Acne, atraso menstrual e mais: como identificar a Síndrome dos Ovários Policísticos

Foto: Reprodução 

 

Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é uma desordem endócrina causada por um desequilíbrio hormonal que interfere no processo de ovulação e leva à formação de cistos que não desaparecem após o ciclo menstrual e altera a estrutura do ovário.

Estima-se que a SOP afete cerca de 10% das mulheres em idade fértil e, em casos mais graves, a condição pode causar infertilidade. Entre os sintomas mais comuns de SOP estão aparecimento de espinhas, menstruação irregular, queda de cabelos, surgimento de pelos em excesso e manchas na pele.

Como saber se tenho Síndrome dos Ovários Policísticos

Como os sintomas de SOP são bastante comuns e abrangentes, nem sempre é fácil identificar o problema.

– CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE –

Leia também

Câncer de pâncreas é um dos mais letais e de difícil detecção. Veja como se prevenir

Câncer de pâncreas é um dos mais letais e de difícil detecção. Veja como se prevenir
Especialistas ligam alimentos ultraprocessados a mortes prematuras; Salsicha e sorvete entre eles

Especialistas ligam alimentos ultraprocessados a mortes prematuras; Salsicha e sorvete entre eles
Conheça 7 sintomas de refluxo, doença mais comum do que se imagina

Conheça 7 sintomas de refluxo, doença mais comum do que se imagina

Em seu perfil no Instagram, o ginecologista Sérgio Cabral afirma que, segundo recomendações da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), é preciso adotar o chamado critério de Rotterdam, que indica que, para ser diagnosticada com SOP, a mulher tem de apresentar no mínimo 2 dos 3 critérios diagnósticos abaixo:

Oligomenorreia: atrasos de mais de 35 dias da menstruação ou três menstruações seguidas ausentes ou por 90 dias, no mínimo.

Hiperandrogenismo clínico: surgimento de acne e pelos anômalos e confirmação laboratorial de aumento de hormônios como testosterona, S-DHEA, 17-OH progesterona e androstinediona. Hiperandrogenismo é um distúrbio endócrino caracterizado pelo excesso de andrógenos como testosterona, comum das mulheres em idade reprodutiva.

Ovários policísticos ao exame de ultrassonografia: o médico alerta, no entanto, que nem todo ovário policístico ao ultrassom é característico de SOP. Inclusive, não há a necessidade de identificar ovários policísticos ao ultrassom para o diagnóstico de SOP.

Por último, segundo o médico, para confirmar a SOP, também é preciso excluir doenças que provocam hiperandrogenismo, como hiperprolactinemia, disfunções da tireoide, tumor ovariano e/ou adrenal, além de hiperplasia adrenal congênita.

Do VIX

Postado por Diario VIP