Assembleia Legislativa leva aprendizado histórico a alunos de escola pública em Natal

Crédito da Foto: João Gilberto

Desde que passou a estudar na Escola Estadual Monsenhor Walfredo Gurgel, em Candelária, na zona Sul de Natal, a secundarista Vitória Régia, do segundo ano, nunca tinha estado em contato com a experiência de aprendizado que teve na manhã desta quinta-feira (7).

“Foi muito importante para mim. Conhecer um pouco da história do Rio Grande do Norte deu para pensar sobre o que quero para mim e para o meio em que vivo”, explicou a aluna.

No projeto Memória Itinerante, realizado pelo Memorial da Cultura e do Legislativo, órgão de preservação histórica da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, alunos da rede pública de ensino têm sido beneficiados com lições do passado e do presente.

“Dialogamos com esses dois tempos para que o aluno seja convidado a refletir sobre o futuro. Os temas são mensais e têm esse recorte. Já falamos sobre a formação dos povos potiguares enquanto, por outro lado, já discutimos questões da região metropolitana e seus entraves ao desenvolvimento”, explicou o curador do Memorial, historiador Plínio Anderson.

Para Lídia Stefanny, também aluna do segundo ano, a manhã de ensino permitiu ampliar seus conhecimentos. “Quero dizer que a gente fala muito dos políticos, mas hoje pudemos ver a importância que termos os três poderes para a sociedade”, destacou a jovem.

Durante a aula, o historiador Plínio Anderson, com recursos visuais, passeou pelo passado do Rio Grande do Norte especialmente na questão dos povos indígenas. Além do tema central, os alunos tiveram contato com aspectos da política, como a formação do parlamento potiguar. O projeto Memória Itinerante já tem agenda definida até setembro.