Assembleia Legislativa debate melhorias e reconhecimento das bandas e fanfarras do RN

Uma audiência pública proposta pelo deputado estadual Kleber Rodrigues (Avante) vai discutir e debater ações que visem valorizar a influência e participação de bandas e fanfarras nos aspectos culturais do estado. Marcada para acontecer a partir das 14h desta terça-feira (18), no Auditório Deputado Cortez Pereira, Assembleia Legislativa, a discussão reunirá, além de representantes dos poderes públicos, sindicatos, associações, federações e ordens dos músicos.

“A iniciativa dessa audiência tem a preocupação de trazer o debate acerca da importância e da valorização cultural das bandas e fanfarras, bem como o incentivo aos movimentos e importância cultural na busca por alternativas para ações no foco da sustentabilidade de uma instituição forte e de qualidade”, justificou o deputado.

Nomenclaturas

Fanfarras – têm origem de uma peça musical militar, curta e intensa, executada por instrumentos – tais como trombetas, trompas, clarins, tambores – de origem árabe, cujo o uso, introduzido na Espanha, estendeu-se para o resto da Europa. São, de modo geral, vistas como um tipo de banda, compostas apenas por instrumentos de metal simples (cornetas) e de percussão (em geral considerado o ponto forte da fanfarra).

Bandas – têm uma formação relativamente grande, mas, em sentido restrito, se refere a um conjunto de Fanfarra: instrumentos basicamente de sopro, tais como as bandas militares e fanfarras. Também pode ser usada para designar um conjunto de determinados instrumentos, assim como: bandas de percussões, bandas de acordeões, steel bands, etc. Com frequência, o termo banda refere-se a um grupo que executa determinado instrumento ou uma família deles. Como exemplo, podemos citar as bandas de pífanos.

 

Assessoria

 

Leave a Comment