Archive for novembro 19th, 2019

Sine oferece 23 vagas de trabalho para Natal, Parnamirim, Mossoró e Currais Novos

Vagas são para Natal, Parnamirim, Mossoró e Currais Novos — Foto: Divulgação

O Sistema Nacional de Empregos (Sine) está oferecendo 23 vagas de trabalho para Natal, Parnamirim, Mossoró e Currais Novos (veja lista completa no fim).

As vagas são para auxiliar mecânico de refrigeração, mecânico de refrigeração, recepcionista atendente, montador de móveis de madeira, consultor de vendas, eletricista de instalações de veículos automotores, vendedor e agente de microcrédito.

Para concorrer, os interessados cadastrados no sistema Emprega Brasil, do Ministério do Trabalho, podem se candidatar pelo site do órgão. Caso não tenham esse registro, os candidatos devem procurar uma agência do Sine nas Centrais do Cidadão espalhadas pelo estado. O Sine Matriz, em Natal, funciona na Rua Adolfo Gordo, na Cidade da Esperança, no prédio da Central do Trabalhador. O local funciona das 8h às 14h.

De acordo com o Sine, os documentos exigidos para inscrição são Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), número do PIS/PASEP, comprovante de residência, documento de identidade, Cadastro da Pessoa Física (CPF) e email.

Veja as vagas

Natal e Grande Natal (15 vagas)

  • Auxiliar mecânico de refrigeração (8)
  • Mecânico de refrigeração (6)
  • Recepcionista atendente (1)

Parnamirim (2 vagas)

  • Montador de móveis de madeira (2)

Mossoró (5 vagas)

  • Consultor de vendas (1)
  • Eletricista de instalações de veículos automotores (1)
  • Vendedor pracista (3)

Currais Novos (1 vaga)

  • Agente de microcrédito (1)

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/

Ubaldo Fernandes busca consolidar regularização fundiária em bairros de Natal

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa, o deputado Ubaldo Fernandes (PL) destacou a viagem que fará a Brasília (DF) buscando consolidar o projeto de regularização fundiária de Natal, com foco na zona Leste da cidade. De acordo com o parlamentar, 70% dos imóveis na área não possuem escritura pública.

“O processo de regularização fundiária já está pronto. Precisamos tão somente da assinatura do secretário Nacional de Habitação e Regularização Fundiária, uma vez que o descontingenciamento para o repasse de recursos aos ministérios já foi feito pelo governo Federal. Sendo assim, novamente faremos essa visita para firmar o convênio de regularização fundiária de bairros da zona Leste de Natal”, disse Ubaldo.

Os casos de suicídio cometidos na Ponte Newton Navarro foi outro assunto abordado pelo deputado, que cobrou agilidade do governo do Estado na execução do projeto de instalação de redes de proteção no local, criticando ainda o compartilhamento de vídeos e imagens de suicídios feitos em grupos das redes sociais. “O compartilhamento desses conteúdos acaba sendo visualizado por pessoas com quadro de depressão, o que acaba sendo um estímulo para cometer um ato extremo”, disse.

Ao final do pronunciamento, Ubaldo parabenizou a Arquidiocese de Natal pelas festividades da Padroeira de Natal, que tem o ponto alto no dia 21.

Assessoria

Médicos de Natal entram em greve

Médicos de Natal entram em greve por tempo indeterminado — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Cerca de 600 médicos concursados da rede pública de Natal entraram em greve por tempo indeterminando nesta terça-feira (19). De acordo com o sindicato que representa os servidores, alguns atendimentos serão totalmente paralisados, enquanto o trabalho na maternidade, nas unidades de pronto-atendimento e do hospital do município seguiram com 50% do efetivo.

Os grevistas cobram pagamento de gratificações, o cumprimento do plano de cargos, carreiras e salários e melhores condições de trabalho e atendimento ao público. Durante a manhã desta terça-feira (19), os médicos fizeram uma carreata por algumas ruas da capital e seguiram para um hotel onde a prefeitura fazia o lançamento do “Natal em Natal”.

“São 100 médicos que passaram no concurso do ano passado e não estão recebendo 50% da remuneração, porque metade do salário é uma gratificação que não foi implementada. A Prefeitura está devendo cerca de R$ 50 mil para cada médico, porque essa gratificação varia de R$ 4 mil a R$ 4,5 mil por mês, que eles estão deixando de receber”, afirmou o presidente do Sindicato dos Médicos (Sinmed), Geraldo Ferreira.

De acordo com ele, a categoria tenta uma solução para o impasse e já participou de várias reuniões com a administração municipal e vereadores da cidade, mas não conseguiu avanço.

Além dessa pauta, outra que atingiria todos os médicos da rede municipal seria o atraso, desde 2017, na atualização do plano de cargos, carreiras e salários, que representaria uma defasagem de 30% dos salários dos profissionais. “Também denunciamos as más condições das unidades de saúde, onde estão faltando exames e medicamentos”, afirmou Geraldo.

De acordo com o sindicato, os profissionais foram orientados a paralisar totalmente o atendimento nas policlínicas e no programa de saúde da família – são 120 médicos no programa, quando deveriam ser 200, segundo o presidente da entidade. Já o trabalho nas maternidades, UPAs e no hospital municipal deve seguir com pelo menos 50% do efetivo.

Durante a manhã, na Unidade Básica do Bom Pastor, os profissionais não receberam novos pacientes e só atenderam aqueles que já tinham hora marcada.

Procurada pelo G1, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que o problema é financeiro e, portanto, tratado pela Prefeitura de Natal. A Prefeitura, por sua vez, afirmou apenas que a equipe está avaliando as reivindicações dos médicos.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Eudiane Macedo cobra solução para a ponte Newton Navarro

Os elevados números de suicídios contabilizados na Ponte Newton Navarro voltaram à tona na Assembleia Legislativa, na sessão plenária desta terça-feira (19). A deputada Eudiane Macedo cobrou das autoridades a criação de políticas públicas que resolvam, de uma vez por toda, essa problemática e pediu à população que reflita antes de compartilhar fotos e vídeos de pessoas que cometem suicídio naquele local.

“É preciso uma ação enérgica e eficaz das autoridades públicas no combate a esses atos que vem ocorrendo com muita frequência naquele local. Pedir às pessoas que não publiquem nada em redes sociais sobre os suicídios na Ponte Newton Navarro. Pense que poderia ser sua mãe, seu pai, seu irmão, um familiar e o quanto isso aumentaria a sua dor”, orientou a deputada.

Ainda de acordo com a parlamentar, o compartilhamento de imagens e vídeos com cenas de pessoas que se suicidaram só traz prejuízos para a família da vítima e para aquelas pessoas que também estão com problemas de depressão. “Não contribui em nada! E é comprovado que quanto mais se divulga, mais casos acontecem”, destacou Eudiane Macedo.

“Precisamos entender que esta forma de desrespeito ao ser humano sem vida e, a exposição de imagens de cadáveres nas redes sociais é uma forma de ultraje, tal conduta pode ser perfeitamente enquadrada no crime de vilipêndio a cadáver”, finalizou a deputada.

De acordo com o artigo 212 do Código Penal Brasileiro, divulgar imagens e vídeos configura-se crime de vilipendio e traz inúmeras possibilidades de condutas para o enquadramento neste crime, pois vilipendiar quer dizer aviltar, profanar, desrespeitar, depreciar, desprezar, ultrajar o cadáver ou ter ação idêntica com relação às cinzas do mesmo (há entendimentos que o esqueleto também se encaixa nestes termos).

Assessoria