Archive for setembro 18th, 2017

Ex-deputados e familiares visitam Memorial e revivem história do Rio Grande do Norte

Parte da história do Rio Grande do Norte segue em exposição no shopping Midway Mall, onde está instalado parte do acervo do Memorial da Assembleia Legislativa. O espaço, que conta com a presença de servidores do Poder Legislativo, tem recebido pessoas de todas as idades, inclusive familiares de ex-parlamentares e alguns ex-deputados estaduais, que relembram parte da memória potiguar.

Se por um lado o Memorial dá a oportunidade do descobrimento de fatos que não foram vivenciados pelos mais jovens, por outro, o espaço também tem colaborado para reacender as lembranças afetivas de familiares de ex-parlamentares e dos próprios ex-deputados, que têm comparecido ao local. Membros da família da ex-deputada Lindalva Torquato, a segunda mulher a exercer um mandato no Legislativo, foram até o memorial e observaram a sessão falando sobre o pioneirismo feminino no Rio Grande do Norte. Porém, ela não foi a única que teve membros da família observando a exposição.

A viúva do ex-deputado Onésimo Maia, Maria Veneble Boaventura Maia, foi até o espaço montado no shopping e reviu a foto do ex-parlamentar, que foi deputado nos anos 80 e ocupava uma cadeira no Poder Legislativo na inauguração da atual sede, o Palácio José Augusto. Emocionada, Dona Maria elogiou a iniciativa da Assembleia e posou para foto ao lado da imagem do marido.

Já os ex-deputados Kleber Bezerra e Ezequiel José Ferreira de Souza, pai do atual presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira (PSDB), foram até o local e observaram fotos e objetos que relatam parte de suas trajetórias dentro do Poder Legislativo. Ezequiel, que foi parlamentar por três mandatos e presidiu a Assembleia entre 1973 e 1975, quando adquiriu o terreno para construção da atual sede, enalteceu a iniciativa de levar o Memorial ao shopping. Kleber Bezerra, que é um dos maiores colaboradores do Memorial da Assembleia, disse que continuaria contribuindo com material para manter viva a história do estado. Os funcionários da Assembleia que atuam no Memorial comemoraram a disposição em contribuir dos ex-parlamentares e também dos familiares.

“Estamos recebendo várias pessoas durante todo o dia e também presenças ilustríssimas, como as dos familiares e dos ex-deputados. Vários prometeram entregar mais objetos para enriquecer o nosso Memorial e, assim, manter viva a história do Legislativo. Com certeza, a exposição no shopping vai contribuir para que a população conheça um pouco mais sobre o Estado, mas também enriquecerá o Memorial”, explicou o historiador do Memorial da Assembleia, Fábio Cortez.

A exposição do Memorial da Assembleia continua no Midway Mall até o dia 30 de setembro, e está aberto à visitação durante todo o horário de funcionamento do shopping.

 

Assessoria

Rádios comunitárias buscam empoderamento em discussão na ALRN

Líderes de rádios comunitárias de várias partes do Rio Grande do Norte se reuniram na Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (18) para pedir o apoio do Poder Legislativo na luta pelo empoderamento do setor. A questão foi tratada em audiência pública proposta pela deputada Márcia Maia (PSDB).

“As rádios comunitárias são parte de um processo de redemocratização da comunicação que precisa ser levado adiante. Mas esse processo de empoderamento emperra numa série de aspectos, inclusive, na ausência do financiamento público, que não chega até as rádios comunitárias, visto que as grandes emissoras comerciais acabam por ser priorizadas”, destacou a deputada.

O Rio Grande do Norte congrega atualmente mais de 120 rádios comunitárias funcionando em caráter legalizado e com mais de 2,5 mil pessoas envolvidas diretamente com o funcionamento dessas emissoras.

Representante da Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (ABRAÇO), Fátima Cruz resumiu o principal entrave que dificulta o trabalho do setor. “Todos os meses nos são cobrados impostos como se fôssemos grandes emissoras. Não somos. Precisamos de paridade no tratamento. Para isso, gostaríamos que os deputados estaduais se unissem para, junto à bancada federal, ajudar a modificar essa realidade”, apelou Cruz.

Outro aspecto que lança insegurança sobre a atividade das rádios comunitárias é a dúvida sobre a viabilidade de convênios com prefeituras ou câmaras municipais.

Tomaz Sena, presidente da Abraço, pontuou que há discussão sobre a autorização para convênios, mas que o Tribunal de Contas do  Estado, que é simpático a esse modelo, pode, no entanto, vetar pela falta de marco regulatório sobre o assunto. “Seria uma forma de beneficiar tanto o ente público como a comunidade, pois o convênio permitiria que as duas partes se encontrassem com seus interesses. O poder público informaria às comunidades e as rádios teria parceria econômica”, destacou.

Outras considerações dos oradores inscritos convergiram para a reclamação para a dificuldade e burocracia em instalar uma rádio comunitária.

Assessoria

Polícia prende mais um suspeito de participar de quadrilha de explosão a bancos no RN e PB

Petronilo Costa Neto foi preso em Campo Grande pela polícia nesta segunda-feira (18) (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A polícia prendeu nesta segunda-feira (18) mais um homem suspeito de integrar a quadrilha suspeita de explodir uma agência bancária na cidade de Brejo do Cruz, na Paraíba, no dia 3 de setembro. Petronilo Costa Neto foi detido sob força de mandado de prisão na cidade de Campo Grande, no Oeste potiguar, e é suspeito dar apoio logístico aos criminosos.

De acordo com o delegado Sandro Régis, delegado regional de Patu, sete pessoas apontadas como integrantes da quadrilha foram presas desde o assalto em Brejo do Cruz.

Com Petronilo, a polícia encontrou um rifle calibre 38; um fuzil calibre 7,62; uma espingarda calibre 32; uma espingarda artesanal; um revólver calibre 38, além de 135 munições Calibre 7,62; duas munições Calibre 12; 81 munições calibre 22; 85 munições calibre 36; duas munições calibre 45; e três munições calibre 44.

“Ele era responsável por acobertar os assaltantes, esconder armas”, afirma o delegado Sandro Régis. Ainda segundo ele, o grupo criminoso é apontado como responsável por “boa parte” dos assaltos e explosões a unidades bancárias do interior da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

Petronilo Costa Neto foi conduzido à cidade de Brejo do Cruz, onde foi autuado em flagrante.

George Soares comemora anúncio de obras na “Estrada da Castanha”

Autor da lei estadual que batiza de “Estrada da Castanha” a rodovia estadual que liga o município de Carnaubais a Serra do Mel, o deputado George Soares (PR) comemorou o anúncio feito pelo Governo do Estado da realização de obras em dois trechos da via. No primeiro deles, serão investidos R$ 60 milhões na construção de 57 quilômetros, da BR-304 até Carnaubais. No segundo, de 31 quilômetros, que compreende Carnaubais até Serra do Mel, o investimento será de R$ 30 milhões.

“É um investimento de grande magnitude e será uma das obras de maior expressão do Executivo Estadual no Vale do Açu. A construção da ‘Estrada da Castanha’ é uma luta antiga. Registro o meu agradecimento a esse importante anúncio do governador”, disse George Soares.

O deputado defende a construção da “Estrada da Castanha” desde o seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa, quando promoveu audiências públicas para debater a necessidade da obra e sugeriu emenda parlamentar coletiva para destinar recursos para a construção da rodovia, além de incluir a obra no plano de aplicação para recursos de empréstimo obtido pelo Governo junto ao Banco Mundial.

 

Assessoria

Assembleia Legislativa homenageia 300 anos das Quintas

Um dos bairros mais antigos de Natal, berço da cultura popular e tradição comercial, o bairro das Quintas, que completa 300 anos, foi homenageado nesta segunda-feira (18), na Assembleia Legislativa. A sessão solene, que lotou o plenário e galerias da Casa, foi uma iniciativa do deputado Albert Dickson (PROS), que também rendeu homenagens a personalidades com atuação destacada nas mais diversas áreas.

“Foi nesse bairro que passei 30 anos da minha vida morando. Ali nasci, cresci, fiz amigos, estudei, me formei, casei e hoje não poderia deixar de agradecer o acolhimento e o carinho dos amigos, vizinhos e moradores desse querido bairro”, afirmou o deputado.

Albert Dickson lembrou partes da história do bairro, berço de animadas festas populares, das primeiras escolas de samba e de festejos juninos da capital. Citou personalidades e populares que de maneiras diversas deram sua contribuição social ao bairro.

Outro marco dessa história foi ter sediado um palhoção do programa “De pé no chão também se aprende a ler”, à época da gestão do prefeito Djalma Maranhão, que funcionou na Rua dos Pêgas, onde hoje é a Escola Municipal Ferreira Itajubá.

São cerca de 25 mil pessoas residindo no bairro que fica entre Natal e Macaíba e, ainda à época do Brasil colonial, o casal Antônio da Gama Luna e Maria Borges receberam uma doação de terras devolutas situadas à margem do Potengi

O pastor Manassés Soares Dias e o líder comunitário Naelson Borja de Miranda, que integra a comissão organizadora dos “300 anos das Quintas”, falaram em nome dos demais homenageados. Manassés Soares se disse um felizardo pela oportunidade de viver e atuar no bairro pelo qual tem um grande carinho. “As Quintas tem uma posição geográfica estratégica, central e tem uma grande importância na história de nossa cidade”, falou.

Naelson Borja afirmou: “O bairro das Quintas representa Natal e preserva qualidades como a tranquilidade, o fato das pessoas poderem se confraternizar, fazer visitas e ainda conversar na calçada”, disse. O deputado Jacó Jácome (PSD), a deputada federal Zenaide Maia (PR), além dos vereadores Dinarte Torres (PMB) e Carla Dickson (PROS) também prestigiaram o evento.

 

Homenageados:

Adália Moura da Silva

Adinaldo Maria da Silva

Celia Regina da Silva Rodrigues

Dário Soares da Cruz

Francisca Doriela Félix

Gilson Fernandes de França

Hozana Soares de Lima

Manassés Soares Dias

Maria José Sarmento Veríssimo

Maria Oliveira da Silva

Naelson Borja de Miranda

Vanderson da Cunha Gomes

Mais de 95% do melão exportado pelo Brasil é produzido no RN

Fazendas no RN produzem 96% do melão exportado pelo Brasil (Foto: Anderson Barbosa/G1)

O crescimento das exportações de melão ultrapassaram a barreira dos 200% no Rio Grande do Norte, entre janeiro e agosto, na comparação com o mesmo período de 2016. Com o resultado e a queda de produção dos concorrentes diretos, o estado também se tornou responsável por 95,9% de toda a venda da fruta para o mercado externo.

Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Ao longo do ano passado, o estado já liderava o setor, mas era responsável por cerca de 50% das exportações das frutas frescas para fora do país, com US$ 75,3 milhões comercializados. O vizinho Ceará contava com outros 47% do mercado, com vendas de US$ 70,8 milhões.

Entre janeiro e agosto o RN comercializou US$ 47 milhões. Parece pouco, diante dos US$ 100 milhões estimados para o ano, mas existe explicação. De acordo com o empresário Luiz Roberto Barcelos, maior produtor do país e presidente do Comitê Executivo de Fruticultura do RN, a produção se torna mais intensa a partir de setembro, até janeiro. “Neste período do ano, apenas o Brasil fornece as frutas para o mercado Europeu, que é o maior consumidor”, revela.

Do G1RN

Segundo general do Exército, há possibilidade de intervenção militar

Resultado de imagem para General Mourão
Foto; Internet

O general do Exército, Antonio Hamilton Martins Mourão, disse em uma palestra organizada pelas as lojas maçônicas, no Rio Grande do Sul, que ou a justiça da jeito nos políticos corruptos, ou o Exército vai agir, e que este está pronto para pôr ordem na casa.

Depois ele disse que não estava aconselhando a essa possível tomada de poder. Mas afirma que isso pode acontecer. Mais adiante, disse que falou em seu próprio nome.

O comandante geral do Exército, general Eduardo Villas Bôas, foi enfático e disse que “não há qualquer possibilidade de intervenção militar”.

Mas não foi o que o general discursou em sua palestra.

Do Blog: o Brasil precisa continuar a escolha de suas lideranças políticas, desde que saibam escolher pessoas compromissadas com a integridade, a honestidade e assim continuar com nossa democracia.

 

Fim de semana tem 30 homicídios no RN, diz instituto

Maior parte dos homicídios do final de semana foi por arma de fogo  (Foto: Flávio Muniz/ Inter TV Cabugi)
Maior parte dos homicídios do final de semana foi por arma de fogo (Foto: Flávio Muniz/ Inter TV Cabugi)

O Rio Grande do Norte teve 30 mortes violentas neste final de semana, entre sexta-feira (15) e domingo (17), segundo registrou o Observatório da Violência Letal Intensional (Óbvio). Com isso, chega a 1.780 o número de vítimas da violência em 2017, no estado. Uma média de quase sete pessoas morre por dia nos limite potiguares.

A metade dos crimes do fim de semana aconteceu somente no domingo, quando 15 pessoas foram vítimas da criminalidade. Ao longo dos três dias, 22 homicídios ocorreram na Região Metropolitana de Natal. Somente Natal e Ceará-Mirim, juntas, tiveram 13 casos.

Já a região Agreste potiguar foi a única que não contou qualquer morte violenta nos três dias.

A maioria das vítimas foram homens (28). Duas mulheres morreram de forma violenta. Um total de 24 homicídios foi por arma de fogo e três tiveram registro de arma branca. Também houve casos de espancamento e carbonização.

Com 1.780 homicídios, o estado registra crescimento de 26,7% entre primeiro de janeiro e 17 de setembro. Em relação a 2015, esse crescimento é de quase 60%. Até a mesma data, no ano passado, o estado tinha registrado 1.405 casos. Em 2015, foram 1.125.

Procurada pelo G1, a Secretaria de Estado da Segurança Pública afirmou que não comenta os números do instituto.

Fonte:https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/fim-de-semana-tem-30-homicidios-no-rn-diz-instituto.ghtml

Temer feliz com a posse de sua escolhida com objetivos de pará a Lava Jato

Resultado de imagem para temer e raquel na posse
Foto: Dida Sampaio/ Estadão

O Brasil sabe que o presidente Michel Temer e seus aliados farão de tudo para barrar as investigações da Lava Jato; ou pelo menos a enfraquecer.

Com a posse da nova procuradora, Raquel Godge, que, democraticamente, ficou em segundo lugar em uma eleição interna, entre os procuradores, há indícios de trama de Temer contra as ações de Janot.

A intriga está posta na PGR. Mas resta esperar se a nova procuradora fará seu dever institucional ou se seguirá a orientações do seu indicador.

O procurador Ângelo Goulart Villela deu entrevista a Folha” onde diz que Janot tratava Raquel com desdem. Enfim, em uma instituição tão seria como é a PGR, não se deve fazer nada sem pensar no país como um todo. Que Janot fez o que era certo todos sabem. Mas agora, será que Raquel fará o que deve ser feito? Por que foi a indicada, se ficou com 32 votos a menos em uma eleição interna, ficando em segundo lugar.

Raquel é uma escolha do PMDB e teve aprovação de 74 dos 81 senadores que o senado possui. Mas todo o Brasil sabe que, hoje, a escolha dos políticos não é a vontade do povo.

Resta a Raquel ver a quem vai agradar, se os políticos corruptos, ou se ao Brasil, como um todo.

Está nas suas mãos Raquel Dodge a continuação das investigações contra os corruptos.

Raquel Dodge toma posse no cargo de procuradora-geral da República

Sabatina Raquel Dodge: Senado sabatina indicada de Temer para PGR
Foto: Amanda Perobelli/Estadão Conteúdo

Há mais de três décadas no Ministério Público Federal (MPF), Raquel Dodge tomou posse na manhã desta segunda-feira (18) no cargo de procuradora-geral da República, na cadeira que foi ocupada nos últimos quatro anos por Rodrigo Janot.

Em sua fala de oito minutos na cerimônia de posse, a nova chefe do Ministério Público prometeu defender a democracia, zelar pelo bem comum e meio ambiente e garantir que ninguém esteja “acima da lei”.

A cerimônia de posse contou com a presença de familiares de Raquel Dodge, integrantes do Ministério Público, magistrados e políticos, entre os quais o presidente da República, Michel Temer, e a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia. Antecessor da nova procuradora-geral, Janot não participou da solenidade alegando “motivos protocolares”.

A solenidade que empossou a nova procuradora-geral da República, realizada no auditório da sede da Procuradoria Geral da República (PGR), começou às 8h12.

Fonte: https://g1.globo.com/politica/noticia/raquel-dodge-toma-posse-no-cargo-de-procuradora-geral-da-republica.ghtml