Archive for agosto 10th, 2021

Assembleia do RN aprova projeto que veda nomeação de condenados por crime de racismo

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou nesta terça-feira (10), o Projeto de Lei que veda a nomeação para cargos em comissão de pessoas que tenham sido condenadas por crime de racismo. De autoria do deputado Francisco do PT, o projeto ainda prevê a exoneração de pessoas que tenham sido condenadas com base na Lei Federal nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989.

“Essa lei objetiva que todas as pessoas que sejam condenadas por crimes de racismo, fiquem vedadas a ocupação de cargos em comissão no estado do RN”, ressaltou Francisco do PT. Os deputados Ubaldo Fernandes (PL), Vivaldo Costa (PSD), Coronel Azevedo (PSC) e Getúlio Rêgo (DEM) se manifestaram favoravelmente ao PL. Os dois últimos defenderam que pessoas condenadas a qualquer tipo de crime, com sentença condenatória transitada e julgada, sejam impedidos de ocupar cargos comissionados.

O combate à violência contra as mulheres foi a temática central de cinco projetos apresentados, aprovados e amplamente debatidos em plenário. O primeiro, de autoria da deputada estadual Cristiane Dantas (SDD), implementa a “Campanha Sinal Vermelho para a Violência Doméstica” no RN, que consiste na oferta de um canal silencioso, para que mulheres vítimas de violência se identifiquem em todos os estabelecimentos comerciais do Estado. 

As mulheres identificadas com um “X” vermelho na palma da mão que poderá ser reconhecido com caneta vermelha ou batom, sinalizando a situação de violência.

Também de autoria da deputada Cristiane Dantas, foi aprovada a proposta que institui o Programa Tempo de Prevenir, que dispõe sobre a educação, reflexão, conscientização da população para a transformação social das comunidades através da desconstrução do machismo estrutural, apresentação da Lei Maria da Penha e construção de projetos capazes de garantir renda às mulheres em situação de risco. 

Foi aprovado ainda o Projeto de Lei de autoria do deputado Francisco do PT que dispõe sobre a obrigação de bares, restaurantes e casas noturnas de adotar medidas de auxílio e segurança à mulher que se sinta em situação de risco em suas dependências. “Esse projeto vem somar e complementar leis já existentes”, acrescentou Cristiane Dantas.

A matéria que dispõe sobre a vedação do uso de recursos públicos para a contratação e pagamento de artistas que individual ou coletivamente em seus shows apresentem músicas que desvalorizem, incentivem a violência ou exponham as mulheres à situação de constrangimento ou que contenham manifestações de homofobia ou discriminação racial, de autoria da Deputada Isolda Dantas (PT), foi aprovada após apresentação de substitutivo. 

Encerrando os projetos com temática voltada à segurança da mulher e também de autoria da deputada Isolda Dantas, foi aprovado o Projeto de Lei que dispõe sobre a criação de banco de dados sobre violência praticada contra a juventude negra, mulheres, LGBT e moradores de comunidades pobres. “O objetivo é dar visibilidade às tipificações de violência. É importante ter dados para poder construir políticas públicas”, destacou Isolda.

Dois projetos de resolução, de autoria do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), foram aprovados na manhã desta terça-feira. O primeiro denomina de “Deputado Francisco de Brito Guerra”, a sala de audiências da presidência da Assembleia Legislativa do RN e o que denomina de “Deputado Patrício Júnior”, a sala de reuniões das comissões da Assembleia Legislativa do RN.

Governador de Nova York renuncia ao cargo após denúncias de assédio

Foto: Mike Segar – 24.mar.2020/ Reuters

O governador de Nova York Andrew Cuomo anunciou, na tarde desta terça-feira (10), sua renuncia ao cargo. A decisão vem após uma investigação da promotoria do estado de Nova York acusá-lo de ter assediado sexualmente diversas mulheres.

Com isso, a vice-governadora do estado Kathy Hochul assumirá o cargo. O governador informou que sua renúncia entrará em vigor em 14 dias.

Há uma semana, a procuradoria-geral de Nova York divulgou informações sobre uma investigação cujo relatório final apontou que o governador democrata assediou sexualmente atuais e ex-funcionárias do estado, bem como várias mulheres fora do governo estadual.

O número de vítimas inicialmente informado pela investigação foi de 11 mulheres.

Em coletiva de imprensa feita para anunciar seu afastamento, Cuomo negou as acusações feitas pela procuradoria, mas pediu desculpas a mulheres que “ofendeu”.

“Isso não é para dizer que não existem 11 mulheres que eu realmente ofendi. Existem. E, por isso, eu peço sinceras desculpas. Eu pensei que um abraço e colocar meu braço ao redor de uma pessoa da equipe eram gestos amigáveis, mas ela sentiu que eu fui longe demais. Eu beijei uma mulher na bochecha em um casamento e pensei que fosse amigável, mas ela sentiu que foi agressivo demais”, afirmou.

“Eu escorreguei e chamei pessoas de ‘querida’, e quis ser carinhoso, mas mulheres acharam isso ofensivo. Eu assumo totalmente as responsabilidades pelas minhas ações”, declarou.

Cuomo ainda acrescentou que possui um “senso de humor” que pode ser mal interpretado pelas pessoas, e que tem feito isso ao longo de toda sua vida. “Na minha mente, eu nunca cruzei os limites com ninguém, mas não percebi a extensão da linha que havia sido redesenhada”, alegou.

Histórico

A investigação, detalhada em um relatório de 168 páginas, concluiu que Cuomo apalpou, beijou ou fez comentários sugestivos para mulheres, incluindo atuais e ex-funcionários do governo –uma delas policial estadual– e retaliou pelo menos uma mulher que o acusou de má conduta sexual. Cuomo nega qualquer irregularidade.

A vice-governadora Kathy Hochul, uma democrata do oeste de Nova York, assumirá como governadora do Estado de mais de 19 milhões de pessoas até o final do mandato de Cuomo em dezembro de 2022, conforme definido na Constituição estadual, tornando-se a primeira mulher a ocupar o cargo.

A renúncia de Cuomo marca a segunda vez em 13 anos que um governador de Nova York renuncia após um escândalo –em 2008 foi Eliot Spitzer que deixou o cargo por envolvimento com prostitutas.

Como também se tornou o mais recente homem poderoso derrubado após a ascensão do movimento social #MeToo contra o abuso e assédio sexual que abalou a política, Hollywood, o mundo dos negócios e os locais de trabalho.

Sua renúncia poupou Cuomo de uma possível destituição do cargo por meio de um processo de impeachment na Assembleia estadual. Uma investigação de impeachment em andamento apenas prometeu se intensificar.

Com informações da Reuters e CNN /BG

CPI DA PANDEMIA: Coronel da reserva Helcio Bruno diz que jamais presenciou solicitação de vantagem indevida

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A CPI da Pandemia ouviu nesta terça-feira (10) o presidente do Instituto Força Brasil, coronel da reserva Helcio Bruno. Em sua fala inicial, Helcio Bruno afirmou que esteve em uma reunião com a Davati Medical Supply no Ministério da Saúde, na qual participaram cerca de dez pessoas, e que o intuito inicial era intermediar, por meio de seu Instituto, a negociação de vacinas contra a Covid-19 com o setor privado.

Segundo ele, em 9 de março, quando a reunião do 12 de março já estava agendada com a pasta, o “reverendo Amilton [Gomes de Paula] apareceu no IFB [Instituto Força Brasil] e informou que a empresa Davati Medical Supply poderia disponibilizar doses de vacinas contra a Covid-19”.

A reunião ocorreu, de fato, no dia 12 de março. Helcio Bruno nega que tenha presenciado qualquer pedido de propina envolvendo as doses da vacina da AstraZeneca oferecidas pela intermediadora. O pedido de propina de US$ 1 por dose teria ocorrido em 25 de fevereiro durante jantar em Brasília.

O requerimento para ouvir o militar foi apresentado pelo vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que indicou que, em depoimentos à comissão, representantes da Davati Medical Supply no Brasil relataram que o presidente do Instituto Força Brasil intermediou um encontro entre a empresa e o então secretário-executivo da Saúde, coronel Elcio Franco.

O militar comparece ao Senado amparado por um habeas corpus concedido pela ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF) – ele terá o direito de ficar em silêncio e não produzir provas contra si mesmo. Helcio Bruno afirmou que usará desta prerrogativa para não responder questões envolvendo a Davati e o Ministério da Saúde.

Este deverá ser o último depoimento relacionado à empresa Davati Medical Supply. A Davati é alvo de investigação da CPI por estar supostamente envolvida em um esquema de compra e venda de vacinas da AstraZeneca superfaturadas. O contrato bilionário com o Ministério da Saúde previa a compra de 400 milhões de doses de vacina.

Tenente-coronel diz que conhece Jair Bolsonaro da época de academia militar

O depoente Helcio Bruno afirmou durante seu depoimento que conhece o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo ele, o contato com Bolsonaro se deu na época da academia militar – depois disso, ele voltou a se encontrar com Bolsonaro após sua posse.

“Ele [Bolsonaro] é meu contemporâneo na academia militar. Ele era atleta e eu também, não tínhamos nenhum contato naquela época e em 2016 quando ele manifestou que estaria concorrendo ao cargo de presidente eu aproveitei e fiz uma visita e declarei que poderíamos ajuda-lo e eu criei um grupo pra colaborar com ele, o JB 18”, disse.

A turma da academia militar de 1976, segundo Helcio Bruno, se organizou após a posse de Bolsonaro para uma visita e ele foi incluído no encontro – esta foi a última vez que Helcio diz ter se encontrado com Bolsonaro. “Quando o presidente foi empossado um grupo da turma de 76 foi fazer uma visita de cortesia e eu pedi pra ser incluído pra acompanhar. Foi a ultima vez que estive com ele, mas não é da minha relação próxima”, disse.

Helcio Bruno esteve em almoço com Dominghetti na casa do reverendo Amilton

Durante a oitiva, Helcio Bruno revelou que esteve em um almoço com o revendedor de vacinas e cabo da Polícia Militar (PM), Luiz Paulo Dominghetti, na casa do reverendo Amilton Gomes de Paula no dia 12 de março – mesma data da reunião compartilhada no Ministério da Saúde.

“Foi um almoço na residência do representante da Senah. Quando terminou a reunião na secretaria-executiva, estávamos em lockdown, tudo fechado (…) E o Amilton nos convidou pra almoçar na casa dele. O reverendo nos convidou pra participar de um almoço, fomos ao almoço e acabou”, disse.

O coronel da reserva se recusou a responder qual é a sua relação com o reverendo Amilton e com o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello – ele também manteve o silêncio diante de pergunta sobre contatos com Herman Cardenas, apontado como CEO da Davati.

Helcio Franco, no entanto, só revelou o encontro na residência do reverendo após o relator Renan Calheiros mostrar uma foto do tenente-coronel durante o almoço. Após a revelação, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) afirmaram que o Helcio mentiu à CPI. “Vossa Senhoria acabou de faltar com a verdade. Vossa senhoria disse que não tinha nenhuma intimidade”, disse.

Helcio entrega ata de reunião com a Davati

Helcio Bruno recusou-se a responder alguns questionamentos feitos pelo relator da Comissão, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), referentes à atuação do Instituto Força Brasil e sua relação pessoal com servidores do Ministério da Saúde. Ele se amparou no habeas corpus concedido pelo Supremo, que autoriza o silêncio diante de perguntas que o incriminem.

Em seguida, entregou aos senadores uma ata com o nome de todos os participantes da reunião referida. Após ler os nomes, Omar Aziz disse que estavam presentes “a cúpula da secretaria-executiva todinha para receber a Davati”.

Ao responder sobre como conseguiu uma agenda para tratar da aquisição de vacinas por empresas do setor privado – o objetivo do Instituto junto à pasta, segundo ele –, Helcio Bruno afirmou que pediu uma agenda de maneira formal e que não conhecia Cristiano Carvalho ou Luiz Dominghetti quando foi ao Ministério.

Segundo o depoente, a resposta do Ministério em relação à solicitação da reunião ocorreu em certa de três ou quatro dias.

Helcio Bruno diz que reverendo Amilton pediu compartilhamento de agenda do IFB com Davati

O tenente-coronel da reserva Helcio Bruno iniciou seu depoimento por volta das 11h30 desta terça-feira (10). Em sua fala inicial, ele destacou que o Instituto Força Brasil solicitou uma agenda formal no Ministério da Saúde em 3 de março para tratar de vacinas “para o setor privado”. Segundo ele, o pedido de agenda foi feito de maneira formal.

Já em 9 de março, quando a reunião do 12 de março já estava agendada com a pasta, o “reverendo Amilton [Gomes de Paula] apareceu no IFB [Instituto Força Brasil] e informou que a empresa Davati Medical Supply poderia disponibilizar doses de vacinas contra a Covid-19.

Segundo o depoente, foi o reverendo Amilton quem aventou a possibilidade do IFB compartilhar a agenda com a Davati na reunião do dia 12 de março.

“Embuído de boa fé, aceitou-se compartilhar agenda com a referida empresa e, nessa ocasião, conheci Cristiano Carvalho e Luiz Paulo Dominghetti. A reunião contou com participação de dez pessoas e durou cerca de 20 minutos”, disse.

Segundo Helcio, após a reunião de 12 de março, ele nunca mais esteve com Dominghetti ou Cristiano Carvalho. Sobre o encontro no restaurante em Brasília, onde teria ocorrido um suposto pedido de propina, Helcio afirmou que “jamais participei de reunião ou encontro com solicitação de vantagem indevida”. Ele também afirmou que não tem relação de amizade com o ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco.

Com CNN Brasil / BG

Deputados prestam contas de atividades parlamentares cumpridas no final de semana

Em pronunciamento no horário destinado aos deputados, no encerramento da sessão ordinária desta terça-feira (10), na Assembleia Legislativa, o deputado Vivaldo Costa (PSD) comentou sobre homenagens feitas aos ‘filhos ilustres’ de Caicó, já falecidos, o professor Muirakytan Kennedy de Macedo e o historiador Sinval Costa. As homenagens foram feitas, respectivamente, pelo jornalista Almir Macedo e pelo professor da UFRN Helder Macedo. “Palavras que merecem respeito e admiração”, disse Vivaldo se referindo aos escritos sobre os dois homenageados.
 
O deputado Souza (PSB) prestou contas de audiência que teve na direção do Detran, em Natal, em busca de respostas aos pleitos encaminhados por ele por meio de requerimentos. Segundo o parlamentar, o retorno foi positivo aos pedidos de sinalização e reforma de sedes do Detran requeridos para os municípios de Mossoró, Tibau, Patu, Extremoz e Grossos. “Em vários municípios há pontos críticos com riscos de acidentes”, disse o deputado referindo-se à sinalização vertical e horizontal, que segundo o que lhe foi informado, o processo licitatório já foi aprovado.
 
O deputado Coronel Azevedo (PSC) relatou o encontro que teve na Assembleia Legislativa de Pernambuco com parlamentares conservadores, onde debateram sobre apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Segundo o deputado, estiveram presentes parlamentares de Pernambuco, Paraíba e Alagoas. O deputado ainda comentou sobre sua participação no Seminário Agronordeste realizado no município de Caicó.

Lideranças registram pleitos para saúde, segurança da mulher e ações na região do Vale do Açu

Os deputados Dr. Bernardo (MDB), Ubaldo Fernandes (PL), George Soares (PL) e Cristiane Dantas (SDD) discursaram acerca de diversas pautas durante o horário destinado às lideranças na sessão ordinária desta terça-feira (10), na Assembleia Legislativa do RN.

O primeiro a discursar foi o deputado Dr. Bernardo que solicitou mudanças na regulamentação de pacientes na região Oeste do estado. “É preciso mudança da regulação tanto da neurocirurgia quanto da cirurgia buco-maxilofacial”, citou. Outro pleito apresentado pelo parlamentar, foi a interiorização do Samu. “Nossa região é extremamente prejudicada por não ter esse serviço para atender adequadamente os pacientes. Muitas vezes eles não morrem do acidente, mas do transporte mal feito”, disse.

Continuando com os pleitos na área de saúde, o Dr. Bernardo sugeriu que parte dos leitos de UTI da região Oeste sejam mantidos como leitos de UTI geral. “A exemplo do [Hospital] Tarcísio Maia,  que fez essa transformação, solicito que haja da mesma forma em Pau dos Ferros, Apodi”, afirmou.

O deputado estadual Ubaldo Fernandes usou seu horário para destacar dois Projetos de Lei que protocolou para criar leis no âmbito estadual, além das iniciativas que estão em evidência a nível nacional, já tramitando na Câmara Federal, de combate ao cyberbullying.

Uma das matérias prevê a criação do “Programa Estadual de Enfrentamento ao Cyberbullying – Lucas Santos”, voltado ao combate a práticas hostis em ambiente cibernético, através de atos como: depreciar, assediar, remeter mensagens intrusivas da intimidade, enviar ou adulterar fotos e dados pessoais que resultem em sofrimento ou com o intuito de criar meios de constrangimento psicológico e social.

A outra matéria protocolada pelo deputado é a que “dispõe sobre a obrigatoriedade de fixar cartazes fazendo advertência à prática criminosa do cyberbullying. “É imprescindível que se viabilizem mecanismos de defesa às vítimas para que sejam atenuadas as consequências”, defendeu o deputado.

O deputado também destacou o pleito que apresentou para a Secretaria de Tributação para a criação de um programa do Refis sobre parcelamento do IPVA 2020/2021. “Foram dois anos difíceis para a população, tendo em vista as consequências da pandemia. É também uma forma do estado arrecadar recursos para o custeio de ações do governo”, finalizou.

Na sua vez, o deputado George Soares (PL) destacou a agenda cumprida em Assu e região. “Foi um fim de semana de muitas realizações em Assu.  Graças às nossas emendas, pudemos equipar o laboratório da UPA e a Prefeitura iniciou a instalação dos ar-condicionados nas escolas municipais. A Escola Municipal Mateus da Rocha, no Sítio Trapiá, foi a primeira contemplada”, destacou.

O deputado elencou a agenda com a governadora Fátima Bezerra na entrega do Canal do DIBA – “que vai gerar mais de 6 mil empregos”, destacou. E ainda a reunião com os prefeitos do Vale do Açu para pactuar o consórcio da saúde. George Soares ainda citou a visita ao Santuário de Irmã Lindalva e destacou o trabalho para a construção da Estrada de acesso onde será construído.

Encerrando o horário das lideranças, a deputada Cristiane Dantas (SDD),destacou a aprovação de dois Projetos de Lei de sua autoria: o que implementa a “Campanha Sinal Vermelho para a Violência Doméstica” no RN, que consiste na oferta de um canal silencioso, para que mulheres vítimas de violência se identifiquem em todos os estabelecimentos comerciais do Estado e o que institui o Programa Tempo de Prevenir, sobre a educação, reflexão, conscientização da população para a transformação social das comunidades através da desconstrução do machismo estrutural, apresentação da Lei Maria da Penha e construção de projetos capazes de garantir renda às mulheres em situação de risco. 

“Hoje é um dia importante para esta casa legislativa, importante para as mulheres”, disse enquanto destacava a importância da campanha Agosto Lilás, lei instituída em 2016 e de autoria da parlamentar, que contribui para o estímulo e divulgação de meios e ferramentas de combate à violência contra as mulheres. 

“A cada ano esse movimento recebe mais adesões e é gratificante ver como é importante existir uma lei”, disse. Cristiane ainda destacou a realização da audiência pública “15 anos da Lei Maria da Penha: avanços e desafios no enfrentamento da violência doméstica contra a mulher”, realizada na sexta-feira (6).

Mato Grande: Ezequiel solicita investimentos para o município de Bento Fernandes

Crédito das Fotos: Eduardo Maia

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), apresentou uma série de requerimentos a favor do município de Bento Fernandes, na região do Mato Grande potiguar. Os ofícios solicitam investimentos em segurança pública, infraestrutura, esportes, entre outros.
 
Em um dos documentos, Ezequiel reivindica o aumento do efetivo policial e melhores condições para a Polícia Militar atuar na cidade. Além disso, o parlamentar também requer, com urgência, a recuperação geral da delegacia do município. O prédio está em situação “precária, em péssimo estado de conservação, apresentando rachaduras e deterioração”.
 
O parlamentar alerta ainda que, além do aumento das práticas criminosas em Bento Fernandes, a zona rural do município tem sido um alvo fácil para o tráfico de drogas, já que o efetivo policial é insuficiente para monitorar toda a região. “A população está sendo atormentada por uma sequência de assaltos. Bandidos andam tranquilamente e, com isso, os comerciantes também são prejudicados porque necessitam fechar seus negócios mais cedo. A população está presa em suas casas e as ruas desertas durante à noite”, relatou Ezequiel.
 
Outra solicitação do deputado é pela construção de uma quadra poliesportiva no município. O objetivo é oferecer aos jovens um espaço adequado a prática esportiva, com o objetivo de melhorar a saúde física e mental dos adolescentes, “afastando-os das drogas e de outros vícios que trazem prejuízo às famílias e à sociedade”.
 
Em outro requerimento, Ezequiel solicita a implantação dos programas Café Cidadão e Sopa Cidadã em Bento Fernandes, projetos que visam a segurança alimentar da população por meio do fornecimento de um café da manhã e refeições com elevado valor nutritivo e de qualidade, por um valor simbólico. As iniciativas são voltadas para a população de menor renda e de maior vulnerabilidade.
 
Por fim, o presidente da Assembleia sugere ainda a realização de um convênio entre Bento Fernandes e o Governo do Estado para a pavimentação e drenagem de ruas. Ezequiel relata que a ausência desse investimento tem prejudicado e dificultado o tráfego e o acesso dos moradores à região.
 

Natal vacina pessoas de 24 anos contra a Covid nesta terça (10)

Vacinação contra Covid-19 em Natal, RN, Rio Grande do Norte, vacina, imunização — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi
Vacinação contra Covid-19 em Natal, RN, Rio Grande do Norte, vacina, imunização — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Natal vai começar a vacinar pessoas de 24 anos contra a Covid nesta terça-feira (10).

A vacina está disponível em uma das 35 UBS ou nos cinco drives (Sesi, Palácio dos Esportes, Via Direta, Arena das Dunas e Ginásio Nélio Dias) – apenas a Arena das Dunas não conta com opção para pedestres.

Os drives funcionam das 8h às 16h de segunda a sábado e as UBS de segunda a sexta. Os drives não vão mais realizar aplicações de vacinas aos domingos devido à baixa procura registrada em finais de semana anteriores.

É necessário levar carteira de identidade, comprovante de residência e cartão de vacinação, caso tenha.

A movimentação dos drives de vacinação e outros detalhes para se vacinar podem ser vistos no site Vacina Natal.

Segunda dose

Para receber a segunda dose é necessário apresentar do cartão de vacina, documento com foto e comprovante de residência de Natal. As pessoas aptas devem procurar qualquer ponto de vacinação.

Oxford

  • Pode receber a D2 quem recebeu a primeira dose até 17 de maio, ou há 85 dias

CoronaVac

  • Pode receber a D2 quem completou 28 dias da primeira dose.

Pfizer

  • Pode receber a D2 quem recebeu a primeira dose exclusivamente até 21 de maio.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/

Em evento que acontece desde 1988, militares serão recebidos por Bolsonaro em exibição com blindados

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vai receber militares durante uma exibição de blindados da Operação Formosa, em Brasília. O comboio está vindo do Rio de Janeiro. O destino final é a cidade de Formosa, em Goiás, que fica a 70 km de Brasília. A parada no Palácio do Planalto, para a chamada Demonstração Operativa, acontecerá nesta terça-feira (10), por volta de 8h30.

Realizada desde 1988, a Operação Formosa é o maior treinamento militar da Marinha do Brasil no Planalto Central. Este ano, a operação, pela primeira vez, contará também com a participação do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira. A Operação Formosa tem o propósito principal de assegurar o preparo do Corpo de Fuzileiros Navais como força estratégica, de pronto emprego e de caráter anfíbio e expedicionário, conforme previsto na Estratégia Nacional de Defesa.

O evento acontece no mesmo dia em que está prevista a votação da PEC do voto impresso no plenário da Câmara dos deputados. A proposta já havia sido derrotada em Comissão especial da Casa na última sexta-feira (6), por 22 votos a 11.

BG

Esporte Campeão olímpico Ítalo Ferreira vai receber título de Cidadão Natalense

O surfista Ítalo Ferreira, campeão olímpico de surfe, vai receber o título de Cidadão Natalense. A homenagem foi proposta pela vereadora Camila Araújo (PSD) e aprovada na Comissão de Justiça e Cidadania da Câmara Municipal de Natal em reunião realizada nesta segunda-feira (9).

Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Ítalo Ferreira é natural de Baía Formosa, litoral Sul potiguar, cidade onde começou a surfar usando tampas das caixas de isopor que seu pai usava para vender peixes.

“Ítalo levou o Rio Grande do Norte e o Brasil para o lugar mais alto do pódio olímpico e possui uma história de luta, determinação e superação. Com certeza, é merecedor da homenagem do Legislativo natalense”, defende Camila Araújo.

O projeto de decreto legislativo para concessão do título para Ítalo Ferreira foi protocolado pela vereadora em abril, três meses antes do potiguar se tornar o primeiro campeão olímpico da história do surfe.

Antes do ouro em Tóquio, Ítalo havia sido campeão mundial de surfe, em 2019, vencendo o torneio de Pipeline, no Havaí, ao derrotar o bicampeão Gabriel Medina.

BG

Gustavo Carvalho reúne lideranças e lança Benes para o Governo e Rogério Marinho para o Senado

O deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) reuniu na noite desta segunda-feira (09), em Natal, prefeitos, vereadores e lideranças de 40 municípios potiguares para declarar apoio a pré-candidatura de Benes Leocádio para o Governo e de Rogério Marinho para o Senado nas eleições de 2022. 

Na semana passada, o deputado estadual Tomba Farias também fez um encontro com sua base eleitoral para declarar apoio.

BG