Bolsonaro negocia com o Congresso e divide os 30 bilhões meio a meio

Resultado de imagem para Bolsonaro e Alcolumbre
Jair Bolsonaro e Davi Alcolumbre. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O senador, presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM) foi ao Palácio do Planalto no dia de ontem (02), a onde se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ficou acordado entre eles que os 30 bilhões do orçamento das emendas impositivas seriam rateados entre o Senado, Câmara Federal e o Executivo. No caso, o Executivo vai ficar com 15 Bilhões, o Senado com 5 bilhões, e a Câmara Federal com 10 bilhões.

Com o acordo do presidente Bolsonaro, ficou sem sentido as manifestações que estão marcadas para acontecer no próximo dia 15 de março, podendo causar esvaziamento nas manifestações pró-Bolsonaro.

Bolsonaro preferiu à democracia a ter que enfrentar o Congresso, enquanto o Congresso não quer testar a força do povo brasileiro nas ruas.

Segundo o jornalista José Maria, do Pingos nos Is, o veto do presidente ainda não foi totalmente aprovado, pois falta a votação na Câmara Federal.

Bolsonaro comemora nas redes sociais sua negociação, pois tinha como perdido todo o valor dos 30 bilhões de reais.

sakdjsaihcsauhcsakjcnh.88623423 jbjh.jpeg.jpeg