da CBF, Ramos afirmou que, caso seja liberado, o evento não terá público, deverá reunir 10 times, com 65 pessoas de cada delegação vacinadas.

A sedes serão de responsabilidade da CBF e os estados serão consultados se concordam ou não em receber os jogos. Segundo o ministro, a demanda sobre a realização do torneio foi feita pela CBF, via Conmebol.

“É importante destacar que não terá público e todos os envolvidos estarão vacinado”, afirma Ramos. O Campeonato Brasileiro, que envolve 20 times na série A e 20 da série B, está acontecendo no Brasil. O anúncio foi muito criticado por governadores, mas estamos no meio do processo. Estamos verificando detalhes e amanhã teremos posição final”, conclui o ministro.

Participaram da reunião também os ministros Tarcísio Freitas (Infraestrutura), Braga Netto (Defesa), Carlos Alberto França (Relações Exteriores), Anderson Torres (Justiça), João Roma (Cidadania), Marcelo Queiroga (Saúde), André Luiz de Almeida (AGU), além de Marcelo Reis Magalhães, secretário Especial do Esporte, Paulo Maiurino, diretor-geral da Polícia Federal, Silvinei Vasques, diretor da Polícia Rodoviária Federal, e Walter Feldman, secretário-geral da CBF. Na pauta, os critérios que garantam a segurança sanitária durante o torneio.

A Conmebol, que organiza o campeonato, escolheu o Brasil para sediar o evento após a desistência de outros países por causa da pandemia de coronavírus.

A competição, que inicialmente seria disputada em Colômbia e Argentina, e depois apenas na Argentina, chegou a ser suspensa por causa da pandemia de covid-19. Mas nesta segunda foi anunciado que seria no Brasil.

R7