Archive for agosto 14th, 2021

PMs do interior do RN dependem de boa vontade das prefeituras para se alimentar, denuncia presidente da Associação

Foto da Internet

Policiais e bombeiros militares estaduais, oficiais e praças, se reunirão em Assembleia Geral Unificada nesta terça-feira, dia 17, às 9h, na sede da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN). Segundo representantes das associações, o Governo tem se negado a dialogar com a categoria, sem avanços nas pautas de reivindicação. A falta de vale-alimentação para boa parte dos militares também está na pauta.

“Atualmente, apenas os policiais da capital recebem o valor de R$ 15 para a alimentação em um período de 12h. Enquanto isso, os policiais do interior do estado dependem da boa vontade das prefeituras em suprir esta alimentação”, denuncia a subtenente Márcia Carvalho, presidente em exercício da ASSPMBMRN.

Ela explicou que algumas das principais demandas pendentes de encaminhamentos, reprimidas pelo Governo do Estado, são elas: o Código de Ética e o Projeto de Lei que regulamenta o Sistema de Proteção Social. Este último deveria ter sido encaminhado à Assembleia Legislativa do RN ainda no ano passado, mas se encontra paralisado no Governo, o que tem prejudicado diversos militares e pensionistas.

“O descaso do Governo também abrange a falta de fardamento, bem como as péssimas condições estruturais para o trabalho, que também serão colocadas na discussão. E como se não bastasse tudo isso, os militares têm o pior salário da Segurança Pública, com uma elevada discrepância em relação às outras categorias”, relata a presidente. Ela acrescenta que nesta Assembleia serão analisados e decididos os posicionamentos e ações da categoria diante das demandas em pauta.

BG

Eleição 2022: o que seria melhor para os brasileiros que já não têm muito o que esperar da política

IHL lança edital de eleição para diretor e vice-diretor
Da Internet

O que seria melhor para os brasileiros era que o senado fizesse seu dever e recuperasse o STF removendo de lá os ministros que atacam a Constituição da República Federativa do Brasil.

Para tanto se fazia necessário, também, uma nova chance para os senadores e deputados federais que sofrem acusações menores que os colocam em um possível estado de coagido ante à Suprema Corte, os quais temem de sofrerem retaliações, pois é essa impressão que temos quando lemos as notícias, por outro lado, os que são acusados de desviar muito dinheiro público, em valores gigantescos, a exemplo do que é acusado o senador Osmar Azis, de ter desviado cerca de R$ 260 mi, pudessem devolver o dinheiro aos cofres públicos e ter suas penas reduzidas.

Por outro lado, os pré-candidatos a presidência para eleição de 2022, Bolsonaro e Lula, se afastassem da política, não havendo candidatura de nehum dos dois, nem apoio direto para as eleiões a nenhum dos candidatos à presidência do Brasil.

Então poderíamos ter uma cadidatura do Ciro Gomes (PDT), do Geraldo Alckmin, que seria uma ótima opção para o PSDB, do Álvaro Dias (Podemos) e tantas outras candidturas de diversos partidos.

A Apuração dos votos fossem realizadas de forma pública com a presença das Forças Armadas do Brasil, removendo as urnas que apresentassem problemas, sendo substituidas pela votação de papel, os votos serem contados nos TREs, invés de ser concentrado do TSE como feito na gestão do Roberto Barroso.

Aí, voltaríamos a situação de melhoras para o Brasil que não aguenta mais essa coisa de Lula e Bolsonaro e o STF.

Chega de mi mi mi…

Bolsonaro nega intenção de provocar ruptura institucional e diz que pedirá impeachment de Moraes e Barroso ao Senado

O presidente Jair Bolsonaro se pronunciou na manhã deste sábado (14), através das redes sociais, sobre episódios ocorridos ao longo da última semana, envolvendo os ministros do STF, Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso.

Bolsonaro disse que não deseja e não provoca ruptura institucional, como tentam atribuir a ele e faz criticas aos ministros do Supremo, Moras e Barroso. “Extrapolam com atos os limites constitucionais”, afirmou o presidente.

O presidente disse ainda que fará ao senado um pedido para que instaure um processo sobre Moraes e Barroso de acordo com o art. 52 da Constituição Federal. Este artigo é o que se refere aos crimes de responsabilidade.

BG

Justiça condena PT e Haddad a indenizarem Paula Toller por uso de música em material para as eleições de 2018

Foto: Kleyton Amorim/UOL e Reprodução

A Justiça do Distrito Federal e dos Territórios condenou o ex-candidato à Presidência Fernando Haddad e o PT (Partido dos Trabalhadores) a indenizarem a cantora e compositora Paula Toller em mais de R$ 100 mil, pelo uso indevido da música “Pintura Íntima” em material para as eleições de 2018. A decisão foi em 1ª instância e cabe recurso.

A defesa da artista acusou o partido de usar, sem autorização, a canção e a imagem de Toller e do saxofonista do Kid Abelha, George Israel, em uma propaganda. A peça teria sido veiculada em canais de apoio ao candidato, inclusive no site do MST (Movimento Sem Terra).

O ex-prefeito de São Paulo e o PT argumentaram que não eram responsáveis pelo material, já que a mídia não foi identificada com o CNPJ da coligação, não seguia a identidade visual utilizada na campanha e não tinha a “qualidade técnica no nível empregado nos outros materiais oficiais”.

Os petistas disseram ainda que os sites apontados não eram deles, mas de terceiros que eles não conheciam e, portanto, não poderiam pedir a retirada.

O juiz Cleber de Andrade Pinto reconheceu a queixa de Toller e condenou Haddad e o partido a pagarem R$ 100 mil em indenização, mais 20 vezes o valor do licenciamento que deveria ser pago originalmente, e as custas do processo.

UOL/BG

Hotelaria do RN tem ocupação média de 52% em julho e ABIH projeta crescimento ‘gradual

Via Costeira concentra boa parte dos leitos de hotéis em Natal — Foto: Divulgação/ABIH
Via Costeira concentra boa parte dos leitos de hotéis em Natal — Foto: Divulgação/ABIH

A rede hoteleira do Rio Grande do Norte teve uma ocupação de 52% nos principais destinos do estado no mês de julho. O dado está na pesquisa mensal da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do RN, que foi divulgada nesta sexta-feira (13).

Os principais destinos turísticos do estado são Natal, Pipa e Tibau do Sul, e também São Miguel do Gostoso.

“A hotelaria do RN começa a registrar uma lenta recuperação, impulsionada pelo turismo regional, ou seja, aquele de final de semana. Os municípios de apelo lazer contaram com uma ocupação mais instável neste mês. Já os hotéis com apelo corporativo ainda não apresentaram uma recuperação, devido às restrições ainda em vigor devido à pandemia, ocasionando a falta de eventos e fluxo corporativo”, explicou Abdon Gosson, presidente da Abih.

“Esperamos que com o avanço da vacinação e a queda no número de internações, em breve estaremos aumentando esses números”, frisou.

O resultado ainda é considerado abaixo do ideal. Porque a média anterior à pandemia para um mês como julho, que também é de férias escolares e recesso, era de 80%. “Tem muitos hotéis que estavam com 30% de ocupação, ou no máximo 60%. Mesmo assim é um motivo pra gente comemorar”, disse Abdon Gosson.

“Até maio, a ocupação média não passava de 20%. E um hotel para se pagar precisa de uma ocupação média de no mínimo de 45% a 50% para pagar os custos. Então, a hotelaria ainda está trabalhando muito no vermelho, alguns no amarelo, quase ninguém no verde. E, se tivesse verde, é muito pouquinho. É um momento bom, de recuperação”.

Comparado com o mesmo período de 2020, a Abih considerou os números satisfatórios, já que no ano anterior 80% dos hotéis estavam fechados por causa de um cenário mais crítico da pandemia no estado.

Perspectivas

A perspectiva é de que no final de ano esses números melhorem, segundo a ABIH, com boa parte da população já vacinada contra a Covid e a malha aérea nacional operando em maior área a nível nacional.

“Cada dia que passa, cada semana, cada quinzena, e mês, a tendência é realmente de melhorar, porque as pessoas estão se vacinando”, diz o presidente da ABIH, Abdon Gosson.

“Então há uma tendência forte e a gente já esta sentindo isso pelas solicitações – não as vendas – de outubro pra frente, por parte de operadores, agências que solicitam grupos, reservas individuais. As pessoas procurando mais”, pontua.

O presidente da associação aponta que há um otimismo principalmente para o fim de ano, réveillon, e o verão do próximo ano. “A gente espera que o réveillon desse mês de dezembro seja um dos melhores da história e a alta estação seja muito boa, do verão até o carnaval”.

O dirigente reforça que “o turismo vem sofrendo fortemente há um ano e meio” por conta da pandemia e que “não será da noite para o dia que se consegue retomar o que deixou de faturar e os empregos foram perdidos”.

“Há uma perspectiva de crescimento, a gente espera que seja gradual, porém consistente. Que a cada dia, a cada mês a gente tenha números melhores. A maior indústria geradora do nosso estado é o turismo e a gente precisa fazer com que esses pais e mães de família que precisam diretamente desses trabalhos voltem a um momento bom e de segurança”, pontuou.

G1RN