Archive for agosto 23rd, 2021

Doria afasta coronel da PM que convocou para ‘ato bolsonarista’ de 7 de setembro

(Foto: Governo do Estado de São Paulo)

Em entrevista ao Jornal da CBN, o governador de São Paulo afirmou, em primeira mão, que o chefe do Comando de Policiamento do Interior-7 (CPI-7), coronel Aleksander Lacerda, foi afastado da Polícia Militar de São Paulo por indisciplina. O comandante estava convocando pelas redes sociais a manifestação marcada para o dia 7 de setembro. Na ocasião, contra atos do Supremo Tribunal Federal e ainda do Congresso em nome da adoção do voto impresso.

Reportagem do Jornal O Estado de São Paulo revelou que o comandante da PM de São Paulo está realizando convocações nas redes sociais para o ato bolsonarista do dia 7 de setembro, em Brasília. O oficial também fez críticas ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, ao Governador de São Paulo e ao STF. De acordo com Doria, esse foi um caso isolado. O tucano ressaltou ainda que, caso outros agentes adotem medidas semelhantes, o destino será o mesmo.

João Doria também falou sobre o encontro que ocorrerá hoje em Brasília e por videoconferência, entre governadores de ao menos 24 estados. O governador afirmou que o objetivo da reunião será debater três grandes temas, sendo o principal deles a defesa da democracia. Segundo João Doria, este é o maior encontro entre governadores, desde maio de 2019. Também serão temas do encontro a questão ambiental e a reforma tributária.

Em relação ao incêndio que atinge o Parque do Juquery, em Franco da Rocha, Doria afirmou que vê o episódio com preocupação e destacou que o estado está enfrentando uma fase de secas intensas, o que coloca sob risco os parques estaduais. O governador disse que hoje há cerca de 400 pessoas trabalhando no combate às chamas, entre bombeiros, Defesa Civil, agentes da secretaria de Meio Ambiente e voluntários.

Com acréscimo de informações da CBN / BG

Eudiane solicita conclusão das obras de saneamento da Zona Norte da capital

Crédito da Foto: João Gilberto

A deputada Eudiane Macedo (Republicanos) enviou requerimento ao governo estadual, através da Caern, solicitando a conclusão das obras de saneamento na Zona Norte de Natal. No pleito, a parlamentar reforça que o serviço trará melhores condições de saúde para a população ali residente.
 
“O serviço da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Jaguaribe, responsável pelo tratamento de toda a Zona Norte, é de extrema importância para amenizar os problemas que diariamente afetam essa parte da população potiguar”, justificou a parlamentar.
 
A ETE Jaguaribe,  que está sendo construída pelo governo estadual através da Caern, quando estiver concluída vai ampliar o tratamento de esgoto de 3% para 56%, alcançando 98% do esgotamento sanitário da região. A Outra estação é a ETE Guarapes, na Zona Oeste da cidade. Ambas estão sendo construídas com recursos federais e estadual.

COVID: “Infelizmente ele veio para ficar como muitas outros gripes que temos por aí”, diz Bolsonaro, que pretende definir data para desobrigação de máscaras

Foto: Reprodução/Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro disse que pode definir nesta 2ª feira (23.ago.2021) uma data para que o governo federal sugira a desobrigação do uso de máscaras para a população. Deu a declaração em entrevista à Rádio Nova Regional, do Vale do Ribeira (SP).

“Essa é nossa ideia. Talvez tenha uma data a partir de hoje para essa recomendação do Ministério da Saúde. Se bem que, vocês sabem, o Supremo Tribunal Federal simplesmente deu poderes a governadores e prefeitos para ignorarem governo federal”, disse o chefe do Executivo.

Bolsonaro repetiu ainda nesta 2ª feira que quem foi infectado pela covid-19 já está imunizado contra a doença. Especialistas afirmam, no entanto, que somente a infecção não é suficiente para assegurar um nível seguro de imunidade. Além disso, o Brasil concentrava em julho 25% dos casos confirmados de reinfecção no mundo.

“Quem contraiu o vírus, obviamente, está imunizado também — como é o meu caso. [O governo trabalho para] tornar facultativo, orientar que o uso da máscara não precisa ser mais obrigatório”, disse o presidente.

O chefe do Executivo afirmou que o coronavírus “veio para ficar” e se comporta como muitas outras gripes.

“O que eu vejo, desde o começo falei, talvez seja o único chefe de Estado do mundo todo que disse que temos que conviver com o vírus. Infelizmente ele veio para ficar como muitas outros gripes que temos por aí”.

Com Poder 360 /BG

ACORDA BRASIL! Com aposentadoria equivalente a R$ 5, idosos pedem dinheiro nas ruas das Venezuela

Luis Diaz trabalha em sua horta no bairro de La Vega, em Caracas (Venezuela) para ter o que comer – FEderico Parra/AFP

Dezenas de idosos, tanto homens quanto mulheres, perambulam pela capital venezuelana vendendo balas, pedindo esmolas ou revirando lixo para conseguir comer. Com a aposentadoria mensal de 7 milhões de bolívares, pouco mais de US$ 1 ou R$ 5, eles representam o retrato mais gritante do empobrecimento da população na Venezuela. A situação da terceira idade no país bolivariano foi retratada em uma pesquisa feita pela ONG Convite.

Em frente a um restaurante em Caracas, uma idosa revira o lixo na esperança de conseguir “colocar algo no estômago”. Sem querer se identificar, ela explica que não consegue comprar sequer uma das refeições vendidas no estabelecimento por US$ 1,50.

“Há meses busco assim algo para comer. Às vezes consigo boa comida. Em outras, ainda que esteja apodrecida, como por não ter outra opção”, contou ela à reportagem da RFI Brasil.

Até mesmo nas imediações da Assembleia Nacional, agora de maioria chavista, um considerável número de pessoas acima dos 60 anos tenta “rebuscarse”, palavra usada na Venezuela como sinônimo de “dar um jeitinho”. Os idosos vendem de balas a artigos usados, muitos deles conseguidos no lixo. Outros, sentados, pedem esmolas explicando que têm fome.

No metrô da capital venezuelana, pessoas de idade também circulam pelos vagões pedindo ajuda ou vendendo mercadorias baratas. É o caso de Manolo. Aos 75 anos, magro e com as roupas remendadas, ele vende balas “porque nós, velhos, já não podemos trabalhar em empresas. Temos que sustentar a família. Eu sei soldar, fazer mecânica, mas…”, conta ele insinuando que o peso da idade o distancia de melhores oportunidades.

Cada drops de caramelo vendido por Manolo custa 100 mil bolívares, valor inferior a uma passagem de ônibus, cujo preço varia entre 500 mil e 1 milhão de bolívares. O que consegue com a venda dos doces vai “para a comida”, explica. O idoso afirma sustentar 13 pessoas. A esposa, “doente de uma perna”, não consegue trabalhar.

A pesquisa divulgada pela ONG Convite destaca que 28% dos idosos entrevistados ainda trabalham. Um dado alarmante é que 80% dos entrevistados recebem entre US$ 1 e US$ 10 por mês, enquanto 40% informou ganhar entre US$ 1 e US$ 5 mensais. Um significativo número de entrevistados trabalha informalmente.

De acordo com o Observatório Venezuelano de Segurança Alimentar e Nutricional (OVSAN), mais de 50% dos moradores de Caracas apresentam “alto nível de angústia” por falta de alimentos em suas casas. Não há índices sobre o interior do país, onde a situação é ainda pior que na capital venezuelana.

Morador de uma região popular de Caracas, Manolo lembra que “antes havia estabilidade, havia tudo. Hoje em dia, não. É preciso ter três trabalhos. Faço soldas, vendo balas e recebo a aposentadoria, que não dá para comprar uma ‘harina pan’”, conta se referindo à farinha de milho usada no preparo da arepa, o tradicional pãozinho dos venezuelanos.

O alto preço dos alimentos levou 38% dos idosos entrevistados a reduzir a variedade de alimentos na maioria das refeições. Já 42% reduziram algumas vezes a quantidade servida de comida.

Cesta básica de 162 salários

Consciente da situação de carência alimentar de muitos idosos no auge da pandemia de Covid-19, quando o comércio precisou fechar suas portas, um grupo de voluntários e de empresas doadoras organizaram o Plano Bom Vizinho. Eles distribuíam refeições a idosos cadastrados em um banco de dados. O voluntariado chegou a entregar em um só dia mil refeições em diversos bairros da capital venezuelana. No entanto, a iniciativa terminou em dezembro passado.

Para que uma família de quatro pessoas consiga cobrir as necessidades básicas são necessários 162 salários-mínimos, de acordo com a ONG Convite. Em julho deste ano, a inflação venezuelana chegou a 19%, pelos dados do Observatório Venezuelano de Finanças.

Luis Francisco Cabezas, diretor da ONG, explica que, “em 2016, a aposentadoria recebida pelos idosos venezuelanos cobria cerca de 90% da cesta alimentar. Hoje, o pagamento não cobre sequer 1% dessa mesma cesta básica. Essa é uma fotografia da dramática situação dos idosos”.

Saúde em jogo

Manolo gasta em remédios, para o tratamento da companheira, “cerca de 15 dólares. Se não consigo dinheiro para comprar, a ferida cresce mais”.

A crítica situação dos idosos na Venezuela também é perceptível na internet, onde muitas são as campanhas pedindo doações em dinheiro para tratamentos ou para operações de idosos.

Cerca de 92% das pessoas da terceira idade não têm plano de saúde na Venezuela, sendo que 71% delas precisam usar remédios constantemente. Para 48%, os medicamentos são comprados com dificuldade, aponta a pesquisa da Convite. Sem ter como comprar remédios, os venezuelanos recorrem a chás e remédios alternativos.

A vacinação dos idosos também se transformou em um problema. A Venezuela é um dos países que usou a vacina russa Sputnik V para combater a pandemia de covid-19. O problema é que não há disponibilidade de vacina para a segunda dose, deixando os idosos bastante angustiados por não conseguirem a imunização completa.

Desde o início da campanha de imunização até hoje, dezenas de pessoas, muitas da terceira idade, se aglomeram todos os dias em frente aos centros de vacinação, expondo-se a um maior risco de contágio.

Empobrecimento à vista

“Nos últimos cinco anos, a situação dos idosos na Venezuela passou de preocupante para dramática”, define Luis Francisco Cabezas, diretor da ONG Convite.

No próximo mês de outubro, o Banco Central Venezuelano cortará seis zeros do bolívar, que passará a ser chamado de bolívar digital.

Em vez de melhorar a situação, a medida deve agravar ainda mais a crise econômica, na opinião da economista e professora universitária Zugem Chamas. Por 36 horas de aula ministradas por mês na outrora renomada Universidade Central da Venezuela, ela recebe 9 milhões de bolívares (cerca de R$ 12). “Pensei que poderia ter certa tranquilidade na aposentadoria. Nunca pensei que ficaríamos assim. Agora vivo com a ajuda da minha filha”.

A pesquisa divulgada pela Convite aponta que 75% dos idosos recebem ajuda econômica de familiares.

Abandono de idosos

A imigração de mais de 5,5 milhões de venezuelanos impactou não apenas a pirâmide produtivo-social do país, mas deixou à mingua centenas de idosos, cujos filhos e netos precisaram deixar a Venezuela em busca de melhores oportunidades. “Isso dá uma ideia da grande fragilidade que este grupo sofre no país”, detalha Cabezas.

Alguns desses imigrantes enviam remessas em moeda estrangeira, mas a pandemia criou um “hiato”, deixando alguns idosos sem esses recursos. “Muitos idosos dependiam das remessas enviadas por familiares, mas este envio perdeu força tanto na quantidade como na regularidade. Além disso, o que era comprado há três anos com US$100, hoje é muito mais caro”, detalha Cabezas.

E os sites, redes sociais, além de outros ambientes virtuais, que funcionam para muitos como uma “conexão com o mundo exterior”, para muitos idosos venezuelanos, são um fator de isolamento. A maioria não sabe usar — ou nem mesmo comprar — aparelhos tecnológicos, sejam celulares, sejam computadores, nem sabem navegar na Internet.

UOL, com RFI / BG

RN recebe do governo Bolsonaro mais 140 mil doses de vacinas contra Covid

Rio Grande do Norte recebe mais 140 mil doses de vacinas contra Covid — Foto: Divulgação/Paulo Nascimento
Rio Grande do Norte recebe mais 140 mil doses de vacinas contra Covid — Foto: Divulgação/Paulo Nascimento

O Rio Grande do Norte recebeu, na manhã desta segunda-feira (23), dois carregamentos com mais 140.170 doses de imunizantes contra a Covid-19. vindo do Ministério da Saúde, do governo Bolsonaro.

Os carregamentos serão divididos entre primeira e segunda doses, sendo a maior parte (92.940) para D2. As outras 47.230 serão destinadas a ampliar o processo de vacinação por faixa etária.

Até o início da manhã desta segunda, a plataforma RN Mais Vacina havia registrado 1,98 milhão de pessoas vacinadas com pelo menos uma dose, representando 74% do público-alvo da campanha. Os completamente vacinados são 29% da população acima dos 18 anos, representando pouco mais de 787 mil pessoas.

No último sábado (21), a Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) realizou o primeiro Dia D de vacinação contra a Covid – um mutirão para mobilizar e vacinar toda a população do Rio Grande do Norte que está com a segunda dose em atraso.

G1RN

Isolda requer ações de segurança hídrica em comunidades no Oeste potiguar

Crédito da Foto: Eduardo Maia

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) apresentou uma série de requerimentos com solicitação de melhorias para comunidades localizadas nos municípios de Caraúbas, Mossoró e Apodi. Todos os pleitos têm como objetivo implementar ações e obras que possam garantir segurança hídrica às populações residentes.

Os três requerimentos apresentados pela deputada, solicitam a inclusão da comunidade Silvério Bezerra, localizada no município de Caraúbas, o Projeto de Assentamento (P.A.) Fazenda Nova, P.A. Guarajá/ Bela Vista e P.A. Independência, localizados na zona Rural de Mossoró, além da Comunidade Arção 2 (Arção do Meio) e Projeto de Assentamento Frei Damião, ambos situados na  zona Rural  de  Apodi, junto ao Programa RN + Água, para o recebimento de dessalinizador.

Ao comparar as condições de abastecimento de água da municipalidade, considerando as zonas rural  e urbana a parlamentar justifica suas sugestões: “A análise das referências apostas atesta a necessidade de inclusão das comunidades elencadas junto ao RN + Água – programa governamental que objetiva implementar ações e obras que garantam segurança hídrica às comunidades rurais potiguares”.

O Programa RN + Água terá investimentos na ordem de R$ 390 milhões, com previsão de instalação de 243 dessalinizadores.

Dr. Bernardo sugere que município de Baraúna seja contemplado com unidade do IERN

Crédito da Foto: João Gilberto

Atento às questões relacionadas à educação, o deputado Dr. Bernardo (MDB) está solicitando ao governo estadual que o município  de Baraúna receba uma unidade do Instituto de Educação Profissional, Tecnologia e Inovação (IERN). O projeto faz parte do Programa Nova Escola Potiguar, recentemente anunciado pela governadora Fátima Bezerra.
 
“O município de  Baraúna, possui potencial econômico e  população que  apresenta viabilidade para Instalação de uma Unidade do IERN”, afirma o deputado. O Programa Nova Escola Potiguar prevê a construção de 10 novas escolas, a reforma de pelo menos 60 e a recuperação de outras 100 em todo o estado até o final de 2022.
 
Segundo dados do governo estadual, terá um recurso de aproximadamente R$ 400 milhões. Deste valor, R$ 280 milhões são em precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundef). Os outros R$ 120 milhões são recursos próprios do Governo do Estado. O Programa Nova Escola Potiguar possui cinco eixos, sendo o primeiro deles o IERN, que terá o mesmo modelo dos Institutos Federais (IFs).

Vivaldo Costa defende uma política de prevenção à mortalidade materna

Crédito da Foto: Eduardo Maia
Com base em dados do Data SUS e da Organização Mundial de Saúde (OMS) que coloca o Brasil como responsável por cerca de 20% das mortes maternas no mundo, o deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) sugeriu ao Governo do Estado, a criação de um programa de prevenção da mortalidade materna, apoio e acolhimento de gestantes e parturientes durante endemias, epidemias ou pandemias.

O parlamentar destaca que as vítimas são, principalmente, mulheres pobres e o óbito ocorre na gravidez, no parto ou puerpério. 

“A  chegada  da  pandemia de  Covid-19  contribuiu para  o  agravamento dessa realidade. Segundo o Observatório Obstétrico Brasileiro Covid-19 (OOBR Covid-19), o número de mortes de grávidas e puérperas, mães de recém-nascidos por covid-19 no Brasil mais que dobrou em 2021 em relação à média semanal de 2020”, ressaltou.

Diante do exposto, Vivaldo enfatiza que “cabe aos agentes políticos atuar para fortalecer e ampliar a prevenção da mortalidade materna, apoio e  acolhimento de gestantes e parturientes durante endemias, epidemias e pandemias em todo o Rio Grande do Norte”.

Governo Bolsonaro envia ajuda humanitária ao Haiti

O presidente da República, Jair Bolsonaro, acompanha na Base Aérea de Brasília, o embarque de passageiros e de material para Missão no Haiti.
Foto TVBrasil

Trinta e dois bombeiros e um representante do Ministério do Desenvolvimento Regional estão a caminho do Haiti, levando cerca de 7 toneladas de materiais e equipamentos de emergência, além de 3,5 toneladas de medicamentos e insumos estratégicos do Ministério da Saúde. A missão tem por objetivo ajudar o Haiti a amenizar os problemas decorrentes deterremotos que atingiram o país desde o dia 14 de agosto, resultando em mais de 2 mil mortes e 10 mil feridos até o momento.

O avião de transporte KC-390 Millennium decolou da Base Aérea de Brasília na manhã de hoje (22) e a previsão é de que, após paradas para abastecimento em Cachimbo (PA) e em Boa Vista (RR), desembarque às 19h25 (horário de Brasília) em Porto Príncipe, a capital haitiana. O retorno a Brasília está previsto para amanhã (23), às 08h20.

Pouco antes do embarque, em cerimônia na Base Aérea de Brasília, o presidente Jair Bolsonaro lembrou que a solidariedade é uma marca do povo brasileiro. “Recebi o pedido e, com o apoio das Forças Armadas e do corpo diplomático, essa missão foi armada. Esse pequeno contingente terá grande missão e simbolismo”, disse o presidente Jair Messias Bolsonaro.

Agência Brasil

STF vai manter foco criminal contra Bolsonaro, e Câmara tenta se afastar de crise

Foto da Internet

O STF (Supremo Tribunal Federal) deverá manter o rumo de investigações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e aliados após o mandatário apresentar um pedido de impeachment do ministro Alexandre de Moraes.

No Congresso, aliados de Bolsonaro tentam afastar a crise para preservar pautas de interesse do Palácio do Planalto. A tarefa, por ora, tem mais respaldo na Câmara do que no Senado, onde o governo já enfrenta clima mais desfavorável.

Na sexta-feira (20), o presidente ignorou apelos de auxiliares e ingressou no Senado com o pedido contra Moraes. Houve reação imediata do Supremo e do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Folhapress/BG

DEM, MDB e PSDB se juntam a partidos de esquerda em apoio a Alexandre de Moraes

Mais três partidos, dessa vez de centro, mas que fazem oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro, divulgaram neste domingo (22) uma nota em apoio ao STF (Supremo Tribunal Federal) e ao ministro Alexandre de Moraes. São eles: DEM, MDB e PSDB.

Os três se juntam aos partidos de esquerda PT, PDT, PSB, PCdoB, PV e Rede e ao partido de centro Cidadania, que já haviam declarado apoio ao STF.

No texto, DEM, MDB e PSDB dizem reafirmar o compromisso com “a democracia, a independência e a harmonia entre os Poderes”, além do respeito “total” à Constituição. os partidos ainda criticam o presidente, afirmando que é “lamentável” o país “ter que lidar” com “a instabilidade política e o fantasma do autoritarismo” durante grave crise socioeconômica.

O documento é assinado pelos presidentes dos três partidos: ACM Neto (DEM), Baleia Rossi (MDB) e Bruno Araújo (PSDB).

BG

PRIORIDADE DE MANDATO: Mineiro quer assumir cargo de deputado para ser contra Bolsonaro

Foto da Internet

O secretário de Gestão de Projetos, Fernando Mineiro, que trava uma batalha judicial desde as eleições passadas para assumir o cargo de deputado federal, usou as redes sociais para comunicar aos eleitores do andamento do processo e apresentou, como única proposta, que a prioridade do mandato é se somar contra o presidente Jair Bolsonaro.

“Quero assumir minha cadeira lá na Câmara Federal para me somar às lutas da sociedade brasileira contra Bolsonaro e todo o mal que ele faz ao Brasil”, disse sem pontuar mais motivações para assumir o cargo.

Mineiro luta na Justiça para anular os votos do candidato Kerinho, assim, reduzindo os votos da coligação de Beto Rosado nas eleições passadas, fazendo com que o deputado perca a vaga e ele assuma.

BG

Governadores se reúnem hoje para discutir crise entre os Poderes

Foto da Internet

Governadores de 23 estados e do Distrito Federal confirmaram presença em uma reunião nesta segunda-feira (23), em Brasília e por videoconferência, para debater, entre outros pontos, a escalada da crise entre os poderes.

A reunião do Fórum Nacional de Governadores acontecerá três dias após o presidente Jair Bolsonaro pedir o impeachment do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Também na sexta, a Polícia Federal deflagrou operação que investiga a incitação a atos violentos e ameaçadores contra a democracia.

Coordenador do fórum, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou ao G1 que inicialmente a agenda prioritária do encontro seria a pauta econômica, com destaque para a reforma tributária. Mas, em meio à tensão, o grupo aproveitará a reunião para marcar posição sobre o momento político.

“O fórum já conseguiu, por meio de líderes estaduais da Câmara e do Senado, fazer crescer uma compreensão mais racional da conjuntura, e isso ajuda a criar um ambiente onde a gente possa dialogar com o Judiciário. Não é razoável é o rumo que o país está tomando”, afirmou Dias. Com informações do G1.

BG

Inmet emite alerta de acumulado de chuvas para Natal e mais 42 cidades do RN; veja lista

Inmet emite alerta de acumulado de chuvas para 43 cidades do RN - foto de arquivo — Foto: Pedro Vitorino/Cedida
Inmet emite alerta de acumulado de chuvas para 43 cidades do RN – foto de arquivo — Foto: Pedro Vitorino/Cedida

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo de perigo potencial de acumulado de chuva para 43 cidades do Rio Grande do Norte. O alerta vale até as 11h desta segunda-feira (23).

Para as cidades sob alerta de chuvas, há previsão de chuvas entre 20 e 30 milímetros por hora ou 50 milímetros por dia. Nestas cidades, há baixos riscos de alagamentos e deslizamentos.

As instruções gerais para a população, ainda de acordo com o instituto, envolvem, evitar enfrentar o mau tempo, observar alteração nas encostas, evitar uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada e, em caso de urgência, acionar a Defesa Civil (telefone 199) e o Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Cidades com alerta de acumulado de chuvas:

  1. Arês
  2. Baía Formosa
  3. Bom Jesus
  4. Brejinho
  5. Canguaretama
  6. Ceará-Mirim
  7. Espírito Santo
  8. Extremoz
  9. Goianinha
  10. Ielmo Marinho
  11. Januário Cicco
  12. Jundiá
  13. Lagoa de Pedras
  14. Lagoa Salgada
  15. Macaíba
  16. Maxaranguape
  17. Montanhas
  18. Monte Alegre
  19. Natal
  20. Nísia Floresta
  21. Nova Cruz
  22. Parazinho
  23. Parnamirim
  24. Passagem
  25. Pedra Grande
  26. Pedro Velho
  27. Poço Branco
  28. Pureza
  29. Rio do Fogo
  30. Santo Antônio
  31. São Gonçalo do Amarante
  32. São José de Mipibu
  33. São Miguel do Gostoso
  34. São Pedro
  35. Senador Elói de Souza
  36. Senador Georgino Avelino
  37. Serrinha
  38. Taipu
  39. Tibau do Sul
  40. Touros
  41. Várzea
  42. Vera Cruz
  43. Vila Flor

G1RN