Archive for setembro 17th, 2018

Polícia Civil conclui mais uma fase da operação ‘60 Horas’, prende seis suspeitos e encontra adolescente desaparecido

Realizada em Assu, operação 60 Horas foi concluída na manhã desta segunda-feira (17) — Foto: Polícia Civil do RN/Divulgação

Uma operação integrada das forças de segurança pública do Rio Grande do Norte, coordenada pela Delegacia de Polícia Civil de Assu, no Oeste potiguar, concluiu na manhã desta segunda-feira (17) a terceira fase da operação ‘60 Horas’. Seis pessoas foram presas, suspeitas de vários crimes na região, e um adolescente de 14 anos que estava desaparecido foi encontrado e devolvido aos pais.

Também participaram da operação a Secretaria de Segurança Pública (Sesed), Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) e Polícia Militar.

Segundo o delegado Cidórgeton Pinheiro, da DP de Assu, esta terceira fase da operação foi iniciada na última sexta (14), quando as equipes começaram a dar cumprimento a mandados judiciais expedidos pela Justiça.

Seis homens, suspeitos de furto, roubo, lesão corporal e ameaças de morte foram localizados e receberão voz de prisão. Os detidos têm entre 20 e 47 anos de idade.

Uma espingarda também foi apreendida. “A arma foi apreendida pelo delegado Pedro Ailton. O suspeito tinha mandado de prisão e também foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo”, ressaltou Cidórgeton.

Ainda de acordo com o delegado, foram feitas buscas por dois homens suspeitos de terem cometido um assassinato na cidade. “Um deles, inclusive, havia deixado a cadeia recentemente”, pontuou Cidórgeton. Contudo, eles não foram localizados.

Resgate

“Nossa equipe também atuou na localização e resgate de um adolescente de 14 anos, da cidade de São Rafael, que estava desaparecido há três dias. O menor foi encontrado na cidade de Assu, sendo entregue em sua casa, aos seus familiares”, acrescentou Cidórgeton.

O adolescente havia fugido de casa porque a família não aceitava o relacionamento dele com um outro rapaz. “Descobrimos onde ele estava e conseguimos fazê-lo voltar para casa”, concluiu o delegado.

Fonte: https://g1.globo.com

Setembro Amarelo: Assembleia Legislativa discute estratégias de prevenção ao suicídio

A Assembleia Legislativa discutirá nesta terça-feira (18) estratégias de prevenção ao suicídio, dentro de programação alusiva ao “Setembro Amarelo”.

As abordagens sobre suicídio têm ganhado espaço na imprensa e contribuído para derrubar os tabus em torno do assunto. A cada ano, as estatísticas, que são subnotificadas, registram aumento desse tipo de morte, de sorte tal que ela já e a segunda causa de mortes, no mundo, entre jovens de 15 a 29 anos.

Para o assunto, foram convidados as secretarias de Saúde de Natal e do Estado; associações como a de psiquiatria e organismos representativos de psicologia. A Universidade Federal do Rio Grande do Norte também deverá enviar representante para o debate.

Ponte

Um dos assuntos a ser abordado na audiência pública é a ação de proteção na Ponte Newton Navarro. Desde 2014 que decisão judicial obrigou a construção de rede de proteção no equipamento que tem se tornado referência de suicídio na capital do Estado.

A ideia da audiência é encaminhar uma solução para o impasse, já que Estado e Município tem revezado argumentos sobre a quem de fato compete construir a proteção.

Assessoria

Bolsonaro chega a 33% das intenções de votos

Pesquisa BTG/FSB divulgada nesta segunda-feira (17/09) mostra que Jair Bolsonaro (PSL) lidera a corrida presidencial com 33% dos votos. Na semana anterior, o percentual era de 30%. É a primeira vez que Bolsonaro ultrapassa a casa dos 30%. Em segundo lugar, estão empatados tecnicamente Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT), considerando a margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O petista tem 16% das intenções de voto e Ciro, 14%. Os dois conseguiram abrir vantagem para Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede). O tucano caiu para 6% e a candidata da Rede para 5%. O levantamento ainda traz cenários de segundo turno. Bolsonaro vence Alckmin, Haddad e Marina e empata com Ciro. A pesquisa foi feita por telefone, entre os dias 15 e 16 de setembro.

 

 

 

Fonte: https: https://especiais.gazetadopovo.com.br/eleicoes/2018/pesquisas-eleitorais/fsb-pesquisa/btg-fsb-bolsonaro-sobe-para-33-haddad-e-ciro-empatam-em-2o-lugar/

Bolsonaro segue estável internado em unidade semi-intensiva, diz boletim médico

G1GLOBO – O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, com quadro clínico estável internado em unidade semi-intensiva, diz boletim médico divulgado no fim da tarde deste domingo (16) pelo Hospital Israelita Albert Einstein.

De acordo com o centro médico, ele continua em jejum oral, recebendo nutrientes na veia e sem febre, sinais de infecção ou disfunções orgânicas.

Mais cedo, outro boletim informava que o candidato recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e passou para uma unidade de cuidados semi-intensivos. A nota também informava que ele prossegue com boa evolução clínica, sem febre e recebendo nutrientes pela veia, com medidas de prevenção de trombosoe venosa e realizando fisioterapia motora e respiratória.

Bolsonaro está internado no Einstein desde 7 de setembro, um dia após ele sofrer ataque com facada no abdômen durante ato de campanha e passar por cirurgia em Juiz de Fora (MG). A Polícia Federal (PF) deve entregar até o próximo dia 21 o relatório sobre o atentado.

Os 5 eventos que vão agitar os mercados nesta semana

SÃO PAULO – O mercado doméstico deve reagir mais uma vez a pesquisas eleitorais de olho nos números divulgados na noite de sexta-feira (14) pelo Datafolha e na manhã desta segunda-feira pela FSB/BTG Pactual. Ambas apontam rápido crescimento de Fernando Haddad (PT), que pode assumir vice-liderança isolada se mantiver a tendência de alta, podendo fazer 2º turno contra Bolsonaro.
Além disso, continua no radar a guerra comercial entre EUA e China e a B3 ainda tem vencimento de opções sobre ações.

Veja no que ficar de olho nesta segunda-feira (17) e na semana

1. Bolsas mundiais
A maior parte das bolsas asiáticas encerrou em queda pressionada pelo aumento das tensões comerciais entre China e Estados Unidos. Apesar da sinalização de tentativas do governo norte-americano de retomar as negociações com a China, a Bloomberg informou que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, instruiu seus assessores a prosseguir com as tarifas adicionais de cerca de US$ 200 bilhões em produtos chineses.

A guerra comercial também pressiona as bolsas europeias, que operam em queda, mesma razão que mantém os índices futuros de Wall Street perto da estabilidade. O petróleo sobe e opera acima de US$ 69 com baixa da oferta em países-chave da Opep e os preços dos metais recuam em Londres.

Confira o desempenho do mercado, segundo cotação das 7h43 (horário de Brasília):

*S&P 500 Futuro (EUA) -0,16%

*Dow Jones Futuro (EUA) -0,13%

*Nasdaq Futuro (EUA) -0,20%

*DAX (Alemanha) -0,45%

*FTSE (Reino Unido) -0,24%

*CAC-40 (França) -0,28%

*FTSE MIB (Itália) +0,59%

*Hang Seng (Hong Kong) -1,30% (fechado)

*Xangai (China) -1,11% (fechado)

*Nikkei (Japão) +1,20% (fechado)

*Petróleo WTI +0,56%, a US$ 68,13 o barril

*Petróleo brent +0,65%, a US$ 77,33 o barril

*Bitcoin US$ 6.479,86 -0,27%
R$ 27.288 +0,21% (nas últimas 24 horas)

*Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa chinesa de Dalian -0,40%, a 500,00 iuanes (nas últimas 24 horas)

2. Corrida eleitoral
Faltando pouco mais de 20 dias para o primeiro turno, no dia 7 de outubro, e com a consolidação de Jair Bolsonaro (PSL) na liderança, a principal expectativa é com quem ficará a segunda vaga para disputar o Planalto. Segundo pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira (14), o candidato Jair Bolsonaro (PSL) manteve a liderança nas intenções de voto, passando de 24% para 26%. Na sequência, a disputa segue embolada, agora com três candidatos: Ciro Gomes (PDT), que manteve 13%; Fernando Haddad (PT), que oscilou de 9% para 13%; e Geraldo Alckmin (PSDB), que variou de 10% para 9%. Enquanto isso, Marina Silva (Rede) segue sua trajetória de queda, passando de 11% para 8%. O levantamento foi realizado entre os dias 13 e 14 de setembro e contou com 2.820 entrevistas.

Em levantamento mais recente, feito pelo FSB/BTG Pactual entre os dias 15 e 16 de setembro com 2000 eleitores, na intenção de votos estimulada – em que há o cenário apenas com Fernando Haddad como substituto de Lula, Jair Bolsonaro passou de 30% de intenção de voto no levantamento anterior para 33%. Enquanto isso, Haddad ultrapassou Ciro Gomes numericamente com um salto de 8% para 16%, mas empatado ainda tecnicamente com o candidato do PDT, que foi de 12% para 14% em uma semana.

Na agenda de pesquisas, nesta segunda-feira (17) está programada a divulgação da sondagem da MDA às 11h. No dia seguinte é a vez do mais novo levantamento do Ibope. Completando o calendário, na sexta-feira (21) a XP/Ipespe apresenta sua pesquisa semanal.

Além das pesquisas, na quinta-feira (20), às 21h30 (horário de Brasília), ocorre mais um debate eleitoral, o da TV Aparecida, que é promovido pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Além da televisão, a transmissão ocorrerá na rádio Aparecida e nas redes sociais do grupo. Esta é a segunda vez que a Rede Aparecida promove um debate eleitoral.

3. Agenda econômica da semana
Na quarta-feira (19), o Copom (Comitê de Política Monetária) divulga a nova taxa básica de juros, que segundo o mercado, deve se manter em 6,5% ao ano. A GO Associados explica que a inflação corrente foi afetada pontualmente pela greve dos caminhoneiros em maio, mas com reversão rápida, enquanto a atividade econômica segue fraca e a recuperação pós-greve deve ser ainda lenta.

Outro indicador que será divulgado no Brasil é o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15), na sexta-feira (21), considerado uma prévia da taxa oficial de inflação do País. Para a GO Associados, o índice deve ficar em 0,87%, que se for confirmado será uma pequena alta em relação a agosto, devido ao ambiente externo conturbado e à incerteza política interna.

Nos Estados Unidos, o noticiário econômico será pouco movimentado. Na quarta-feira (19), serão publicados os dados das novas licenças de construção de novas casas e do setor externo no segundo trimestre. No dia seguinte sai o Índice de Atividade Industrial do Fed da Filadélfia.

A semana ainda traz os sondagens PMI industrial e de serviços a serem publicados na sexta-feira (21). Apesar da ausência de dados de grande importância, a força da conjuntura econômica nos EUA levou o mercado a continuar a reforçar a probabilidade de ocorrência do cenário “hawkish”, com quatro altas na taxa de juro em 2018.

Para conferir a agenda completa de indicadores, clique aqui.

4. Noticiário político
Atenção para o noticiário do fim de semana. Paulo Guedes, coordenador econômico de Jair Bolsonaro e futuro ministro da Fazenda em um governo do candidato do PSL, não vai ser uma garantia de um governo liberal e não tem a experiência necessária para comandar a economia do Brasil. É o que afirma Persio Arida, que comanda as propostas econômicas de Geraldo Alckmin (PSDB) em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo. Segundo ele, a fala de Bolsonaro sobre ser um liberal é uma farsa e é muito parecido com o que já ocorreu com líderes de esquerda na América Latina, como na Venezuela.

Em sua primeira aparição em vídeo ao vivo desde sua última cirurgia, Jair Bolsonaro (PSL) atacou a última pesquisa do Datafolha — em que ele perde para Ciro Gomes (PDT) e fica em empate técnico no segundo turno em todos os cenários — e disse que a “possibilidade de fraude no segundo turno é concreta”.

5. Noticiário corporativo
A Brasil Pharma considera venda da Farmais em plano de recuperação. A Usina Boa Vista, da São Martinho, suspendeu operação após incêndio e a Alpargatas acertou a venda 22,5% da Topper por R$ 100 milhões. A
Gerdau anunciou joint venture JV com a Votorantim e a Tigre para programa fidelidade. A Oi teve geração de caixa em julho negativa em R$ 164 milhões.

Quer proteger seus investimentos das incertezas das eleições? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos

Especiais InfoMoney

Prefeito de Carnaubais diz que Robinson e Fátima decepcionaram

O prefeito Thiago Meira (PSDB), de Carnaubais, a 213 quilômetros de Natal, fez uma autocrítica e um alerta aos eleitores neste domingo (16/9), ao declarar que deu “um voto de protesto a Robinson Faria para governador e a Fátima Bezerra ao Senado e os dois decepcionaram todo o Rio Grande do Norte”.

Thiago Meira afirmou que este ano dará um voto consciente escolhendo o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT) para governador pelo trabalho “exemplar que fez como gestor em Natal e pela experiência que adquiriu para administrar o Rio Grande do Norte”. Carlos Eduardo visitou Carnaubais no domingo.

O prefeito de Carnaubais lamentou ter escolhido mal quatro anos atrás: “Robinson destruiu a Segurança, acabou com a Saúde, atrasa salários sem piedade nem dos aposentados. Fátima Bezerra como senadora faz um mandato muito ruim, além de ser radical e não saber nada de administração pública”.

Alto do Rodrigues

Apoiado pelo prefeito Abelardinho Rodrigues (DEM), Carlos Eduardo participou de carreata pelas ruas de Alto do Rodrigues, numa mobilização que terminou em comício. Com seis mandatos, Abelardinho Rodrigues é o recordista em gestões municipais no Rio Grande do Norte.

Além de Carlos Eduardo, estiveram os senadores Garibaldi Filho (MDB), candidato à reeleição e José Agripino (DEM), que concorre a uma vaga na Câmara dos Deputados e o deputado federal Antônio Jácome (Podemos), que disputa uma das duas vagas ao Senado.