Archive for julho 24th, 2021

Pesquisa: Lula Despenca após defender regime cubano

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Foto: Amanda Perobelli

A defesa reiterada do regime cubano feita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi determinante para derrubar a popularidade digital do petista na semana passada. Enquanto isso, a obstrução intestinal que levou o presidente Jair Bolsonaro a ficar internado durante quatro dias em São Paulo elevou o desempenho virtual do atual chefe do Executivo.

A performance dos adversários políticos nas redes sociais é medida diariamente pela consultoria Quaest por meio do Índice de Popularidade Digital (IPD). É analisado o desempenho deles nas plataformas Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, Wikipédia e Google.

Antes das declarações pró-Cuba de Lula, o IPD do petista estava na casa dos 40 pontos – 43,18. Um dia depois, o petista usou as redes para minimizar os protestos contra o governo cubano e chamar de “desumano” o bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos. A declaração, que deu início a uma série de outros comentários sobre o caso, fez seu índice cair para 29,35. Em 14 de julho, o IPD do petista chegou a 27,48.

Lula chegou a recorrer ao episódio de violência policial que terminou com a morte de George Floyd, nos EUA, para defender a ação do governo cubano contra os manifestantes. “As pessoas se manifestam. Mas você não viu nenhum soldado em Cuba com o joelho em cima do pescoço de um negro, matando ele… Os problemas de Cuba serão resolvidos pelos cubanos”, escreveu o ex-presidente.

Terra

‘Bolsonaro tinha razão!’Diz Jornal Nacional da Globo pela primeira vez desde o início do governo

Bolsonaro viu o ‘JN’ concordar com ele, mas na sequência seu governo ficou novamente sob ataque
Bolsonaro viu o ‘JN’ concordar com ele, mas na sequência seu governo ficou novamente sob ataque Foto: Presidência da República/Divulgação e Reprodução/Facebook/@jornalnacional 

Na quarta-feira (21), a primeira matéria do ‘Jornal Nacional’ promoveu a ideia de retorno imediato à sala de aula. O repórter Paulo Renato Soares ouviu especialistas em Educação e citou o pronunciamento em rádio e TV do ministro da pasta, Milton Ribeiro, exibido no dia anterior, com apelo para que o ensino presencial seja retomado em todo o País.

Jair Bolsonaro jura nunca assistir à Globo, mas se ontem deu uma espiadinha às escondidas, gostou do que viu. A reportagem de quase 7 minutos corroborou sua defesa enfática do funcionamento regular das escolas apesar de a pandemia de covid-19 ainda matar mais de mil brasileiros por dia.

O telejornal de maior audiência do Brasil (45 a 55 milhões de telespectadores a cada noite) não noticia algo positivo a respeito do presidente desde 7 de agosto de 2020. Naquela edição, a âncora Renata Vasconcellos leu trechos de posts de Bolsonaro no Twitter em solidariedade a um entregador de aplicativo de delivery vítima de racismo e humilhação em Valinhos (SP).

Ontem, a convergência do telejornal com o presidente durou bem pouco. A matéria seguinte, do repórter Júlio Mosquéra, denunciou a orientação passada por integrantes do Ministério da Saúde a profissionais de hospitais do Amazonas para o uso de medicamentos sem comprovação científica contra a covid-19.

Mostrou ainda imagens extraídas de uma videochamada na qual a secretária Mayra Pinheiro, apelidada ‘Capitã Cloroquina’ na imprensa, revela suposto esquema de combinação de perguntas e respostas com senadores governistas que, dias depois, participariam de seu depoimento na CPI da Covid. A repercussão nas redes sociais foi imediata.

Em dia agitado no ‘JN’, William Bonner estava ausente. O âncora e editor-chefe tirou folga de alguns dias. Em seu lugar na bancada está Helter Duarte.

Terra

Vereador do interior do RN diz que Fátima Bezerra “atira com pólvora alheia”

Diante da agenda que a governadora Fátima Bezerra deve cumprir na região do Alto Oeste a partir desta sexta-feira (23), o vereador do município de São Miguel, Alan Campos, é taxativo: vem atirar com a pólvora alheia. O vereador do PSD micaelense afirma que a governadora vai inaugurar obras e serviços que não foram feitos por ela e, sim, por gestões passadas. Exemplo disso, segundo ele, é a Central do Cidadão de São Miguel, obra orçada em R$ 2.3 milhões.

“Essa obra é uma luta do deputado estadual Galeno Torquato desde 2015. É dele a busca por recursos e a autoria do requerimento que solicita a construção, iniciado pelo governador Robinson Faria. Lembrando ainda que o terreno para a instalação da Central foi cedido pela Prefeitura durante a gestão de José Gaudêncio Torquato”, afirma o vereador Alan Campos.

O vereador destaca ainda o Centro de Treinamento da Emater, equipamento que já esteve em funcionamento, mas que hoje está em estado de abandono. “Essa foi mais uma obra que contou com a iniciativa do deputado Galeno e do ex-governador Robinson, mas que hoje está abandonada. A impressão que fica é que a governadora gosta de atirar com a pólvora alheia e receber o mérito de coisas que não fez”, avalia o vereador.

BG

Consórcio Nordeste: compra de respiradores, “negócio foi planejado para dar errado”, diz Veja

Foto: reprodução

Reportagem da revista Veja publicada na sexta-feira (23) revelou detalhes das investigações sigilosas sobre a compra de 300 respiradores feita pelo Consórcio Nordeste que jamais foram entregues, causando prejuízo de R$ 48 milhões.

O inquérito, inicialmente conduzido pela polícia baiana, apresentou a Hempcare como ponta de uma rede criminosa. O negócio, desde o início, foi planejado para dar errado. Vasculhando o contrato, os investigadores detectaram uma série de ilegalidades para facilitar e agilizar ao máximo a negociação.

Só para citar um exemplo: o acordo original previa a contratação de um seguro internacional para garantir a entrega da mercadoria, uma cláusula que visa exatamente a proteger o comprador. No meio do processo, o contrato foi modificado. O seguro passou a valer apenas a partir do momento em que os respiradores deixassem a China, de onde teoricamente seriam importados. Como esse embarque nunca aconteceu e o pagamento foi antecipado, 48 milhões de reais foram para o ralo, numa trama, segundo os policiais, que ultrapassou “os limites da vilania”.

Em abril do ano passado, a Hempcare Pharma, a empresa mais vistosa do grupo, tinha apenas dois funcionários registrados. Apesar de modesta, a firma foi contratada por 48 milhões de reais para fornecer 300 respiradores ao Consórcio Nordeste.

O negócio, fechado a toque de caixa através do WhatsApp e com pagamento adiantado, previa a compra e a distribuição dos equipamentos aos nove estados da região. A microempresa, como se sabe, na verdade aplicou um monumental golpe: sumiu com o dinheiro e nunca entregou as máquinas — ampliando a lista de casos de desvio de dinheiro público registrados desde o início da crise sanitária, a partir da costumeira associação entre autoridades negligentes, servidores corruptos e empresários desonestos, como revelam os detalhes das investigações sigilosas de fraudes a que a Veja teve acesso.

Por envolver Rui Costa, apontado pela Polícia Federal como “potencial investigado”, o inquérito foi remetido para o STJ, em Brasília. Ouvido pela Polícia Federal, Costa se eximiu de qualquer responsabilidade pela fraude. Segundo ele, não fazia parte das atribuições de um governador observar detalhes de licitação ou de contratos. “A mim não cabe checar. Você imagina, no dia de hoje, quantas compras devem ter sido feitas no estado, milhares”, disse Costa no depoimento obtido por Veja, confira aqui a reportagem completa.

BG

Ponte de Igapó é bloqueada com fogo em pneus em Natal

Grupo pôs fogo em pneus na madrugada de sábado (24) em Natal. — Foto: PM/Cedida
Grupo pôs fogo em pneus na madrugada de sábado (24) em Natal. — Foto: PM/Cedida

Uma das principais vias de acesso entre a Zona Norte de Natal e o restante da cidade, a ponte de Igapó foi bloqueada com pneus em chamas, na madrugada deste sábado (24).

Segundo a Polícia Militar, o caso aconteceu por volta das 4h50, quando a Rádio Patrulha do 4º Batalhão foi acionada para averiguar um bloqueio na via, no sentido à Zona Leste.

De acordo com as informações iniciais passadas à corporação, um grupo teria ateado fogo em pneus e fechado a pista com arames farpados.

O trânsito foi desviado pelas faixas da mão contrária, que foi transformada em via em dois sentidos até a chegada dos bombeiros, que controlaram o fogo e liberaram a via em seguida.

Segundo a PM, ainda não se sabe quem foram os autores da ação, mas em frente aos pneus estava escrito “Rumo a greve geral – UJC”

Nenhum suspeito foi detido.

G1RN

Ubaldo Fernandes destaca importância do Programa “RN Acolhe”

O deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL) usou o horário do grande expediente, durante sessão ordinária desta quarta-feira (21), para parabenizar o Governo do Estado pelo anúncio do Programa “RN Acolhe”, que adota ações concretas de proteção social a crianças e adolescentes que perderam os pais durante a pandemia do novo Coronavírus, vítimas da Covid-19. Uma das ações do programa é a implantação do benefício no valor de R$ 500 mensal para os órfãos.
 
“Desde já gostaria de parabenizar o Governo do Estado e de prontidão declarar apoio e dizer que o Governo conta com meu voto quando essa matéria chegar a essa Casa para votação”, disse.
 
O Programa “RN Acolhe” vai beneficiar 600 crianças e adolescentes que perderam seus pais para essa doença no Rio Grande do Norte. “Esse projeto é muito significante e que ele seja aprovado com celeridade para que essas crianças e adolescentes possam ser amparadas pelo nosso Estado”.
 
Ubaldo lembrou de sua luta, como deputado estadual, em favor da população afetada pela pandemia e na luta pela aplicação de políticas públicas voltadas para essas pessoas. “Um exemplo é a Lei n°10.919 que visa dar amparo aos familiares das vítimas da pandemia, garantindo apoio psicológico”, lembrou.
 
O parlamentar destacou ainda outros projetos do seu mandato em favor das vítimas da Covid-19. “Enfatizo outras ações, como a Lei que instituiu o dia em memória das vítimas do coronavírus, o Programa Vacina é Vida, a Lei que dá direito ao paciente de acompanhar a manipulação da vacina e tantos outros requerimentos apresentados nesta Casa”, reforçou.

Terceira Turma do TST mantém condenação do Bradesco em R$ 1 milhão por assédio moral

A 3ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho decidiu manter condenação do Bradesco por dano moral coletivo, em processo apresentado pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT-RN). Para o colegiado de ministros, ficou provado que o banco adotava uma espécie de gestão por estresse, que gerou adoecimento de diversos empregados, acometidos por síndrome do pânico e depressão.

Ao julgar a ação civil pública movida contra o Bradesco, o Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (RN) condenou o banco ao pagamento de danos morais coletivos no valor de R$ 1 milhão. O Bradesco recorreu, então, para o Tribunal Superior do Trabalho.

A ação teve início a partir de notícia publicada em jornal local, em que o Sindicato dos Bancários do RN denunciou as violações. Em audiência no MPT-RN, a representação do sindicato relatou que os bancários tinham que trabalhar mesmo doentes, com medo de serem demitidos. Também destacou casos de LER/DORT, depressão, síndrome do pânico, em razão das cobranças abusivas e jornadas excessivas.

Para o procurador do Trabalho Fábio Romero Aragão Cordeiro, responsável pela ação, “as provas testemunhais foram decisivas para demonstrar as violações e os prejuízos à saúde física e mental dos trabalhadores, em consequência da cobrança de metas abusivas e da busca desenfreada por resultados econômicos ‘favoráveis’, porém inconsequentes”.

Com informações do TST