Archive for fevereiro 17th, 2021

Vazamento de gás causou explosão que derrubou casas e deixou 4 mortos em Natal, confirma perícia

Desabamento de casa em Mãe Luiza, Zona Leste de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Desabamento de casa em Mãe Luiza, Zona Leste de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O trabalho de perícia confirmou que um vazamento de gás foi o que provocou a explosão que causou o desabamento de cinco casas e morte de quatro pessoas no bairro de Mãe Luiza, na Zona Leste de Natal. O caso aconteceu na madrugada do dia 7 de fevereiro. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (17) pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia.

De acordo com o Itep, a explosão aconteceu na casa do meio, onde Maria das Graças Idelfonso morava. Embora o botijão estivesse na cozinha, explosão ocorreu no quarto onde a mulher estava. Segundo os peritos, ela foi a única vítima que apresentou queimaduras, o que já indicava a proximidade com o epicentro da explosão.

Perito Amaury Leite, do Itep, apresenta mapa com local onde explosão teria acontecido — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Perito Amaury Leite, do Itep, apresenta mapa com local onde explosão teria acontecido — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

“Maria das Graças era a única que tinha queimaduras no corpo. O muro vizinho tinha umas ondulações que indicam o epicentro”, ressaltou o perito criminal Amaury Leite.

“Um quilo de GLP equivale a 980g de TNT, e o botijão era de 13kg. Foi algo muito forte, realmente”, afirmou o diretor do Itep, Marcos Brandão.

Os peritos, no entanto, não definiram o que teria causado a combustão do gás. “Pode ser qualquer coisa. Um ventilador. Um curto-circuito. Um celular… qualquer elemento pode iniciar a explosão. É muito difícil responder isso. O motivo da explosão fica no canto da subjetividade hoje. Mas o trabalho vai continuar para saber o que provocou. O que podemos afirmar hoje foi que houve o vazamento de gás”, pontuou.

Itep apresenta resultado de perícia que confirma causa da explosão que provocou desmoronamento de casas e morte de 4 pessoas em Natal. — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Itep apresenta resultado de perícia que confirma causa da explosão que provocou desmoronamento de casas e morte de 4 pessoas em Natal. — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Ainda de acordo com os peritos, desde a meia noite do sábado (6), já havia relato de cheiro de gás. A explosão foi às 3h. O ambiente era confinado, portanto haveria muito gás concentrado no espaço.

Quatro mulheres morreram após uma explosão que culminou com o desabamento das casas no bairro de Mãe Luiza. Outras duas pessoas foram resgatadas com vida, entre escombros. O acidente aconteceu por volta das 3h30 da madrugada do domingo (7) no cruzamento entre as ruas Alto da Colina e IV Travessa João XXIII. As vítimas fatais, todas mulheres, foram identificadas como:

  • Maria Teresa Cristina da Silva, 49 anos
  • Taís Silva de Oliveira, 18 anos
  • Maria das Graças Idelfonso, 57 anos
  • Maria Luiza Belarmino, 44 anos

Maria Teresa Cristina da Silva e Taís Silva de Oliveira eram mãe e filha.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a casa em que aconteceu a explosão era uma edificação compartimentada e desabou completamente. Após a destruição, imóveis no entorno foram interditados pela Defesa Civil e moradores foram obrigados a irem para casa de parentes. A população começou uma campanha para arrecadas roupas, alimentos e outros materiais para os moradores que não estavam no imóvel no momento da tragédia e ficaram desabrigados.

G1RN

Pelo que assistimos o AI5 já foi reeditado pelo STF há muitos anos

Resultado de imagem para STF
Foto da Internet

Os ministros do STF vêm a cada dia impondo suas arbitrariedades contra os poderes legislativos e executivo do Brasil. Eles já impuseram o AI5 contra o povo brasileiro quando decidiram, contra a Constituição, retirar as prerrogativas do Poder Executivo, de conduzir a defesa do Brasil contra a Pandemia, o que deveria ser definido exclusivamente pelo presidente da República e pelos Parlamentares.

Na época o STF decidiu retirar todo o poder do governo federal, além de constantemente o ameaçar, para dar poderes aos govenadores e prefeitos para girem arbitrariamente contra o povo do Brasil.

Roberto Jerferson, presidente do PTB, diz constantemente ‘que os ministros têm a caneta, mas não têm a pólvora. Quem tem o poder é quem tem a pólvora.’ Diz o presidente do PTB.

Agora com o caso de prisão, possivelmente ilegal, do deputado Daniel, a Casa do Povo decidirá pelo voto, o que deverá ser feito. Por outro lado o Senado deverá assumir um papel importante para evitar coisas mais graves, pautando os pedidos contra os ministros do STF, caso decidam pelo sim ou pelo não, que seja cumprida a Lei.

Arthur Lira vai defender a Casa do Povo, diz que vai conduzir análise da prisão de Daniel com responsabilidades

Resultado de imagem para arthur lira
Athur Lira defenderá a casa do povo. Foto da Internet

O presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), afirmou em rede social nesta terça-feira (16) que vai conduzir a análise da prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) “com serenidade e consciência” de suas “responsabilidades para com a Instituição e a Democracia”.

A Constituição define que “membros do Congresso Nacional não poderão ser presos, salvo em flagrante de crime inafiançável”. Nessa hipótese, o mesmo artigo diz que “os autos serão remetidos dentro de vinte e quatro horas à Casa respectiva, para que, pelo voto da maioria de seus membros, resolva sobre a prisão”.

Na postagem em rede social, Arthur Lira declara que vai se guiar “pela única bússola legítima no regime democrático, a Constituição”. E que respeitará a decisão majoritária do plenário.

“Como sempre disse e acredito, a Câmara não deve refletir a vontade ou a posição de um indivíduo, mas do coletivo de seus colegiados, de suas instâncias e de sua vontade soberana, o Plenário. Nesta hora de grande apreensão, quero tranquilizar a todos e reiterar que irei conduzir o atual episódio com serenidade e consciência de minhas responsabilidades para com a Instituição e a Democracia”, publicou o presidente da Câmara.

G1

STF prende deputado Daniel o acusando de apologia ao AI5

O deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) foi preso em flagrante após vídeo em que defende o fechamento do STF, o que é inconstitucional — Foto: Reprodução/TV Globo

Segundo o G1, o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) passou a madrugada desta quarta-feira (17) preso na sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro, na Zona Portuária da cidade. Ele foi preso em flagrante na noite de terça (16). O parlamentar divulgou um vídeo no qual faz apologia ao AI-5, instrumento de repressão mais duro da ditadura militar, e defende a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), o que é inconstitucional.

No vídeo, Silveira ataca seis ministros do Supremo: Edson FachinAlexandre de MoraesLuís Roberto BarrosoGilmar MendesMarco Aurélio Mello e Dias Toffoli.

O deputado foi detido no fim da noite em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. Após passar por exames no Instituto Médico Legal (IML), Silveira foi levado ao prédio da Superintendência da PF por volta de 1h30.

Se os atuais ministros do STF perguntarem ao povo brasileiro o que acham deles como pessoas, vão receber resposta que não irão se agradar. O povo brasileiro está cansado de um STF que faz política, que ataca constantemente as decisões do Poder Executivo, que deturpam a Constituição Federal.

O Brasil precisa reagir os abusos praticados pelo STF, eles, os ministros, são funcionários públicos que devem agir dentro da Constituição e da Lei.

Se o deputado Daniel errou, deve pagar na forma da Lei. Mas não justifica uma prisão sem comunicação prévia à Câmara Federal.

Esse inquérito ilegal do STF deve ter fim o mais rápido possível. É inconstitucional.