Archive for outubro 11th, 2019

Outubro Rosa: Assembleia é parceira de mutirão de mamografia na Cidade Alta

 Usada para diagnosticar o câncer de mama, a mamografia é um exame não invasivo que captura imagens do seio feminino com o mamógrafo e importante aliado na prevenção. A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte é parceira do Grupo Reviver no mutirão de exames gratuitos de mamografia que será realizado a partir da próxima segunda-feira (14), até a sexta-feira (18).

Os exames serão realizados no horário das 7 às 17h, na unidade móvel que ficará estacionada na Praça 7 de Setembro, em frente à sede do Legislativo do RN. O resultado do exame será entregue no mesmo local, até 30 dias após a realização.

A mamografia é de extrema importância para prevenir o câncer de mama, pois nem sempre os nódulos são visíveis nódulos, mas a presença de microcalcificações de um tipo especial e outros achados podem se mostrar suspeitos para câncer. É recomendável a realização anual da mamografia de rastreamento a partir dos 40 anos.

Para conseguir realizar o exame na Unidade Móvel, as mulheres de 40 a 49 anos devem apresentar carteira de identidade, cartão do SUS, comprovante de residência e encaminhamento médico. Já as mulheres a partir de 50 anos poderão ser examinadas mediante apresentação do cartão do SUS, carteira de identidade e comprovante de residência.

Assessoria

Marinha vai notificar 30 navios após triagem sobre manchas de óleo

Foto de 8 de outubro mostra criança caminhando sobre manchas de óleo na praia de Pontal do Coruripe, em Alagoas. — Foto: Alisson Frazao/Reuters

Marinha do Brasil afirmou nesta quinta-feira (10) que, “após uma triagem das informações do tráfego mercante na região de interesse”, está notificando 30 navios-tanque de 10 diferentes bandeiras a prestarem esclarecimentos na investigação sobre a origem do óleo que já atinge 63 municípios de 9 estados do Nordeste brasileiro, e que já provocou a morte de pelo menos 12 tartarugas e uma ave.

“A Marinha entrará em contato com as autoridades competentes dos países dessas bandeiras, com a Organização Marítima Internacional e com a Polícia Federal, visando elucidar todos os fatos. As atividades em curso também têm apoio do Ministério da Defesa e Exército Brasileiro e de instituições dos EUA”, diz a nota encaminhada à TV Globo.

Segundo a Marinha, que classificou o fato como um “grave acidente de poluição por óleo”, a investigação mobiliza 1.583 militares de 48 organizações diferentes, além de 5 navios, uma aeronave e embarcações e viaturas pertencentes a autoridades ao longo do litoral nordestino, como capitanias dos portos, delegacias e agências.

Triagem de mais de mil navios

A triagem inicial focou em quase 1.100 navios-tanque que circularam entre 1º de agosto e 1º de setembro numa área de 800 km de distância da costa brasileira, entre Sergipe e Rio Grande do Norte, estão sendo analisados. As empresas donas desses navios e seus representantes no Brasil foram consultados para saber se registraram alguma anormalidade, de onde vieram, para onde foram e que tipo de carga estavam carregando.

“Nesse momento da investigação nós estamos trabalhando diuturnamente para isso. Desde o início das primeiras manchas, nós não fechamos nenhuma porta, nós não fechamos nenhuma linha de investigação ou mesmo de análise, que é o que nós fazemos aqui no centro integrado”, afirmou ao Jornal Nacional Gustavo Garriga, comandante do Centro Integrado de Segurança Marítima da Marinha (Cismar).

No Cismar, os militares da Marinha monitoram em tempo real a posição de milhares de navios que circulam pela costa brasileira. É ali que a Marinha investiga de onde veio o petróleo derramado no mar. Um inquérito foi aberto para apurar as responsabilidades, e o órgão também fez um estudo sobre como as correntes marítimas teriam ajudado a espalhar a sujeira.

Mais cedo na quinta, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, negou que o governo tenha demorado a reagir ao vazamento. “Não só a investigação foi iniciada no dia 2 de setembro, como também foi sendo mobilizado ao longo do tempo, todos os recursos disponíveis para, não só realizar a limpeza dessas áreas, mas também para tentar mitigar a propagação desse vazamento para outras regiões”, afirmou ele.

Sequência de pontos atingidos

O que mais chama a atenção no vazamento de petróleo é a sequência dos pontos atingidos. Na animação abaixo, feita pelo G1 com base nos levantamentos divulgados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), é possível notar que a Paraíba foi o primeiro estado a receber as manchas.

Depois, Pernambuco e Alagoas, ao sul, e Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão, ao norte. E, novamente ao sul, Sergipe e Bahia.

Até 9 de setembro já eram quase 140 pontos nos 9 estados nordestinos.

Correntes marinhas

O comportamento das correntes marítimas na costa brasileira já é amplamente estudado e conhecido. Por isso, para os oceanógrafos e meteorologistas da Marinha, não foi difícil criar um modelo que ajude a entender o deslocamento provável da mancha de petróleo.

Um gráfico feito pela Diretoria de Hidrografia e Navegação mostra que a corrente sul-equatoriana, que vem da Àfrica, se divide em duas ao chegar próxima ao litoral do país. O problema é que uma das vertentes, a que vem para o sul, de repente faz um giro de 180 graus e sobe para se juntar à corrente do norte do Brasil, que segue em direção ao Caribe.

A outra vertente segue para o sul e se junta à corrente do Brasil, na altura de Salvador. Foi esse comportamento, segundo a Marinha, que provocou a poluição de maneira aparentemente desencontrada. E, com certeza, inédita.

A Marinha criou um modelo para entender o deslocamento provável da mancha de petróleo — Foto: Reprodução/TV Globo
A Marinha criou um modelo para entender o deslocamento provável da mancha de petróleo — Foto: Reprodução/TV Globo

Fonte: https://g1.globo.com

Fortalecimento da Democracia marca Encontro de Procuradores do Legislativo Potiguar

Advogados, procuradores e operadores do direito prestigiaram, na manhã desta sexta-feira (11), o II Encontro de Procuradores do Legislativo Potiguar, promovido pela Assembleia Legislativa, dentro da programação que celebra o trigésimo aniversário da Constituição Estadual. Durante toda manhã os presentes assistiram as palestras “Inobservância do devido processo legal nas legislações dos Tribunais de Controle”, ministrada pelo advogado Antônio Nabor Areias Bulhões e “Limites do Poder Constituinte em face do princípio da simetria”, proferida por Marcelo Navarro, ministro do Superior Tribunal de Justiça.

Ao abrir os trabalhos do segundo dia de evento, o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB) destacou a importância do momento histórico vivenciado pela Casa Legislativa, durante toda a semana.

“Os 30 anos da Constituição Potiguar refletem, além da nossa própria história, um progressivo avanço no amadurecimento político, da sociedade e do sistema democrático”, discursou Ezequiel Ferreira e explicou: “Aqui celebramos um momento civilizatório que nos é comum: a Constituição do Estado, que existe em função do Estado, que existe em função da sociedade – e que se organiza em função da Constituição – a que existe para garantir direitos à sociedade e para limitar os poderes dos que governam”, explicou.

Ezequiel Ferreira destacou ainda a satisfação da Casa Legislativa em receber três personalidades do meio jurídico nacional. O advogado, ex-deputado e ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Rocha, Antônio Nabor Areias Bulhões, advogado, e o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Marcelo Navarro. “É motivo de inenarrável orgulho desta Casa Legislativa receber três personalidades do meio jurídico nacional em um momento tão significante como esse, onde celebramos o trigésimo aniversário da nossa Constituição”, resumiu.

Presente ao evento, o presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador João Rebouças, destacou a riqueza de conhecimento, presente no encontro. “Esse é um momento que marca de forma especial os 30 anos da Constituição Estadual. Reunir tantos operadores do direito em torno dessa comemoração representa o fortalecimento da democracia”, celebrou João Rebouças.

Para o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Marcelo Navarro, que também é ex-servidor da Assembleia Legislativa do RN, celebrar os 30 anos da Constituição com um evento jurídico, é permitir que os operadores do direito do nosso Estado reflitam sobre as mudanças que a Carta Magna pode vir a sofrer e o que poderá ser feito para melhorar a estrutura constitucional desta.

“Comemorar a Constituição Estadual é um momento de repensar as nossas instituições jurídicas e democráticas. Ações como essas geram um culto de respeito e amor a Constituição. Esses sentimentos precisam ser desenvolvidos. As pessoas precisam acreditar que a justiça, o direito, a liberdade e a representatividade popular prevalecem”,

Para o jurista Antônio Nabor Areias Bulhões, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte se engrandece ao comemorar os 30 anos da Constituição Estadual, visto que ao celebrar esse documento a Casa Legislativa fortalece a democracia do Estado e do país.

“Hoje é um dia de festa. Estamos hoje comemorando a Democracia. Celebrar os 30 anos da Constituição Estadual do RN é a comemoração dos 30 anos da reconstituição democrática do Brasil, por que coincide com os 30 anos de vigência da Constituição de 88, portanto é um dia de muita alegria”, finalizou Nabor.

Participaram do segundo e último dia do Encontro de Procuradores e Advogados do Legislativo Potiguar o presidente da Assembleia Legislativa – Ezequiel Ferreira, o Ministro do Superior Tribunal de Justiça – Marcelo Navarro; presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte – o Desembargador João Rebouças; diretor do Foro – juiz federal Carlos Wagner; secretário geral da OAB/RN – João Victor de Holanda; juiz eleitoral – Wlademir Capistrano; ex-presidente da Assembleia Legislativa – advogado José Rocha; senadora da República – Zenaide Maia; deputados estaduais Getúlio Rêgo (DEM); Gustavo Carvalho (PSDB); Ubaldo Fernandes (PL); Hermano Morais e Sandro Pimentel (PSOL), além de procuradores e advogados das Câmaras Municipais do RN e servidores da Assembleia Legislativa.

Assessoria

Serestas ao Luar movimenta noite desta sexta-feira (11) no Centro Histórico de Natal

Serestas ao Luar movimenta noites de sexta-feira, a cada 15 dias, no Centro Histórico de Natal. — Foto: GP Fernandes

O cantor Ivando Monte é o convidado da 4ª edição do Serestas ao Luar, que acontece nesta sexta-feira (11). O acesso é gratuito e a concentração começa às 19h, na Praça Padre João Maria, Centro de Natal, com início do percurso previsto para as 20h. A cada apresentação, um novo convidado integra a banda. O projeto acontece quinzenalmente, às sextas-feiras, e tem edições confirmadas até dezembro.

Trata-se de uma seresta itinerante, que acontece pelas ruas da Cidade Alta. A banda toca clássicos da música romântica ao ar livre. O grupo fixo é formado por Ricardo Baya (viola), Fernando Botelho (violão), Jailton Torres e Bruno Pessoa (percussão), Carlos Zens (flauta), Fernandinho Regis (bandolim) e Robson Galvão (cavaquinho).

O som é ligado em um carrinho de duas rodas, que segue os músicos e, neste ano, ganhou pintura do grafiteiro paulista Dicesar Love, responsável também por algumas das artes estampadas nos muros do Beco da Lama.

No caminho, os seresteiros fazem paradas em pontos estratégicos – estações que foram nomeadas em homenagem a canções.

Projeto de sucesso

Três edições do Serestas ao Luar foram realizadas em 2014. Com a mesma organização, um outro projeto, através de lei de incentivo, saiu às ruas três anos mais tarde, em 2017. Foi o Serestas de Natal.

Diante do sucesso da época, a programação foi retomada pelos organizadores, com patrocínio da Prefeitura do Natal. A primeira edição aconteceu no dia 30 de agosto, com participação de Liz Noga. A segunda foi no dia 13 passado, com presença de Isaque Galvão.

Dez edições foram confirmadas, a partir da primeira. São diferentes cantores e cantoras convidados a cada realização. As serestas vão acontecer sempre às sextas-feiras, no mesmo horário, de 15 em 15 dias.

Confira a programação para as próximas edições

  • 11/10/2019 – Ivando Monte
  • 25/10/2019 – Rafael Barros
  • 01/11/2019 – Lene Macedo
  • 15/11/2019 – Dodora Cardoso
  • 29/11/2019 – Alzeni Nelo
  • 13/12/2019 – Nara Costa
  • 27/12/2019 – Renan Araújo

Fonte: https://g1.globo.com

Festa do Boi: Assembleia fará sessão solene nesta segunda pelos 60 anos da Anorc

Dentro da programação da Festa do Boi, que começa neste sábado (12), a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizará na segunda-feira (14) uma sessão solene em homenagem aos 60 anos da Associação Norte-rio-grandense de Criadores (Anorc). O evento será realizado no Parque Aristófanes Fernandes a partir das 9 horas.

A Sessão Solene é uma propositura do presidente da Assembleia, deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB). O parlamentar enfatiza que a Anorc “tem desempenhando um papel fundamental para o desenvolvimento econômico do Estado. A Associação tem feito ao longo de sua trajetória um trabalho exemplar, fortalecendo a pecuária e contribuindo para o crescimento do Rio Grande do Norte”.

A Anorc foi fundada em Natal, no dia 5 de novembro de 1959. A ideia de instalar uma associação que pudesse agregar todos os criadores surgiu de um grupo de pecuaristas potiguares. A Associação é uma entidade sem fins lucrativos, composta por cerca de 400 sócios. A diretoria é eleita através do voto direto e tem um mandato de dois anos.

A tradicional Festa do Boi, realizada todos os anos pela Anorc, é considerada um dos eventos mais antigos do Estado, sendo atualmente uma das maiores exposições do Nordeste. No início, a ideia era oferecer aos pecuaristas do Estado oportunidades de negócios para melhoramento da qualidade genética dos rebanhos.

Confira abaixo os nomes que serão homenageados durante a sessão solene da Assembleia:

Abelírio Vasconcelos da Rocha
Alexandre Chaves Dantas Barretto
Antônio Alexandre Confessor Júnior
Aluízio Alves (in memoriam)
Clovis Veloso Freire (In memoriam)
Cristovam Praxedes
Eduardo Carlos de Melo
Flávio Mousinho Moreira
Garibaldi Alves Filho
Geraldo José da Câmara Melo
Guilherme Moraes Saldanha
João Bosco Costa
João Dinarte Patriota (In memoriam)
José Bezerra de Araújo Júnior
Kleber de Carvalho Bezerra
Marcelo Passos Sales
Moacir Torres Duarte (In memoriam)
Nélio Silveira Dias (In memoriam)
Otto Wagner de Araújo
Ottoni Fernandes Maia (In memoriam)
Roosevelt José Meira Garcia
Rosano Taveira da Cunha
Sylvio Piza Pedroza (In memoriam)
Tarcísio de Vasconcelos Maia (In memoriam)

Assessoria

Prefeita de Pedro Velho, RN, Patrícia Targino morre aos 59 anos

Patrícia Targino, prefeita de Pedro Velho, faleceu aos 59 anos — Foto: Cedida

Faleceu na madrugada desta sexta-feira (11), a prefeita de Pedro Velho, Patrícia Peixoto Targino (MDB), de 59 anos. Segundo secretários da equipe municipal, a gestora enfrentava tratamento por hemodiálise, por causa da problemas renais, teve uma piora e estava internada nos últimos dias. De acordo com o presidente estadual do MDB, ex-senador Garibaldi Alves, a gestora foi vítima de um infarto no hospital.

Patrícia Targino era servidora pública aposentada, solteira e não deixou filhos. Ela foi eleita prefeita do município de Pedro Velho em 2016 e exercia o mandato desde então. A última aparição pública no município, antes da piora do quadro de saúde, havia sido na semana passada, durante a festa do padroeiro da cidade. Durante o evento, ela fez seu último discurso.

O velório da prefeita começa às 11h no ginásio de esportes de Pedro Velho. A Missa de corpo presente está marcada para 16h, e o sepultamento, logo em seguida, no cemitério da cidade.

Deve assumir o cargo, a vice-prefeita, Dejerlane Macedo, que é do mesmo partido.

Fonte: https://g1.globo.com

Governo do RN atende requerimento de Ezequiel e inicia tapa-buracos na RN-089

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), iniciou a recuperação da RN-089, entre os municípios de Jardim do Seridó e Ouro Branco (até a divisa com a Paraíba) no Seridó potiguar. Inicialmente, está sendo realizada uma operação tapa-buracos na rodovia, que estava bastante deteriorada com a falta de manutenção nos últimos anos. A ação atende a um requerimento do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ezequiel Ferreira.

“Registrar nosso agradecimento pela atenção do DER em atender nossa solicitação. Esta é uma rodovia fundamental para o Seridó potiguar e estava em uma situação realmente muito ruim. Agora, vamos continuar trabalhando para viabilizar a recuperação asfáltica completa da rodovia”, disse Ezequiel.

Em agosto, o deputado recebeu na Assembleia Legislativa a visita do diretor-geral do DER, Manoel Marques, quando solicitou a recuperação de estradas no interior potiguar, entre elas a RN-089. A última recuperação asfáltica completa realizada na rodovia foi em 2010.

Assessoria

Trecho da BR-101 sofre interdição parcial neste sábado (12) na Zona Norte de Natal

Obras no Gancho de Igapó causam interdição de trecho da BR-101 na Zona Norte de Natal — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Um trecho da BR-101 será parcialmente interditado da manhã deste sábado (10) até a manhã do domingo (12) para o início de obras no Ganho de Igapó, na Zona Norte de Natal. A medida é necessária para adequação de gasodutos que passam na região. As informações foi divulgada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

De acordo com o órgão, a intervenção vai acontecer a partir das 8h no km 83,5, em frente à Coteminas, no sentido de Ceará-Mirim para o centro de Natal. Até as 8h do domingo (13), o fluxo de veículos será direcionado para as pistas do sentido contrario (Natal-Ceará-Mirim). Como a via é duplicada, vai funcionar como via simples (mão e contramão), nesse ponto.

“Ressaltamos que o local estará devidamente sinalizado e com o apoio operacional da Polícia Rodoviária Federal”, informou o Dnit.

Segundo a Companhia Potiguar de Gás haverá a realocação de um trecho de 272 metros de tubulação de gás que atualmente está sob a avenida Tomaz Landim. A tubulação será colocada em uma área onde posteriormente será liberada como uma via.

“Para realização da obra, haverá interrupção do fornecimento de gás na região e somente cinco clientes serão afetados, no horário das 8h às 20h (do sábado). A Companhia Potiguar de Gás adota todos os procedimentos de segurança em suas operações e trabalha para minimizar o impacto do serviço na comunidade”, informou, em nota.

As obras no Ganho de Igapó preveem construção de túnel, uma rotatória e um viaduto na região. Outras interdições deverão ser anunciadas durante as contruções.

Fonte: https://g1.globo.com