Archive for novembro 3rd, 2021

Kassab conta com Alckmin no PSD, mas vai apoiar tucano em qualquer cenário

Ex-governador de São Paulo, Alckmin está de saída do PSDB, partido que ajudou a fundar/ Luciano Claudino/Estadão Conteúdo

Depois de filiar o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e se acertar com o apresentador José Luiz Datena, de saída do PSL, o PSD mira Geraldo Alckmin, que deve deixar o PSDB após a disputa protagonizada pelos governadores João Doria e Eduardo Leite para a escolha do candidato da legenda à Presidência da República, marcadas para o final do mês de novembro. O presidente nacional da sigla, Gilberto Kassab, dá como certa a filiação do tucano, mas disse à Jovem Pan que o apoiará em qualquer cenário – o ex-governador de São Paulo tem sido cortejado pelo União Brasil, que surgirá da fusão do DEM com o PSL. “Ele tem o tempo dele para tomar a decisão, mas vamos apoiá-lo”, afirmou à reportagem. Com a aliança selada, Alckmin deve ser candidato do partido ao governo do Estado e ter Márcio França, do PSB, como vice.

Neste cenário, o PSD fecharia sua chapa para as eleições majoritárias do ano que vem em São Paulo. Âncora da TV Bandeirantes, Datena será candidato ao Senado. Alckmin, por sua vez, tentaria voltar ao Palácio dos Bandeirantes pela quinta vez. Segundo pesquisa Datafolha divulgada no mês de setembro, o tucano lidera a corrida pelo Estado. A legenda também teria, no maior colégio eleitoral do país, um palanque para tentar alavancar a candidatura de Rodrigo Pacheco como sucessor do presidente Jair Bolsonaro. “O PSD está procurando pessoas que possam contribuir com experiência e com vontade. O Geraldo Alckmin é um exemplo inquestionável disso. Ele tem projetos para o Estado, tem experiência. O Datena, no Senado, ninguém tem dúvida do quanto ele pode ajudar. O Pacheco já se filiou, foi lançado [como candidato à Presidência] e qualifica o debate com sua presença e com sua visão de Brasil”, disse Kassab à Jovem Pan.

Jovem Pan

Líderes questionam prioridades do governo e debatem saúde, segurança e emendas

No horário destinado às lideranças durante a sessão plenária híbrida desta terça-feira (3), os parlamentares questionaram os serviços prestados à população, notadamente na rede pública estadual de saúde; a segurança pública e a falta de pagamento das emendas parlamentares.
 
Primeiro a se pronunciar, o deputado Tomba Farias (PSDB) citou o caso de potiguares no interior do RN que aguardam na fila por exames de cateterismo. O deputado disse que o serviço também está prejudicado porque o governo estadual tem uma dívida de cerca de R$ 18 milhões com o Hospital Rio Grande.
 
“Temos informações de que o diretor desta unidade procurou  o governo para negociar a dívida em 14 parcelas até o final desta gestão mas não foi negociado, mas o município fez uma negociação e quem mora em Natal tem direito ao exame”, exemplificou Tomba, que acrescentou o atraso no pagamento da cooperativa de anestesistas por parte da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap RN).
 
O deputado disse que há longas filas de pessoas à espera de exames ou ambulância, inclusive com casos de fratura no fêmur. “O fechamento do Hospital Ruy Pereira tirou o direito da população fazer suas cirurgias”, questionou. O deputado também citou problemas na segurança pública, relatando o recente caso de um arrastão contra turistas. “É esse o Rio Grande do Norte que sonhamos? Faço minhas críticas mas com respeito e responsabilidade, sem o discurso de ódio com o qual me acusaram”, encerrou.
 
O deputado Nélter Queiroz (MDB) afirmou que o governo precisa dar prioridade à saúde e segurança pública, além de outras áreas. “As estradas estão desgastadas e outras áreas como saúde e segurança estão deficitárias. “Parece que a governadora Fátima não está sabendo que nesses 15 dias faleceram 12 crianças por falta de higienização no ambiente no Hospital Santa Catarina”, disse.
 
Nelter Queiroz afirmou que “a melhor propaganda de um governo é a boca do povo, são as obras realizadas, as estradas boas, o poço tubular funcionando”. O parlamentar disse que o RN tem problemas na segurança, com turistas sendo assaltados e que o servidor necessita de reajustes que já foram concedidos a outras categorias, como a dos procuradores, que têm salários superiores a 30 mil reais.
 
A falta de pagamento das emendas parlamentares foi o destaque no discurso do deputado José Dias (PSDB). O parlamentar disse que o “recurso é constitucional mas está sendo liberado seletivamente”.
 
José Dias afirmou também que já ingressou na justiça contra o não cumprimento da norma. “Da minha parte fiz o que era possível e entrei na justiça a respeito das emendas de 2019, pois as emendas tinham que ser empenhadas e não foram”, lamentou.

Gustavo Carvalho cobra liberação de emendas parlamentares ao Governo

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta quarta-feira (3), na Assembleia Legislativa, o deputado Gustavo Carvalho (PSDB) questionou o Governo do Estado quanto ao pagamento de emendas parlamentares. De acordo com ele, o Executivo Estadual não vem cumprindo com os compromissos firmados, o que tem, segundo o deputado, prejudicado os investimentos nos municípios potiguares.
 
“Registro minha crítica e indignação em relação aos acordos não cumpridos pelo Governo com os deputados dessa Casa no tocante ao pagamento das emendas parlamentares. Percebo que o líder do Governo na Assembleia, deputado Francisco do PT, tem se esforçado, mas o Governo segue faltando com o respeito e continua sem dar expectativas”, disse Gustavo.
 
Segundo o parlamentar, a previsão de pagamento das emendas era inicialmente para o mês de setembro, sendo posteriormente adiada para outubro. “Os prazos acordados sempre foram avançados, mas ainda assim não estão sendo cumpridos. Estamos sofrendo pressão dos municípios e prefeitos ligados a nós em relação a não liberação desses recursos fundamentais para os investimentos em favor da melhoria da vida das pessoas. Ficamos aqui sem saber dar uma resposta. A Casa Legislativa em conjunto precisa se unir e cobrar um posicionamento do Governo”, declarou Gustavo.
 
Presidindo a sessão, o deputado Ezequiel Ferreira (PSDB) apoiou o pleito de Gustavo Carvalho. “As emendas parlamentares são instrumentos do parlamento para melhorar a vida do cidadão nos 167 municípios do RN. Portanto fica aqui também o meu apelo ao Governo do Estado na expectativa do cumprimento dos seus compromissos para que nós deputados também possamos honrar com os nossos junto aos municípios potiguares”, disse o presidente da Assembleia.

Kelps diz que não liberação de emendas é represália do Governo à CPI da COVID-19

Questionando o não pagamento das emendas parlamentares por parte do Governo do Estado, o deputado Kelps Lima (SDD) declarou nesta quarta-feira (3), em pronunciamento na Assembleia Legislativa, que o posicionamento do Executivo é uma retaliação à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as ações do Governo voltadas à pandemia do novo Coronavírus.
 
“As emendas parlamentares não estão sendo pagas aos municípios potiguares por represália à CPI da COVID-19. Não tenho dúvida alguma. A governadora, através do líder do Governo na Casa, pediu aos deputados que enviassem as suas prioridades a serem pagas – e ele foi inclusive muito correto nas conversas conosco. Acontece que o Governo desmoraliza a sua liderança no momento em que fez com que ele empenhasse a sua palavra sem que fosse cumprida”, disse Kelps.
 
Direcionando-se aos munícipes de Apodi, Umarizal, Serra do Mel, Riachuelo, Assú, Macaíba, entre outros, o parlamentar declarou que “o dinheiro das emendas não está nas contas porque o Governo não aceita a CPI da COVID-19. O mesmo acontece em Mossoró, que também sofre perseguição. Cabe à governadora dar explicações a esses municípios”, observou.
 
Mesmo alegando represália por parte do Governo, o deputado Kelps Lima, que preside a CPI da COVID-19, assegurou que a comissão não irá se intimidar e que as investigações seguirão. “A governadora Fátima Bezerra prejudica as cidades por cunho politiqueiro, mas a CPI não vai parar por emendas parlamentares”, falou.
 
Em aparte, o deputado Tomba Faria (PSDB) pediu a união dos pares na Assembleia Legislativa em favor da situação. “Precisamos tomar uma providência urgente e parar as pautas do Governo do Estado nessa Casa até que ele pare para conversar conosco”, concluiu.

Cidade de São Paulo registra apenas uma morte por Covid-19 pelo terceiro dia consecutivo

Na capital paulista, mais de 20,1 milhões de doses foram aplicadas

A cidade de São Paulo registrou, na segunda-feira, 1º, apenas uma morte causada por Covid-19. Este foi o terceiro dia consecutivo com esta marca. Com isso, a média móvel dos últimos sete dias caiu para 3,86. Entre os dias 25 de outubro e 1º de novembro, foram registrados, respectivamente, oito, sete, quatro, oito, cinco, um, um e um óbitos.

Desde o início da crise sanitária, 38.769 pessoas morreram por complicações da doença, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. A situação de aparente controle da epidemia ocorre em meio ao avanço da campanha de imunização.

Na capital paulista, mais de 20,1 milhões de doses foram aplicadas. Mais de 8 milhões e 436 mil pessoas já receberam duas doses do imunizante, 327 mil tomaram a dose única e 836 mil a dose adicional. Na segunda-feira, 25, o Estado de São Paulo atingiu 100% dos adultos vacinados com pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus.

Jovem Pan

Assembleia do RN reconhece museu no Alto Oeste como patrimônio estadual

Os deputados da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa do RN aprovaram, na manhã desta quarta-feira (3) o Projeto de Lei do deputado Francisco do PT que reconhece como patrimônio cultural do Estado o Museu de Cultura Popular de Francisco Dantas. Localizado no Alto Oeste potiguar, reúne acervo de aproximadamente duas mil peças de artistas de todo o país, além de fotografias, livros, CDs, bonecas de pano e bordados, composto por 90% de arte popular e 10% de antiguidades.

“O museu guarda no seu interior uma grande história do RN e do Brasil”, destacou a relatora, deputada Isolda Dantas (PT). Dando prosseguimento às propostas com foco na cultura, foi aprovado o Projeto de Lei que reconhece a Dança do Espontão, como patrimônio cultural do Estado, também de autoria do deputado Francisco do PT. 

Dois projetos de leis foram retirados de pauta, um pedido de diligência foi protocolado e outros 10 projetos de leis foram aprovados na reunião da CCJ desta quarta-feira. Entre eles o Projeto de Lei, de autoria do deputado estadual Jacó Jácome (PSD), que determina a instalação de sinalização de obstáculo em portas de vidro translúcido e transparente, vitrines, espelhos e similares, no estado do RN. “Para evitar acidentes por falta de sinalização, quando os danos podem ser muito sérios”, explicou o relator, Hermano Morais (PSB).

Também foi aprovado o PL de autoria de Isolda Dantas (PT), que cria o Programa Estadual de Documentação da Mulher Trabalhadora Rural no RN, o que dispõe sobre a inclusão de conteúdos de literatura potiguar na rede estadual de ensino, de autoria do deputado Francisco do PT, e o que estabelece o atendimento prioritário nos serviços públicos de crianças e adolescentes órfãos em decorrência do feminicídio, de autoria do deputado Albert Dickson (PROS).

Três entidades foram reconhecidas como de utilidade pública: a Associação Cultural Junina Caiacos (ACJC), com sede na cidade de Caicó, a Fundação Pública Vereador Aldenor Evangelista Nogueira, com sede em Mossoró, as duas propostas pelo deputado Kelps Lima (SDD) e a Associação do Bem-Estar Socioeconômico e Cultural Santanense, proposta pelo deputado Galeno Torquato (PSD).

PREVENÇÃO
Dos projetos de lei aprovados pelos deputados da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, dois criam datas no calendário estadual de eventos. O primeiro, de autoria do deputado Francisco do PT, institui a realização, em caráter anual, da ‘Semana de Valorização de Mulheres que fizeram História’ no âmbito da rede estadual de educação e o que institui o Dia de Combate à Propagação e Disseminação de Ódio ou Comentários Discriminatórios de Qualquer natureza, que cause dano à integridade psíquica da criança e do adolescente, de autoria do deputado George Soares (PR).

“É um projeto muito importante diante da onda de ódio nas redes sociais que vemos atualmente. Isso causa mal a crianças, adolescentes e toda a sociedade. Estamos em tempos difíceis, é muito importante que a gente possa cuidar disso”, disse a relatora da matéria, Isolda Dantas.

Encerrando a apreciação das matérias, foi aprovado o PL de autoria do deputado Gustavo Carvalho (PSDB) que denomina de “Rodovia Nilton de Paula” o trecho da RN-310.