Archive for setembro 19th, 2018

Ezequiel participa de mobilização em Mossoró ao lado do vereador João Gentil

Em Mossoró, o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB) foi recebido em caloroso encontro com lideranças, amigos e correligionários do vereador João Gentil, no início da noite desta quarta-feira (19).

“João Gentil executa um trabalho de destaque em Mossoró e tem somado com nosso mandato na Assembleia Legislativa. Através de sugestões que recebi encaminhei para o Poder Executivo demandas em nome de Mossoró e estamos vigilantes para que todas se tornem logo realidade”, disse Ezequiel Ferreira.

Via requerimentos, Ezequiel pleiteou sistema de videomonitoramento, reparação na adutora Jerônimo Rosado – Mossoró e Assú, patrulhamento dos Bairros de Abolição I, Abolição II, Abolição III E Abolição IV, Abolição V, Redenção e Integração e uma ação rápida de tapa buracos – BR 304 – no trecho Angicos a Mossoró.

“Nesta visita tive oportunidade de vivenciar mais as necessidades do povo de Mossoró. Que ganha mais uma voz no Poder Legislativo Estadual, com a renovação do nosso mandato, desejo que venho trabalhando para que no dia 7 de outubro tenha o reconhecimento o povo potiguar, em especial o mossoroense”, disse o deputado.

Ibope em São Paulo: Bolsonaro dispara e Haddad e Alckmin empatam

Foto: Reprodução/TV Cultura

Pesquisa Ibope feita somente com eleitores paulistas aponta que apenas Jair Bolsonaro e Fernando Haddad apresentaram crescimento: o capitão da reserva subiu 7 pontos e chegou a 30% enquanto o petista subiu 6 pontos e chegou a 13%, empatando com Alckmin, que caiu, no segundo lugar. Ciro e Marina também oscilaram para baixo.

A pesquisa Ibope para a presidência feita apenas com eleitores paulistas divulgada nesta quarta-feira (19) indica a mesma tendência de ascensão  de Fernando Haddad (PT) indicada no levantamento nacional divulgado na terça-feira (18). A diferença é que o estudo feito em São Paulo mostra que Jair Bolsonaro (PSL), líder da pesquisa, apresentou mais crescimento que na amostragem nacional.

O capitão da reserva tinha 23% na última pesquisa e saltou 7 pontos, chegando a 30%. Já Fernando Haddad (PT), que tinha apenas 7% na última pesquisa, subiu 6 pontos e chegou a 13%, assumindo o segundo lugar em empate técnico com Geraldo Alckmin (PSDB), que caiu. O tucano tinha 18% no levantamento anterior mas caiu 5 pontos e chegou aos mesmos 13% que Haddad.

Ciro Gomes (PDT) oscilou para baixo – de 11% para 8% – e figura em terceiro lugar. Marina Silva (Rede) também caiu: foi de 8% para 6%.

A pesquisa Ibope de São Paulo ouviu  1.512 eleitores entre os entre 16 e 18 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

 

Fonte: https://www.revistaforum.com.br/ibope-em-sao-paulo-bolsonaro-dispara-e-haddad-e-alckmin-empatam/

80% dos municípios potiguares não têm política de saneamento básico

Obra de saneamento na Zona Norte de Natal — Foto: Alex Régis/PMN
Obra de saneamento na Zona Norte de Natal — Foto: Alex Régis/PMN

G1RN – penas 33 dos 167 municípios potiguares têm uma política de saneamento básico, segundo o suplemento de saneamento da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) de 2017, divulgado nesta quarta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Por outro lado, 63% das cidades potiguares confirmaram ocorrência de alguma doença relacionada à falta de saneamento básico, como dengue, diarreia, entre outros.

De acordo com o IBGE, a política de saneamento é um instrumento necessário para o estabelecimento de diretrizes do município. No Brasil, em 2017, o percentural de cidades que tinham a política era de 38%. No Nordeste, porém, 19%. O estado está no mesmo nível da região, com cerca de 20%.

No estado, 30 municípios têm Plano Municipal de Saneamento Básico, que deve conter diagnóstico, objetivos e metas de universalização, entre outros conteúdos. Isso equivale a 18% dos municípios do estado, média abaixo da nacional (41,5%), mas acima da média do Nordeste (16%), região com o menor percentual de municípios que têm esse instrumento de planejamento.

A pesquisa foi realizada, em 2017, nas prefeituras dos 5570 municípios brasileiros, tendo como norte a ampliação e a atualização permanente das variáveis investigadas desde 1999, quando houve sua primeira edição.

Assembleia debate conscientização sobre câncer infantojuvenil

A conscientização sobre o câncer infantojuvenil será debatida na Assembleia Legislativa em audiência pública nesta quinta-feira (20). O debate faz parte da programação da campanha Setembro Dourado – criada para alertar profissionais da saúde, pais, educadores e sociedade em geral sobre a importância de observar os sinais e sintomas sugestivos do câncer infantojuvenil.

A discussão acontecerá no auditório da Casa Legislativa, a partir das 14h. O câncer infantojuvenil é considerado uma patologia rara que apresenta características distintas. Ele faz parte de um conjunto de doenças mais agressivas, com curtos períodos de latência e que se proliferam rapidamente. Entretanto, demonstra perspectivas de bom prognóstico, se houver um diagnóstico precoce com um tratamento rápido e eficaz, sendo que as chances de cura podem chegar a 80%.

Para isso, é preciso ficar atento a certos sintomas que crianças e adolescentes podem apresentar, como palidez, dor óssea, hematomas ou sangramentos pelo corpo, caroços ou inchaços, especialmente se forem indolores e não acompanhados de febre ou outros sinais de infecção, perda de peso sem causa aparente, febre e sudorese noturna, tosse persistente ou falta de ar, alterações oculares (reflexo branco na pupila, estrabismo recente, perda visual, hematomas ou inchaço ao redor dos olhos), inchaço abdominal, dores de cabeça, especialmente se forem incomuns e contínuas, além de vômitos recorrentes pela manhã ou com piora durante o dia, dores nos membros e inchaços sem qualquer sinal de infecção ou trauma.

Por isso pais, avós, cuidadores, professores, médicos, dentistas e todos que assistem as crianças, devem estar atentos aos sinais e sintomas.