Bolsonaro sobre a Covid-19: “PARA A MÍDIA, O VÍRUS SOU EU”

Presidente ainda disse que prepara um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV que pode ser veiculado nesta semana no qual tratará da pandemia e da vacinação contra o vírus — Foto: Divulgação

Por Correio Braziliense — O presidente Jair Bolsonaro reclamou nesta quarta-feira (3/3) de críticas que vem sofrendo por parte da imprensa. Segundo o chefe do Executivo, para a mídia, o vírus é ele próprio. O mandatário fez a declaração na saída do Palácio da Alvorada após um apoiador comentar sobre a pandemia da covid-19 e a vacinação no país. “Para a mídia, o vírus sou eu”, apontou.

Bolsonaro ainda disse que prepara um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV que pode ser veiculado nesta semana no qual tratará da imunização contra o vírus. “O assunto, quando tiver [pronunciamento], vai ser pandemia, vacinas. O Brasil é um país que, em valores absolutos, mais está vacinando. Temos 22 milhões de vacinas para este mês. Mês que vem deve ser mais 40 milhões. O país está mais avançado nisso. Assinei no ano passado MP [medida provisória] destinando mais de R$ 20 bilhões para comprar vacina. Estamos fazendo o dever de casa”, apontou.

Ontem, pouco tempo após as emissoras de televisão serem avisadas, o presidente suspendeu um pronunciamento que havia sido anunciado para as 20h30 do mesmo dia. Com a agenda oficial livre pela manhã, ele se reuniu com a equipe do governo para confeccionar o texto. A assessoria do Planalto não soube informar o motivo do cancelamento.

Segundo fontes do governo, o chefe do Executivo, em meio à pressão de caminhoneiros e parte da população, ressaltaria o decreto que zera os impostos federais do diesel por dois meses e do gás de cozinha (GLP) de forma permanente e também comentaria sobre a política de lockdown em meio à pandemia de covid-19.

Leave a Comment