Archive for maio 27th, 2020

Mãe confessa assassinato de garoto de 11 anos no Rio Grande do Sul

Rafael Mateus Winques foi vítima da própria mãe / Foto da internet

Depois de 10 dias de buscas, a Polícia Civil encontrou o corpo do garoto Rafael Mateus Winques, de 11 anos, em uma casa abandonada no município de Planalto, que fica a 406 quilômetros de Porto Alegre. De acordo com as investigações, a própria mãe, Alexandra Dougokenski, confessou o crime do assassinado da criança, desaparecida desde 15 de maio, por medicação indevida, cujo nome não foi divulgado.

Alexandra foi ouvida pelas autoridades e teve prisão preventiva decretada pela Justiça. A informação da morte da criança pela própria mãe foi confirmada pela delegada Nadine Anflor. 

Em depoimento, ela afirmou que o filho desapareceu durante à noite. A genitora teria deixado o menino no quarto para dormir e, quando acordou, no dia seguinte, ele não estava mais no local. Conforme o relato, a cama estava desarrumada e a porta da casa, encostada. O local não tinha sinais de arrombamento

Em.com

Covid-19: RN com quase 20 mil casos entre suspeitos e confirmados, registra 242 mortos

Copiado do G!RN

O novo boletim da Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte registrado hoje, 27, apresentou 5.630 casos confirmados de Covid-19 e 242 óbitos provocados pelo coronavírus. 

Os casos suspeitos são 14.035. São quase 20 mil entre casos confirmados e não. Há ainda 39 óbitos esperando a confirmação para ver se de fato as mortes foram causadas pelo Covid.

Entre os números estão também que 1.410 doentes de Covid foram recuperados, quase seis vezes maior o número dos óbitos, mostrando que é possível a recuperação.

Para alguns psicólogos que preferem se resguardarem no anonimato, dizem que o medo é um grande aliado nessa hora, da doença, o paciente pode baixar a autoestima e imunidade.

11.027 pessoas que apresentaram sintomas foram descartados, isto é, podem ter sofrido apenas questões nervosas, síndrome do pânico.

Segundo o Dr. Anthony Wong, Professor de doutorado em infectologista da USP, para cada paciente que se apresenta com a doença há cerca de 350 pessoas assintomáticas. Se isso se confirma, podemos está com quase 2 milhões de pessoas que já tiveram contato com o vírus.

É preciso revisar com cuidado para ver se não já podemos contar com a proteção do efeito rebanho.

Com algumas informações do G1RN

Bolsonaro tem acusação arquivada por Celso de Mello

Celso de Mello ficou incrédulo com vídeo de reunião de Bolsonaro e ...

Celso de Mello arquivou acusações apresentadas ao STF por deputados do PT e do PSOL contra Jair Bolsonaro por obstrução de Justiça, coação, advocacia administrativa, prevaricação e falsidade ideológica, pela demissão de Maurício Valeixo da direção-geral da PF.
Assim como fez com uma notícia-crime apresentada por senadores da Rede, o ministro acolheu parecer da Procuradoria Geral da República segundo o qual cabe apenas ao órgão investigar o caso e eventualmente denunciar o presidente da República por esses crimes.
HELENO
Celso de Mello foi sorteado para relatar um pedido de impeachment apresentado pelo PT contra Augusto Heleno no Supremo.
O partido acusa o chefe do GSI por crime de responsabilidade pela nota em que disse que eventual apreensão do celular de Jair Bolsonaro “poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional”.


O ANTAGONISTA

CFF cobra informações sobre mudanças na AGN e gastos com Consórcio NE

A comissão de Finanças e Fiscalização da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte discutiu, na tarde desta quarta-feira (27), gastos realizados pelo Governo do Estado com relação ao enfrentamento à pandemia do novo coronavírus e também possíveis mudanças no estatuto da Agência de Fomento do Estado (AGN). Os parlamentares cobram informações e a comissão vai encaminhar ofício ao Executivo solicitando dados, além de convidar representante da AGN para tratar sobre as mudanças no órgão.

Durante o encontro, os parlamentares relataram diversas matérias que tramitam na casa e levantaram questionamentos sobre gastos do Executivo. O presidente da comissão, deputado Kelps Lima (Solidariedade), abordou as dúvidas sobre os gastos do Rio Grande do Norte com o Consórcio Nordeste durante o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Segundo o parlamentar, o pagamento antecipado de R$ 5 milhões por respiradores por parte do Executivo potiguar e a informação de que os equipamentos não serão encaminhados causou surpresa e, para ele, é preciso que mais detalhes sobre a atuação do estado no Consórcio sejam repassados aos parlamentares.

“A notícia que temos é de R$ 5 milhões ainda perdidos, mas sugiro à comissão que façamos um ofício à governadora Fátima Bezerra, já que os auxiliares não respondem os nossos ofícios, para que o Governo responda formalmente sobre os detalhes dessa compra e quanto foi gasto, até o momento, com o consórcio. Queremos saber os valores e os benefícios que ele trouxe, que até agora não vimos”, disse o deputado, que recebeu o aval dos deputados Ubaldo Fernandes (PL), José Dias (PSDB), Tomba Farias (PSDB) e Getúlio Rêgo (DEM) para o encaminhamento do ofício.

Além desse questionamento, os membros da comissão também decidiram fazer questionamento formal à AGN sobre mudanças no estatuto do órgão. Segundo Tomba Farias, foram criados cargos, como o de diretor de Planejamento e Controle, com altos salários, e ocorreu a ampliação dos mandatos dos gestores de 2 anos para 3 anos.

“Há relatos de salários superior até a R$ 20 mil, o que eu ainda não tenho a confirmação, mas esse tipo de mudança não pode ocorrer dessa maneira, ainda mais nesse período”, criticou Tomba Farias.

O deputado José Dias se somou ao pleito do companheiro de partido e disse que os deputados devem, caso não consigam sustar essas mudanças através do diálogo, buscar a reversão até mesmo na Justiça.

“Qualquer movimento para agasalhar apaniguados é bárbaro, ainda mais nesse momento. É um desatino. Temos que denunciar e, caso chegue ao extremo, entrarmos com ação na Justiça”, disse José Dias.

O deputado Kelps Lima concordou com o posicionamento e ainda usou como exemplo um pleito que fez à AGN e não foi atendido, para a criação de uma linha de financiamento aos profissionais dos transportes escolares, que estão sem recursos devido à suspensão das aulas. Segundo ele, o pedido sequer foi respondido.

“Eu até pensei que era porque a prioridade no momento não poderia ser essa, que é uma atividade municipal, poderia haver falta de recursos, mas não é o que parece, principalmente porque a AGN está criando cargos. Acho que poderemos deliberar para convidar a presidente da AGN ou um representante legal para que venha esclarecer isso”, sugeriu o deputado e teve a alternativa acatada pelos demais membros da comissão.

RN: Prefeito de São Gonçalo reclama de Fátima Bezerra – ‘estamos sós’

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio de Medeiros, usou as redes sociais nesta segunda-feira (25) para cobrar ajuda do Governo do Estado para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no município. Em um desabafo publicado no Facebook, o prefeito disse que São Gonçalo “necessita da devida atenção” da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).
“Sendo a quarta maior cidade do RN, com mais de 100 mil habitantes, São Gonçalo do Amarante não tem qualquer ajuda financeira do Estado para a saúde do município nem há, aqui, nenhuma estrutura de saúde do Estado como tem Macaíba, Parnamirim e várias outras cidades menores”, escreveu Paulo Emídio, que é mais conhecido como Paulinho.
O gestor municipal criticou o fato de a Sesap não ter incluído São Gonçalo do Amarante na lista das cidades que serão beneficiadas com os respiradores pulmonares enviados pelo governo federal para o Rio Grande do Norte. Nesta segunda, o governo Fátima anunciou o recebimento de 120 equipamentos, sendo 80 para o Estado e 40 específicos para o município de Natal.
Dos 80 respiradores enviados para o Governo do Estado, 40 já chegaram, segundo o governo. Desse total, 20 – que são mais complexos – começaram a ser distribuídos para hospitais estaduais de Natal, Mossoró e da região Seridó. “Os respiradores mais simples ainda estão sendo destinados. A Sesap aguarda ainda a chegada de mais 40 respiradores prometidos para esta terça-feira (26), para então anunciar o direcionamento destes”, informou o governo estadual.
Paulo Emídio ressaltou que, desde o início da pandemia, São Gonçalo recebeu apenas dois respiradores pulmonares do governo estadual e que eles foram remanejados do Hospital Walfredo Gurgel, na capital. “(Os equipamentos) não são suficientes, nem de longe, para nossa necessidade”, escreveu.
Segundo o prefeito, a gestão municipal “tem ido além das suas possibilidades”. Ele ressaltou que, para enfrentar o coronavírus, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante contratou 38 médicos, montou um centro de pediatria para evitar o contato de crianças com a Covid-19 nas unidades já existentes e distribuiu equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde e a população em geral.
“Mas a verdade é que estamos sós diante de uma situação em que deveríamos estar, mais do que nunca, de mãos dadas”, reclamou Paulo Emídio.
O prefeito de São Gonçalo cobrou do governo Fátima, ainda, a parceria que foi prometida para a montagem no município de um hospital de campanha. “Não temos qualquer posição até agora a não ser visitas e mais visitas da Sesap”.
“São Gonçalo do Amarante clama por ações concretas por parte das autoridades estaduais e nacionais de saúde. Pessoas estão morrendo a cada dia. Mesmo em meio a uma pandemia e com as limitações que existem, podemos enfrentar melhor a situação se tivermos equilíbrio no direcionamento dos esforços e na divisão das tarefas e das responsabilidades. Com diálogo e com assertividade nos compromissos”, finalizou o prefeito.
De acordo com o último boletim epidemiológico da Sesap, divulgado na segunda, São Gonçalo do Amarante tem 142 casos confirmados de coronavírus, com 12 óbitos.
Agora RN

Fisioterapeuta conta rotina de trabalho em duas UTIs no combate ao coronavírus: ‘Estamos ali pra salvar o amor de alguém’

Danielle Neiva em uma das UTIs onde atua no combate ao novo coronavírus — Foto: Cedida
Danielle Neiva em uma das UTIs onde atua no combate ao novo coronavírus — Foto: Cedida

G1RN- “Estamos ali pra salvar o amor de alguém”, afirma a fisioterapeuta intensivista Danielle Neiva Santos de Aquino Araújo, de 38 anos, que atua em hospitais do Rio Grande do Norte e do Ceará, na linha de frente de combate ao coronavírus. Em 15 anos de profissão, ela afirma que esta é a situação mais grave que vivenciou. Bem mais que a crise da gripe H1N1, por exemplo.

“Naquela época, uns 10 anos atrás, eu estava grávida. Atendi pacientes com H1N1, mas a situação agora é muito mais difícil”, diz.

Para ela, o senso de responsabilidade seu e de seus colegas aumenta ao perceber que os próprios pacientes e seus familiares colocam no trabalho deles a esperança da cura, no combate à Covid-19, mas ela considera que os trabalhadores da área não são “super-humanos”.

“Nós temos medo. Mas temos coragem. Quando entramos na UTI e vemos aquelas pessoas deitadas, as únicas pessoas que elas têm somos nós, a única esperança científica somos nós, profissionais da saúde; e a fé que nós temos e todas as famílias têm para que eles se levantem e saiam embaixo de palmas”, afirma, emocionada.

A profissional é de Mossoró, no Oeste potiguar, onde trabalha há 15 anos. Além do Hospital Wilson Rosado – uma unidade privada – há cinco anos ela passou a fazer plantões também no Hospital Universitário Valter Cantídio, em Fortaleza.

Construção da Barragem das Traíras é fruto de economia e responsabilidade fiscal, diz Vivaldo Costa

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (26), o deputado Vivaldo Costa (PSD) relembrou o legado que deixou para o Rio Grande do Norte, quando assumiu o Governo do Estado, durante nove meses em 1994. O parlamentar falou das estradas que viabilizou durante sua gestão e a construção da Barragem Passagem das Traíras, situada nos limites dos municípios de São José do Seridó, Jardim do Seridó e Caicó.

Vivaldo disse que não aceitava insinuações de que o projeto foi mal executado, ou feito com superfaturamento, pois a obra tem 25 anos e nunca passou por nenhum melhoramento em sua estrutura. “Críticas vêm e chegam até dizer que a obra foi mal feita, para ganhar dinheiro com isso. Essas mãos são limpas, ando de cabeça erguida, onde passei dei conta do recado. Tenho treze mandatos, porque tenho credibilidade. Onde passei mereci o respeito. Não aceito insinuações de que a Barragem das Traíras está precisando de uma restauração porque foi mal construída, porque foi feita as pressas, porque tirei dinheiro para si”.

O Papa Jerimum, como também é conhecido, lembrou que o recurso investido na Barragem Passagem das Traíras foi todo do Estado, fruto de economia. “Uma obra com 25 anos precisa ser acompanhada, restaurada, melhorada, na Passagem das Traíras não foi feito isso”, contou.

Na sua fala, recordou outras marcas que deixou por diversas cidades. “Tem uma frase que diz ‘Quem não faz um pouco mais pela sua terra, não faz pela terra de ninguém’, tomei pra mim esta frase. Quando governei o Rio Grande do Norte fiz a estrada que liga Jardim do Seridó a Parelhas, Florânia a Jucurutu, Caicó a divisa com a Paraíba passando pela Palma, levei energia rural para o Seridó, perfurei poços e muitas obras. Dentro dessas obras a mais importante foi a Barragem Passagem das Traíras, na junção do Rio Seridó com o Rio São José”.

Trade de turismo avalia positivamente o retorno das suas atividades

Santur - Turismo em SC.png

Definitivamente, como uma das atividades econômicas mais importantes do Estado de Santa Catarina, a retomada do turismo é esperada, por parte do empresariado catarinense, para o segundo semestre deste ano. Desde já, é o que aponta a pesquisa da Agência de Desenvolvimento do Turismo (Santur), realizada com mais de 800 empresas e entidades de classe. De acordo com os dados levantados, 24% dos entrevistados acreditam quanto a uma retomada mais intensa das atividades do Turismo ainda em 2020, embora na opinião da maioria (52%) a recuperação dos negócios deve ocorrer com mais força só no próximo ano.  

Gustavo Carvalho volta a criticar acordo de piso salarial entre Sinte e Governo do Estado

O acordo firmado entre o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN (Sinte) e o Governo do Estado, a respeito do piso salarial da categoria, voltou a pautar o pronunciamento do deputado Gustavo Carvalho (PSDB). Na sessão ordinária desta quarta-feira (27), realizada por videoconferência, o parlamentar disse que o Sindicato não está cumprindo com suas atribuições. 

“Hoje na reunião de líderes eu tive a oportunidade de apreciar um projeto da governadora que pretende regularizar um acordo esdrúxulo feito com o sindicato da educação sobre o piso salarial. É preciso que a população entenda que essa relação do sindicato com o governo é injustificável, porque ela tem sido uma relação de bajulação. E qual é a maior atribuição de um sindicato? defender os interesses da categoria, e não o que esse sindicato está fazendo”, criticou Gustavo.

Gustavo Carvalho destacou que a lei do piso salarial é federal e que a governadora Fátima, então deputada federal, fez parte da comissão que analisou o Projeto de Lei, na Câmara dos Deputados. 

“Essa lei diz que é para se implantar, em janeiro de cada ano, o piso passado pelo Ministério da Educação. E aquela mesma deputada federal, que hoje é governadora, fez um acordo para pagar o que está atrasado, desde janeiro, somente a partir de janeiro do próximo ano, de forma retroativa. 40% seriam pagos no primeiro semestre e 60% no segundo, quando já se vai ter outro janeiro atrasado”, enfatizou o deputado.

Segundo Gustavo Carvalho, “o Governo do Estado é muito contraditório”. “Portanto, se algum deputado quiser votar a favor dos professores, ele deverá votar contra esse acordo. E o sindicato tem que acompanhar e aprovar isso. Inclusive, qualquer professor estadual pode ingressar judicialmente contra esse contrato, porque ele contraria a própria lei. Então eu quero externar aqui a minha indignação e incentivar que cada professor entre judicialmente contra esse acordo”, concluiu.

DESCASO no RN: Não sabemos se rirmos ou se choramos. Pois num é que deixaram furtar os testes do Covid

Homem foi flagrado por câmeras de segurança — Foto: Reprodução

O G1RN noticia que um homem furtou 300 amostras de sangue que foram colhidas para testar o Covid. Um carroceiro. Será que o homem sabia que se tratava de exames de coronavírus?

Um carroceiro furtou uma caixa térmica com 300 amostras de sangue coletadas para testes da Covid-19, na tarde de terça-feira (27). O material estava dentro de um baú de uma moto, que estava estacionada na frente de uma clínica no bairro Petrópolis, Zona Leste de Natal. O suspeito foi preso em seguida.

O carroceiro, de 57 anos, foi levado para a Central de Flagrantes e autuado pelo crime de furto. Ele não apresentou documentação e afirmou ser catador de papelão. A capa de chuva e o capacete foram devolvidos ao motoentregador. As 300 amostras de sangue foram entregues a outro motociclista para que finalmente fossem levadas para análise em laboratório.

Ezequiel Ferreira anuncia suspensão do recesso parlamentar de julho em razão do coronavírus

Com o objetivo de continuar garantindo celeridade na votação de projetos e ações do Legislativo, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), anunciou na sessão remota desta terça-feira (26), a suspensão do recesso parlamentar – previsto pra julho deste ano.
Há dois meses o legislativo atua de maneira remota em razão da pandemia provocada pelo novo Coronavírus. “Queremos garantir que a população e o Estado continuem contando com o legislativo de maneira permanente. Estamos prontos pra continuar o trabalho sem pausas. Esse é o momento de estarmos cada vez mais perto da população, representada por nós no RN”, destaca.
A decisão de suspender o recesso foi definida na reunião de líderes e da Mesa Diretora. O recesso parlamentar segue padrão regimental do Congresso Nacional e estava previsto para ocorrer neste ano no período de 18 a 31 de julho.
Com a suspensão do recesso, as sessões ordinárias, reuniões e atividades das comissões parlamentares continuam normalmente.