Archive for julho 14th, 2021

Bombeiros encontram corpo no Rio Potengi durante buscas por adolescente de 14 anos

Bombeiros encontram corpo no Rio Potengi durante buscas por adolescente de 14 anos — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Bombeiros encontram corpo no Rio Potengi durante buscas por adolescente de 14 anos — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros Militar na tarde desta quarta-feira (14), no Rio Potengi, em Natal. O corpo foi encontrado por volta das 13h30, nas imediações do bairro Nordeste, durante as buscas pelo jovem de 14 anos que se afogou enquanto surfava na praia de Miami nesta terça (13).

O corpo, que de acordo com o Corpo de Bombeiros não é do adolescente, foi recolhido pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP).

Desaparecimento

O jovem desapareceu na praia de Miami, na Zona Leste de Natal, enquanto surfava na tarde desta terça.

Os bombeiros foram acionados e iniciaram as buscas, que continuam nesta quarta. A prancha do adolescente foi encontrada com a cordinha (strep) quebrada.

De acordo com familiares, o adolescente estava acostumado a surfar no local. Os familiares informaram ainda que ele tinha casos de convulsões.

Getúlio Rêgo destaca o cumprimento das emendas parlamentares no Estado

O deputado estadual Getúlio Rêgo (DEM) aproveitou o pronunciamento que fez no plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, nesta quarta-feira (14), para fazer um apelo para que o Poder Legislativo monitore o acompanhamento a liberação das Emendas Parlamentares pelo Poder Executivo. Ele pediu para que, daqui para frente, haja um pacto com o Governo do Estado, por intermédio do líder do governo na Casa Legislativa, para que sejam cumpridas as emendas.

“É lamentável que tenhamos sempre que mendigar na busca da obediência de um ditame constitucional. Eu fui à Secretaria para tratar de emendas para serem liberadas em dezembro e não foram até o momento”, falou.

Getúlio Rêgo destacou que nenhuma emenda parlamentar é de interesse pessoal, tudo é feito às claras, para setores estratégicos do RN e isso não está sendo cumprido.

Assembleia Legislativa aprova projeto para incentivar ciclismo como lazer e transporte no RN

A Assembleia Legislativa aprovou um Projeto de Lei para incentivar e difundir o uso de bicicletas no Rio Grande do Norte, tanto como atividade desportista e recreativa quanto como meio de transporte. A proposição é de autoria do deputado estadual Hermano Morais (PSB) e segue agora para sanção.
 
A matéria prevê ainda o incentivo à construção de ciclovias, ciclofaixas e sistemas cicloviários urbanos, bem como a instalação de bicicletários públicos, e institui o dia 10 de outubro como o Dia Estadual do Ciclista, a ser incluído no calendário oficial de eventos do RN, além de palestras e campanhas educativas.
 
“Observamos hoje o aumento do número de ciclistas nas cidades potiguares, entretanto a infraestrutura dos municípios ainda segue precária e indesejável, com pouquíssimas ciclovias que interligam os diversos parques e pontos turísticos aos seus bairros”, justifica o parlamentar.
 
A nova legislação representa mais um estímulo à execução do Sistema Cicloviário de Natal, objeto de lei promulgada em 2011, capaz de tornar a cidade uma referência nacional, e deve estimular a elaboração de projetos semelhantes em outras cidades do Estado.
 
Com a aprovação pela Assembleia, a proposição depende agora da sanção do executivo estadual. Hermano trabalha para que isso aconteça nas próximas semanas, com o objetivo de que, em 10 de outubro deste ano, já seja elaborada programação relativa ao estímulo ao ciclismo no RN.

Audiência Pública discute preços de combustíveis e gás no RN

Os aumentos sucessivos nos preços dos combustíveis e do gás de cozinha foram discutidos na tarde desta quarta-feira (14), em audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O debate foi proposto pelo deputado Ubaldo Fernandes (PL), que reuniu autoridades no assunto para que fosse explicado o motivo pelo qual os preços têm sofrido tantos reajustes e o estado tem alguns dos valores mais altos do país.

“Os preços dos combustíveis e do gás de cozinha respondem por parte considerável do orçamento doméstico das famílias e são também ferramentas de trabalho e portanto a fonte de sustento de tantas outras famílias. É necessário que a gente busque entender o motivo de termos os valores mais altos do país, assim como buscar, com toda dedicação, caminhos para tentar reduzir esses preços”, disse Ubaldo Fernandes.

No debate, o parlamentar expôs que o preço da gasolina comum do Rio Grande do Norte, que há duas semanas era o terceiro mais alto do Brasil, agora já é o segundo maior, segundo levantamento realizado entre os dias 04 e 10 de julho pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. O valor médio estava em R$ 6,27, perdendo em todo o Brasil apenas para o Acre. No comparativo com os demais estados do Nordeste, o Rio Grande do Norte tem o preço mais alto, enquanto o valor médio praticado na nossa região era R$ 5,83 e o nacional era R$ 5,74.

Ainda de acordo com o deputado, a tabela de preço médio ponderado ao consumidor final de combustíveis, elaborada pela Secretaria Executiva do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), o preço médio da gasolina no estado deveria estar em R$ 6,18. Porém, em Natal, algumas bombas indicam o preço se aproximando de R$ 6,40.

Sobre o gás de cozinha, a ANP informa que, entre 4 e 10 de julho, o botijão de 13kg estava sendo vendido, em média, R$ 94,43, só perdendo para o Ceará, que está sendo comercializado por cerca de R$ 95,09. Na Bahia, a média de preços é R$ 81,74, enquanto no Nordeste a média é de R$ 87,88, chegando a R$ 89,80 no país.

“Ninguém consegue compreender esse valor tão alto do litro da gasolina, por exemplo, já que a alíquota do ICMS do RN, que os empresários locais alegam que é um dos maiores fatores responsáveis pelos preços que estão levando às bombas, é o mesmo da Paraíba, Alagoas, Pernambuco e Ceará”, disse Ubaldo.

Participando do encontro, o promotor de Defesa do Consumir Sérgio Sena explicou que foi criado um grupo de trabalho para que se chegue a um entendimento sobre os motivos pelos quais o preço dos combustíveis e do gás são tão mais altos no Rio Grande do Norte em comparação a outros estados. 

“São pessoas de conhecimento técnico que poderão contribuir procurando uma solução e verificando onde está o problema. Se é algo internacional ou se há abuso na cadeia de abastecimento. E também definam como podemos contribuir para mudar essa realidade. É um problema complexo”, disse o representante do Ministério Público. 

O representante da Secretaria de Tributação do Estado, auditor fiscal Sérgio Medeiros rechaçou os argumentos de que impostos diferenciados tenham influência no preço dos combustíveis, já que ele confirmou que os tributos cobrados no estado são os mesmos de estados vizinhos. Após expor os percentuais, ele explicou que não há um entendimento sobre o motivo pelo qual os preços são mais altos no estado.

Na discussão, representantes de motoristas por aplicativos, pessoas que utilizam motos para o trabalho e também membros do Procon e políticos, questionaram as razões dos aumentos, mas não tiveram respostas. Não participaram do debate representantes dos segmentos de combustíveis e gás de cozinha.

“O próprio Singás falou na imprensa que também não compreende tantos reajustes. Os representantes dos postos dizem na imprensa que já têm queda na venda dos combustíveis e estão preocupados! Pois reduzam o valor! Não há justificativa para termos os valores mais altos de toda nação! Os órgãos fiscalizadores precisam nos dizer se há irregularidades ou prática de abusos no estado e vamos continuar em busca de respostas”, disse Ubaldo Fernandes.

Governo do Estado: Projeto de Lei que institui o FEHIS será levado à apreciação e votação da ALRN

Imagem: Sandro Menezes/Assessoria

A governadora Fátima Bezerra assinou, nesta terça-feira (13), o Projeto de Lei que institui o Fundo Estadual de Habitação de Interesse Social (FEHIS) que será enviado à Assembleia Legislativa do RN (ALRN) para votação.
O objetivo da proposição é atualizar a legislação do Fundo Estadual de Habitação de Interesse Social e o Conselho Estadual de Habitação de Interesse Social (CEHEIS).

O Projeto de Lei que será enviado à ALRN vai adequar o estado aos princípios da Lei Federal nº 11.124, de 16 de junho de 2005, a fim de garantir a sua efetivação e o fortalecimento do Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social (SNHIS) no território potiguar, descreve informação oriunda da assessoria de imprensa da administração pública estadual, em Natal.

Lula ataca ex presidentes FHC e Sarney, grandes possíveis aliados em 2022, acusou também a imprensa

Lula conversa, articula, viaja, mas garante que não está em campanha | VEJA
Lula Alexandre Schneider/Getty Images

O ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para se defender por não fazer autocritica, atacou seus possíveis novos aliados de primeira hora para a campanha de 2022. Também atacou a imprnsa que segundo ele, fez muitas matérias o prejudicando.

Também atacou ao presidente Bolsonaro e ao ex presiednete Collor.

Ele também falou estar preparado para rebater todas as críticas que forem feitas, mas não vai fazer oposição a si próprio.

“Quando alguém pergunta: ‘Você não quer fazer autocrítica? ’ Eu respondo: ‘Faça você a crítica que você quer fazer. Não fique pedindo para que eu próprio me critique. Me critique você e eu vou responder’. Eu nunca vi ninguém pedindo autocrítica para Collor, Bolsonaro, Fernando Henrique Cardoso, Sarney e Getúlio Vargas. É só para o PT que pedem autocritica. Eu digo sempre: ‘me critique, porque se for para eu ser governo e ser oposição a mim não tem sentido’”, falou. 

O ex-presidente ainda se descreveu como “aquele que foi acusado mentirosamente, que foi destratado pelos meios de comunicação durante cinco anos, que me jogaram a pecha da maior corrupção deste país”.

“Deveriam pedir desculpas para mim, porque hoje eu sou um homem que estou totalmente livre, e quem está prestes a ser condenado são as pessoas que mentiram a meu respeito. Eu não só falo de corrupção, como eu quero dizer para você que todos os instrumentos de combater a corrupção com eficácia, elogiado por todas as instituições da ONU, foram exatamente no meu governo e no governo da presidenta Dilma”, avaliou.

Band Uol

Ex-presidente Lula diz estar “frustrado com o comportamento de Joe Biden” em relação a Cuba

Joe Biden assina ordem que limita aquisições de gigantes tech - Meio Bit
Foto da Internet

Luiz Inácio Lula da Silva afirmou estar “frustrado com o comportamento de Joe Biden” em relação a Cuba. O ex-presidente da República concedeu entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, no Jornal Gente, na manhã desta terça-feira (13).

Entre outros temas, ele falou sobre os protestos na ilha, considerados os mais expressivos em muitos anos. Lula afirmou que os problemas enfrentados pelos cubanos decorrem dos bloqueios impostos pelos Estados Unidos. Segundo ele, o governo americano “guarda ódio no coração porque Cuba venceu a revolução”

“Os problemas de Cuba serão resolvidos pelos cubanos. Os problemas da Venezuela serão resolvidos pela Venezuela e os problemas do Brasil serão resolvidos pelo Brasil. Não é necessária a interferência internacional. Eu sinceramente queria dizer que estou frustrado com o comportamento do Biden, porque fez um belo discurso voltado para o público interno, para se contrapor ao Trump e até elogiei, mas do ponto de vista da política externa o Trump tomou 240 medidas punitivas contra Cuba e o Biden não mudou nenhuma. Não é possível que o governo americano guarde tanto ódio no coração porque Cuba venceu a revolução”, disse.   

Ainda na avaliação do ex-presidente, as interferências dos Estados Unidos impediram Cuba de se tornar um país rico. Lula disse que até o enfrentamento da pandemia foi prejudicado pelos bloqueios, alimentando a insatisfação popular.

“Há razões de ter protestos em Cuba? Há. Cuba é um país que está empobrecido por conta do bloqueio, que é muito sério – são 60 anos de bloqueio. Nessa questão da pandemia, é quase que uma coisa desumana se manter o bloqueio, porque quem morre são crianças, são velhos, são pessoas que não estão em guerra. Eu cansei de ver faixa aqui ‘fora, Lula’, ‘fim da Dilma’, ‘fim do PT’. Cansei de ver faixa ‘fora, Bolsonaro’, ‘fora, Collor’, ‘fora, Fernando Henrique Cardoso’. Isso tem em todo o mundo. ‘Fora, Trump.’ No mundo inteiro é assim. Graças a Deus que existe possibilidade de haver manifestação. Agora, você não viu nenhum soldado ajoelhado no pescoço de um negro matando ele”, avaliou.

Band Uol

Bolsonaro está doente! Presidente ficará entre 24 e 48 horas em observação

Bolsonaro trabalhou, em média, menos de três horas por dia em junho -  CartaCapital
Foto da Internet

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, por orientação de sua equipe médica, deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, nesta quarta-feira (14) para a realização de exames para investigar a causa dos soluços.

Por orientação médica, o presidente ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital. Ele está animado e passa bem.

As informações são da Secretaria Especial de Comunicação Social.

O presidente já vinha apresentando um soluço há mais de 10 dias. Sem querer se render, não houve jeito. Tem que ver a cuasa e ficar em repouso. As motociatas terão que esperar.

Hermano Morais solicita esclarecimentos sobre distribuição proporcional de vacinas

O deputado estadual Hermano Morais (PSB) solicitou esclarecimentos sobre a distribuição proporcional de vacinas contra a Covid-19 aos municípios do Estado. A solicitação foi feita esta semana, por meio de requerimento protocolado na Assembleia Legislativa, e direcionada à Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

“Todos nós sabemos da necessidade da vacina contra a Covid-19, afinal, quanto maior o número de pessoas vacinadas, mais fácil será controlar a propagação da doença. Entretanto, dúvidas têm surgido a respeito da distribuição proporcional das vacinas no Rio Grande do Norte, que precisam ser esclarecidas”, justificou o parlamentar.

Hermano usou como exemplo o caso de Ceará-Mirim, que tem mais de 73 mil habitantes, porém só recebeu 36 mil doses da vacina contra a Covid-19. Segundo dados do site Mais Vacina RN, municípios com população inferior receberam mais de 45 mil doses.

Para o deputado, os esclarecimentos da Secretaria vão ajudar no planejamento da vacinação nos municípios, além de tornar do conhecimento de todos a relação entre a distribuição dos imunizantes e o quantitativo populacional.

Vacina da gripe pode reduzir sintomas graves de Covid, diz estudo

Foto: LuAnn Hunt/Pixabay

Um novo estudo com 75 mil pacientes de Covid-19 revelou que indivíduos imunizados contra a gripe podem estar parcialmente protegidos contra alguns dos efeitos mais severos provocados pelo coronavírus. Sintomas como derrames e infecções generalizadas foram menos comuns entre essas pessoas, assim como internações em UTIs.

Os cientistas compararam dados de 37 377 pessoas que contraíram o SARS-CoV-2 e que haviam sido vacinadas contra a influenza com informações de outros 37 377 indivíduos com o coronavírus que não receberam a imunização contra a gripe. Embora a proteção contra a influenza pareça estar relacionada com uma menor frequência de sintomas graves, o número de mortes constatadas por Covid-19 não foi menor entre aqueles que a receberam.

Os resultados do estudo foram apresentados em uma reunião online da Sociedade Europeia de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas. Segundo a pesquisa, pacientes de Covid que não foram vacinados contra a gripe apresentaram chances até 58% maiores de terem um derrame e até 45% maiores de sofrerem infecções graves.

Uma hipótese que explicaria essas conclusões é a de que a imunização contra a gripe estimula o sistema imunológico e, de certa forma, o prepara melhor para combater o coronavírus. Outra possibilidade é a de que pessoas que têm acesso à vacina da gripe tenham melhores índices de saúde no geral.

É importante assinalar que, apesar dos resultados do estudo, a vacina contra a Covid-19 é insubstituível, e a imunização contra a influenza de modo algum compensa sua ausência.

Veja

Museu Câmara Cascudo abre agenda para visitas virtuais guiadas

Museu Câmara Cascudo promove debate sobre os museus universitários e a nova  definição de museus do ICOM
Foto da Internet

O Museu Câmara Cascudo (MCC) da UFRN retoma as visitas guiadas com o público escolar, por enquanto, de maneira virtual. O setor educativo do museu, coordenado pela pedagoga Cristiana Moreira, desenvolveu o Projeto de Mediação Virtual e, a partir desta terça-feira (13), os professores podem agendar as visitas dentro dos temas disponíveis de acordo com o conteúdo trabalhado com os alunos em sala de aula.

A primeira visita virtual experimental foi realizada com as turmas de Educação Infantil e Ensino Fundamental I do Núcleo de Educação da Infância (NEI) da UFRN. O projeto piloto tem a participação de estudantes de graduação da UFRN, que atuam como bolsistas no MCC e são responsáveis pela mediação com as crianças e adolescentes.

Os temas podem variar de acordo com o interesse da escola e dos temas disponíveis nas exposições montadas nas salas do Museu. Além das mediações, as crianças também podem colocar em prática o que aprenderam através de quizzes e atividades interativas desenvolvidas pela própria equipe do setor Educativo.

Agora, o projeto será ampliado para todas as escolas públicas e privadas. Os professores devem agendar as visitas escolhendo o tema que julgarem compatíveis aos conteúdos trabalhados em sala de aula para o dia e o horário solicitados. Também é preciso informar a quantidade de alunos na turma, o tema trabalhado no momento, o objetivo com a visita. As equipes das escolas podem conhecer as exposições montadas no MCC no site da instituição na internet, no endereço www.mcc.ufrn.br

As visitas presenciais estão suspensas desde março de 2020, quando começaram as medidas de restrição por causa da pandemia da Covid-19. Um dos públicos mais afetados pelo isolamento foi o infanto-juvenil, com a mudança do ensino presencial para o remoto, o modelo híbrido e um recomeço diferente, sem contato com os colegas de sala. 

Nas visitas virtuais, a equipe do setor Educativo participa da sala de aula virtual – com a plataforma oferecida pela escola – narra a história e os fatos sobre a exposição, além de interagir com os estudantes em tempo real. Assim como as visitas presenciais ao MCC, as virtuais também são uma forma de complementar a educação científica, histórica e cultural. Isso é possível perceber por meio do interesse estampado nos olhos atentos dos curiosos visitantes.  

O setor Educativo, responsável pela organização das visitas, atua na articulação das várias áreas de conhecimento que estruturam o Museu, além de buscar ampliar a interação com a comunidade.  Composto por uma equipe de bolsistas e por uma pedagoga, o setor promove atividades para educar e entreter o público: com visitas e mediações guiadas, oficinas, cursos e minicursos, palestras, peças de teatro, jogos e brincadeiras e qualquer produção de material didático ou de entretenimento para a comunidade como um todo.

Para agendar as visitas virtuais, basta entrar em contato com o setor Educativo do Museu, com antecedência, através do e-mail educativo.mcc.ufrn@gmail.com ou do whatsapp (84) 9466-0517 e falar com Cristiana Moreira.  Contato com a imprensa: Iano Flávio Maia+5584999121289Nathália Souza+5584981434065

Natal retoma aulas presenciais na educação infantil para cerca de 6 mil alunos

Natal retoma aulas presenciais com crianças da pré-escola após 16 meses.  — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi
Natal retoma aulas presenciais com crianças da pré-escola após 16 meses. — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi

Natal retoma, nesta quarta-feira (14), as aulas presenciais para crianças das turmas de pré-escola, após 16 meses sem atividades nesse formato.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, cerca de 6 mil alunos voltam ao ensino presencial e híbrido em pouco mais de 40 centros municipais de educação infantil (CMEIs).

O número de alunos representa pouco mais de 10% do total de 58 mil estudantes matriculados na rede.

Aulas presenciais são retomadas em cerca de 40 centros municipais de educação infantil, nesta quarta-feira (14) em Natal. — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi

Aulas presenciais são retomadas em cerca de 40 centros municipais de educação infantil, nesta quarta-feira (14) em Natal. — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi

As aulas presenciais estavam suspensas desde o dia 17 de março de 2020, por causa da pandemia da Covid-19.

“Esse retorno começa pelo ensino infantil e pré-escola. Temos 74 CMEIs e alguns estão passando por obras grandes, outros por adequações e à medidas que eles foram ficando prontos eles vão voltando de maneira gradual”, afirmou a secretária de Educação, Cristina Diniz.

Lavatórios e totens de álcool em gel foram instalados nas escolas municipais de Natal — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi

Lavatórios e totens de álcool em gel foram instalados nas escolas municipais de Natal — Foto: Carlos Dhaniel/Inter TV Cabugi

De acordo com a secretária, as obras são grandes e dependem de licitações e recursos e, por isso, não foi possível concluir todas as obras ao longo de mais de um ano de pandemia.

O plano de retorno das aulas presenciais se dá por níveis e a cada 14 dias. Após o retorno da pré-escola, as etapas seguintes que voltam são: ensino fundamental, creche, ensino fundamental 2 e EJA.

Em alguns CMEIs de Natal, crianças ainda não tinham recebido kits com máscaras e farda para retorno às aulas presenciais — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Em alguns CMEIs de Natal, crianças ainda não tinham recebido kits com máscaras e farda para retorno às aulas presenciais — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

De acordo com a secretária, ainda em 2020 a previsão é que o retorno começasse pelo ensino fundamental, porém, após o plano foi alterado após estudos apontarem o menor adoecimento e baixa transmissibilidade da Covid-19 em crianças pequenas.

Segundo a secretaria, crianças receberam kits com produtos de higiene e prevenção, como máscaras e garrafinhas para evitar tomar água direto do bebedouro, além de novos fardamentos.

Esse era o caso do CMEI Mailde Ferreira Pinto Galvão, localizado no bairro Potengi, na Zona Norte de Natal, mas não no CMEI Professora Antonia Fernanda Jales, no Pitimbu, na Zona Sul da capital, no início da manhã.

G1RN